sexta-feira, 4 de março de 2011

CORSOS CARNAVALESCOS

Em tempos que já lá vão, passava um corso carnavalesco aqui na Estrada de Benfica, com todos os miúdos das escolas das redondezas que quisessem participar. Da infantil e da primária (ou básica), com o apoio da junta de freguesia e a participação activa de educadores, professores, pais e alunos, do ensino público ou privado. O trânsito era desviado para vias alternativas. Nas manhãs de sexta-feira de Carnaval, a animação era garantida!
Assisti a quase todos esses desfiles de putos mascarados. Por vezes as máscaras obedeciam a um tema proposto pela escola ou pela professora da turma, outras nem tanto. Espantalhos, palhaços, cowboys, princesas, espanholas salerosas. simples legumes ou cartas de jogar, lá seguiam todos ufanos das suas indumentárias, mais ou menos buriladas. Todos, é força de expressão, porque alguns poucos "mais velhos" recusavam-se a alinhar no corso, muito sérios já em crianças... Adiante!
Eram acompanhados por uma banda e iam cantarolando umas cançonetas no caminho. Alguns vizinhos quezilentos protestavam do barulho, do trânsito desviado, contra o Carnaval, a vida, a crise, sei lá que mais. Uma manhã por ano e não aguentavam que miúdos e graúdos se divertissem. Uma maioria barulhenta, é certo, mas que até lhes dava motivos para resmungar.
O corso não acabou devido a eles, mas a umas eleições autárquicas. Os novos detentores da autarquia nem quiseram saber da trabalheira de voltar a organizar tal coisa. Gente mais séria, evidentemente! Mas aposto que os resmungões da praxe ainda não sossegaram e encontraram outras razões para os seus queixumes.  Tempos divertidos que já lá vão...
   
BOM CARNAVAL!

Imagem da net.

22 comentários:

  1. Cá no burgo tripeiro não se vêm muitos corsos a não ser pequenos desfiles de mãos dadas dos pequenotes de vários infantários. Ainda hoje passei à porta do "Petiz", antigo infantário do meu filho, e já estava montado um Carnaval em miniatura com uns quantos piratas e fadas madrinhas.~xc

    ResponderEliminar
  2. ainda hoje de manhã estive numa cena dessas... às vezes tem que ser :) tem a sua pinta e como é num meio pequeno ainda havia muita gente a ver os seus rebentos a desfilar. tem a sua pinta (e quem resmunga que enfie a resmunguice no c...orso carnavalesco:))

    ResponderEliminar
  3. Espero que não tenha aparecido o Jesus, a oferecer porrada às crianças.
    Vale que ele bate e foge...


    Saudinha, menina Teté!

    ResponderEliminar
  4. Desde que começaram os disparates de fazer carnaval à moda do Brasil em pleno Inverno, enquanto que no Brasil andam nuas mas num calor de rachar, deixei de achar o carnaval interessante ! É absolutamente ridículo e pelo menos eu, não vou ver esses corsos !
    Já Brasil ou Veneza é outra coisa !
    .

    ResponderEliminar
  5. Estou de acordo com o Rui. Desde que o nosso Carnaval se adaptou ao ritmo telenovelístico do Brasil, deixei de leh encontrar piada. Na verdade nunca achei muita, mas isso é outra história.
    Anyway, have a nice Carnival!

    ResponderEliminar
  6. Teté, gostei de ler a tua crónica! Adorei a foto. Os venezianos pagam uma pequena fortuna para alugarem fatos como esses!

    ResponderEliminar
  7. Mas era mais ou menos isso, PAULOFSKI, só que reuniam várias escolas, incluindo primárias. E claro que também iam lá piratas, bruxas, Dark Vaders, homens-aranhas, brancas de neve e fadas... :-L

    Depois, passaram a fazer o Carnaval cada um na sua escola, a malta deixou de ver a miuçalha mascarada. Não é a mesma coisa! :[

    ResponderEliminar
  8. Mas aqui também apareciam muitas mães, pais, avós, tios, além de curiosos, para ver o corso passar, MOYLITO. O meio não é pequeno, mas até alguns lojistas saíam das suas lojas, porque conheciam alguns dos miúdos e davam dois dedos de conversa com os clientes... Esta estrada de Benfica, às vezes, parece assim uma aldeia em grande! Quer dizer, nesses dias parecia e acho piada a isso! :-L

    ResponderEliminar
  9. Jesus dá porrada em crianças, REIZÃO??? Julgava que ele dizia "venham a mim as criancinhas"... Ah, espera, estás a falar do outro? Ná, só bate em homens de barba rija! :D

    Saudinha para ti!

