sábado, 17 de março de 2012

ORA DIGAM LÁ...

Fotografia de Ian Britton

A Patrícia, do blogue "O Poder da Ironia", desafiou-me a responder  às seguintes questões:

1- Tens alguma tatuagem? Não! A Natureza encarregou-se de me estampar alguns sinais... 
2- Se pudesses escolher outro planeta para viver, qual escolherias? Porquê? Este planeta chega-me muito bem, não quero ir para nenhum outro. Ainda por cima dizem que os ares por lá não são grande coisa...
3- Qual foi o pior comentário que já ouviste/leste sobre ti? Não me lembro! Penso sempre no ditado popular: "vozes de burro não chegam ao céu!"
4- Se te oferecessem um bilhete só de ida, que destino escolherias? Não quero emigrar para lado nenhum, portanto um bilhete desses não me interessava. Mas se o pudesse oferecer a alguém, seria a Pedro Passos Coelho, para ele fazer o que aconselha. O destino seria a China, preferencialmente para os campos de arrozais, para ele aprender o que é trabalhar de sol a sol em troca de uma malga de arroz...
5- Tens algum ídolo/modelo? Não! Coisinha chata essa de ter modelos e copiar-lhes as modas e os tiques. No entanto há pessoas que admiro bastante, algumas já desaparecidas...
6- Refere um livro, quadro ou música que tenha marcado um período da tua vida. Por mais que prefira livros ou filmes, escolho uma música: "Stayin' alive", dos Bee Gees. Porque marcou uma série de anos no início da idade adulta e muitas noites de dança, com um grupo de amigos que ficou para a vida... 
7- Se pudesses mudar alguma coisa no Mundo, o que mudarias? Baniria todos os preconceitos raciais, religiosos, de  género, de orientação sexual e por aí adiante. Suponho que diminuiriam as guerras e as pessoas seriam mais felizes...
8- Que dia Internacional ou Mundial erradicavas do calendário? Porquê? Para quê erradicar esses dias, se não fazem mossa a ninguém e há quem delire com eles?
9- Se pudesses criar um programa para qualquer canal de televisão, que programa seria? Seria um programa sobre livros - que promovesse a leitura em todas as faixas etárias, que indicasse novos livros e autores editados recentemente, que organizasse concursos, jogos, palavras cruzadas, com curtas leituras para os mais pequeninos, opiniões claras e sucintas de crianças, jovens, adultos ou mais idosos, consoante o público alvo do livro em causa, pequenas entrevistas e reportagens, em sequências rápidas e em espaços com muita luz e cor. Nada daquele rnhonhonhó de intelectuais em volta de uma mesa, tristes e sorumbáticos, a dar a sensação que ler aqueles livros deve ser uma grande chatice... Um programa dinâmico, a relembrar que ler, acima de tudo, é um prazer!
10- Qual é o teu número favorito? Porquê? 7. Dizem que é de ouro, deve servir de amuleto!
11- O que gostarias de dizer a alguém e nunca tiveste a oportunidade de dizer? Obrigada, a todos aqueles que lutaram pela igualdade entre os homens, tais como Martin Luther King, Mahatma Ghandi ou Emmeline Pankhurst, entre tantos outros... Ah, que já agradeci à Emmeline noutra ocasião? Não faz mal, ela merece agradecimento em duplicado!

Pronto e agora era para inventar outras 11 perguntas e nomear as pessoas que deveriam responder mas, como sempre, passo a todos os que estiverem interessados em prosseguir com o desafio. As perguntas... são as mesmas! Divirtam-se!

22 comentários:

  1. Flor linda!

    Desafio interessante!

    A Emmeline Pankhurst vai entrar um dia destes na Galeria de Mulheres Fortes!!!

    A propósito mulheres, respondi ao teu comentário no CR!!!

    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada por teres aceite o desafio. Gostei muito das tuas respostas e não posso deixar de exaltar a memória dessas grandes figuras que referiste na pergunta 11.É pela existência destas figuras, que a História se torna tão envolvente e interessante (pelo menos na minha opinião).

    Beijinhos,
    Patrícia

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Gostei de te conhecer melhor.
    Peço desculpa, mas passo o desafio, rrss

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Teté,
    As respostas são mesmo ao teu estilo... pelo que já conheço de ti. Que pretensão! : )
    Li com muito agrado e com muitos sorrisos! : )

    ResponderEliminar
  5. Gostei das respostas, mas quanto ao bilhete de ida para o PPC, eu oferecia-lhe um para a Coreia do Norte, que creio ser muito do seu agrado, a avaliar pela política que vai seguindo por cá.
    Claro que a Emmeline, apesar de já ter sido citada lá no CR ano passado, este ano vai voltar. Juntamente com Adelaide Cabete, porque é nossa.
    Bom fds

