sexta-feira, 18 de março de 2011

MALMEQUERES!

Lisboa, 18 de Março de 2011
Caros amigos:
Hoje resolvi escrever-vos uma carta, em vez do habitual post. Quem não tem saudades de receber uma carta ou um simples postal de um@ amig@ na sua caixa de correio, em vez das múltiplas contas para pagar (e isto se algumas não vierem já via correio electrónico) e publicidades de todo o género e feitio?
Bem sei que quando olharem a foto, tão banal, vão pensar se não arranjava melhor. Mas para mim encontrar estes pequeninos malmequeres, a despontar timidamente num relvado de uma rua movimentada de Lisboa, foi uma alegria: é o primeiro sinal da Primavera! E aqui e ali outros floresciam  em tufos esparsos, tremelicando ligeiramente ao sabor do vento, que ainda espairecia o odor da terra molhada. Apesar do trânsito e dos tubos de escape. E das pessoas apressadas que passavam sem reparar. Terei sido a única? Nesse aspecto as crianças são fantásticas, deslumbram-se sempre, como eu, com cada novidade que a natureza nos traz. Mas não andava por ali nenhuma...
A verdade é que ela está a chegar mesmo, já no próximo Domingo pelas 23h21m, assim asseguram os meteorologistas cada vez mais meticulosos. Coitada da dona L., que deve estar a dar voltas na tumba com estas modernices, ai da aluna que lhe respondesse que a Primavera começava a 20 de Março - certamente ferveria reguada! 
Portanto, há que preparar um novo ciclo de vida, aproveitar os dias mais longos (a hora também muda a 27 de Março) e a sua chegada, sair à rua para fotografar o que nos rodeia, passear à beira-mar, por jardins ou por onde nos aprouver, sentar nas esplanadas a ler aquele livrinho que há tanto tempo está esquecido na prateleira,  e, claro, proporcionar encontros com @s amig@s  para pôr a conversa em dia. Sim, porque não é só com um mail esporádico ou um telefonema rápido que a amizade se mantém e floresce. Mas também não é necessário andar sempre em cima, evidentemente, que todos gostamos de ter o nosso espaço. Bom, e por enquanto será só isso, que os mergulhos ficarão lá mais para o Verão, pois a água ainda deve estar gelada (brrrr!!!). Sem esquecer, obviamente, que entre estas tardes e noites cálidas ainda surgirão aguaceiros, que convidarão ao aconchego do sofá ou a uma ida ao cinema. Faz parte! Não se esqueçam é que este é o primeiro fim de semana do resto da vossa Primavera, há que saboreá-lo... Divirtam-se!
Beijocas da
Teté

25 comentários:

  1. Tirei um malmequer sem pedir licença. Ainda bem que a Primavera está aí a bater à porta, a mocinha é toda gira, e bem prendada (pelo menos pra mim :))!

    Bom fim-de-semana, com hífens e sol :g

    ResponderEliminar
  2. o dia do Patricio foi ontem... mas o verde é sempre lindo!

    apesar de que o amarelo também mostra bem a chegada da primavera! ver os campos cobertos daquelas flores azedas (sim! quando era miudo provei-as) é lindo!

    BFD aka BC :v

    ResponderEliminar
  3. Pois eu faço parte da velha guarda que ainda manda postais, no Natal, Aniversários ou do sítio onde me encontro de férias....e acredita que em todos os amigos sou a unica a fazer.
    Eles adoram e se por acaso não recebem (pois desta ultima vez que fuyi á Belgica....mandei para outros e não para os amigos habituais) eles perguntaram logo....e então o Postal?
    Afinal sempre deram conta....e isso fez-me pensar que para a proxima volto a mandar...ahahah

    Quanto á primavera aqui nesta linda serrinha onde me encontro é lindissima....ver as fruteiras todas a florir, os vasos nas varandas com os amores prefeitos ou sardinheiras.....dá vontade de antecipar a primavera.

    Obrigada pela tua cartinha.
    Beijinhos e até á proxima....na volta do correio.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado pela carta Teté !
    Isto chamou-me a atenção para o facto de que já não me lembro de ter escrito a última carta ! Seguramente há uns 30 anos (???) ! rsrsrs
    Mesmo postais de Natal, abandonei-os muito cedo e optei pelo telefone nas vésperas de Natal. Depois os e-mails, os SMS ... Como tudo isto mudou ! :))
    .