    ResponderEliminar
  10. Oh, RUI, mas quem falou em gajas nuas?! =))

    Eram crianças, vestidas com as máscaras que os nossos avós já vestiram (não as mesmas, obviamente)... E aquilo começava às 9 e tal e acabava por volta do meio-dia! Nada a ver com brasileirices, embora a banda pudesse tocar algumas músicas dessas mais conhecidas, mas não só, que me lembre era mais fanfarra e algumas canções infantis! :)

    Gostava muito mais de assistir a um carnaval em Veneza do que no Rio. Muito samba... cansa-me! :D

    ResponderEliminar
  11. Eheheh, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, devo ser das poucas com mais de 40 (cof, cof) a ainda achar piada ao Carnaval. Mas não a esse, que fala brasileirês em Portugal... :D

    Anyway, thank you! :)

    ResponderEliminar
  12. A foto não condiz com o texto, CATARINA, e até encontrei umas que condiziam mais, da Câmara Municipal da Póvoa do Varzim, que é sinal que por lá essa tradição se mantém. Mas os putos, apesar de mascarados, eram identificáveis e nos dias que correm há quem não goste de ver os seus filhos ou netos na net, daí não ter usado.

    Os fatos venezianos são lindíssimos, luxuosos e requintados, não admira que seja tão caro alugar um! :)

    ResponderEliminar
  13. Acho divertido o dia em que as escolas desfilam pelas ruas. Ontem, quando levei os meus às escolas, reparei que todas as crianças foram fantasiadas, e o ambiente estava lindo, com os miúdos todos coloridos e entusiasmados. Tive pena de não poder ficar a saborear as "festas" e fotografar.
    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  14. Ah!... claro que isso é outra coisa ! Para mim, o Carnaval é para os miúdos, nesse estilo e ainda ontem vi no Porto desfiles de escolinhas isoladamente, com crianças fantasiadas ! Isso sim !
    Referia-me aos corsos carnavalescos de adultos em Ovar, Estarreja, Torres Vedras e muitos mais, com carros alegóricos e Rei e Rainha, com mulheres semi nuas, a tremar de frio, com um frio de rachar a emitar o Brasil !
    Isso é que eu considerava "disparate" ! :(((
    .

    ResponderEliminar
  15. É uma pena que tenha terminado porque se há tradição que gosto é a do Carnaval. Já tive o prazer de ver o Carnaval do Brasil e espero um dia poder ver o de Veneza!!
    Lembro que quando era pequeno a minha escola também organizava assim um pequeno desfile de máscaras. Nada muito grandioso e apenas uma voltinha pelas redondezas. Eu mascarado de super-herói como não podia deixar de ser eheheh.
    Beijos e bom Carnaval!

    ResponderEliminar
  16. era tão bom brindar ao Carnaval não era?
    Pois convido-te a ir ao meu cantinho, tens lá um carnaval de truz.
    Pois aproveitemos para gozar, porque a vida é bela e o palhaço mor será o Sótraques.
    beijos

    ResponderEliminar
  17. O Carnaval sempre teve coisas muito giras e coisas que não tinham piada nenhuma. Estou a lembrar-me das bombas de mau cheiro e dos sacos de água, mas havia coisas bem engraçadas.
    As máscaras de Veneza sáo um deleite para o olhar e sempre que lá vou não resisto a comprar uma.
    Beijinho Tété

    ResponderEliminar
  18. Bem-vinda, FILOXERA!

    Eu ia sempre que podia e tirava fotografias aos miúdos, até porque também lá andavam o meu filhote e duas sobrinhas (que agora já estão crescidos para essas coisas)... Mas pronto, aqui acabou, ficam nas festas da escola, mas não é a mesma coisa... :)

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  19. Aqui tinha graça, RUI, porque eram quase todas as escolas da freguesia que se juntavam para o desfile. Individualmente já não fizeram, até porque sem o trânsito cortado era perigoso.
    A esses cortejos também nunca fui, nem pretendo ir! Mas há quem goste e dá algum alento ao turismo da região, não tenho nada contra... :)

    ResponderEliminar
  20. Também gosto do Carnaval, PSIMENTO! Em miúda até delirava e acho uma pena que essas tradições se percam nas gerações mais jovens. Então não é giro ver um bando de catraios mascarados, todos ufanos das suas fatiotas, nem que seja só um chapéu à cowboy e um cinto de pistoleiro?

    A minha mãe é que nunca achou piada nenhuma e nunca nos mascarou, para nosso enorme desgosto (meu e da mana). Mas o meu filho mascarou-se sempre e vibrava com isso! Uma vez foi de Darth Vader... :-L

    Beijocas e bom Carnaval para ti!

    ResponderEliminar
  21. Sempre gostei, ZÉ DO CANITO!

    E mais logo dou um saltinho ao teu Carnaval! E é isso mesmo, a vida já tem muita chatices, para não aproveitarmos e brincarmos um bocadinho! :-L

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  22. Nunca gostei nem de bombas de mau-cheiro, nem das outras, que suponho que já não se vendem, KIM! Assustava-me sempre com aquilo e um amigo meu até ficou com uma mão ferida à conta de lhe ter rebentado uma na mão. Brincadeiras perigosas! 8-o

    Mas das máscaras sempre gostei. Das de Veneza tenho uma das de porcelana que me ofereceram... :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)