quarta-feira, 21 de setembro de 2011

NO EXERCÍCIO DA LEITURA...

Este ano li 18 livros. Ou melhor, 17,5! Isto porque um deles desdobra-se em dois e ainda só li um. Na verdade reli, porque se trata de Agatha Christie que já não lia há um tempão. Neste caso específico, desde 1982 e, convenhamos, já não me lembrava da história descrita recentemente e em traços gerais por um bloguista. Ou seja, abriu-me o apetite! 
Bom, mas para o efeito, faz de conta que são 18 livros ao longo dos últimos 9 meses. Dá uma média de 2 por mês, o que não é propriamente um exagero de leitora fanática. Sei que há gente que lê muito mais. Ou muito menos ou quase nada. Porque no fundo prende-se com os gostos pessoais de cada um e a sua disponibilidade. Há quem adore ir para o ginásio pular, exercitar todos os músculos, correr numa passadeira ou pedalar numa bicicleta imóvel. Para mim, era um grandioso frete! Então porque é que para algumas dessas pessoas também não será um grande sacrifício ficar umas horas sem se mexer muito, só com um livro em frente ao nariz? Também há quem não prescinda do ginásio nem de ler, mas nunca vai ao cinema, por exemplo. Enfim, se entrarmos por aí, há uma infinidade de preferências diferentes...
Agora o que acho estranho - e na blogosfera e no FB ainda é mais notório - é a quantidade de malta que lendo pouco ou nada afirma que ADORA ler! Mas não tem tempo. Não se lembra do último livro que leu nem do que está a ler, embora tenha uma pilha deles em cima da mesinha de cabeceira! E se calhar até tem, para "dar a pala" a qualquer visita inesperada!
Cerejinha no topo do bolo: os bloguistas que copiam a sinopse da contracapa do livro e a pespegam sem mais no blogue (e não estou a referir a publicidade das editoras, certo?)! Claro que cada um é livre de escrever (ou copiar?) o que bem entender, mas a ideia da interactividade virtual não passa pela troca de opiniões? E que opinião pode ter um bloguista que publica uma sinopse diariamente ou de dois em dois dias?!? Ah, e claro, para quem não sabe, alguns desses resumos da contracapa foram efectuados por alguém que não leu o livro, por vezes trata-se apenas uma tradução. E má...
ps - como é óbvio, não estou a referir nenhum dos linkados nos favoritos, só descobri  alguns em pesquisas ocasionais!
ps1 - o post sobre o livro duplo da Agatha Christie sairá quando ler a primeira história; e continuarei a escrever e a opinar sobre as minhas leituras, de vez em quando, porque me agrada - embora, obviamente, esteja aberta a opiniões diferentes, certo?  
.

33 comentários:

  1. e enquanto o assunto dessas pessoas for a leitura o problema é menor porque acredito que fingem ser o que não são em muitos outros temas bem mais importantes das suas vidas... ~v

    ps - eu já li muita BD x)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/21/2011

    Claro que sim amiga!
    Cada um escreve e opina sobre o que quer. Quem gosta, gosta. Quem não gosta, não comenta ou então pode dar a sua opinião desde que esta não seja ofensiva.
    Essa coisa de haver gente que gosta muito de ler e não tem tempo é um pau de dois bicos. No meu caso, se não ler pelo menos cinquenta páginas de cada vez, não vale a pena. Não consigo ler três ou quatro e horas depois ler mais duas ou três.
    O que mais me admira aqui na Net é a quantidade de calinadas que aparecem escritas. Claro que todos nós podemos errar ortograficamente mas há limites para tudo.
    Também já me aconteceu escrever algo e só no dia seguinte quando releio o que escrevi é que me apercebo e reparo a situação. Outras haverá em que nem me dei conta, mas estou a referir-me a erros de "lana caprina".
    Há muitos, muitos, muitos anos que não leio um policial.
    Últimamente tenho estado virado para os clássicos.
    Beijinho para ti Tété!
    KIM

    ResponderEliminar
  3. Realmente à que gerir bastante o nosso dia-a-dia para fazer aquilo que gostamos. Apesar de não muito tempo livre tento sempre arranjar um tempinho para ler o que só consigo abdicando um pouco da TV, o que hoje em dia não é muito complicado. Mesmo assim não consigo ler dois livros por mês pelo que a sua média para mim é excelente.

    Boas Leituras!

