domingo, 8 de janeiro de 2012

SHERLOCK HOLMES: JOGO DE SOMBRAS

Quem conhece a obra de sir Arthur Conan Doyle sabe que o escritor, cansado da personagem de Sherlock Holmes que tanto sucesso teve junto do público, resolveu dar-lhe uma morte prematura, conjuntamente com o seu arqui-inimigo professor Moriarty, fazendo com que os dois homens lutem e caiam abraçados no abismo sem fim das cataratas de Reichenbach, na Suiça. Mais tarde, o autor optaria por o fazer renascer, alegando que apenas o professor caíra, mas que Holmes decidira que lhe seria útil permanecer desaparecido/morto, para evitar os ataques de outros inimigos perigosos.

O filme realizado por Guy Ritchie não segue nem de perto nem de longe os enredos engendrados por Conan Doyle, baseando-se apenas nas suas personagens e em algumas das suas linhas principais - a que a luta até à morte entre Holmes e Moriarty não escapa, mas dando a conhecer, à partida, que afinal o detetive sobreviveu. Eventualmente, para dar azo a uma nova sequela...

Assim, o sempre sagaz Holmes (Robert Downey Jr.) liga um ataque bombista supostamente anarquista ao  suicídio de um príncípe austríaco, um correio misterioso que acaba numa sala de leilões de arte ao assassínio de um médico cirurgião e percebe que os fios daquela teia apontam todos na mesma direção: Moriarty (Jared Harris) congeminou um plano para despoletar uma guerra europeia, sendo ele o proprietário de uma grande fábrica de armamento, a par de outras ligadas a produtos farmacêuticos. Lucro fácil e a dois carrinhos, estão a ver?

Entretanto, o seu amigo dr. Watson (Jude Law) vai casar e ele "organiza" a despedida de solteiro num clube noturno londrino, esquecendo-se dos convites aos companheiros do doutor, à exceção do seu irmão Mycroft (Stephen Fry),  um proeminente funcionário governamental, que está a organizar uma cimeira sobre a paz mundial. O fito dele é encontrar a cartomante Madam Sim (Noomi Rapace) e entregar-lhe uma carta que intercetou nos obscuros meandros da rede do professor, sendo que a própria cigana corre risco de vida. A partir daí o argumento (e a perseguição) corre célere, de Londres para Paris, passando por uma pequena cidade alemã e terminando na Suiça, onde se dá o confronto final entre Holmes e Moriarty. Com alguns atrasos de percurso, pois o diabólico professor visa eliminar o jovem casal na sua lua-de-mel a Brighton, atrapalhando dessa forma os planos do detetive, que deseja proteger o seu amigo.

São 127 minutos de uma comédia de ação rocambolesca, bastante divertida, como podem vislumbrar no trailer, obtendo o filme a classificação de 7.7/10 na IMBD (até ao momento):

A sala de cinema esgotou! (o que é cada vez mais raro...)
Imagem de cena do filme, da net.

22 comentários:

  1. já tinha vontade de ver, mas com esta descrição ainda o faço esta semana.

    Boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Não sei se leste mas quando comentaste num dos meus posts que tinha ido ver esse filme nesse dia, eu respondi que também eu o tinha visto nesse mesmo dia! Coincidência. Lembras-te que Noomi Rapace desempenha o papel de Lisbeth Salender na versão sueca do filme? Muito boa atriz.
    Também gostei imenso do filme. Não gosto de ir ao cinema para sair de lá deprimida.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Ainda não vi, mas é apenas um dos quase todos que não vi :)

    ResponderEliminar
  4. Só li um livro de Sherlock Holmes. Não gostei e não tenciono ler outra obra sua.
    O primeiro filme eu não vi e este também não verei. Não faz o meu género.

    ResponderEliminar
  5. Como já te disse, também vi o filme este fim de semana e gostei, achei bastante divertido. No entanto, confesso que não destronou o velho Sherlock Holmes das séries de televisão da minha juventude. :)

    ResponderEliminar
  6. LEONOR, janeiro e fevereiro vão ser meses de muitos e bons filmes, ao que consta! Este nem sequer é dos mais "badalados", mas é divertido... :))

    Boa semana para ti!

    ResponderEliminar
  7. Leio (quase) sempre os comentários aos comentários que faço, CATARINA, esse não foi exceção! Foi mesmo coincidência vermos o filme no mesmo dia... :D

    E sim, bem sei que a atriz foi a Lisbeth Salander no filme sueco, mesmo só tendo visto o primeiro. Estou desejosa de ver o americano, mas aqui só estreia a 19 de janeiro!

