terça-feira, 14 de agosto de 2012

O POSTAL... E OS MARCADORES!

Em tempos idos, sempre que ia de férias munia-me de papel de carta e envelopes, selos, comprava uns postais de caminho e escrevia aos familiares e amigos mais próximos. A bastantes, o trabalho de escrita era diário, para as avós do filhote ainda enviava algumas fotografias, reveladas num fotógrafo local. Mas a correspondência era relativa, eu escrevia e eles telefonavam a agradecer. Batatas! Só pretendia um postal de volta, quando eles (também) estivessem de férias, não era questão de agradecimentos...

Quando a minha própria mãe começou a trazer uns postais das suas férias, entregues em mão quando regressava a casa, desconfiei que tinha sido ultrapassada no tempo. Quer dizer, uns telefonavam e ela -colecionadora de postais de longos anos! - julgava que só me interessavam as paisagens por onde tinha passado? De redução em redução, acabei só a conversar "postalmente" com uma amiga, a única que me envia postais quando está de férias, tal como faço para ela - e, provavelmente, até falhei com uma amiga bloguista (e não só!), que me enviou dois em tempos, aos quais não correspondi. Escaldada, é no que dá: perdi o hábito de os escrever... e os CTT também não ajudam nada! (nem sei o preço dos selos atuais!)

Bom, mas esta semana tive a alegria de receber o postal da minha amiga. Que por acaso chegou depois de a ter encontrado (enviado de Sitges, perto de Barcelona, uma semana e tal atrás - para não se dizer que só cá é que os correios funcionam mal!), num jantarito cá em casa e ainda ter recebido de presente dois marcadores de livros! E não foi a única a oferecer-me marcadores, que a B. também trouxe alguns das Américas e doutros sítios por onde passou.

Isto de não ter gostos luxuosos, tem as suas vantagens! Se fosse "vidrada" em carros topo de gama, jóias caras ou roupas da marca XPTO, ninguém se lembrava da minha coleção de marcadores de livros...

TENHAM UM BOM FERIADO!

22 comentários:

  1. Eu tenho saudades desse tempo em que ainda escrevia, enviava e recebia postais... mas a coisa caiu mesmo em desuso :(
    Bonitos esses marcadores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caiu em desuso, LUISA, mas ainda gosto tanto de enviar e receber... :)

      Também adorei os marcadores... como se nota! :D

      Eliminar
  2. Posso assinar por baixo? Só com uma diferença: é que em vez de telefonar, envio postais das minhas viagens, rrss

    Mas raramente me enviam , o que é uma pena...pois acho tão bonito escrever!

    Bom friadao para ti também e vive-o bem, que é o derradeiro.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Telefonar não telefono (exceto à minha mãe), SÃO, a função do postal era essa mesmo: lembrar as pessoas mais próximas que nos lembramos delas, até em tempo de férias, com uma mensagem curta... :)))

      Mas lá que é pena, é! :D

      Abraço e aproveita também!


      Eliminar
  3. Gosto tanto de receber postais, lembro-me que antigamente sempre que ia de férias enviava postais para os familiares e amigos, é uma pena ter caído em desuso, mas muitas vezes o que faço é enviar para mim mesma um postal quando vou para outras paragens, sei que é uma estupidez mas eu gosto :)

    Bom feriado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, RAINHA, dessa nunca me lembrei! Mas por vezes compro alguns que trago na bagagem... :)))

      Aproveita bem o feriadão e as férias! :D

      Eliminar
  4. Tenho imensos marcadores, uns que vem junto com os outros, outros que peço aos livreiros, outros que roubo quando vou à FNAC. Felizmente não tenho comprado livros nos ultimos meses, mas gosto de nunca repetir um marcador, aquando de uma leitura nova.
    Sou 1 coleccionador de marcadores por obrigação ou tara, não por gosto.
    Agora esse marcador em forma de figura humana é um mimo! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O marcador da boneca é do hospital das bonecas, na Praça da Figueira, que foi fundado em 1830, MIGUEL, e tem uma pequena história no verso a relatar os seus primórdios. Uma delícia, mesmo! :)))

      A coleção de marcadores é mesmo feita com gosto, mas nunca os consigo contabilizar todos: conto-os e tal, mas depois descubro que estão mais uns quantos a marcar páginas de livros... :D

      Eliminar
  5. Os Ctt até nem têm encarecido muito, Teté. Acho é que há coisas que cairam um pouco em desuso, ultrapassadas pelas novas tecnologias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando entrei num posto de correio algarvio, era para perguntar se o selo de 32 cêntimos ainda dava para o correio nacional, VIC, mas como a fila estava até à porta, dei meia volta. Acabei por confirmar numa lojinha que também os vendia... :)))

      Eliminar
  6. Verdade, Teté.
    Tens gostos de menina modesta.:)
    Quanto à correspondência, que saudades tenho dos tempos em que me correspondia durante o verão com amigas da escola!
    O que eu escrevia!
    Agora, raramente recebo um postal (também os não mando!), à exceção de uma ex-aluna e amiga.:))

    beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com amigas de escola também me correspondia todas as férias, NINA, mas a partir de certa altura também foi rareando, ainda não existindo telemóveis ou mails... São fases da vida, também! :)))

      Tal como eu, ainda encontras uma resistente! :D

      Beijocas

      Eliminar
  7. Também já não escrevo, nem quando estou em férias, nem quando não estou em férias.
    Não escrevo desde uma vez que me disseram:
    -É pá, escreveste-me porquê? Não tinha telefone lá onde estavas?
    Pensando bem...