    ResponderEliminar
  4. Eu cá a adoro ler e sei o que está na minha cabeceira ;)

    ResponderEliminar
  5. Mais importante do que o número de livros que cada um lê é saber se esses mesmos livros dão frutos. Ler por ler muita gente o faz.
    Ler sem prazer deve ser o pior que há. Este ano já ultrapassei os 50 livros, mas o mais importante para mim não é a quantidade, mas a qualidade.
    Concordo contigo quando dizes que há malta que diz adorar ler e não o faz por escassez de tempo. Eu costumo dizer que cada pessoa dá prioridade ao que mais prazer lhe dá.
    Depois também há quem diga que os livros estão muito caros e por isso não lê. Nestes casos também digo que gastamos dinheiro nas nossas prioridades! Agora se as prioridades são sair à noite, andar nas bebedeiras, comprar roupa, etc, isso já outra coisa.

    ResponderEliminar
  6. Não sei quantos li neste último ano, mas que sei que li mais do que nos últimos 5 anos.
    A verdadeira literatura foi-me dada a conhecer, como sabes (à excepção da escolar, claro).
    O mais curioso é que hoje já não consigo ler o que antes lia.
    Beijinhos e boa leitura!

    ResponderEliminar
  7. P.S. (desde que o meu filho nasceu, pouco li...ou lia)

    ResponderEliminar
  8. Estás bem melhor do que eu, Teté! Confirmei a minha lista de livros este ano e foram apenas 12. E 2 aguardam em cima da mesa-de-cabeiceira a hora de serem terminados. ;)
    Muitas outras coisas apareceram este ano... Boas. :)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. O Cavaco Silva nem um lê...

    ResponderEliminar
  10. eu vou lendo o mais que posso e suspeito que, devido aos circunstancialismos profissionais, este ano conseguirei adiantar muitas leituras. Alguma coisa boa que resulte do "desterro" no fim do mundo :)

    ResponderEliminar
  11. Também me faz espécie aqueles tipos que nos inquéritos de jornais dizem que têm uma resma de livros à cabeceira e andam a ler 3 ou 4 ao mesmo tempo! Enfim o defeito deve ser meu, porque não consigo ler mais do que um de cada vez...

    ResponderEliminar
  12. Certamente que sim, VÍCIO! Se mentem sobre os livros que "adoram", não hão-de mentir também sobre outros assuntos?! Um mentiroso é sempre um mentiroso... :-t

    ps - não leio muita BD actualmente, mas se apanhar algum álbum a jeito... também marcha! :D

    ResponderEliminar
  13. Bom, KIM, para ser sincera consigo ler assim um pouco "aos soluços", mas não exactamente 2 ou 3 páginas de cada vez... :))

    Às vezes não consigo comentar os blogues que sigo, quanto mais comentar as sinopses que saem à "desgarrada" por essa blogosfera fora? Se alguns gostam assim, o que é que tenho a ver com isso? Mas pronto, aos favoritos vou voltando, quando tenho disponibilidade, se não for nesse dia será num dos seguintes! :)

    Erros todos damos, mais que não seja de digitação! Mas também não gosto muito de calinadas atrás umas das outras. E por acaso há quem abuse! Mas se uns é só devido a pouca instrução, que não impede o gosto em comunicar, irrita-me mais vindas daqueles mais manientos e supostamente cultos... que, por vezes, também deve ser mais "fogo de vista"! Enfim, a blogosfera e o FB não são assim tão distantes da realidade... ;)

    Ao contrário de ti, volto-me mais para escritores recentes!

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  14. Bem-vinda, LANDA!

    Claro que se as pessoas que gostam ler quiserem, arranjam sempre um tempinho, mesmo que passe por reduzir o tempo em frente da TV. Também já reduzi bastante! :)

    De qualquer das formas o número de livros que se lê não é muito relevante, interessa é que dêem prazer ao leitor. Basta serem livros com mais páginas (ou mais complexos), para esse número reduzir significativamente! Ou com menos e aumentar! :D

    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  15. Também me parece que todos os que adoram ler sabem os títulos dos livros que têm em cima da mesinha de cabeceira, TERESA DURÃES! :D

    ResponderEliminar
  16. Claro que é uma questão de prioridades, MIGUEL: as pessoas têm de escolher onde preferem gastar o seu dinheiro ou como passar os seus tempos livres! Não tenho nada contra quem prefira ir para as noitadas com os amigos, até porque também existe uma vida lá fora, mas depois dizerem que adoram ler mas não têm tempo nem dinheiro é que já é uma contradição! :))

    Não acredito que haja muita gente a ler por ler, excepto em trabalho ou estudo, quando a leitura é obrigatória. Mas sim, só leio o que me interessa e dá prazer, quando não estou a gostar do que leio, desisto e passo para o seguinte! Com tanto bom livro para ler, para quê fazer fretes? ~xf

    Parabéns pelos 50 livros e continuação de boas leituras!

