quarta-feira, 23 de maio de 2012

CIBERBULLYING

Dharun Ravi, um ex-estudante da universidade de Rudgers, nos EUA, foi condenado a 30 dias de prisão, por ter divulgado via internet imagens do seu companheiro de quarto (Tyler Clement) a beijar um homem, levando-o a cometer suicídio.  

A notícia do "Expresso" (que podem ler aqui) não revela se o estudante indiano tinha conhecimento que Clement se iria encontrar com um homem ou com uma mulher - quando este lhe pediu para deixar o quarto livre - mas manifesta que houve intenção de Ravi visionar o acontecimento, ao deixar "discretamente" a câmara do computador ligada. Mais provado ainda pelo uso que fez do que viu! Será que seria diferente caso fosse uma mulher? Provavelmente, porque um beijo entre um homem e uma mulher não costuma ser novidade...

Em tempos, numa universidade portuguesa, um estudante pediu a um colega se lhe emprestava o portátil para fazer qualquer coisa e o outro acedeu. Acontece que, no dito computador, estava uma filmagem do rapaz com a namorada numa cena de maior intimidade, que o fulano foi bisbilhotar. Não sei se o filme chegou a ser exibido na net, mas teve projeção na sala de convívio perante toda a população universitária (leia-se, professores, alunos e restante pessoal). Escusado será dizer que a rapariga foi apelidada de tudo e mais alguma coisa... como se fosse a única protagonista! 

Espreitar pelo buraco da fechadura está fora de moda, definitivamente! Agora há que arranjar subterfúgios e modos modernos de dar a conhecer ao mundo privacidades alheias, quem sabe se perpetrando alguma vingança por questiúnculas anteriores, ou se apenas por aquela inveja típica de quem leva uma vidinha monótona e sem graça.

Resumindo: face à permissividade generalizada das leis atuais por comportamentos deste tipo - que só contribuem para infernizar a vida dos outros - estes TRASTES ainda se ficam a rir! Pelo menos cá, porque espero bem que os gays da prisão onde Ravi vai cumprir os 30 dias de pena bulam com ele o "suficiente" para lhe servir de lição...

(Obrigada, Vi!)
Imagem da net.

27 comentários:

  1. É lamentável que aconteça uma atrocidade destas! Já não há valores e esta gente não pensam nem um bocadinho, nas consequências de um ato destes!
    Custa-me dizê-lo, mas tens toda a razão, que seja a mascote dos gays lá da prisão.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Totalmente perverso e obsceno esta mania de difundir na net imagens privadas e de agressão gratuita.

    ResponderEliminar
  3. não sabes mesmo se o filme anda na net? pena...

    ia ser giro ver os presos todos em fila para beijar o gajo enquanto os guardas fotografavam...

    ResponderEliminar
  4. Não encontro palavras para classificar estas "graçolas" que agora andam na moda e quem tem destruído muitas vidas, levando alguns a cometer suicídio, como neste caso...pior que isso é esta gente ficar impune...este vai ter um castigo, mas e por muito que lhe aconteça na prisão, passados 30 dias está cá fora e vai continuar a vidinha dele...

    Será que se lhe acontecer o mesmo vai servir de lição? Não creio...

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  5. Realmente é uma situação lamentável, já trabalhei num sítio em que o tecto das casas de banho davam para um sótão e houve um engraçadinho que fez um furo no tecto e provavelmente ia para o sótão espreitar, quando se descobriu fiquei completamente passada.

    ResponderEliminar
  6. Acho que as coisas cada vez se complicam mais nesse aspecto. É um sinal dos tempos. Mau sinal, Teté

    ResponderEliminar
  7. E que filmem e coloquem na internet. Espera, isso não, depois ainda vejo sem querer...

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  8. E esses "voyeurs" não têm (ou não tiveram?) pais?
    Não tiveram ninguém que lhes ensinasse o que se deve e não deve fazer?
    Que, para serem respeitados devem respeitar...
    Se calhar não tiveram ou então são o reflexo desses pais!

    Beijoka!

    ResponderEliminar
  9. Não sei se estas cenas se passam por maldade ou infantilidade, mas a escalada da coscuvilhice na INternet está imparável. Com as consequências à vista...