    Agora colecções tenho diversas, quer materiais, quer das outras.
    materiais: isqueiros (mesmo não fumando), berlindes, moedas, livros incluindo BD (também se pode considerar uma colecção né?) notas antigas (poucas, evidentemente), etc.
    outras: automóveis de grande cilindrada, iates, palacetes em Sintra, chateaux en France, etc. tudo na minha imaginação o que é bom porque não me dão despesas nem necessitam de investimentos!

    Beijokas com sorrisos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah, KOK, o que me ri com as tuas coleções materiais... ou de sonhos! :)

      Sabes que nunca me considerei uma colecionadora, até ao dia em que contabilizei (quer dizer, foi aqui a 'cara metade' que o fez!) todos os livros? Não me lembro do número ao certo, mas já eram mais de mil, sem contar com os de estudo e os do filhote - esses sim, mais de BD! E depois comecei a ver os marcadores, os frascos de perfume, os imãs no frigorífico, etc. e tal de descobri que afinal era uma colecionadora nata! Às vezes conseguimos surpreender-nos a nós próprios... :)))

      Curioso é que, à exceção dos últimos anos, nunca tinha telefone nas casas de férias. E o telemóvel também ficava desligado. Mas pronto, a função do postal era só dar um olá... ;)

      Beijokas (muito) sorridentes para ti!

      Eliminar
  8. Eu tenho imensos postais, enviava e recebia, quando gostava muito de alguns que enviava para amigos e familiares comprava um igual e mandava para mim própria...a contar o que estava a fazer no momento, mandava beijinhos e tudo eheheheh...e tal como a Rainha, ainda tenho esse hábito quando viajo, mas agora só para mim, pelo menos em férias.

    Ainda hoje envio postais de aniversário ou de boas festas...e nunca dou uma prenda de aniversário sem um postal com alguma coisinha escrita.

    Marcadores também tenho muitos...a propósito de marcadores, é agora que me vais dar o do laçinho colilosa??? Óvi um SIM? (assobiando)

    Queres que eu te mande um postal quando for de férias??? Eu mando.

    O último selo que comprei acho que custou 38 cêntimos, não lembro bem...

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ouviste SIM nenhum, MARIA, que o do lacinho colilosa foi-me oferecido e não o dou a ninguém... Bora lá ver quem assobia mais alto? :)))

      Já vi que perdi anos e anos de envio de postais para mim própria, que foi ideia que nunca me passou pela cabeça. Agora que às vezes compro um que gosto e trago na bagagem, também é verdade... :D

      Por acaso também houve um tempo em que juntava sempre um postalzinho à prenda, mas até essa perdi! :S

      Se quero que me mandes um postal? Isso pergunta-se? Claro que sim! E para não te esqueceres, mais logo envio-te a morada. Isto porque agora já é um cadinho tarde... :)))

      O selo para postais (se não aumentou entretanto) custa 32 cêntimos!

      Beijocas :)

      Eliminar
  9. Os últimos postais que recebi, se bem me lembro, foram aqueles que os leitores do CR me enviaram, quando fiz o passatempo postais de férias:-) Mas às vezes ainda os vou escrevendo e recebo algumas cartas.
    A propósito: a resposta à pergunta que me faz no On the rocks e a que responderei daqui a pouco, é mesmo Praças ( estilo Terreiro do Paço). Foi bom ter-me feito essa pergunta, mas na resposta que lá lhe deixarei, explicarei porquê.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cartas por aqui é zero, CARLOS! Até as de contas para pagar agora chegam maioritariamente por mail, mas dessas ainda recebo uma ou outra... embora, obviamente, não fosse isso que estivesse a referir! :)

      Então vou aguardar pela sua resposta, mas penso já ter percebido o essencial: o que fotografar! :D

      Eliminar
  10. Este ano comprei 4 postais. Vou iniciar a minha coleção de postais ilustrados. Dos poucos que tinha... nem sei onde estão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dos últimos anos guardei todos, CATARINA! Agora da adolescência e tal, não sei onde param, provavelmente na coleção da minha mãe... :))

      Eliminar
  11. Também tenho imensos marcadores, quanto a postais andam por aí numa caixa...do meu tempo de menina e moça quando fazia colecção de tudo...selos, caixas de fósforos, dedais, chaveninhas...etc!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca me considerei uma colecionadora, ROSA, até contabilizar os livros que tinha. E depois os marcadores de livros, os imãs do frigorífico, os frascos de perfume... e de repente reparei que era uma colecionadora nata! :)

      Dos tempos de adolescente só tenho um álbumzito de selos! :D

      Abraço

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)