    ResponderEliminar
  5. Há quanto tempo eu não recebia uma carta!... E a falar de primavera e flores que eu adoro. Neste momento estou na aldeia e não imaginas o prazer que me dá ver as florinhas a nascer por todo o lado, às árvores de fruto, (e não só) com os rebentinhos de fora. Enfim, a primavera com toda a sua beleza...

    ResponderEliminar
  6. Teté, assim que entrei, senti logo o perfume no ar, puxei de uma cadeirinha, daquelas branquinhas que tens mesmo ali do lado esquerdo, parecem mesmo de jardim, perfeitas e a condizer com teus malmequeres. Sabes, o solinho foi companheiro durante todo o tempo, a brisa suave levou o cheirinho da terra molhada e trouxe pequenas gotas de inspiração, das quais retirei algumas para te deixar nesta caixinha embrulhada em papel soflant e fita azul da cor do céu, duas estrelinhas de papel, onde escrevo apenas umas letrinhas: OBRIGADO!!... Para que nunca te falte a Inspiração!!...

    Beijokas

    ResponderEliminar
  7. Ahhhhh...quase esquecia!!...são as minhas flores preferidas...

    Bom fim de semana!!...

    ResponderEliminar
  8. Pois é Tété, quase nunca reparamos nas pequenas coisas da natureza, o que é pena.
    Felizmente que a Primavera está a chegar e isso, só por si, é já um alimento para o espírito.
    O Invernoo também tem coisas belas mas é altamente deprimente, pois a chuva lava-nos as manhãs, as tardes e as noites.
    Beijinho e bom fim de semana à Benfica.

    ResponderEliminar
  9. Oh, faxavor, PAULOFSKI, é só levar! :))

    E imagino que também convida a mais pedaladas, no teu caso! :D

    ResponderEliminar
  10. Há verdes e verdes, VÍCIO, os dos clubes não são para aqui chamados... ;;)
    Quando era míúda também provei muitas vezes os caules dessas azedas ou a minha avó não vivesse no campo... E eram azedos até mais não! Mas as flores dão um colorido fantástico nos campos... :D

    BC!

    ResponderEliminar
  11. Pois eu só mando postais nas férias, PARISIENSE, e a duas pessoas: a uma amiga que também me manda quando está de férias e à minha mãe, caso ela não esteja comigo. Anos e Natal é por telefone, mail ou coisa. Mas deixei de enviar precisamente por já não os receber... :((

    Bem sei que no campo (ou perto dele) a Primavera é mais esplendorosa, mas cada um tem de se contentar com a do sítio onde vive. Acredites ou não, aqui já se começa a sentir o cheiro dela no ar, apesar dos escapes, da chuva e tudo o mais. Ainda está frio, mas ontem esteve um dia magnífico de céu azul! :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  12. É verdade, RUI! Mas eu adorava receber cartas e postais! Estes ainda os escrevo nas férias, mas só para uma amiga e para a minha mãe... :D

    É evidente que as coisas mudam, as novas tecnologias são muito úteis e mais rápidas no envio de mensagens, mas que era outra emoção, lá isso... :z

    ResponderEliminar
  13. Imagino, sim, SONHADORA, que a minha avó vivia no campo (não muito longe de Lisboa, mas era e ainda é uma zona campestre) e íamos lá todos os Domingos, era ela entusiasmada com as flores do seu jardim e nós (eu e a minha irmã) a aproveitarmos para fazer umas passeatas ao ar livre e fora de muros... :)

    Enfim, às vezes ainda voltávamos arranhadas das silvas e assim, pois subíamos a um monte próximo onde havia um arvoredo em "corta-mato", sem medo nenhum por estarmos sozinhas (por vezes o meu pai acompanhava-nos) ou da bicheza, trepávamos às árvores, era uma festa! Havia de ser hoje, os pais a deixarem as criancinhas à solta no mato... =))

    Aproveita mas é este começo de Primavera aí na aldeia! E nada de nos fazer inveja, OK? :N

