terça-feira, 18 de dezembro de 2012

AS LUZES NA CIDADE...

Desde miúda que todos os anos por esta época saíamos de casa depois de jantar, para ir ver as luzes natalícias nas ruas de Lisboa. O meu pai detestava sair à noite, mas esta era uma das raras exceções que concebia. Era um entusiasmo pegado: não só pelo inusitado passeio noturno, mas como pelo fascínio de observar de perto as pequenas lâmpadas coloridas a cintilar. A baixa pombalina era sempre a mais iluminada, mas o passeio estendia-se por outros pontos da cidade. Comentávamos se gostávamos mais desta ou daquela rua ou zona, nem sempre concordávamos, mas voltávamos a casa felizes e satisfeitos!

Tradição que mantive depois de casar, com o maridão, o filhote e, na maior parte das vezes, a minha mãe. Naquele primeiro ano da maior árvore de Natal da Europa (megalomanias!) o trânsito e a confusão era tanto, que teve menos piada que nos anteriores. Nem sei se repetimos a passeata no seguinte...

A fotografia é giríssima, certamente profissional (da net, mas desconheço o autor!) - a minha máquina não dava (nem dá) para sofisticações do género. Certo é que mesmo que o rapaz adolescente já não tivesse vontade de ver as luzes na cidade com os "velhotes", continuámos a ir os três.

Numa invenção alucinada (?!?), em 2011 a CML "apagou" as luzes e substituiu-as por "obras artísticas" que vislumbrámos de passagem e a desistência foi unânime!

OK, durante o dia até pode ter a sua piada, mas à noite... interessa a alguém? Esta até era das melhorzinhas, que no marquês de Pombal a aberração foi completa. O "artista" deve ter considerado que faltavam por ali uns sinais de trânsito... e deu nisto (à luz do dia, que ao luar nem pensar!):

Segundo consta, a CML pagou 150 mil euros pelos mamarrachos pela inovação, mas em 2012 mudou de ideias: puxou os cordões à bolsa e lá arranjou mais uns cobres para iluminar as ruas lisboetas, embora longe da pujança de outrora - menos luzes, mas bem localizadas e bonitinhas...
  
Imagino que não terá nada a ver com as eleições autárquicas do próximo ano, até porque os atuais partidos no poleiro governamental permanecem em queda livre junto do povo (lisboeta ou outro). Nem o apoio do tal Relvas a outro candidato à presidência da CML os deve assustar, que cheira a "presente" envenenado.

Mas gostei do que já espreitei. A voltinha anual aguarda melhores noites!

Fotos da net e do facebook (LISBOA Live).

16 comentários:

  1. Como Lisboa é (era)ainda mais linda durante o Natal!

    Quando se passeia pela cidade à noite, sentimos a época natalícia, sentimos a proximidade das pessoas que passam por nós e que, tal como nós, saíram para ver as luzes de Natal.

    Uma bonita tradição familiar,Teté.

    Imagina agora todas essas luzes, árvores enormes de Natal, numa cidade cheia de neve... acabadinha de cair! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Natal sem luzes tem muito menos piada, CATARINA! Em Lisboa ou noutra cidade qualquer, as luzes e o ambiente das ruas iluminadas incentivam o espírito natalício! :)

      E vou ver se mantenho a tradição, enquanto houver luzes de Natal! :D

      Imagino que sim, que refletidas na neve as luzes possam ter maior esplendor! :)

      Eliminar
  2. Aqui, as iluminações de Natal também estão muito bonitas.
    Uma tradição a conservar.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem, PEDRO COIMBRA! Natal sem luzes é mais triste... ;)

      Que se mantenham as boas tradições! :)

      Beijocas!

      Eliminar
  3. e o valor da electricidade sobe no ano que vem...

    parabéns por seres a primeira pessoa que eu vejo separar a net do facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não subisse é que era para admirar, VÍCIO! :P

      Não entendi a última frase... ;)

      Eliminar
    2. foi por causa da tua indicação da origem das fotos.
      é quase como ver um jogo do real madrid em que o real ganha por 2-0 e o comentador dizer que foi um golo do real e outro do CR.

