domingo, 1 de abril de 2012

TAL COMO O ALGODÃO...

... a Natureza nunca se engana! Os alarmistas do costume a anunciarem aos quatro ventos a pior seca das últimas décadas, a mudança de clima, um inverno pouco rigoroso (e isso é mau?) e eis que as árvores não se deixaram enganar e floriram exatamente na mesma altura de sempre. Como sei? A fotografia foi tirada no dia 31 de março do ano passado e esta semana estas mesmas árvores cobriram-se de flores. O céu é que não está tão azul (tem chovido e chuviscado q.b., embora haja quem ainda não esteja satisfeito), mas isso também já era pedir muito...

Portanto, haja música e alegria:


Se nos limitássemos a seguir o conselho do Miguelito, não seríamos todos mais felizes?

Organizemo-nos, pois!

Imagem do facebook, segundo BD de Quino.
(Obrigada, Su!)

24 comentários:

  1. Gracias a la vida...e también a ti, rrss

    Besos

    ResponderEliminar
  2. Excelente observação. Como sempre a natureza nos surpreende queiramos ou não. Felizmente, os homens não sabe interpretar os desígnios de Deus.

    Bj

    ResponderEliminar
  3. A mania humana de meter o nariz em tudo, peca também pela interferência c/a Natureza, exigindo-lhe uma disciplina que ela não precisa, porque
    é soberana.

    Limitem-se a dar graças à vida... e deixem-se de tretas!

    Gostei muito do blogue.

    Parabéns, e
    Um abraço
    César

    ResponderEliminar
  4. Eu também já fico satisfeito por viver...se me deixarem :)

    ResponderEliminar
  5. Muito bem observado, Teté. Ainda há dias, em conversa com amigos que lamentavam a seca, lhes dizia que no próximo Inverno estarão a lamentar as cheias. As pessoas nunca estão satisfeitas e esquecem-se de viver o momento sem lamentos e recriminações.

    ResponderEliminar
  6. Gracias a la vida... siempre, SÃO! :)

    Besitos!

    ResponderEliminar
  7. Bem-vindo, J.ARAÚJO!

    O homem interpreta sempre as coisas à sua maneira e conveniências, daí acertar tão pouco... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  8. Bem-vindo, CÉSAR!

    É verdade, tanta intervenção humana muitas vezes é mais contraproducente do que benéfica, até porque normalmente a Natureza funciona bem sem "ajudas"... ;)

    E também é verdade que as pessoas muitas vezes esquecem-se de dar graças à vida... em tudo o que tem de bom! :)

    Obrigada e um abraço!

    ResponderEliminar
  9. E porque é que não haviam de deixar, VIC?! :)

    ResponderEliminar
  10. Nem mais, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA! Se este abril for de "águas mil", como diz o provérbio, nem é preciso esperar para o ano que vem, daqui a um mês já se estão a queixar que já chega de tanta chuva... Contradições, com as lamentações sempre na ordem do dia! ;)

    ResponderEliminar
  11. Olá Teté! Vi seu link no site da outra Tetê e resolvi visita-la. Realmente o tempo anda meio louco, mais não podemos reclamar temos que mudar para não acabarmos com nosso planeta, aqui em Brasília essa época do anos não tinha mais chuva e quase todos dias chove. Beijokinhas e tenha uma ótima semana!!!

    ResponderEliminar
  12. É bem verdade... E com esta pouca chuva que entretanto apareceu já se nota a diferença nas cores do campo. Mas ainda assim noto diferenças. Aqui, em Faro, os jacarandás ainda não estão em flor...

    ResponderEliminar
  13. Miguelito!

    O meu plano para esta Primavera e para todas as outras primaveras também é igual ao teu:

    VIVER! VIVER! VIVER!

    ResponderEliminar
  14. não sabia que o algodão também floresce a 31 de março :D

    ResponderEliminar
  15. Viver e sermos felizes, realmente é o mais importante.

    ResponderEliminar
  16. A Natureza e os seus encantadores mistérios ... Mas aqui em Leiria, nem chuviscos! Tudo seco, seco! Se calhar a Cristas ainda não rezou o suficiente...

    ResponderEliminar
  17. Bem-vinda, SANDRA!

    Por mais que reclamemos com o tempo, o clima, etc. e tal, o resultado é zero! Então... para quê reclamar?

    Beijocas e uma boa semana também para ti! :)

    ResponderEliminar
  18. LUISA, aqui também não está tudo em flor, mas esta árvore especificamente já está igualzinha ao ano passado. Suponho que a localização também determina a própria transformação... :)

    ResponderEliminar
  19. Concordamos ambas com o Miguelito, EMATEJOCA: há que viver, acima de tudo! E tentar ser feliz com essa vivência... :)

    ResponderEliminar
  20. O algodão não engana, VÌCIO, e as árvores são iguais... :))

    ResponderEliminar
  21. Então não é, RAINHA? :))

    ResponderEliminar
  22. Como abril é mês de "águas mil", ainda vais ver a Cristas a dizer que o "milagre" proveio da sua fé, GRAÇA! Não há pachorra... :)

    ResponderEliminar
  23. o Miguelito acerta sempre :)

    ResponderEliminar
  24. E direto ao assunto, MOYLITO, que é coisa que muita gente não faz... :))

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)