sexta-feira, 10 de agosto de 2012

TUDO BEM?

Sempre que vou ao Algarve passo por aquela esplanada, dirigida por duas irmãs. Se de princípio só me sentava e fazia o pedido, a "convivência" de tantos anos, atualmente, permite-me perguntar se está tudo bem com elas. Obviamente, sem qualquer pretensão de invadir a sua privacidade - não estou à espera que me debitem o rol de felicidades ou de desgraças que lhes aconteceram entretanto, nem elas estão, quando me veem e perguntam o mesmo!

Passando essa primeira apresentação, por  vezes, a conversa prolonga-se. Estas férias, uma delas contava-me:
- Tenho aqui uma cliente antiga, que ficou chateada comigo! 
- Então porquê?
- Chegou e perguntou como eu estava e respondi "tudo bem!". Voltou uns dias depois, fez a mesma pergunta e respondi "fantástica!". Aborreceu-se, porque não era possível que estivesse sempre bem-disposta e sem problemas...
- Mas a mulher estava à espera de quê? - indaguei.
- Não sei! Só lhe disse que os meus problemas ficam ali à porta, porque os meus clientes não têm culpa nenhuma...

Ainda nos rimos! Aguentar uma "boa nova" destas deve ser difícil... para os pessimistas do costume:


UM FANTÁSTICO FIM DE SEMANA PARA TODOS!

23 comentários:

  1. Também respondo normalmente assim...até porque, na maior parte dos casos, essa questão é do domínio da função fática da linguagem! :))
    Apenas uma forma de estabelecer contacto como qualquer outra!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que é uma forma de estabelecer contato e reconhecimento, ROSA, mas pelos vistos há quem assim não pense. Óbvio que também depende da pessoa que faz a pergunta, se for um familiar ou amigo chegado, em princípio, pretende mais que a resposta social... :)

      Abraço

      Eliminar
  2. Há sempre pessoas mais azedas... Precisam ainda mais dos nossos sorrisos. :) Bom fim de semana também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há pessoas azedas até em férias, LUISA! Por acaso até são aquelas a quem dá menos vontade de sorrir... :)

      Eliminar
  3. Sempre me fez muita confusão essa "maneira de ser" portuguesa do : "mais ou menos", "assim assim", "menos mal", "do mal o menos", "podia ser pior" , etc., etc., como resposta a essa simples pergunta , se "está tudo bem", ou "como tem passado" ? ... eheh
    Inversamente os "falantes" da língua inglesa respondem sempre pela via optimista : "estou muito bem", "estou óptimo", "estou fantástico" !
    Não creio que isso seja fruto da crise ou dos tempos mais recentes ! Está enraizado no espírito português e é pena !
    Afinal "o preço" é o mesmo, porque havemos de nos estar sempre a lamentar ?!
    Li há pouco que uma universidade americana fez um estudo profundo sobre o "optimismo" e o "pessimismo" e concluiu que esses 2 estados de espírito têm muito a ver com a quantidade e qualidade dos amigos respectivos ! Os primeiros têm muito mais hipóteses de arranjar verdadeiras e duradouras amizades e são considerados muito mais simpáticos e boas pessoas que os segundos !
    Então, ... passem um fim de semana maravilhoso cheio de optimismo e coisas boas, que eu, por mim estou óptimo ! eheheh

    Bjocas ! :)))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembras-te da France de Vasconcelos, RUI? Lembro-me de num dos seus programas ter contado uma história parecida: quando encontrava alguma amiga portuguesa, normalmente a resposta era um rol de lamúrias, sobre coisa nenhuma em especial, uma constipação ou isso!; mas tinha uma amiga brasileira, que lhe respondia com um "tudo bem" ou outra expressão do género, para depois acabar por contar que um filho tinha partido a perna, o marido tinha sido atropelado ou outras desgraças do género, mas que acabava sempre com um "mas está tudo bem"! :)

      Esse estudo nem deve ter sido complicado: quem tem pachorra para aturar pessimistas encartados, que só veem desgraças por todo o lado, mesmo que não se passe nada de especial? :D

      Ah, pois, de férias deve-se estar lindamente! E não, não é queixume, que o meu fim de semana também vai ser movimentado! :)))

      Beijocas!