    ResponderEliminar
  17. Oh, NINA, todos temos fases dessas na vida! Quando andava na faculdade e em tempo de aulas, com tanto livro chatinho para ler, nos intervalos só lia policiais e romances de cordel, nada que fizesse pensar muito! :D

    E quando o meu filho nasceu também li menos! Mas depois recupera-se! ;)

    Mas pronto, importante é que mais ou menos literários, os livros nos dêem prazer de ler. E nesse aspecto, penso que haverá gostos para todos os géneros... :))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  18. Ah, TONS DE AZUL, óbvio que quando as rotinas do dia a dia se alteram há menos tempo para leituras! E, se bem me lembro, no ano passado fartaste-te de ler... :D

    Mas vale que reduziste a leitura por boas causas! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  19. Ele também deve preferir relatórios financeiros, SISNANDO! :P

    ResponderEliminar
  20. Ah, bem suspeitei que tinhas sido "desterrado", MOYLITO! Mas antes isso que nada, não é?! Quer dizer, ainda não percebi bem aquela confusão, mas suponho que vai dar chatices e das grandes a muita gente...

    ResponderEliminar
  21. Não é defeito seu, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, é feitio de alguns que querem parecer muito letrados... :))

    ResponderEliminar
  22. Sim, o número de livros é irrelevante. O que quero dizer é que gostava de ter um pouco mais de disponibilidade para dar vazão à quantidade de livros que tenho cá em casa:)

    ResponderEliminar
  23. É verdade vais à apresentação do novo livro do Valter Hugo Mãe? É no Sábado, na LX Factory, na Livraria Ler Devagar, às 21h30. ;)
    Beijocas e se fores vemo-nos por lá!

    ResponderEliminar
  24. Acontece a todos, LANDA! Fizeste-me lembrar uma frase de Almada Negreiros: "Entrei numa livraria. Pus-me a contar os livros que há para ler e os anos que terei de vida. Não chegam, não duro nem para metade da livraria." Como não há tempo para ler tudo, há que escolher os que nos dão mais prazer ler... :D

    ResponderEliminar
  25. Obrigada pela dica, TONS DE AZUL! Mas não, não vou estar presente, que nessa noite tenho Clube de Leitura. Aliás, ainda não li "a máquina de fazer espanhóis", que aguarda a sua vez pacientemente na prateleira... ;)

    Mas tenho pena de não te ver! Beijocas!

    ResponderEliminar
  26. Anónimo9/23/2011

    Que pena, pois também gostava de te ver. Mas como irá haver outras oportunidades, não é?! ;)
    Boa sessão de leitura e beijocas para o fds!
    tonsdeazul

    ResponderEliminar
  27. Claro que teremos outras oportunidades para nos reencontrarmos, TONS DE AZUL! :))

    Beijocas e boa apresentação do livro! :)

    ResponderEliminar
  28. já está a dar e continuará. não percebo o alcance de algumas medidas que, de tão abstrusas, ultrapassam em muito o simples cortar nas despesas e favorecimentos vários de que se suspeita sempre. escapa-me...

    ResponderEliminar
  29. A mim escapa-me o teu comentário, MOYLITO! Tens a certeza que era este post que querias comentar? 8-o

    ResponderEliminar
  30. era um comentário ao teu comentário ao meu comentário anterior :P

    ResponderEliminar
  31. Ah, sorry, MOYLITO, desta vez perdi-me! :[

    Mas sim, pelo que tenho lido de alguns amigos facebookianos, há para lá uns contratos mensais, escolhidos pelos directores, que não entraram no concurso nacional: uma escandaleira! O que ultrapassa em muito os ditos cortes de despesas, parece antes favorecimento aos "amigos"... :P

    ResponderEliminar
  32. Eu sempre estabeleço um número de livros para ler durante o ano e confesso que esta sendo o ano que menos leio.Pois para 2011 estabeleci 50(cada ano tem um número específico e sem contar os relacionados ao trabalho que obrigatoriamente tenho mesmo que ler) e até agora só cheguei ao 12.Tentarei ler uns 3 ou 4 agora nas férias e quem sabe até o final do ano,alcance a minha meta.

    ResponderEliminar
  33. Pois olha, KÁTIA, cá por mim não me imponho metas nenhumas: mais do que serem muitos ou poucos livros, interessa-me sobretudo que me deem prazer ler... :z

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)