    Tal como tu, também não gosto de ir ao cinema para sair de lá deprimida! Apesar disso, nem sempre os filmes que mais me tocam são comédias leves... :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. É, VITOR, bem sei que não és muito ligado à cinefilia. Como eu não sou ao futebol, por exemplo... :D

    ResponderEliminar
  9. Conan Doyle foi o mais reconhecido escritor de policiais, após Edgar Alan Poe, que dizem ter sido o "inventor" do género, MIGUEL. É por demais evidente que as histórias de Sherlock Holmes não são tão bem estruturadas como as dos muitos outros escritores que lhes seguiram as pisadas, mas foram uma inovação no século XIX! Até o Eça tentou o género... :)

    O filme em si tem piada, como é suposto ter, imagino que não pretende ir mais além disso! Claro que nem todos gostam... ;)

    ResponderEliminar
  10. Também não me parece que fosse para destronar, TERESA, que o tom é de comédia, as séries levavam os contos e livros de Conan Doyle mais à risca... :))

    ResponderEliminar
  11. Ainda não vi o 1º filme e tu já me falas do 2º!
    Aqui, só chega às salas do cinema no fim do mês.

    Agora vou tomar o pequeno-almoço e volto mais tarde.

    ResponderEliminar
  12. Em resposta ao teu último comentário, minha cara Teté:

    É quase um milagre. que o físico e cosmólogo britânico tenha chegado a uma idade tão avançada: vitória do espírito sobre a limitação do corpo. Génio inovador, Hawking contribui para tornar a ciência acessível ao vasto público.

    Há dias, uma das minhas filhas confrontou-nos com uma pergunta e, eu fui a única pessoa a saber que hoje seria o 77º aniversário de Elvis Presley, se fosse vivo, embora eu nem seja admiradora da sua música, nem dos seus filmes.

    Voltando ao filme SHERLOCK HOLMES: JOGO DE SOMBRAS, estou com grande curiosidade de ver a fantástica Noomi Rapace num filme ao lado do Robert Downey Jr., Jude Law
    e Stephen Fry (actor que aprecio).
    Forte argumento para ver este filme, mas primeiro, vou pedir emprestado o DVD do filme anterior.

    ResponderEliminar
  13. Claro que, o aniversário do Elvis Presley foi ontem, dia 8 de Janeiro!!!

    ResponderEliminar
  14. gostei bastante do primeiro filme por, precisamente, fazer tábua rasa da visão preconcebida de dandy com jeito para o raciocínio lógico com que a figura do Holmes era enformada habitualmente. não devo ir ver este, mas esperarei com alguma impaciência até o mesmo me cair no colo noutros formatos :)

    ResponderEliminar
  15. Eu não lhe chamaria comédia, mas um filme de acção bem humorado. Fui ver neste FDS e adorei! Beijocas!

    ResponderEliminar
  16. Estou tentada a assistir este filme, mas somente depois que as salas evacuarem um pouco mais. Certamente, uma obra imperdível e acima da média dos blockbusters hollywoodianos! Boa semana! Beijus,

    ResponderEliminar
  17. Pelo que li na wikipédia, percebi as grandes dificuldades do físico, EMATEJOCA, mas não conheço minimamente o seu trabalho. Nem dele, nem de outros físicos, tirando os incontornáveis que estudei na escola, sendo que física sempre foi a disciplina onde tive mais dificuldades de aprendizagem! :-/

    Bom, Stephen Fry faz um papel mais que secundário! Mas a interação entre a dupla do primeiro filme e Noomi Rapace funciona bem! :)

    Claro que o aniversário do Elvis seria ontem, quando tivemos a "conversa", caso ainda fosse vivo!

    ResponderEliminar
  18. Até gostei mais deste do que do primeiro, mas vem no seguimento, MOYLITO, não se pretende fazer do detetive um crânio virado para o inteletual... :D

    Com os filmes a estarem duas/três semanas em cartaz, dentro em breve estará aí noutros formatos! :)

    ResponderEliminar
  19. Tens razão, RAFEIRITO, é mais por aí! No fundo só queria alertar para que não era suposto ser um filme sério... mas sim divertido! :))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  20. Estou curiosa de ver quanto tempo vai estar aqui em exibição, LUMA, mas com a velocidade com que mudam os filmes em cartaz, se ficamos à espera que as salas estejam mais descongestionadas arriscamo-nos a perder a oportunidade... :D

    Beijus!

    ResponderEliminar
  21. Bem-vindo, PUMA! :)

    Divertido, acima de tudo, que é o que interessa! :D

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)