quinta-feira, 11 de novembro de 2010

MAÇÃS ASSADAS

Sem castanhas e vinho também se faz o São Martinho! Com maçãs assadas e um cálice de Porto que, não sendo da tradição, caem sempre bem.
Castanhas à venda não faltavam, mas como os meus homens (eheheh, soa um bocadinho mal, mas pronto!) iam chegar tarde e elas são  boas é quentinhas, toca de mudar a ementa da sobremesa. Assim, enquanto bebericava o líquido castanho avermelhado, fui untando um pirex de ir ao forno com margarina e derreti um pouco da mesma num púcaro e em lume brando. Lavadas as maçãs reinetas, com uma faca afiada - há quem use um descaroçador, mas eu não tenho - escava-se um furo de lado a lado no centro de cada maçã, para retirar as sementes. Colocam-se no tabuleiro, e deita-se uma colher de sobremesa de açúcar no buraco, depois uma colher de sopa com a margarina derretida, outra de vinho do Porto e mais outra de sobremesa de açúcar para finalizar este "recheio". Et voilá! Coloca-se no forno a 200º e é esperar que elas assem, enquanto se aprecia o que sobrou do precioso néctar...
O tempo varia consoante os fornos e a preferência por mais ou menos assada, eu que gosto delas quase desfeitas regulo para 25-30 minutos. No final, é só colocar uma colher de chá de geleia de marmelo no centro de cada maçã. Esta por acaso é de compra e não é tão boa, no ano passado a minha irmã ofereceu-me no Natal um frasco de uma geleia que fez em casa, que era simplesmente divinal! Espero que este ano tenha a mesma lembrança, eheheh!
E pronto as belas castanhas ficarão lá mais para o fim de semana, mas as deliciosas maçãs serviram de consolo...
BOM APETITE!

24 comentários:

  1. tendo em conta que o buraco das maçãs parece estar na vertical, estou aqui a tentar perceber como é que consegues deitar a colher lá dentro...

    ResponderEliminar
  2. Aguçaste-me o apetite. Eu gosto mais de prepará-las com vinho branco (não para beber!) porque acrescenta um toque mais acedo.

    ResponderEliminar
  3. Bom Apetite ?... :)) Já "abriu" ! :))
    Costumo fazer assim, mas em vez de açucar deito mel !
    .
    Nota. Reparei na nova apresentação dos posts ! Muito interessante !... não dará é para se verem as fotos (?).
    .

    ResponderEliminar
  4. Esta imagem está a fazer crescer água na boca. Contudo, S. Martinho é altura de castanhas acompanhadas de jeropiga ou água-pé para não empanturrar.
    Como talvez faça um prato de forno, vou aproveitar para assar castanhas e as tuas maçãs.
    Bom apetite.

    ResponderEliminar
  5. Hummm que maravilha. É pena eu daqui só lhes poder imaginar a doçura.

    ResponderEliminar
  6. As maçãs estão com óptimo aspecto e já estou com água na boca, mas amiga neste dia de S. Martinho eu sou fã é das castanhas! :p
    Hoje já enchi a barriguinha de castanhas! ;)
    Bom final de dia de S. Martinho p'ra ti!

    ResponderEliminar
  7. devias provar o vinho do porto que fui comprar ao Douro a um produtor... esse é que era divinal :) mas também gosto de maçãs no forno

    ResponderEliminar
  8. Adoro maçãs no forno.
    Levo esta receita que é um pouco diferente da minha.

    PS: Afinal não fui ao cinema, vou no sábado!

    ResponderEliminar
  9. Não aprecio!
    Mas desde que elas te façam bem à saúde...


    ;)


    Beijoca, Teté (para o caso de eu desaparecer do 'mapa')!

    ResponderEliminar
  10. Cá por mim, mantenho-me fiel às castanhas. Maçãs só pela manhã e têm de ser cepriegas

    ResponderEliminar
  11. Se não fosse já tão tarde ia beber um abafadinho.

    ResponderEliminar
  12. O meu frigorífico está cheio de imãs que estão "deitados na vertical", VÍCIO, mas pronto, aqui era só o conteúdo da colher... =))

    ResponderEliminar
  13. Acredito que substituir o vinho do Porto por vinho branco dê mais acidez às maçãs, sim, SUN! Até porque este Porto tem um travo ligeiramente adocicado...

    Mas claro que em culinária é sempre uma questão de gosto! :)

    ResponderEliminar
  14. Ahn, RUI??? Nova apresentação dos posts??? Não mudei nadica de nada... :h

    Quanto ao mel em vez de açúcar, também é capaz de ser uma boa ideia! :))

    ResponderEliminar
  15. Pois, PAPELADAS, isto aqui foi seguir mais ou menos o provérbio de "quem não tem cão caça com gato"... :))

    ResponderEliminar
  16. Os olhos também comem, PAULOFSKI! :D

    ResponderEliminar
  17. Mas eu também sou fã de castanhas, TONS DE AZUL! E de maçãs assadas! A tradição, segundo creio, é a de comer as castanhas na noite de 10 para 11... :))

    Com vinho, água-pé ou jeropiga! Mas aqui ao pé de casa, numa festa mais ou menos improvisada na rua, o acompanhamento líquido era um barril de cerveja... =))

    ResponderEliminar
  18. Pois, acredito que sim, MOYLITO, especialmente quando se conhecem os produtores do Douro! O que está longe de ser o meu caso... :)

    ResponderEliminar
  19. Somos duas, EMATEJOCA! :)

    Já sei, és mais de teatro! Mas fico curiosa em saber qual é esse filme que te vai levar às salas de cinema... ;;)

    ResponderEliminar
  20. Desaparecer do "mapa", REIZÃO? Espero que não... :p

    Se fazem bem à saúde não sei, mas que abrem o apetite... =))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  21. Eheheh, tive de ir ver o que era uma maçã cepriega, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, e só encontrei 3 entradas, dois deles das Crónicas do Rochedo... :))

    ResponderEliminar
  22. E o lobo mau dir-te-ia:

    "- É para dormires melhor, PREDATADO!"

    =))

    ResponderEliminar
  23. Hum... Não sabia dessa tradição, pois cá em casa sempre comemos castanhas no dia 11. ;) Na véspera costumo assaltar o saco, mas é para as comer cruas! Eheh

    ResponderEliminar
  24. Eheheh, TONS DE AZUL, as tradições variam de região para região, mas antigamente por aqui comemorava-se da véspera para o dia, como nos santos populares... :)

    Não devo ser a única "tonta" a lembrar-me, se bem que nas escolas foi sempre a 11, evidentemente! Aliás, o tal magusto que encontrei na rua, foi mesmo ao final da tarde do dia 10... :D

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)