quarta-feira, 2 de novembro de 2011

FILETES COM MOLHO DE COGUMELOS

Para não dizerem que sou como os outros, que prometo e não cumpro, aqui segue a receita de "filetes com molho de cogumelos", livremente adaptada de um livro de culinária coordenado por Maria de Lurdes Modesto. Já a experimentei com vários tipos de filetes congelados, com pescada não dá que tem muitas espinhas, só lá mais para os de linguado ou de palmeta (num hipermercado perto de todos). Portanto, é refeição que sai carota, mas cá em casa todos adoram, mesmo que só de vez em quando!

Ingredientes:
Um filete grande de peixe por pessoa (depende do apetite de cada um);
Uma chávena de vinho branco;
Um cubo Knorr (ou outro) de caldo de peixe;
100 gramas de cogumelos brancos frescos laminados (meia embalagem);
25 gramas + 15 gramas de margarina;
3 colheres de sopa de farinha (25 gramas);
3 colheres de sopa de polpa de tomate;
Uma chávena de natas (+ ou - meio pacote);
Sal e pimenta a gosto.

Costumo partir os filetes em três pedaços, cubro de água, junto a chávena de vinho branco e o cubo de caldo de peixe, ponho ao lume e deixo ferver durante 8 minutos. Em simultâneo, numa frigideira com 15 gramas de margarina frito os cogumelos, em lume brando até ficarem tostados.
Derreto a restante margarina e junto a farinha, mexendo sempre com as varas. Entretanto, já passei uma chávena da água/vinho de cozer o peixe pelo passador (que escorro logo de seguida), onde junto a polpa de tomate, mexendo bem e adicionando ao preparado anterior, continuando a mexer. Adiciono os cogumelos já prontos, junto as natas e tempero com sal e pimenta. 
E pronto, é só servir os filetes cobertos com o molho, com acompanhamento de feijão verde, brócolos, batata cozida, ao gosto do freguês... Uma delícia, garanto!

post-scriptum - este post estava escrito há muito tempo e "perdido" pelos rascunhos,  talvez não seja o momento mais indicado para o publicar; mas promessa é promessa, para gente de bem...
.

20 comentários:

  1. mais dia menos dia experimento. sim, porque eu cozinho :) tem muito bom aspecto.

    ResponderEliminar
  2. Eheheh, e é delicioso mesmo, MOYLITO... desde que peixe não tenha espinhas! :D

    E sim, também sou apologista que todos aprendam a cozinhar! Embora aqui os "meus" homens só saibam fazer o trivial, também se conseguem desenrascar... ~c

    ResponderEliminar
  3. Até faz crescer àgua na boca. Óptima fotografia!

    Filetes de pescada é o meu prato favorito, mas mesmo assim, não vou tentar porque seria um fiasco, vou sim, mandar esta receita à Luísa, como também, traduzi-la e dá-la aos peritos e peritas de cozinha cá da terra.

    Bom apetite!

    ResponderEliminar
  4. Por acaso já tinha pensado "A Teté tá a ficar como os políticos...promete tudo em campanha e depois de eleita não cumpre nada" ^xf

    Estava há 5 anos à espera desta receita, só perdoo porque os meus smiles voltaram ;)

    Vou "roubar" a receita e quem sabe fazê-la, ou tentar, para o jantar...parece deliciosa :)

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  5. ohhhh os smiles voltaram, mas não ficam na mensagem :(

    Assim não vale :(

    ResponderEliminar
  6. Talvez um dia experimente a tua receita mas não prometo!... Tenho tantas revistas e livros de culinária que se me dispusesse a segui-las estaria anos sem repetir! E ao fim e ao cabo não faço nada...

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Farto-me de inventar na cozinha, por isso raramente pego numa receita...mas que esta dá vontade de levar, lá isso dá.:)
    bji

    ResponderEliminar
  8. Hummm... até lhe sinto o aroma, que delícia.

    Para os tachos ainda tenho algum jeito agora para seguir receitas! Diz a minha mãe que tenho instinto. Tenho, tenho falta-me é o tinto.

    ResponderEliminar
  9. Comida um dos meus assuntos favoritos, melhor só provando ;)

    ResponderEliminar
  10. Vou ser o mais sincero possível.
    Os filetes, não sei, mas o molho podes servir 2 pratos.

    ResponderEliminar
  11. Porque é que havia de ser fiasco, se nem tentaste, EMATEJOCA?! Mas pronto, já cumpri a promessa... :))

    Bom apetite para ti também!

    ResponderEliminar
  12. Mau, mau, MARIA! Os smiles não aparecem?! Aqui aparecem, sim! :xa

    Assim se vê que nunca teria jeito para política encartada: pode não ser logo, logo, mas cumpro o prometido! =))

    Testa tudo o que quiseres! :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  13. Mas não é para experimentar (a não ser que queiram, evidentemente!), SONHADORA! Para começar, era para cumprir uma promessa antiga... :D

    E sim, também tenho uma catrefa de livros de culinária, cujas receitas nunca experimentei! Esta, eles gostaram tanto, que de vez em quando repito... ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  14. Olha, baseio-me sempre numa receita, NINA, mas depois altero aqui e ali, no que me parece que possa ser mais consoante o meu paladar ou para facilitar a execução! Mas quer dizer, quando casei só sabia fazer o básico, se me pusesse a inventar entornava o caldo... :P

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. Instinto, inspiração e criatividade também fazem parte da vocação para a culinária, PAULOFSKI! :))

    As receitas são apenas uma base de partida, depois altera-se consoante o gosto de cada um! :D

    ResponderEliminar
  16. Nem sou de grandes comezainas, LOPESCA, mas provas alinho em (quase) todas... :i

    ResponderEliminar
  17. Só o molho não sei se será um pouco enjoativo, BRUNO... :D

    Prefiro como contributo a acicatar sabores que um peixe cozido não tem! ;)

    ResponderEliminar
  18. Tem óptimo aspecto, Teté! :p Tenho de experimentar.

    ResponderEliminar
  19. E é booooom, TONS DE AZUL... ~b

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)