segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

EM (IN)DIRETO!

Tudo a postos para assistir à 70ª cerimónia dos Globos de Ouro via TV, para descobrir tardiamente que este ano não haveria exibição televisiva... rsrsrsrs... à exceção dos vestiditos e jóias envergados pelas vedetas no tapete vermelho, à entrada do hotel Beverly Hilton. Horas a fio e repetitivamente, num canal cabo. 

Não deve ter sido impressão da minha visão perturbada pela irritação que a maior parte do mulherio vestia a condizer com o referido tapete, ou a contrastar nos brancos e pretos da praxe. E com enorme dificuldade em descer meia dúzia de degraus, sem o amparo de gentis braços masculinos, dada a dimensão dos saltos XXXL. Do pouco que vi desse prelúdio, porque logicamente o show das indumentárias faz parte da gala, mas pessoalmente é a que menos me interessa! Adiante!

A sensação da noite - na cerimónia apresentada por Tina Fey e Amy Poehler - deve ter sido a vitória de Ben Affleck como realizador de "Argo", o drama que também venceu o galardão de melhor filme do ano.

Por sua vez, "Os Miseráveis" foi considerado o melhor filme de comédia/musical, tendo também valido a Anne Hathaway o almejado globo dourado para melhor atriz secundária e a Hugh Jackman o de ator principal. "Amor" e "Brave Indomável" venceram nas categorias de melhor filme estrangeiro e de melhor desenho animado, respetivamente. 

Outra surpresa coube a Jennifer Lawrence, que recebeu o globo para melhor atriz de comédia/musical no filme "Guia Para um Final Feliz", enquanto Jessica Chastain ganhou o de drama pelo seu desempenho em "Bestas do Sul Selvagem". Menos surpreendente foi o globo de melhor ator dramático atribuído a Daniel Day-Lewis em "Lincoln" e o já anunciado prémio Cecil B. DeMille entregue a Jodie Foster pela sua carreira cinematográfica.

Ah, vendo bem nem perdi muito, pois assim escusei de assistir à longa e morosa atribuição dos prémios televisivos, dos quais só fixei a vitória de Maggie Smith como melhor atriz secundária na série "Downton Abbey". Que segui religiosamente, mas do qual não tenciono ver mais nenhum episódio, depois do choque do último... 

Imagens da net.

16 comentários:

  1. Esqueci-me e fui-me deitar! :)
    Quanto à tal série ainda não consegui ver nenhum dos últimos episódios por isso não sei o que te deixou em choque!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas não deu na TV, ROSA, de modo que foi esperar que os nomeados fossem conhecidos, sem assistir ao espetáculo... :P

      Quanto à série, não te vou dizer, mas depois perceberás! ;)

      Abraço

      Eliminar
  2. quantas malas chanel havia por lá?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, que não vi o tempo suficiente, VÌCIO! :)))

      Eliminar
  3. A atribuição de um Globo de Ouro aos Miseráveis parece-me muito descabida... Foi um dos filmes que vi este fds e achei uma seca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram três Globos de Ouro para "Os Miseráveis", CARLOS: melhor filme de comédia/musical, melhora ator principal e melhor atriz secundária! :)

      Quero ir ver o filme, mas não tenho a certeza de gostar - não costumo gostar de musicais! ;)

      Eliminar
  4. Obrigada pela informação... é sempre bom andar actualizada... =)

    Já agora, devo dizer que se me aprtiu o coração ao ler que o Carlos B.O. achou os Miseráveis uma seca... eu achei tão lindo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não vi, mas sei que são 3 horas de filme e com cantorias pelo meio. E é mais esta última parte que me está a incomodar, BRISEIS! :)

      Mas pronto, já se sabe que há gostos para tudo! ;)

      Eliminar
  5. Os musicais – totalmente musicais – não são propriamente do que mais gosto. Mas adorei “Chicago”!
    Vi a última versão de Os Miseráveis com o Liam Neeson que gostei bastante e fiquei com curiosidade de ver este. Vi-o na semana passada. O filme começou por volta das 17h30. O cartaz indica 17h mas há montes de publicidade antes. Pelas 18:10 olhei para o relógio e depois às 18:35. A partir daí esqueci-me de olhar para as horas e quando o filme acabou considerei que aquelas 2 h e meia tinham passado muito rapidamente! : )
    Conclusão: gostei do filme.
    Previsão para os ÓSCARES: Lincoln

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás como eu, CATARINA: musicais não são muito a minha onda! Não vi "Chicago", por isso mesmo. Não me lembro de ter visto essa versão de "Os Miseráveis", mas lembro-me bem do livro (livros, já que são vários volumes) que li há muitos anos. A minha dúvida é se gostarei deste, dada essa cantoria à mistura... ;)

      Mas vou ver, já que é daqueles para os quais tenho bilhetes à borla, há que aproveitar! :D

      E sim, Lincoln é o mais forte candidato aos Oscar, mas previsões só farei quando o vir, bem como aos outros que estão nomeados!

      Mas já sei que nem sempre estou em concordância com as escolhas hollywoodescas! ;)

      Eliminar
  6. Uma série de filmes para ver, Teté.
    A começar com Os Miseráveis e a Vida de Pi que estão por aqui.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "A Vida de Pi" já vi, "Os Miseráveis" e "Decisão de Risco" são os que estão na calha de momento, PEDRO COIMBRA! :)

      Beijocas!

      Eliminar
  7. Não gostei lá muito do Evita precisamente por haver muitas cantorias, mas estou com esperança que os Miseráveis me cative mais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás como eu, POPPY! No Evita até dormitei... :)

      Eliminar
  8. Teté... Já me esquecia, e não colocaste nadica sobre as vestimentas? Então e as malinhas channel e os Loubotins? :p

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nadica, POPPY! Se bem que por vezes faça uma espécie de concursos com as fatiotas (e não só), para dizerem quais gostaram mais, desta vez como não vi, passei... :)

      Beijocas!

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)