sexta-feira, 19 de março de 2010

JANELAS (IN)DISCRETAS!

Garanto que quando iniciei esta aventura blogosférica não tinha a menor intenção de conhecer ninguém pessoalmente. Céptica sobre se cada um correspondia a tudo o que afirmava ser. Na verdade, ainda alimento algumas dúvidas em relação a uns quantos, normalmente daqueles que mais puxam dos galões: se são tão bem sucedidos familiar, profissional, cultural e monetariamente, para quê andar sempre a agitar essa bandeira?! Adiante!

Claro que a intenção não passou disso, primeiro por uma brincadeira de receber um prémio de uma imperial e um pires de tremoços (do Nelson), depois para um lanchinho com o visitante 10 mil (o Fausto, antes de ter mudado para o sitemeter), um cafezinho no Algarve com a minha grafonola preferida (aka, Vani), a exposição de pintura da Safira, um jantar também com ela, o Rafeiro Perfumado, a Gata Verde, o Vício e a Cleo, onde o maridão, não ligado a estas lides, comentou: "São todos tão novinhos!" Esqueci-me de o avisar...

Uns meses mais tarde (re)conheci a Inês na apresentação de um livro (nunca a tinha visto!) de que já falei aqui, o Paulo e a Ana na exposição de pintura dela, e, logo no dia a seguir, a Escarlate.due, a Maria Inês, o Predatado, a Carvoeirita, a Leonor, a Diabba e mais uns quantos bloguistas que nem sabia que existiam, quando o Rafeiro publicou "Are You Ladrating to Me?!?". Numa viagem a Caminha, ainda tive a oportunidade de me sentar na mesma mesa de café da Sun Iou Miou e do Condado, num dia em que a cabra lá do monte só exibiu tons de cinzento (ainda vou colocar essa fotografia aqui!). Já perto do Natal fui convidada para um almoço pelo Kim, onde o conheci juntamente com a Laurinha, o Osvaldo, o Moa, a Dad, a Bicho de Conta e o Zé do Cão, mas era tanta gente que perdi o nome ou o nick de alguns.

Ontem também foi dia de encontrar a Tons de Azul - ainda estou para ver se as fotografias sairam minimamente boas, que computador partilhado é assim, sobre o evento escreverei depois - amanhã conto ir à apresentação do livro da Teresa Durães, "Navia", pelas 17 horas na livraria do cinema King, em Lisboa.

Resumindo: bem sei, é muita incoerência para uma mulher só, mas facto é que ainda não me desiludi com ninguém que tenha passado do virtual para o pessoal... Será que as pessoas são mesmo aquilo que escrevem?! (mas não, também não tenho a ilusão de as conhecer profundamente, após estes breves encontros...)

BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!!!
(amigos virtuais, ou nem tanto assim...)

*******
PARABÉNS, Maria Inês! Hoje e sempre, que venham muitos dias felizes pela frente...

26 comentários:

  1. talvez não tenhas tido desilusões com ninguém porque a tua "viagem" blogosférica é despretensiosa! vives e deixas viver!
    eu acredito que já houve que se desiludisse comigo por "me querer agarrar" e eu não deixar. essas pessoas só conseguem que a distancia aumente.
    continua nesse caminho que (acho que) vais bem! :v

    PS - agradece ao teu maridão pelo elogio da idade! :g

    ResponderEliminar
  2. Minha querida, muito obrigada! E dou graças a Deus por me ter encaminhado para estes mundo da blogosfera! Fiz grandes amizades e tenho tido bons momentos. Os outros hoje não é dia de falar neles!

    Um beijo do tamanho do mundo, Maria Inês

    ResponderEliminar
  3. E isso porque ainda não me juntas-te a tua lista dos "conhecidos pessoalmente".....porque quando isso acontecer vais apanhar uma destas desilusões....ahahahahahahah
    Espero bem encontrar-te um dia em Lisboa ou cá por terras da Rainha Santa Mafalda.

    Eu também já conheci alguns bloguistas e também só tive boas surpresas, não é Kim, Rafeirito, Gatinha, Laurinha....

    Beijokitas

    ResponderEliminar
  4. Ora, e ainda bem que essa suposta incoerência existiu!! E que conheceste tantos e bons amigos por esta blogocoisa fora =D.

    A realidade é que nos sentimos atraídos por quem parece apelar à nossa forma de ser, e isso, pelos vistos, transparece na escrita. Especialmente qd as escritas se tornam mais em conversas que outras coisas =DDDD.