      Eliminar
  4. Estaríamos bem tramados se passássemos as nossas mágoas para todos.
    Eu ando sempre de sorriso nos lábios. É claro que os olhos me atraiçoam muitas vezes, mas os que nada me são não são obrigados a levar com os meus problemas. Até aos meus, poupo sempre que posso.
    beijocas

    (A menina está uma pro na arte fotográfica. Tão lindas fotos numa montagem tão pequena, porquê?:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não se pode andar sempre com um sorriso nos lábios, NINA, senão corremos o risco de parecer patetas! Mas quer dizer, no dia a dia, as pessoas no mínimo tentam ser cordiais e simpáticas umas com as outras e não andar azedas por aí a relatar a tudo e a todos as últimas contrariedades, né? :)

      Obrigada! Mas sabes que após várias experiências de colagens, acabo por gostar mais das que não têm muitas fotos, porque depois acabam por se perder na amálgama? Ou até parcialmente cortadas, nalguns casos... Enfim, é mera opinião! :D

      Beijocas!

      Eliminar
    2. Anónimo8/11/2012

      Referia-me ao tamanho da imagem que deixaste e não à quantidade de fotos na montagem.
      Como está muito bonita, poderias tê-la posto em tamanho maior. Só isso.:))
      As minhas montagens são feitas com muito cuidado, também. Os cortes são os que eu quero que sejam.:))

      beijocas e muita brincadeira

      Quanto ao resto, claro que é!:)
      Nina

      Eliminar
  5. É das coisas que mais me assustam, quando alguém aproveita um "tudo bem?" de circunstância para desfiar os males que o apoquenta. Não seria melhor fazerem isso com quem possa realmente importar-se? ;)

    Beijoca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, apanhar um chato desses pela frente não costuma ser nada agradável, RAUF! :)))

      Beijocas!

      Eliminar
  6. É assim...Ele há pessoas que se comprazem quando os outros estão em baixo. E quando as pessoas dão a volta e estão bem, e felizes, é vê-los arranjar sarilhos ou desaparecer...Acontece tanto. Devia haver um estudo sobre isso.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que toda a gente tem problemas e contrariedades, SAFIRA, mas daí a andar a desfiá-los ao primeiro que apareça são outros 5 paus... Mas tens razão, também há aqueles que se comprazem com as desgraças alheias. Vidinhas tristes, é no que dá... :)

      Beijocas!

      Eliminar
  7. Não percebo como é que algumas pessoas gostam tanto de andar sempre macambúzias, mas há muitas, muitas assim.Que disparate!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não percebo, GRAÇA! Não se pode andar sempre de tacha arreganhada, mas com permanente cara de enterro, pois, só dá vontade de fugir... :)

      Eliminar
  8. Esqueci-me de dizer que o conjunto das fotografias está lindo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada e beijocas, Graça! :D

      Eliminar
  9. 12 in 1! Muito bem! Boa montagem.

    Essa parece resposta à americana/canadiana! São quase todos otimistas nas suas respostas. : )
    Bom fim de semana, Teté!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, CATARINA! :D

      Ainda existe nesta terra muita gente com espírito de fado (no pior sentido!), mas suponho que até tem melhorado muito nos últimos anos. A pergunta não deixa de ser uma forma de cumprimento habitual, mas ainda há quem espere uma lista de queixumes em resposta... :)

      Abraço!

      Eliminar
  10. Tento fazer o mesmo no "ematejoca azul": os meus problemas ficam de fora, porque os meus leitores não têm culpa nenhuma...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se todos viessem para aqui debitar as suas maleitas e contrariedades, EMATEJOCA, a blogosfera virava um tédio! :)

      Obviamente, não quer dizer que de vez em quando não saia uma indignação ou desabafo, mas cada um é que sabe a medida do que prefere publicar ou manter em privado! ;)

      Saudações para Dusseldorf!

      Eliminar
  11. Da próxima vez começo a ler os posts atrasados a partir do fim:-)))
    É verdade que não costumo queixar-me das minha maleitas bnem no me blog, nem nos dos outros mas logo hoje, por azar, o meu primeiro comentário aqui foi a queixar-me da minha vesícula. É preciso ter azar!
    E como chego atrasado para lhe desejar um bom fds, desejo-lhe uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  12. Ó CARLOS, mas uma vez por outra todos temos um desabafo, o que é muito diferente de estar à espera do rol de infortúnios e maleitas quando se pergunta "Tudo nem?" a uma pessoa que vemos esporadicamente... que é mais um tratamento simpático e de reconhecimento. Ainda por cima quando a mulher está a atender a clientela... :))

    As melhoras da sua vesícula e boa semana para si!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)