    ResponderEliminar
  10. Oi Teté! As pessoas estão cada vez mais perversas, mais "sem noção"... A vida é tão curta, temos tanta coisa boa prá fazer e aproveitar, essas pessoas ficam fazendo maldades! E uma punição não serve de exemplo para outros casos... A humanidade está perdida! Obrigada pela visita! Bjks Tetê - Avaliando a Vida

    ResponderEliminar
  11. Como disse o juiz, NINA, a minha tolerância é zero com os intolerantes! Mas ele foi brando demais para um fulano garantidamente tão maldoso (com falta de valores e de tudo!). Tenho quase a certeza que os companheiros de prisa não vão ser tanto... ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  12. A perversidade toma muitas formas, LUISA, especialmente para quem não tem vida própria e precisa dessa "animação" de ver e divulgar a dos outros... :P

    ResponderEliminar
  13. É, cheira-me que vai ser "beijocado" até mais não, com os guardas a assobiar para o ar, VÍCIO... ~xf

    ResponderEliminar
  14. Ou muito me engano, ou os tais 30 dias vão-lhe ficar na memória para sempre, MARIA! Quando as leis não são justas, há quem goste de fazer justiça pelas próprias mãos... ;)

    "Graçolas" é um termo leve demais para biltres desta estirpe! :P

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. Pensa bem, RAINHA, deve ser cá um gozo espreitar por um buraco a malta a urinar e a cagar, que nem te digo... Mas certo é que há gostos para tudo! :)

    ResponderEliminar
  16. Muito mau sinal, VIC, que não é só o facto em si que é ignóbil, mas a confiança traída naqueles que nos rodeiam... ;)

    ResponderEliminar
  17. Sem querer, também vejo a festa de boas-vindas que o fulano vai ter na prisa, RAUF... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  18. Se fossem só "voyeurs", ainda era como o outro, KOK! Esses são só uns tristes, que não fazem mal a ninguém. Aqui é bastante mais grave, é a ausência de valores completa, quer tenham tido pais a ensiná-los ou não! ;)

    Beijokas!

    ResponderEliminar
  19. Infantilidade, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA? Não me parece! Maldade, é de certeza...

    ResponderEliminar
  20. A maldade prolifera, sim, TETÊ, com "requintes" cada vez mais inusitados. E é como dizes, porque não viver cada um a sua vidinha, já de si tão curta, em vez de andar a atazanar a dos outros?

    Espero que a punição prisional seja exemplar! Porque o fulano merece!

    Beijokas! :)

    ResponderEliminar
  21. Vi o sujeito na televisão. Trinta dias é uma pena muito leve.

    ResponderEliminar
  22. Meu deus!! omo é possivel?! :)
    quando é que a sociedade evolui?

    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    xoxo

    ResponderEliminar
  23. já me pronunciei em sede própria sobre estas matérias, numa desagradável e extensa prosa, pelo que não vou elaborar:P faço meu o teu desejo para o Sr. Ravi.

    ResponderEliminar
  24. Também acho, CATARINA! Resta saber se vai ter o tratamento VIP que merece, durante esse mês... ;)

    ResponderEliminar
  25. Bem-vinda, FILIPA!

    Uma boa pergunta, para a qual não tenho resposta... :)

    ResponderEliminar
  26. Então estamos em sintonia de desejos para o tal de Ravi, MOYLITO! Só não tanto em relação a chamar-lhe senhor... :P

    ResponderEliminar
  27. Depois de ver o video do Castelo Branco já não há nada que me surpreenda...
    Infelizmente há cada vez mais gente a abusar nos "gozos" e a levar as coisas para situações insustentáveis.

    A facilidade de se deitar mão a tecnologia para prejudicar alguém chega é enorme.

    Morro de medo se um dia fico sem computador ou se alguém se apodera do que quer que seja que lá esteja. Apesar de inofensivo é pessoal e intransmissível, mas já se sabe que qualquer merdinha serve se se quiser fazer "mal"

    Neste caso não foi uma merdinha, mas o rapaz também era fraquinho de espirito para se dar a um acto tão radical como por fim à vida.

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)