    PARABÈNS INESITAAAAAAAA! =)))))))) :y

    ResponderEliminar
  5. Ups...o boneco a rir não era suposto aparecer ali...eu queria que tivesse saído algo como isto:

    :):):):):):)

    ResponderEliminar
  6. Parabéns à aniversariante!
    Bela tarde que passmos no El Corte Inglês à conversa.
    Desde então foi só conhecer malta :)

    Eu conheci a safira e a próxima há-de ser a van :P
    (ouleste van!?!)

    ResponderEliminar
  7. Escrever é uma maneira de ser. :)

    ResponderEliminar
  8. =D uma maneira de ser e de estar, Sun!

    Fausto, vanI, pah! van agora é outro ou outra lool!

    ResponderEliminar
  9. Estou de volta!!!
    A minha fuga foi devida ao trabalho que tive para preparar tudo para o Círculo Literário, que desta vez foi na minha casa. Também desta vez não pude fugir e tive que escolher o livro do próximo encontro.
    Lembraste, Teté, fazeres uma posta, onde dizias maravilhas dum livro de Markus Zusak "A Ladra de Livros"? Pois foi esse livro, que escolhi. Podes dizer-me como é o título em português.

    Um dia também nos temos de encontrar, Teté! Se ficares desiludida comigo - paciência!!!
    A fotografia desta posta é mesmo linda.

    ResponderEliminar
  10. Um contacto também não dá para aquilatar grande coisa, não é?

    ResponderEliminar
  11. Nunca me passou pela cabeça usar a blogosfera para mais de uma troca de brincadeiras ou informações/opiniões, VÍCIO! Aliás, nem pretendia conhecer ninguém pessoalmente... :))
    Quanto ao comentário do maridão não foi um elogio, mais a constatação de um facto! Afinal de contas eram todos 15 a 20 anos mais novos... =))

    É, MARIA INÊS, afinal a blogosfera não é assim tão diferente do mundo lá fora: há de tudo! Mas até ao momento até acho que tive sorte com todos aqueles que conheci, pessoas simpáticas e agradáveis com quem se pode conversar... :D
    Beijocas, nina!

    Ui, ui, que vida social agitada a minha, REIZÂO! :e
    (estou a brincar, que tudo isto se passou ao longo de 3 anos...)

    ResponderEliminar
  12. Ná, duvido muito que me desiludas, PARISIENSE! Mas um dia ainda nos encontramos por aí... Tenho reconhecido toda a gente (às vezes por pormenores), e contigo não será diferente, que até já vi fotografias tuas... :)
    Beijokitas, nina!

    É, deve ser isso, VANI, a forma de ser ou estar transparece na escrita... Mas pronto, não deixa de ser incoerência com o ponto de vista inicial, embora todos estejamos sujeitos a mudar de opinião ou de rumo!
    :y :y :y

    Pois foi, FAUSTO! Nessa altura ainda pensava que, fora raras excepções, não ia conhecer muito mais gente, mas já anda perto de metade do pessoal linkado... :D
    A Vani ouleu!!! =))

    ResponderEliminar
  13. Concordo, SUN! Aliás, se ainda tenho dúvidas em relação a alguma malta é precisamente por isso: tão cultos e letrados e dão tantos pontapés na gramática?! E sem ideias próprias que não sejam chavões batidos? Pois... com o tempo vai dando para perceber! :)

    Bem me parecia que ias concordar, VANI!
    Assim à partida, por Van só se for o Van Dog, do VD Cartoons, que tem umas tiras geniais! (acho que ele também tem um blog genérico, mas esse não conheço...) :D

    ResponderEliminar
  14. Querida TERESA, desiludida acho que ficaria no dia que conhecesse o Brad Pitt ou o George Clooney, porque acho-os tão perfeitos no ecrã, que ao vivo é capaz de ser um bocadinho diferente (para lá de uma possível dose de arrogância)... Enfim, mas não corro esse risco! :))
    Como não estou à espera que as pessoas sejam assim umas beldades de cortar a respiração, sei mais ou menos as suas idades e ideias, até ao momento não tive grandes surpresas! :D
    O livro intitula-se "A Rapariga que Roubava Livros" e foi dos livros que mais gostei de ler nos últimos anos. Tem uma perspectiva diferente, não dos campos de batalha, mas do povo alemão que habita na zona de Munique, que além da repressão da suástica ainda sofre bombardeamentos cada vez mais frequentes. ADOREI! :x

    Claro que não, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA! Mas de alguns conheço melhor aquilo que pensam do que de uma mão cheia de amigos. É que uns leio quase diariamente, os outros (salvo honrosas excepções) vejo esporadicamente e nem sempre dá para conversar mais do que de trivialidades. Mistérios da net... :)

