domingo, 14 de agosto de 2011

METRO E MEIO

Perdi a conta aos anos que passaram desde a última vez que saí num Sábado à noite, para ir beber um copo, ouvir música e conversar. A dois, tal como nos tempos de namoro! Desta vez proporcionou-se, com a família e amigos de férias ou de fim de semana prolongado, entre o ir e o voltar. O bar que escolhemos foi um daqueles que recordávamos pelo seu ambiente acolhedor, longe do bulício das zonas mais movimentadas das noites lisboetas - o "Metro e meio"! 
O piano permaneceu mudo, o que foi pena, mas já se sabe que nesta altura do ano a debandada de Lisboa é geral e os pianistas também têm direito à vida. Ou a férias. Ou a contratos sazonais mais rentáveis. Ou tudo isso em conjunto. O bar estava calmo e sossegado, com meia dúzia de mesas ocupadas, a conversa fluiu como sempre. No final, pagámos a conta no balcão em U, onde havia uma televisão que estava a exibir os últimos minutos do jogo de sub-20 entre Portugal e a Argentina, empatados a zero. Não ligo muito a bola, mas o maridão ficou logo atento...
No regresso a casa, como leitor habitual de jornais desportivos, explicou-me que a equipa estava a disputar os quartos de final do campeonato do mundo, que têm escrito "cobras e lagartos" sobre ela, nomeadamente que os jogadores são "coxos" e que o treinador "não presta para nada". Em resumo. E é isto que nem eu nem ele entendemos: porque é que em vez de apoiar a equipa portuguesa, que afinal de contas é uma rapaziada com cerca de 19 anos ou coisa, que certamente cometerá os seus erros, a malta prefere logo dizer mal e criticar? Mentalidade mesquinha, é o que é!
Os rapazes ("coxinhos", coitadinhos!) lá conseguiram passar às meias-finais, já na fase das grandes penalidades. Garantido é que os "críticos" vão embandeirar todos em arco, como se tivessem comido muito queijo...
O "programinha" a dois, está claro, será para repetir numa próxima oportunidade, assegurando que nessa haja música ao vivo!
 
Imagem da net.

13 comentários:

  1. Love is in the air. E vi o jogo e apoiei a NOSSA seleção! :)

    ResponderEliminar
  2. Boa, Teté ! Grande maridão !... sabem ainda melhor umas saídas assim de longe a longe ! Deste-me uma boa ideia para "surpreender" a minha Lena ! :))
    O nosso mal é que desabituados que ficamos dessas coisas entramos na pasmaceira e isso é mau ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  3. Uma noite calma e agradável, pelos vistos.
    A tendência é para criticar primeiro. Quando visito os blogues de cariz mais política apenos leio criticas. Ora, de certeza, que haverá um ou outro político que desempenha as suas funções com honestidade e dedicação mas desse(s) não oiço falar.

    ResponderEliminar
  4. Boa Teté! Programas a dois sabem sempre bem :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. E todos devíamos apoiar, VITOR! For better or for worst... :D

    ResponderEliminar
  6. Pois, primeiro é porque os miúdos são pequenos, depois porque se instalam outras rotinas e pronto, RUI, estamos na pasmaceira! Mas há que tentar dar a volta à história de vez em quando, que sabe lindamente... :))

    ResponderEliminar
  7. O problema não é que não existam políticos esforçados e empenhados, nomeadamente em autarquias, CATARINA. Não sei se aqui se em comentário até referi que o presidente da Câmara de Portimão me parece ter feito um bom trabalho para dinamizar a sua cidade, nos últimos anos, com resultados à vista! :D

    Mas esta pandilha governativa instalada no poder há mais de 35 anos também me irrita, que o que sabem fazer quando chegam ao poleiro é trocar os boys dos grandes jobs - não por pessoas competentes, mas por apaniguados e correlegionários seus! E assim é difícil ir para a frente... :P

    Mas entender o descontentamento à rapaziada que joga à bola, já me parece um exagero! Nem estes putos têm os ordenados milionários dos craques... :)

    ResponderEliminar
  8. Claro que sabem, ISIS! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  9. O Metro e Meio é um ex-libris de Lisboa, que conheço praticamente desde a sua abertura, quando também eu tinha um bar em Lisboa, por baixo do Ad Lib ( O Piccollo). Frequento-o amiúde no Inverno,porque a localização é ideal para encontros de fim de tarde. Longe vão os tempos em qeu se fazia fila para lá entrar. Mas saudades, saudades, tenho eu de um outro bar que havia na 5 de Outubro- o Baldaquino- propiedade de uns amigos, entre os quais o Mário Zambujal.

    ResponderEliminar
  10. Fui lá várias vezes noutros tempos, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, bem sei que se tinha de chegar cedo para não ficar na fila... Ao Ad Lib nem por isso e os que refere não me lembro. Mas ando (andamos) tão fora de moda dos bares actuais, que aquele foi a escolha óbvia... :D

    ResponderEliminar
  11. viu-se os "coxos" que eles eram. dos 3 melhores jogadores, 2 foram portugueses e, além deles, tivemos o melhor guarda-redes e, perdendo bem porque marcámos menos, teríamos sido justos vencedores. agora vê-se, precisamente, o queijo que andaram a comer os comentadores que endeusam quem esmordaçaram antes... o normal, portanto

    ResponderEliminar
  12. Pois foi, dias depois, quando passaram à final, até lhes chamaram de "nova geração de ouro", MOYLITO! É preciso ter lata e... comer muito queijo! :P

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)