    ResponderEliminar
  6. Muito me admiraria se a Emmeline não entrasse na tua galeria, EMATEJOCA! :)

    Já vi e também já respondi la no CR! :D

    Bom domingo fur dich! :))

    ResponderEliminar
  7. Não tenho nada contra desafios, PATRICIA, se posso respondo! O chato depois é passar, porque depois alguns gostam e não são nomeados e outros que são... não gostam de desafios! De modo que acabo por fazer assim, que fica mais fácil! :D

    Como diz o Chico Buarque: "As pessoas têm medo de mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem." Os homens e mulheres que refiro tentaram (e mudaram) o mundo para melhor, mesmo pondo em risco a própria vida... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  8. Aos poucos vamo-nos conhecendo mesmo um pouco melhor, SÃO! :)

    E não tens de pedir desculpa por não seguires o desafio, já deixo assim à vontade de todos, porque uns acham piada e outros detestam... ;)

    Bom domingo para ti!

    ResponderEliminar
  9. Não acho que seja grande pretensão, CATARINA, tenho ideia que ao fim de um tempinho ficamos mesmo a "conhecer-nos" um pouco melhor! Pelo menos melhor que a muita gente que conhecemos ao vivo e a cores e com as quais só trocamos alguns cumprimentos e trivialidades... :))

    E sorrir é bom... :)

    ResponderEliminar
  10. A Coreia do Norte também era uma boa escolha, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA! Desde que distantes q.b. e com bilhete só de ida, todos os países serviam! :))

    Calculo que a Emmeline vá voltar ao CR, bem como a Adelaide, que não se pode falar no mês das mulheres sem se falar delas! :D

    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  11. Acho que gostaria muito de assistir (e até participar talvez) no programa de televisão que sugeres na pergunta 9…

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  12. Respostas espirituosas, Teté!! Como não entendo a política de Portugal, também gosto da ideia de enviar os mandatários para o lado onde os raios caem. Também acho que as pessoas deveriam perder mais tempo a debater assuntos mais sérios, do que o perder com ranzinzices como tirar as datas comemorativas dos calendários. Essas coisas passam batido! Ah, Bee Gees é sempre bom a qualquer hora!!
    Desculpe só agora vir ao seu blogue ler sua publicação. Ah, suspirei também lembrando do meu primeiro amor. Comentei no post!
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderEliminar
  13. Acabei mesmo agora de responder a um desafio deste género noutro blogue...

    Gostei de te conhecer mais um bocadinho, há coisas que não me surpreendem porque já te imagino assim :)

    Quem manda "roubar" um dos meus nºs favoritos? Hein?

    Agora vou esperar o teu programa de Tv (assobiando)

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  14. Aí é que vai o ponto, FATIFER, se os programas televisivos sobre livros fossem mais divertidos e criativos, certamente muito mais gente gostaria de os ver e até de neles participar. Agora como são... são um um apelo a mudar de canal! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. E quem não teve um primeiro amor, que não suspire, LUMA! :D

    Maus políticos são o mesmo em toda a parte do mundo: o nosso maior desejo é vê-los pelas costas e quanto mais longe, melhor! :))

    Nada que que pedir desculpa e uma grande beijoca! :)

    ResponderEliminar
  16. Sou uma roubadora de números preferidos alheios, MARIA, não resisto à tentação. Será que sou uma cleptonumerum?!? Mistério... :))

    Pelo meu programa de TV podes esperar sentada, mas já não era mau se fizessem qualquer coisinha mais leve do que o habitual... ~xf (assobiando)

    Beijocas!

    ps - não me digas que não se surpreendeste por eu não ter uma dúzia de tatuagens e, pelo menos, uns 5 piercings na cara... =))

    ResponderEliminar
  17. Só és cleptonumerum se fores rica...se fores pobrinha não passas de uma robónumeros...

    Para dizer a verdade achei estranho não teres tatoos e piercings, pensava que éramos mais parecidas (assobiando)

    eheheheh

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  18. Desafio aceite e preenchido. Sai amanha às 10:15 da manhã na taberna la do sitio :)

    A resposta 7 é a politicamente correcta Tete! Agora a sério, o que mudavas? eheh :P

    ResponderEliminar
  19. ok, mas nem por isso :P

    ResponderEliminar
  20. Lá terei de ficar como róbanumbros (o latinório também vai com as couves), MARIA! Ai, ai... ;)

    Quanto aos tatoos e piercings até pensei nisso, mas depois tive receio que no confundissem, de tão parecidas... =))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  21. W, a resposta 7 não é politicamente correta, é utópica! Como seria se dissesse que erradicava o sistema capitalista ou punha estes governantes todos no exílio - verdade é que viriam outros iguais ou piores, sistemas e/ou governantes! :)

    Então pronto, mais logo vou lá espreitar as tuas respostas! :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  22. Já sabes que estás à vontadex, MOYLITO! :))

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)