    ResponderEliminar
  15. Também já estivemos no mesmo local ao mesmo tempo (lançamento do “Ladrating”) mas não posso dizer que nos tivéssemos conhecido. Com as pistas que te dei e se tiveres uma memória visual aceitável (que não duvido que tenhas) deves ter-me reconhecido à posteriori…

    Também não entrei na blogosfera para conhecer pessoas (já expliquei mais ou menos porquê e como entrei mas isso não vem ao caso aqui). No entanto gosto de conhecer pessoas que acho interessantes. Como tal já tive a felicidade de conhecer alguns e foram sempre experiencias agradáveis, podendo mesmo dizer que já fiz alguns amigos. Também já disse que espero ter um dia a oportunidade de conversar pessoalmente contigo… a ver o que o futuro nos reserva.

    (pode ser arrogância minha mas) Considero que quem escreve algo que não é não o consegue manter coerente por muito tempo (pelo menos para um leitor atento) por isso todos os que conheci depois de contacto virtual não me surpreenderam por aí além (o aspecto físico será a variável que menos se enquadra neste meu discurso mas é também a que menos valorizo). Claro que nos encontros de bloggers que participei acabei por conhecer bloggers que nunca tinha visitado e esses foram, em alguns casos, agradáveis surpresas.

    Para não me alongar mais queria apenas acrescentar que tenho plena consciência que não visito nem comento toda a gente que me poderia interessar neste mundo que é a blogosfera mas é como muitos bloggers já disseram, quando isto passa a ser uma obrigação e não um prazer deixa de ter piada.

    Beijinho grande,
    FATifer

    ResponderEliminar
  16. E eu mais uma vez refiro que foi adorável ter-te conhecido, mesmo que por breves momentos! :) E ainda bem que me reconheceste! :))
    Beijinhos e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  17. Eu também tinha essa opinião! Fui resistente durante muito tempo, mas depois vi que atrás deste ecrã existem pessoas muito interessantes e que valem a pena conhecer!
    TU és uma delas!

    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  18. És claramente daqueles pessoas que gostei de conhecer, e que espero continuar a contactar, mesmo que um dia o Blog ou o Facebook dê o berro. És boa gente, Teté, e isso a mim basta-me. Beijoca!

    ResponderEliminar
  19. Ah, FATIFER, era preciso muito mais que uma boa memória visual, para me lembrar de todas as caras que vi na apresentação do "Ladrating"... =))
    Mas concordo contigo: não se mantêm a coerência durante muito tempo, quando se escreve algo diferente daquilo que se pensa ou sente... (histórias ficcionais à parte, evidentemente!)
    Quem sabe, se algum dia ainda nos encontramos por aí? Este mundo é pequeno... :D
    Beijocas!

    Eheheh, TONS DE AZUL, no teu caso foi fácil, que já tinha visto algumas fotos no FB e esperava encontrar-te por lá... E, claro, também adorei conhecer-te! :)
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  20. Pois, GATINHA, a dúvida inicial é essa: será que interessa conhecer alguém que está do outro lado do ecrã? Mas depois de ultrapassada sabe bem... e tu és uma queriducha, mesmo!!! :D
    Grande beijinho para ti!

    E boa gente encontra-se sempre, RAFEIRITO! Nos blogs, no FB ou na vida real... E claro, continuo a aguardar o teu regresso à blogosfera ou um novo livro para a minha mesinha de cabeceira (como diz a Vani)! :))
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  21. quando vieres a Coimbra avisa. se andar por cá vou ser o primeiro a desfazer essa consonância entre o virtual e a realidade :D

    ResponderEliminar
  22. Que fixe conheces muitos :)

    ResponderEliminar
  23. Claro que aviso, MOYLITO, embora não esteja a pensar passar por lá tão depressa... :D

    O que continua a ser uma grande incoerência, para quem não pretendia conhecer ninguém, LOPESCA! :)

    ResponderEliminar
  24. Já eu posso dizer que te conheci no lançamento do ladrating mas tu não me conheceste a mim! :)))

    "ainda não me desiludi com ninguém que tenha passado do virtual para o pessoal" É exactamente o que penso (embora tenha conhecido muito menos) mas valeu a pena cada segundo com cada pessoa!

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  25. Pois foi, PAX, mas tu querias passar incógnita, segundo me lembro... e não te deste a conhecer! :))

    Mas convenhamos que no meio de tanta gente não era muito fácil reconhecer todos os bloguistas com quem já se conviveu virtualmente, né? :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)