domingo, 6 de novembro de 2011

CURTO-CIRCUITO MUSICAL

Já vos aconteceu um dia estarem a fazer qualquer coisa e, de repente, na rádio ou na TV, ouvirem uma música que parece ter saído diretamente do vosso baú? E de não saberem nem o como nem o porquê de apelar à vossa memória auditiva, com uma sensação de prazer?
Apesar da música ter sido um sucesso, esvai-se a noção da emoção que nos trouxe. Que regressa, assim que a ouvimos novamente...:


Creio que há sons que não se perdem com o tempo e a não ser a única encantada com vozes do passado... (Ana e Maria, esta é dedicada a ambas, na versão completa e isenta da publicidade que a acompanha - muito bem pensada, por sinal!)

Imagem da net.
.

31 comentários:

  1. Acontece-me sempre.
    As músicas marcam momentos.
    O mais curioso é que não ligo as músicas a momentos maus...só a bons. Ao menos isso, a mente tem o poder de escolher.:)
    Também me encantam vozes do passado. Esta, em particular, não me traz recordações, mas é gira a melodia.:)
    bji e bom domingo!

    ResponderEliminar
  2. Foi fixe ter aproveitado o intervalo para vir ao blog. Saio daqui com uma boa sensação.

    ResponderEliminar
  3. Bonita canção valorizada pelo piano que a envolve.
    Agradecido pelos parabéns!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. : )
    Não a associo a momentos especiais mas é agradável ouvi-la.

    ResponderEliminar
  5. Curioso que me acontece com alguma frequência (não exageremos) acordar a pensar numa música, andar a trauteá-la durante horas e ligar o rádio e ,... voilá !... a dita cuja ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  6. Imensas vezes, Teté! Associo as músicas sempre a momentos da minha vida. Não há como fugir da música, não é? :) Ela que está em todo o lado e sempre nos acompanha nos bons e maus momentos...
    Esta música é lindíssima e agora acompanha o anúncio de uma tal marca de meias. ;) Beijocas e bom final de domingo

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de recordar velhos temas... na realidade parece que ando sempre mais ligada a músicas de outros tempos do que aos sucessos do momento. :)

    ResponderEliminar
  8. Acontece-me muitas vezes. Há musicas que marcaram momentos, pessoas, tempos, fases, alegrias, choro...
    ..e quando de súbito alguma dessas melodias soam aos meus ouvidos, algo parte de mim reporta-me para esses momentos passados.Nostalgia!

    Não conhecia esta música do Bill Joel.

    Para mim uma música bastante emotiva é "Lullabye". Não sei se conheces.

    http://www.youtube.com/watch?v=dcnd55tLCv8

    ResponderEliminar
  9. Sim e é delicioso aproveitar o momento :)

    ResponderEliminar
  10. Uma música para mim??? ohhhhh = (smile corado, a sorrir e a dançar)

    Já me aconteceu muitas vezes, como adoro música e oiço-a, posso dizer que tenho muitas músicas para muitos momentos, até para alguns maus...

    Já conhecia esta e sabia que era a do anúncio...talvez fosse a música que me fez gostar tanto do anúncio, se bem que as imagens também são bonitas :)

    Obrigada :)))

    Beijinho :)

    *tenho o internet explorer, antes de mudares o aspecto do blog havia por baixo dos smiles um aviso que dizia que não podiam ser usados no internet explorer...mesmo assim eu usava-os e conseguia vê-los, agora já não :(
    Adoro os smiles, acho que ficam bonitos numa mensagem para além de melhor se perceber quando brincamos :)
    Paciência :(((

    ResponderEliminar
  11. Depois do "oiço-a" queria dizer "o dia todo" eheheh

    Outra coisa que mudou no teu blog e que me acontece em muitos que visito, que fizeram mudanças recentemente, é demorar imenso a abrir a página e não aparecer todas as palavras que escrevi...

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  12. É, tal como tu, NINA, só quase recordo as músicas que me trazem boas sensações: de estar a brincar na casa dos meus pais e a ouvir na rádio, de a dançar, de locais onde fui, de umas férias em que era a do momento e por aí adiante. Claro que algumas das pessoas com quem passei esses bons momentos deixaram de ter qualquer importância na minha vida, mas nessa altura eram e os momentos partilhados foram BONS! :D

    Mas há uma dos Procol Harum ("A Whiter Shade of Pale"), que me lembra um momento menos bom, em que a minha mãe estava hospitalizada após uma cirurgia e muita branca. Nesse dia, quando voltei para casa, estava a dar na telefonia do táxi que apanhei... Mesmo assim, continuo a gostar muito da música! E a minha mãe está boa, felizmente! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  13. Há músicas assim, que nos transmitem boas sensações, VITOR... :D

    ResponderEliminar
  14. É, CARLOS, o piano é sempre uma boa envolvente musical... :)

    Abraço!