    ResponderEliminar
  14. Ah, NUVEMDOCE, sentaste e começaste a sentir aqui o cheirinho da Primavera? Fico contente por isso! Mas se os meteorologistas não se enganaram, este fim de semana podes começar a senti-la já lá fora, nas cidades ou nos campos... (credo, isto fez-me lembrar uma panela de pressão e a história da carochinha, eheheh!) :))

    Também adoro flores, sejam elas campestres, de cultivo, de vasos ou jardins. E cada uma tem a sua beleza, aroma, simplicidade ou sofisticação... é difícil dizer qual é a preferida! :)

    Beijokas!

    ResponderEliminar
  15. Sempre preferi as meias estações, KIM, a chuva no Inverno é deprimente (há o Natal para animar, mas pronto!), o excessivo calor do Verão às vezes nem na praia se aguenta. Primavera e Outono, com temperaturas mais amenas e uma natureza mais resplandecente convidam mais ao passeio... :)

    Só o simples facto de deixarmos de andar encolhidos por aí por causa do frio, do vento e da chuva, torna-nos mais leves. A menor quantidade de roupa também ajuda... :))

    Beijocas (e Viva o nosso Benfica!!!)!

    ResponderEliminar
  16. Agradeço a carta, Teté. Também não me recordo quando recebi a última carta. Há muitos anos, suponho.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  17. Olá Teté muito obrigado por esta cartinha que nos dedicaste ehehhe.
    Quando era pequeno gostava muito de flores, agora francamente não reparo muito. Já se for um bichinho, seja ele um rato, passarinho ou um escaravelho lá vou eu a correr observar.
    Francamente gosto de todas as estações do ano na medida em que cada uma tem as suas vantagens e a suas delicias, mesmo o Inverno. Nada melhor que uma mantinha, um filme, um chocolate quente e a cara metade ehehhe.
    As leituras são sem dúvida uma vantagem da Primavera, podemos começar a ler sem gelar a mão. Por outro lado esta mudança de hora pessoalmente não me agrada nada dado que fico mais longe do Brasil, passam a ser 4 horas de diferença :s
    Nada que não se resolva como é claro :)
    Beijos, bom fim de semana e uma excelente e feliz Primavera ;)

    ResponderEliminar
  18. Hoje está um belo dia de Primavera. Não fosse a dor de cabeça de ressaca, mesmo um apreciador do Inverno como eu ficaria encantado com o calorzinho e a luminosidade de um dia como hoje.

    ResponderEliminar
  19. Também não me lembro, CATARINA! Mas dois ou três postais por ano ainda me alegram... :)

    E nada contra as novas tecnologias, como é óbvio! ;)

    ResponderEliminar
  20. Continuo a adorar flores, PSIMENTO, já de bichinhos, pois, ratos, insectos e afins não estão nas minhas preferências. Gostos... ;)
    Convenhamos que no Inverno, se tens de sair à rua em dias de frio, chuva e vento, tem muito menos graça do que no aconchego junto à lareira ou frente a um bom filme debaixo da mantinha, com boa companhia... :))
    Ler é um prazer durante todo o ano, mas gosto especialmente de esplanadas, com temperaturas amenas, para saborear ainda melhor a leitura.
    Beijocas e boa Primavera para ti! :D

    ResponderEliminar
  21. Ressaca cai mal em qualquer estação, MOYLITO, mas o dia esteve fantástico mesmo... :)

    ResponderEliminar
  22. Pois, está já aqui o raio da primavera. As alergias (que felizmente -ainda- não padeço, a passarada a cantar à toa, os grilos a furar os tímpanos, a calor em aumento -e um dia destes volta o frio outra vez-, a relva que cresce sem parar... Uma beleza, hein? Não é sempre outono porquê? Mundo injusto!

    ResponderEliminar
  23. Eheheh, SUN, as alegrias do Outono são mais compatíveis com o espírito dos poetas, é certo... mas não tarda chega aí, não te preocupes! :)

    ResponderEliminar
  24. Não tarda nada chegam as cerejas...

    ResponderEliminar
  25. Ui, ui, e ambos somos fãs, não é verdade, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA? :D

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)