segunda-feira, 28 de novembro de 2011

PICANTE

"Picante - Histórias que ardem na boca" é um livro de contos de Alice Vieira, Catarina Fonseca, Leonor Xavier, Maria João Lopo de Carvalho, Maria do Rosário Pedreira e Rita Ferro, que se lê de um só fôlego.

Já o referi quando foi lançado, portanto desta vez vou limitar-me aqui a colocar algumas passagens das escritoras. Quem, melhor do que elas, para dar um "cheirinho" deste "Picante"?

"Ensinavam-lhes ainda que a noite de núpcias era sempre uma experiência traumática porque «os homens são violentos por natureza», e que a única maneira de lhe sobreviver e ser feliz era fechar os olhos com muita força e pensar em Nossa Senhora e na pátria." 
Alice Vieira

"Araminta fora corrida - enfim, transferida, que os ricos não são corridos de lado nenhum - do sanatório infantil a alguns quilómetros, no outro lado da montanha, por contar histórias de terror às crianças e ajudar a matá-las mais depressa. [...] Semeávamos o pânico como quem semeia feijão, contou Araminta a Godofredo Honório, apesar de nunca nenhum deles ter alguma vez semeado feijão. Era uma espécie, disse Araminta, de garantia de imortalidade. Aqueles vão-se lembrar de nós para sempre."
Catarina Fonseca

"Entre a bainha da calça preta e a sandália de salto alto, reparei-lhe no traçado do tornozelo. Perfeito. Confesso-me pedólatra, vítima de cegueira súbita e vício de adorador. Sempre que contemplo pé e tornozelo em mulher morena, perco-me e mergulho de cabeça nesta adição."
Leonor Xavier

"A conversa fluía vagueando entre interesses sem interesse, diriam elas: o jogo da véspera, o último modelo da Mercedes, as ações a caírem na bolsa, o ginásio. Almoço rápido a meio de uma quarta-feira de trabalho. sempre o mesmo restaurante, sempre o mesmo prato - cozido à portuguesa. E falavam daquilo que os homens falam, entremeando as carnes com as couves, as batatas com os enchidos, o vinho com as palavras. As mesmas, provavelmente. Falta de imaginação, diriam elas."
Maria João Lopo de Carvalho

"Mas, afinal, de que lhe serviam tantas qualidades se, nos últimos anos, não arranjara um único companheiro com quem pudesse manter uma conversa por mais de um quarto de hora sem ele se referir lascivamente aos seus lábios cheios, às coxas bem desenhadas, aos seios que, até por isso, trazia todos os dias mais escondidos? Estava farta. Farta de burgessos e de passar as noites sozinha."
Maria do Rosário Pedreira

"Tão chic como a casa da Reis Torgal havia só uma, a da Antónia Moreno, com duas entradas distintas: uma, pela rua do Norte; outra, pelo número 53 da Rua das Gáveas, onde o preço variava consoante o acesso. Pelo Norte entravam os marinheiros, cocheiros, carvoeiros e trolhas; pelas Gáveas, fidalgos, magistrados, conselheiros e comerciantes abastados, dizendo-se até que havia edifícios diferentes para uns e outros, o que era falso: tanto pobres como ricos se satisfaziam nas mesmas camas e com as mesmas messalinas, embora a preços distintos e a horários desencontrados."
Rita Ferro

Seis escritoras com estilos de escrita muito diferentes e seis histórias mais ou menos apimentadas, que certamente agradarão à maioria dos leitores. Gostei, evidentemente!

Note-se ainda, como curiosidade, que as quatro primeiras escrevem segundo as regras do novo acordo ortográfica e as duas últimas seguem as da antiga ortografia.

(e desta não se aceitam reclamações de que vos enganei com o título, que já tinha anunciado que falaria do livro depois de o ler, OK? :))  
 

20 comentários:

  1. E já fiquei com vontade de ler...

    ResponderEliminar
  2. Gostei do que foi mostrado nos trechos e fiquei curiosa :)

    ResponderEliminar
  3. Faço questão de te ver a ler este livro, e registar se sempre é num só fôlego...

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  4. Com uma sinopse assim, quem não ficaria com vontade de ler?:)
    beijocas
    (essa do acordo, tem piada.:))

    ResponderEliminar
  5. Mais um que as tuas palavras me "obrigam" a comprar...ainda me levas à falência :n

    Outra vez o acordo? Bolas, daqui a uns anos só vamos conseguir ler as histórias de quem escreveu segundo o novo acordo ~xf

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  6. Estive este sábado na Bertrand com a malagueta nas mãos. Hummm e cheirou bem

    ResponderEliminar
  7. Ando de volta de uns woody allen, que me emprestaram e, realmente, sou uma besta por não ter descoberto há mais tempo.

    ResponderEliminar
  8. Quando escreveu sobre este livro,na segunda-feira seguinte fui à minha visita habitua à Bertrand e comprei-o, mas ainda não tive tempo de lhe pegar. Está na lista de espera

    ResponderEliminar
  9. Contos leem-se sempre muito bem, LUISA! :)

    ResponderEliminar
  10. É questão de espreitares quando passares por uma livraria, LOPESCA! :D

    ResponderEliminar
  11. É força de expressão, RAUF, que o meu fôlego real não chega a tanto... =))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  12. Também achei piada à cena do acordo, NINA, pois no fim de cada conto, em letras pequeninas, cada uma indica a sua própria opção! :D

    Assim também evitaram uma discussão mais que inútil! :))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  13. Ah, não levo ninguém à falência (ou, melhor dizendo, à insolvência), MARIA, que não "obrigo" ninguém a comprar livros. Se não sabes, há quem vá para a FNAC ler livrinhos... por falta de verba para os comprar! ;)

    Quanto ao acordo, concordo plenamente contigo! Acontece que daqui a 20 anos já devem andar a discutir interminavelmente as novas modificações que entretanto serão adequadas implementar! Resumindo, é uma discussão que não vai acabar nunca... =))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  14. Ui, PAULOFSKI, essa de estar com a malagueta na mão soa tããão mal... vale que cheirou bem! :))

    ResponderEliminar
  15. Ainda tenho o tal do Woody Allen para reler, que na época não me disse grande coisa, MOYLITO! Há livros que só os entendemos noutras idades... :)

    ResponderEliminar
  16. Sendo assim, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, agora é só arranjar um tempinho. Mas garanto que se lê depressa... :)

    ResponderEliminar
  17. Hoje estive a olhar para ele mas não gostei do preço apesar de vir com + 1 livro :)

    ResponderEliminar
  18. Pois, os livros estão carotes, LOPESCA! :P

    ResponderEliminar
  19. Pois é.
    Acabei por trazer o último de uma colecção que ando a ler e mais nada :)

    ResponderEliminar
  20. Pois, nesta altura do campeonato, há que selecionar muito bem os livros que compramos, LOPESCA! :)

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)