domingo, 2 de junho de 2013

LISBOA EM FESTA - 2013

Junho é o mês das festas populares e em Lisboa decorrem várias atividades recreativas e culturais, a par dos tradicionais arraiais nos diferentes bairros. Com início marcado para as 19h30m de ontem, no Rossio, com toda a pompa e circunstância... mas já lá vou!

Como já referi anteriormente, também havia a manifestação contra Troika e a austeridade, essa marcada para as 16h em Entrecampos, que depois percorreria a avenida da República - com paragem obrigatória em frente à sede do FMI em Portugal - e seguiria para a alameda D. Afonso Henriques. Há pernas para tanta caminhada pelas ruas da cidade, quando se quer ir  todas? Haverá, mas não são as minhas...

Carripana estacionada próximo da Gulbenkian (um bambúrrio!) e toca de atravessar os jardins. Onde  igualmente se festejava, mas desta vez o Dia da Criança, com uma espécie de 'pedi-paper' que requeria a participação da miuçalha em diversas brincadeiras.

- Oh, Constança, se tu me foges outra vez... - a mulher nem concretizou a "ameaça", que a miúda já tinha fugido.

Enfim, uma animação pegada por tudo o que era canto do jardim, bom de ver que no regresso por ali não haveria descanso ao ar livre, entre os dois eventos. Mas compensou ver tantas crianças felizes e entusiasmadas com a iniciativa!

Em frente à sede do FMI já se encontravam umas dezenas de manifestantes: aqui o entusiasmo e empenho eram outros e vigiados de perto pelas forças policiais - as presentes no local e outras, de choque, meio a dormitar na carrinha que encontrámos no percurso, já que a manifestação em si tardava em passar. Não passou enquanto por ali cirandámos, nem se via de longe, já passava das cinco da tarde.  Portanto, o nosso protesto não passou de uma vontade de sermos solidários com o movimento "Que se lixe a Troika" e o restante povo manifestante.

Meia volta volver, rumo ao miradouro de São Pedro de Alcântara, com uma breve pausa numa esplanada e  uma imperial, para recuperar energia para a etapa seguinte.

O elevador da Glória (que a bem dizer são dois funiculares, que funcionam em sincronia e ligam a praça dos Restauradores ao Bairro Alto) despiu a habitual capa amarela e vestiu-se de "azulejos", em traje de festa junina. Lindo! Foi só apanhar (e pagar, que isto de festas gratuitas tem que se lhe diga!) e descer...

No Rossio a festa começou atempadamente, segundo o tema "PIGS" e com a participação de vários grupos voluntários de canto, dança e de capoeira, por exemplo, sendo estes últimos os primeiros a inaugurar as festividades. Tendinhas de comes e bebes com movimento q.b., se bem que duvidoso que acompanhassem as 7 horas de espetáculos anunciadas. Dúvida lógica, para quem tanto calcorreou pelas ruas citadinas e regressa a casa muito antes do final...

Já o crepúsculo pairava sobre Lisboa, o cansaço falava mais alto. Mas não houve arrependimentos por amar mais a terra que nos viu nascer, do que detestar os tipos da Troika...

post-scritpum - este blogue não é um diário! (faria se fosse...)

20 comentários:

  1. Eheheh...uma caminhada assim faz sempre bem. Ãh? não é para as tuas pernas....pois, já percebi. Os outros que andem. Tu levas a máquina...

    Ainda bem que não é um Diário, se fosse tinhas que contar como é que estavas cansada se não andaste nada :)))

    E agora nas festas, não te esqueças das sardinhas que precisas de energia para essas "correrias" todas :))

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso não me importo de caminhar, JP, o chato é o ritmo das manifestações ser tão lento, por vezes quase a dar para o parado. E o percurso era longo demais, no meu entender - ou porque é que julgas que tanta gente o encurtou e se reuniu em frente da sede do FMI, para partir dali? Pelo menos para quem ainda queria dar uma voltinha pela baixa lisboeta. :)

      De uma coisa podes ter a certeza: aquele provérbio do "quem corre por gosto não cansa" é uma treta! Cansa sim, embora se possa estar feliz com o resultado! :D

      Não sei se conheces bem Lisboa ou se te limitaste a ver no mapa as distâncias. O que te garanto é que no mapa são muito mais próximas! :)))

      Quanto às sardinhas, espero que não faltem! Adoro...

      Beijocas!

