terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

ESTE LUGAR É MEU!

Bem me apetecia que fosse, assim um lugarzinho à beira-mar, em tempo de férias, mas por enquanto essa é apenas uma doce ilusão, o caso é outro...
Uma tarde destas fui ao cinema com a minha mãe (o filme não era grande coisa, portanto ficará para outro post), num pequeno centro comercial longe das salas mais movimentadas do centro da cidade, escusado será dizer que havia muito pouca gente a assistir à sessão, nem os lugares eram marcados.
Fomos as primeiras a entrar, como quase sempre escolhi uma coxia na última fila, mas a minha mãe ainda estava hesitante e foi andando mais para a frente. A sala vazia, eu postada nas cadeiras que escolhera, a minha mãe a voltar para trás e oiço atrás de mim uma voz:
- A senhora deixa-me passar?
Olhei para a mulher intrigada, porque espaço era o que não faltava e o filme só começava uns 10 minutos depois, mas esperei que a minha mãe tirasse o casaco e se sentasse na cadeira ao meu lado. Preparava-me para me sentar também, quando a criatura exclamou com alguma desolação:
- Ah, esse lugar era meu!
Nem lhe respondi, mas o meu olhar de se-és-maluca-o-melhor-é-ires-tratar-te deve ter sido suficientemente elucidativo, que ela acrescentou, como se me desse uma grande benesse:
- Não faz mal, vou para o outro lado!
E lá saiu apressada, para ocupar "o outro" lugar dela, no outro extremo da mesma fila...

Imagem da net.

20 comentários:

  1. tu nem lhe perguntaste se ela queria colo? ~xc

    ResponderEliminar
  2. vai fazer uma férias às Manga del mar Menor, ao pé de Murcia ou Cartagena e podes colocar as cadeiras dentro de água. Leva um tricô e ... Vais gostar.

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Coitada da senhora... queria companhia porque deve ter medo de estar sozinha nouma sala de cinema.

    ResponderEliminar
  4. ESTE LUGAR É MEU!
    Li este teu post hoje de manhã, e pensei que essa senhora podia ter sido eu. Há APENAS uma pequena diferença eu nunca diria a ninguém ~ esse lugar é meu!
    Estou acostumada a sentar-me na última fila no centro, e quase me sinto dona do lugar, felizmente apanho-o sempre, porque sou super pontual.
    O que me aborrece, é quando vélhinhas e mesmo vélhinhos, se sentam junto a mim no eléctrico, autocarro ou combóio, mesmo com outros lugares vagos e começam a conversar comigo. Sou simpática, embora chateada, porque penso, vá chegar o dia em que és tu a fazer o mesmo.

    Se encontrares o Zé das galinhas, dá-lhe um abraço meu!

    ResponderEliminar
  5. Eu só digo que "É preciso ter lata" ou,... estar senil ! rsrsrs
    Fazer um tipo de observação dessas é de bradar aos céus !
    .

    ResponderEliminar
  6. Se fosse cá era bem capaz de levar com esta: Olhe minha senhora, quem vai o mar perde o lugar!

    ResponderEliminar
  7. Há gente tonta em todo o lado. Ou a precisar de atenção!
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Há coisas que a gente não consegue entender. E há pessoas muito complicadas. Até conseguem arranjar problemas onde eles não existem.
    Até tiveste sorte em não teres sido obrigada a mudar de lugar.
    Como ir ao cinema é uma coisa que "raramente" fazes, ficaste com uma estória para contar.
    Beijinho Tété

    ResponderEliminar
  9. Não, não perguntei, VÍCIO! Para além de ter mais ou menos a mesma idade que eu, era assim a dar para o "forte"... ~xc

    ResponderEliminar
  10. Obrigada pela indicação da localidade, ZÉ DO CANITO... mas tricô?!? Dispenso! :))

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  11. Coitada! E eu que não a entendi, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA... :))

    ResponderEliminar
  12. Oh, EMATEJOCA, também prefiro aquele lugar, mas se estiver ocupado sento-me noutro, não é? E não, esta não era velhinha, teria mais ou menos a minha idade... :D

    Por princípio respondo delicadamente se falam comigo, mas não dou troco. Mas também detesto que se sentem mesmo ao meu lado, quando há lugares suficientes para não ficarmos "ao molho"...

    O Zé das galinhas "desapareceu em combate", como bem sabes, depois de uns fugazes tempos de fama! :)

    ResponderEliminar
  13. Cá pra mim foi mais lata que outra coisa, RUI, que era uma mulher de meia idade... Talvez a ver se pegava?!? Bateu a má porta! :D

    ResponderEliminar
  14. Eheheh, PAULOFSKI, isso teria respondido eu quando andava na primária... Preferi deixar sem resposta! :e

    ResponderEliminar
  15. Ou a lançar o isco a ver se pega, TERESA? Enfim, não deu certo... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  16. Bom, se tivesse ar de louca, talvez lhe tivesse cedido o "lugar dela", LOPESCA! :D

    ResponderEliminar
  17. Há gente complicada, mesmo, KIM! Mas porque é que seria obrigada a ceder o lugar onde me ia sentar, numa sala vazia? Não tenho muita pachorra para gente destrambelhada, sabes? :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  18. já tive uma vez um stress com os lugares no cinema, mas com sala quase cheia e lugares marcados. vi o filme na mesma, noutro sítio e deixei lá reclamaçãozinha no respectivo livro. enfim... eu sou um gajo que não se mete em chatices mas dessa vez vi a coisa mal parada. agora numa sala vazia, sem lugares marcados... no comments :)

    ResponderEliminar
  19. Pois, mas nessas coisas de salas cheias há sempre um espertalhão que embica com o lugar dele e troca, e depois já não dá para outros se sentarem, MOYLITO! Nunca me aconteceu pessoalmente, mas já vi confusões dessas nas salas... :e

    De qualquer forma também reclamava, logicamente, se acabasse sentada noutro lugar diferente do que me fora atribuído inicialmente!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)