terça-feira, 27 de maio de 2008

AMOR É...



Tribalistas - Velha Infância

Tal como os cavaleiros da Távola Redonda andava em busca do Graal. Claro que o cálice era outro (por muito que me tenha divertido, Dan Brown não passa de uma leitura passageira), a demanda consistia numa música do século XXI que me tivesse agradado e ainda trauteie, de vez em quando...

Nada fácil! Ai, ai, é desta, pesquisa-se, ná, anos 90 (com sorte)!

De facto, a memória nunca me ajudou a recordar cantores, álbuns, títulos musicais. Dirigida para outros aspectos, suponho! Mas sem cavalo ou armadura encontrei esta, de que gostei muito e consigo cantarolar.

Este clip, especificamente, lembrou-me umas tiras de primeira página do jornal "A Capital" (que encerrou as portas já há alguns anos), que recortava em adolescente depois do meu pai o ter lido, que se intitulavam "Amor é..."

*******
Esqueçam lá os erros ortográficos. O amor não é... LINDO?

27 comentários:

  1. Sim!
    Imensamente e eternamente lindo.
    Obrigada por lembra-me.

    Dia feliz,dia excelente para ti!
    Beijo!

    ResponderEliminar
  2. É, KÁTIA, às vezes vai-se deixando escapar o essencial... ;)

    Dia feliz para ti, hoje e sempre!

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  3. É bom vir para cá a escutar música, essas músicas que tu pões para nós, de meia manhã. (Ah, e já vi que conheceste um galego mundial, o Miguelanxo Prado, `_^)

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito desta musica.
    E o amor é lindo sim....quando não é obsessivo ou egoista.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. SUN, por acaso esse galego "mundial" até conheci pessoalmente, de passagem, está claro!
    E impressionou-me bastante, pela positiva! Achas que foi arrogante, petulante ou outro adjectivo acabado em "ante"? Ná! Um homem simples e simpático, mesmo, sem objectivos de querer agradar a "gregos e troianos", só ele mesmo (ou pelo menos foi a ideia com que fiquei)! (`_^)

    Claro, PARISIENSE! Há algumas versões deturpadas de amor, mas essas não cirandam por aqui... ;)
    Jinhos, nina!

    ResponderEliminar
  6. Suponho que seja. Digo-te com certeza quando (e se) o encontrar! ;)
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Não confirmo nem desminto!
    :)

    Bj. Teté.

    ResponderEliminar
  8. e os cromos? Lembras-te?

    eu guardava tudo o que havia! o amor é lindo!!!!!

    ResponderEliminar
  9. =) a minha mãe tinha quadritos com essas frases do amor é...eu ficava horas a olhar para aquilo! Amor é, ficar triste quando ele parte de avião. Amor é, estarem juntos sem dizer nada. E não me lembro dos outros, lol, mas sempre adorei. ;-)

    ResponderEliminar
  10. Amor é hidrogenio.

    Ou seja fogo que arde sem se ver.

    " para quem não sabe o hidrogenio pode estar a arder e nós não conseguimos ver..."

    ResponderEliminar
  11. ahahahah
    este clip esta fantastico :)
    e agora ia para dizer uma palermice daquelas grandes :P

    ResponderEliminar
  12. O amor não se restringe só entre duas pessoas. Este sentimento é mais vasto, só que, tal como esta musiquinha, na maioria dos casos todos associamos o amor entre dois seres, de sexo diferente, ou talvez não.

    ResponderEliminar
  13. Ah, SAFIRITA, no caso estava-me a referir ao "ideal" do amor juvenil, presente no clip. A fazer-me lembrar aquelas tiras de jornal da minha adolescência... lá para trás do sol posto! :)))

    CAPITÃO, que frase tão "politicamente correcta"...
    Jinho!

    Não, não me lembro dos cromos, INÊS! Mas até tive um quadrinho de "Amor é..." pendurado na parede. Qualquer coisa como "... levar-lhe a lancheira ao trabalho!" :)))
    Naquela fase da adolescência acredita-se num amor assim... "idealizado"!

    ResponderEliminar
  14. VAN, eram tão giros esses quadrinhos, não eram?
    Também tive um desses, com um fundo laranja!!! :)))

    Ahn, BRUNO?
    Claro que o Camões sabia "cantar" o amor, daí até chegar ao hidrogénio... ;)

    FAUSTO, já sabes que por aqui podes dizer sempre as palermices todas que te der na gana... :P

    Concordo que o amor não se restringe apenas a duas pessoas, CARLOS! Mas no clip é óbvio que sim, tal como nas tirinhas d' "A CAPITAL"... :)

    ResponderEliminar
  15. eu ja nao me lembro bem do que ia para dizer mas era uma versao hardcore de "o amor é bom quando é bem feito"

    ResponderEliminar
  16. Ah, FAUSTO, não te preocupes com bocas hardcore, que aguento na boa... :)))

    ResponderEliminar
  17. O mocinho do vídeo tem ali um grande problema com o sorriso, ou com os dentes. E acho que não vai lá com aparelho...

    ResponderEliminar
  18. Ah, RAFEIRITO, mas é tão "in love", que por mim está completamente perdoado... :)))

    ResponderEliminar
  19. Sim tão lindo quanto doloroso...
    bjocas

    ResponderEliminar
  20. quem é a memória? uma amiga tua?
    é chato os amigos não nos ajudarem!!

    o teu blog alargou! já reparaste?

    ResponderEliminar
  21. Ainda de volta do amor...

    Volto mais tarde.

    Fica bem!

    ResponderEliminar
  22. Olá tété, já é a 2ªvez que comento e dá erro...

    É sim, o amor é lindo e é ele que consegue por o mundo a andar...
    Postei sobre o namoro da juventude no meu tempo, e lá está o amor de novo!... Beijinhos a ti, de mim...

    ResponderEliminar
  23. JASMIM, pois, às vezes até é (doloroso)! Mas nem sempre, e vale a pena tentar, não??? ;)
    Jinhos!

    É, VÍCIO, é minha amiga, mas só para algumas coisas!
    Alargou??? E eu que nem tinha reparado... :)))

    Pois é, CAPITÃO, hoje (oops, ontem...) não deu para postar nada! Mas amanhã (oops, mais logo...) também é dia!
    Fica bem tu também!

    Já lá fui espreitar e comentei, LAURINHA! Do que tu te lembras...
    Jinhos, nina!

    ResponderEliminar
  24. ah, que eu também gostava...
    como gosto dos tribalistas, que me fazem uma viagem a Faro... cidade aliás onde comprei o CD.

    Há músicas que ficam sempre ligadas a épocas e acontecimentos específicos da vida

    bsj

    ResponderEliminar
  25. Há, não há, LEONOR?

    Aquela do Louis que está lá no teu canto, faz-me lembrar um tempo em que trabalhava a alguns quilómetros de Lisboa e ia ouvir aquela e mais meia de cassetes no carro... :)

    ResponderEliminar
  26. olá
    muito bonito o teu blog

    ResponderEliminar
  27. Bem-vindo, JOÃO MARIA!
    Obrigada pelo elogio!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)