terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

CARNAVAL, NO POLITEAMA...

... de outros tempos, tinha sempre concurso de máscaras, para deleite da criançada... e não só! Ainda longe de se tornar no palco preferencial de Filipe La Féria, as crianças desfilavam para um público folião e entusiasmado, que enchia a plateia, os camarotes, o 1º e o 2º balcão e que, no final, votava na sua máscara preferida. 

A menina fotografada ganhou várias vezes o primeiro prémio, para seu grande desgosto: ambicionava secretamente o segundo! "Porquê?", perguntarão. Pois, porque o prémio para a máscara vencedora consistia numa frisa para todas as estreias do cinema, durante um ano - do qual beneficiavam, sobretudo, as suas tias -, enquanto o segundo dava direito a uma bela e reluzente bicicleta. Mas essa, nunca conseguiu ganhar... 

Agora não admira que se sagrasse vencedora! Por muitas damas antigas que tivessem visto noutros carnavais, alguma se assemelhava ao deslumbramento de cada um destes vestidos, ricos em pormenores de pregas, franzidos, drapeados e enfeites, para além da atenção aos acessórios adequados e complementares de perucas, leques, luvas e bijuteria, entre outros?

E como é Carnaval e ninguém leva a mal, fica a pergunta que se impõe: quem é a menina? Hoje em dia mais "crescidinha", mas reconhecível pela expressão do sorriso simpático e alegre! (e não, não é da minha família...)

VIVA O CARNAVAL, HOJE E SEMPRE!

As fotografias (profissionais e dos anos 40) são de Marc Lenoir, via facebook. Com autorização da própria, evidentemente!

ADENDA a 13 de fevereiro de 2013 - Como o Rui da Bica depressa adivinhou, trata-se de Alice Vieira em menina e moça, nos Carnavais de 1949 e 1947, respetivamente. Obrigada a todos pela participação.

24 comentários:

  1. Respostas
    1. Nos anos 40 ainda não era nascida, CATARINA! :)))

      Eliminar
    2. Desculpa! : (
      Não prestei atenção a esse “pequeno” pormenor!
      Abraço

      Eliminar
    3. Pormenor mais que desculpável, CATARINA, que ninguém tem de saber ou lembrar o ano em que nasci! :D

      Abraço

      Eliminar
  2. Bom dia, querida Teté!
    Vou ali dar uma vistinha de olhos ao google, ver se consigo descobrir sem batota...a tal que não consideras batota e que me dá menos prazer.
    Se não encontrar, lá terei que ver se encontro a imagem.:))
    bji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mais para olhar e ver, NINA, que calculei que não estivessem na net... :)

      Beijocas

      Eliminar
  3. Oh! Nem com batota lá vou!
    Estou cheia de pressa. Não vou poder pesquisar mais.
    Virei ver a resposta!:))
    Tem um excelente dia!:)
    bji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem me parecia que nem com a dita batota, que não considero como tal, lá chegarias, NINA!

      Uma boa noite para ti, uma vez que o dia já passou! :)

      Mais beijocas!

      Eliminar
  4. Não consigo descobrir...

    Lembro-me de me mascarar à minhota e de dama antiga.

    Ainda mascarei o meu filho duas ou três , mas ele não era muito entusiasta.

    Beijinhos com votos de divertido Carnaval.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca me mascarei em criança, SÃO, que a minha mãe não achava piada nenhuma ao Carnaval. Em contrapartida, vinguei-me em adulta... :)))

      E mascarei o meu filhote todos os anos, quando era pequeno, ele ainda ontem foi para Torres Vedras mascarado por moto próprio, que é como a mãe - adora o Carnaval! A máscara é que era de "trapalhão", já que não há "taco" para mais... :D

      Beijocas e boa noite para ti!

      Eliminar
  5. Olá! Não consegui encontrar a resposta de quem é essa mocinha linda! O carnaval antes era mais família, hoje pelo menos eu acho que perdeu essa essência hoje é só bunda e seio de fora. Lembro das festinhas na minha escola eram tão divertidas. Beijokas e boa terça de carnaval!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É natural que não, SANDRA, que ela é mais conhecida por cá do que por aí... :)

      Não tenho nada contra a bunda e seio de fora, cada um diverte-se à sua maneira! Mas também gostava mais de festinhas da criançada, em cortejos ou na escola, por exemplo. E dos bailes, mais crescidinha... :D

      Beijocas e continuação de bom Carnaval para ti, que aí sempre é mais cedo! :)

      Eliminar
  6. Não descobri quem seja, muito embora acredite que saiba quem é.
    Inicialmente ainda me lembrei da Ágata (Maria Fernanda se não me engano), mas depois lembrei-me que anos 40 não se adequava à pessoa em questão.
    Eunice? Não creio.
    Não sei, pronto! Vou esperar pela solução enquanto me recosto para deglutir calmamente um sumo de cevada e lúpulo!

    Beijokas e sorrisos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Saber deves saber, KOK, não estás é habituado a ver a senhora nestas indumentárias! :)))

      Um tchim-tchim para o sumo de cevada e Lúpulo! :D

      Beijocas e sorrisos!

      Eliminar
  7. rsrs... Em fins dos anos 40, neste país das maravilhas, já por cá eu andava enquanto esta cara bonita se mostrava desta maneira no Politeama ! Hoje, ainda se nos mostra, mas de uma outra forma !
    Inverteram-se os papeis ! A menina mostrava-se aos adultos ! A adulta mostra-se aos meninos ! :))

    Beijocas ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pela dica do Rui, pensei na Alice Vieira, porque ela escreve para crianças, mas não deve ser, porque ela não se mostra.

      OK, não sei!!!

      Eliminar
    2. Calculei que lá chegasses, RUI, que tu não vais em cantigas! Certíssimo! :D

      Beijocas!

      Eliminar
    3. Quem disse que não se mostra, EMATEJOCA? Uma escritora por cá é uma pessoa como as outras, não precisa de se esconder longe da multidão, e pode muito bem partilhar fotos da sua infância no facebook, como foi o caso... :)))

      Eliminar
  8. O Carnaval só se festeja nas regiões onde há mais população católica como Colónia, Düsseldorf e Mainz.

    O auge do Carnaval na NRW foi ontem com os cortejos de ROSENMONTAG.

    Hoje já ninguém pensa do Carnaval, e todo o mundo trabalha.

    O meu nariz pinga, tenho dores na garganta e nos ouvidos e a minha temperatura é um pouco elevada, mas ontem diverti-me à brava.

    Adeus, Carnaval!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por cá a tradição sempre foi mais no domingo e na terça-feira, com o enterro do Carnaval na quarta-feira!

      E sim, a minha sobrinha ficou espantada ao saber que se festejava o Carnaval em Bona! :)

      Importante é que te tenhas divertido, mas agora trata de curar as maleitas... por causa das "tosses"!

      Beijocas e as melhoras!

      Eliminar
  9. Nunca fui grande folião... De certo modo até era avesso ao Carnaval, mas recordo-me do Carnaval no Coliseu ( do Porto) que era um must!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devia ser do mesmo género deste no Politeama, CARLOS! Toda a criançada adorava aquela folia... :)))

      Eliminar
  10. As imagens são deliciosas Teté :) Uma preciosidade mesmo! Obrigado por partilhares.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também achei muito giras, POPPY! Em tempos pus aqui algumas ainda mais antigas, do meu avô... :)

      E ela foi um querida em deixar que eu partilhasse! :D

      Beijocas

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)