      Eliminar
  2. Gostei tanto deste passeio!
    E o elétrico em tons bem nossos? Tão bonito!
    Por cá também comemoramos os santos populares: primeiro Sto. António, com um convívio na aldeia e depois S.João e os seus martelinhos.:)
    beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui durante todos os fins de semana de junho há arraiais, NINA, sendo o maior festejo o de santo António, claro, mas também no S. João e o S. Pedro - que este ano calham ao fim de semana, mas se não calhassem seriam igualmente festejados! :)

      Adorei as novas "vestes" dos funiculares, que realmente parecem os antigos eléctricos em tons de azulejos! Os elétricos que ainda restam não sei se mudaram de farpela, mas duvido...

      Obrigada e beijocas!

      Eliminar
  3. Lisboa é sempre linda!

    Seria boa ideia manter o "elevador " da Glória com este aspecto( os bilhetes são caros e ainda , por cima, ´são obrigatoriamente de ida e volta!)

    ESpero que entre o comentário, pois para abrir levou tempo.

    Bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, SÃO! :)

      Também achei os bilhetes caríssimos, mas sabes há quantos anos não me metia num destes elevadores? Nem eu sei, que não me lembro qual foi a última vez que usei este ou os outros... :D

      Beijocas e boa semana para ti!

      Eliminar
  4. Lisboa teve entretenimento para todos os gostos. Que rico passeio. Tens a semana toda para descansares.

    Mais uma vez confirmo que não necessito de ter a RTPi ou a Sic aqui em casa. Fico informada lendo o teu blogue. : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, CATARINA! Entretenimentos não faltaram, nem vão faltar durante o mês de junho... :)))

      Desconfio é que o descanso não vai ser muito! ;)

      A "blogo-informação" é muito relativa. E subjetiva, também! :D

      Eliminar
  5. Com um passeio destes está desculpada de qualquer falta anti-troika. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, LUISA, de um modo geral, sou mais passeante que manifestante... :)

      Eliminar
  6. Lindoooooooooooo...amei :)))

    Como dizem os pregões das marchas populares "A nossa Lisboa é lindaaaaaaaaa "

    Beijinho de uma alfacinha para outra alfacinha :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É lindaaaaaaaa mesmo, MARIA! :)))

      Beijocas aqui da alface! :)

      Eliminar
  7. Isto sim é a minha cidade! E eu aqui tão longe!...

    Obrigada pela reportagem. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a nossa cidade, sempre fervilhante de movimento, GRAÇA! Felizmente, que isto de andar sempre a carpir mágoas também tem os seus limites... :)

      Obrigada e beijocas!

      Eliminar
  8. Teté, Esteve um dia lindo e foi muito bem recheado!
    Acho o elevador fantástico.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, PAPOILA!

      As novas "vestes" dos elevadores estão fantásticas mesmo! :)

      xxx

      Eliminar
  9. Palpita-me que ontem nos devemos ter cruzado, Teté.
    Às 17h15m estava eu junto à sede do FMi ( a partida da manif estava marcada para as 17 em Entrecampos) e dali fiz o caminho até à Alameda. Depois desci a Alm Reis, tomei uma bebida no Martim Moniz e lá fui até ao Rossio. Como a fomeca começou a apertar fui comer uma tapas à praça da Figueira ( era fds de produtos regionais) e depois fui até ao Cais do Sodré. Última etapa no Terreiro do Paço, era já quase meia noite, para beber um copo. Rapidinho, porque o último metro é à 1 da manhã e não me apetecia regressar a casa a pé.
    Este mês é uma animação.
    Bjkas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito provável, CARLOS! :)

      Não fazia ideia é que a manif só saía às 17 horas de Entrecampos, que não vi isso escrito em lado nenhum, sabia que a concentração era às 16 horas. Portanto, estranhei não ver sinais de manifestantes, nem de longe. Mesmo assim fiquei com a ideia que falhou ali qualquer coisa na organização: um percurso demasiado longo e nem sabia desse compasso de espera entre as 16 e as 17, mas também considero excessivo. Imagino que não seja fácil organizar, mas se as pessoas estão desinformadas, a coisa não corre tão bem. Se tivesse ido diretamente para a Alameda, por exemplo, estaria por lá por volta das 18 horas e é óbvio que me tinha ido embora antes de ver a chegada da manifestação... ;)

      Já seriam umas 8 e tal quando também comemos uma sandosca numa roulote dessas no Rossio. Deliciosa, por sinal! Ao circuito das tapas é que falhei em toda a linha. Com muita pena minha, já que adoro tapas... :D

      Beijocas e que haja animação!

      Eliminar
  10. O funicular está lindissimo! Junho é um mês que gosto muito por tudo a azáfama e pelo espreitar do Verão :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoro o mês de junho, POPPY! Pelas festas, pela animação de início de verão, pela praia que já nos começa a piscar o olho... :)

      Também adorei os funiculares! :D

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)