    ResponderEliminar
  15. Pois, CATARINA, esta só me dá a sensação de bons momentos, mas não lembro nenhum especificamente... :D

    ResponderEliminar
  16. Em tempos tive um despertador com música, RUI, mas tive de desistir: antes o apito! Não é que passei um dia inteirinho com a música do Marco Paulo "Eu tenho dois amores" na cabeça, porque acordei ao som dela? É que depois não nos conseguimos controlar e de vez em quando até a cantarolamos involuntariamente... :))

    ResponderEliminar
  17. Pois acompanha, TONS DE AZUL, por isso é que a ouvi e lembrei! Aliás, o anúncio também está muito giro, mas a música, cerca de 30 anos depois, ainda dá brado... ~xf

    E sim, pelos vistos todos associamos algumas músicas a determinados momentos! :D

    Beijocas e boa semaninha para ti!

    ResponderEliminar
  18. É verdade, LUISA, acontece-me o mesmo: tirando uma ou outra mais recente, a maior parte das músicas que me tocam têm no mínimo 20 anos... por vezes quase 80! Já que Jazz e R&B são os meus géneros preferidos... :)

    ResponderEliminar
  19. Conheço, sim, MIGUEL! Em tempos até a coloquei aqui, num dia em que o meu filhote fazia anos... :)

    Associo poucas a maus momentos, mas no geral há algumas que me recordam vivamente pessoas, festas e alegrias de outros tempos... E até amigos virtuais, mais musicais que eu, que as tinham como som de fundo nos seus blogues... :D

    ResponderEliminar
  20. Calculava que sim, GATINHA! :)

    ResponderEliminar
  21. É isso mesmo, LOPESCA, reviver as boas sensações de outros tempos... :)

    ResponderEliminar
  22. Eheheh, MARIA, tu e a Ana falaram desta música/anúncio recentemente e como também ficava deleitada a ouvi-la, resolvi colocar aqui a versão integral! Daí ser-vos dedicada! (mas não é preciso corar, para sorrir e dançar estás à vontade!) :z

    Tens razão, as imagens também estão bem conseguidas na publicidade! :)

    Tenho muita pena que não consigas ver os smiles, que eu também gosto muito! Mas quanto a isso e ao demorar a abrir o blogue não posso fazer nada! Também não percebo porque é que não vês tudo o que escreves... :(

    A bem dizer, de início também usava o Internet Explorer, mas o "meu" consultor informático e outro amigo bloguista aconselharam-me a mudar para o Mozilla, por ser mais fácil de postar, pôr música, etc. Ora eu não percebo nada desses assuntos, mas cravei o maridão para me fazer isso e de facto facilitou bastante. Se conseguires cravar alguém para te fazer o mesmo, experimenta! (e mantenho o IE, que raramente uso, mas que espreito quando faço alterações na página, essa dos smiles nem reparei que não saíam...) ~xf

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  23. Como ouço muito a Star FM, acontece-me com frequência...

    ResponderEliminar
  24. dia sim, dia não acontece-me... a nossa memória funciona de uma maneira extraordinária e é sempre agradável levar estes inesperados banhos de boas recordações/sensações, ainda que indefinidas :)

    ResponderEliminar
  25. E sabe sempre bem, não é, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA? :)

    ResponderEliminar
  26. É, os mecanismos da nossa memória muitas vezes são despoletados pelos 5 sentidos, MOYLITO! :i

    ResponderEliminar
  27. Já, e se não me tivesses avisado teria essa mesma sensação.

    ResponderEliminar
  28. As musicas muitas vezes, sem nos percebermos, são associadas a determinados momentos ou situações. A nossa cabeça tem destas coisas. Mais tarde, quando menos esperamos elas aparecem e ficamos a babar.

    ResponderEliminar
  29. Pois, PAULOFSKI, é uma música geracional... :D

    ResponderEliminar
  30. Suponho que na altura nos apercebemos, BRUNO, mas depois passam de moda e não voltamos a ouvi-las... ;)

    E um dia voltam e trazem uma sensação doce (na maioria dos casos)... :)

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)