domingo, 2 de outubro de 2011

AMOR, ESTÚPIDO E LOUCO

Cal e Emily Weaver estão a acabar de jantar num restaurante, ele indeciso sobre a sobremesa, quando ela repentinamente lhe diz que quer o divórcio. Abalado pelo comunicado da mulher, quase ao fim de 25 anos de casamento, Cal fica mudo, pelo que ela tenta acrescentar algumas explicações que só o incomodam mais - ela teve um caso com um colega de trabalho! Desorientado e perdido, passa as noites num bar remoendo os seus pensamentos em voz alta, sem que ninguém lhe preste grande atenção, até que Jacob, um jovem mulherengo cheio de prosápia decide dar-lhe uns conselhos sobre como modernizar o seu visual e partir para o engate. O que ele aceita, conseguindo um sucesso considerável entre o mulherio, embora secretamente ainda mantenha alguns dos seus antigos hábitos. Entretanto, Jacob também se apaixona e a história dá uma reviravolta...
Steve Carell, Ryan Gosling e Julianne Moore interpretam os papéis principais, coadjuvados por Marisa Tomei, Kevin Bacon e alguns (muito) jovens atores nos secundários, nesta comédia romântica de Glenn Ficarra e John Regua, que se estreou recentemente em Portugal, e cujo trailer podem ver aqui:


Conquistando alguns risos e sorrisos, aqui e ali uma lagriminha ao canto do olho, aflorando algumas das contradições da "crise da meia-idade" (crises são todas más, estas não escapam à regra!), sem aprofundar demasiado, certo é que dispõe bem! O que, só por si, abre o apetite de ir ao cinema...

Imagem de cena do filme da net.

10 comentários:

  1. Olá Teté.

    Fui ao cinema ver este filme na sexta-feira. Valeu a pena!

    Também tenho um post sobre o filme no meu blogue :)

    Continuação de bom f d semana

    ResponderEliminar
  2. Desde que seja numa sala sem pipocas, estou sempre pronto para ver um bom filme.

    ResponderEliminar
  3. Outro filme que me agradaria ver!:))

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Ah, já vi o teu post, MIGUEL! Também acho que valeu a pena... :)

    Boa semana para ti!

    ResponderEliminar
  5. Por acaso foi mesmo numa sala sem pipocas, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, que o cheiro delas enjoa-me bastante... :)

    ResponderEliminar
  6. Comédias românticas dão sempre para desanuviar um bocadinho, NINA! :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  7. Com muita honra, VITOR! :))

    ResponderEliminar
  8. Esse filme é massa!Eu gostei de assistir.
    ;-)

    ResponderEliminar
  9. Fomos duas, KÁTIA! :D

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)