      Eliminar
    3. Este meu desconhecimento futebolístico dá nisto e "no entiendo", VÍCIO! :)))

      Mas já entendi! :D

      Eliminar
  4. A peregrinação nocturna com o seu pai, fez-me recordar situação exactamente igual à que eu vivia com o meu pai, mas lá no Porto.
    As iluminações de Natal continuam a ser, para mim, um elemento fundamental para esta época natalícia e ano passado fiquei super irritado com a decisão idiota do nosso presidente da Cãmar- pessoa que até admiro.
    Este ano, foi reposta a tradição, mas aquela árvore de Natal do Terreiro do Paço ( que ainda não fui ver) dizem-me que é uma coisinha mesmo sem graça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fomos dois a ficar irritados, CARLOS: se no ano passado achavam que não havia verba para as luzes, que não fizessem nada! Agora aquela "arte urbana" é que não estaca com nada. E sim, também admiro o atual presidente da câmara... :)

      Ainda não vi a dita árvore ao vivo, mas nas fotografias não "brilha" por aí além! ;)

      Esses passeios para ver as iluminações da cidade trazem boas recordações a muita gente! :D

      Eliminar
  5. Realmente passar pelas decorações no Marquê de Pombal há um ano era uma experiência desoladora. Das tabuletas às árvores de natal feitas de lixo, era tentar olhar para o céu e passar depressa para não sermos feridos pela fealdade e mau gosto. Este ano está melhor. Não espectacular, mas melhor. Mas não sei o que se passa, não me 'cheira' a Natal... tenho quase a certeza que o Relvas também tem alguma coisa a ver com isso! Ou talvez seja só eu que não esteja no mood ainda. Vá lá que já fiz a árvore este ano. No ano passado foi dia 23 se n estou em erro :)
    Beijos e bons passeios!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão desoladora, que dos poucos vislumbres que tive, nem deu vontade de ver mais nada, SAFIRA!

      Aqui o espírito natalício já chegou! Felizmente... :)

      Beijocas!

      Eliminar
  6. Também tínhamos esse hábito, todos os anos por esta altura saíamos de casa depois do jantar, muitas vezes até chegamos a jantar fora, só para ver as luzes de Natal que enfeitavam a Baixa e algumas ruas da cidade...

    Deixei de o fazer já em crescida porque passei a trabalhar perto...todos os dias via as luzinhas ehehe

    O ano passado Lisboa estava pavorosa do Marquês à Baixa, mas ainda havia umas ruas, fora destas zonas, bem bonitas.

    Quanto a este ano o sr. Presidente ter aberto os cordões à bolsa...Não tem nada a ver com as eleições do ano que vem, Nãoooooooooooo, que ideia! Já que não fez mais nada pela cidade ao menos que acenda as luzes.

    Beijinho iluminado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo quando trabalhei ali para os lados da avenida da Liberdade, não deixei de ir dar a voltinha anual! Até porque não passava por outras zonas e gostava de fazer o circuito completo, MARIA!

      Com a amostra do marquês de Pombal do ano passado, nem deu vontade de ver mais nada! Para ver aquilo, não valia a pena sair de casa! :P

      Não concordo que o atual presidente da câmara não tenha feito nada. A última medida até tem a ver com a recolha do lixo, que até ver se funciona é uma maneira de obrigar as pessoas a reciclar... ;)

      Mas como cada vez mais desconfio dos políticos, não tenho a certeza se as luzes natalícias não é uma medida de pré-campanha!

      Beijocas iluminadas! :D

      Eliminar
  7. Esperemos que para o ano ainda Lisboa se consiga iluminar, que pelo caminho que estamos trilhando...não sei, não!

    Ah! As fotos estão muito bonitas.

    Um abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, não sabes tu nem ninguém, SÃO!

      Também gostei muito das fotos! :)

      Abraço!

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)