quarta-feira, 25 de março de 2009

O MOCHO E A COTOVIA

Fotografia de Ian Britton

Existem aves de todas as cores e feitios, com hábitos muito diferenciados, nomeadamente no que toca às suas horas de sono - umas são nocturnas, outras diurnas. Ninguém se lembra de as recriminar por algo que pertence à sua natureza. Os seres humanos também têm os seus próprios ritmos, mas aí já há uma certa tendência maniqueísta de medir todos pela mesma bitola: os bons são os de "deitar cedo e cedo erguer", os maus todos os que "vagueiam" na noite sem dormir...

Por razões várias, considero-me uma noctívaga desde nascença. Em troca de mails e por brincadeira, uma amiga chamava-me de mocho e eu a ela de cotovia, dado os horários díspares em que respondíamos uma à outra. Mais recentemente li uma conversa blogosférica semelhante, identificando as mesmas duas aves! "Ah, não pode ser coincidência!" - pensei.

Daí até pesquisar o porquê da referência foi um passo! E se Shakespeare escolhe o canto da cotovia para anunciar o dia, em "Romeu e Julieta" - obra que nunca li, embora tenha visto em peças teatrais televisivas - Victor Hugo serve-se dessa comparação em "Os Miseráveis", para retratar a vivência de um velho fugitivo das malhas implacáveis de um policial, que acolhe uma menina órfã e maltratada. Li o livro (em seis volumes) há tantos anos, lembro-me do essencial da história, não dos pormenores!

Perceber é bom...



... não nos enganarmos a nós próprios e aos outros ainda melhor!

29 comentários:

  1. Uma bonita associação e literária e tudo :)))

    ResponderEliminar
  2. Odeio, odeio, odeio ser coruja!

    É hereditário, a minha mãe também já o era - nunca vi a minha mãe ao pequeno almoço - a Vanessa também o é. SÓ ___ que nenhuma delas se importou com o facto, enquanto eu, que embora não seja tão coruja como elas ___ quero ser à força cotovia.

    (Acto III, cena V.)

    JULIETA: Por que partir tão cedo? inda vem longe o dia... Ouves? é o rouxinol. Não é da cotovia.
    Esta encantada voz. Repara, meu amor: Quem canta é o rouxinol na romãzeira em flor.
    Toda a noite essa voz, que te feriu o ouvido,
    Povoa a solidão como um longo gemido.
    Abracemo-nos! fica! inda vem longe o sol! Não canta a cotovia: é a voz do rouxinol!

    Uma das cenas mais famosas da literatura clássica ____ só que aqui não há lugar para corujas, mas sim para o rouxinol _______

    A corujinha de Düsseldorf deseja-te um dia feliz, Teté!

    ResponderEliminar
  3. Sempre fui mais cotovia (não é que considerasse isso bom, simplesmente gosto de madrugar) mas ultimamente estou a virar um híbrido de mocho e cotovia que nem sei no que vai dar... (`_^) Nem as cotovias estão acordadas quando saio eu da cama, he!

    ResponderEliminar
  4. ... maus todos os que "vagueiam" na noite sem dormir... É claro! Não sei de onde vêem as dúvidas e a mala consciência :)

    ResponderEliminar
  5. Eu se fosse associado a uma ave só poderia ser um urubu... :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  6. Porque gosto do nome, nada de pensamentos estranhos, ok?

    ResponderEliminar
  7. vai existir sempre uma comparação feita entre os humanos e os animais!
    até eu "adoptei" o lobo!

    pena que existam muitas hienas!

    (há uns tempos estive com uma ave dessas na mão porque tinha ficado presa e eu fui solta-la.
    Adorei! nunca tinha visto a beleza delas tão de perto! mesmo lindas!)

    ResponderEliminar
  8. Pois eu sou mais cotovia....

    Mas se fosse uma ave gostava de ser um pirriquito.....pela alegria e cores.

    Beijokitas

    ResponderEliminar
  9. Shakespeare e Victor Hugo?

    São as novas contratações do Belenenses?

    ResponderEliminar
  10. Olá Teté

    Eu sempre fui cotovia, mas ando a transformar-me em mocho, morcego, sei lá que mais:)

    Quer me deite cedo ou tarde acordo sempre às 5 horas da manhã e acordo gralha. É o ritmo de cada um.

    Beijinhos da cotovia
    Isabel

    p.s. Infelizmente nunca poderei ser rouxinol, desafino que é de fugir.

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    Eu por natureza, sou sem duvida cotovia.
    Por imposições da vida sou coruja, morcego, cotovia...conforme os dias ...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  12. De dia também há os maus, assim como de noite há os bons!
    Beijinhos diurnos :)

    ResponderEliminar
  13. Pois... eu sou uma caturra não pelos hábitos de sono mas pelo feitio... espero que a maioria das pessoas não perceba nada de caturras para não ficarem logo de pé atrás!! lol

    adoro esta música

    ResponderEliminar
  14. rsrs:))

    Não me digam que o ar deste mocho não é cómico.

    Beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar
  15. "Não me digam que o ar deste mocho não é cómico."

    Não o acho cómico, mas sim lindo, já vim aqui espreitar várias vezes só para o ver.

    O que significa? rsrs:))

    ResponderEliminar
  16. Acho piada a este género de pesquisas, LOPESCA... :)))

    Já me habituei, EMATEJOCA, acho que não vale muito a pena remar contra a maré! Se é hereditário, não sei a quem saí, embora o meu filho também seja mais mocho... :)
    E li sim o resumo dessa cena na net, mas tal como referes aí teria de se contrapor o rouxinol à cotovia, daí supor que advém da obra de Victor Hugo!
    Um dia (e noite) feliz para ti também, Teté!

    Pois, SUN, lembro-me de referires que te levantas ainda de noite... a horas a que às vezes ainda não de deitei, eh, eh! (`_^)

    Dúvidas e má consciência nenhuma, CONDADO! Mas nem sonhas o interminável número de pessoas que criticam essa "anormalidade"... :)

    ResponderEliminar
  17. Noctívaga? Hummm... é por isso que os teus comentárioas são sempre tão tardios... Lol!
    Esta canção é fantástica!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  18. Urubu, RAFEIRITO? Ah, bom, se é só por causa do nome, OK! Mas olha que sendo aves necrófitas, têm importância na limpeza do ambiente... :D
    Beijocas!

    Também acho que são lindas, VÍCIO! Mas essa comparação entre humanos e animais é sempre um bocado falível, não é?
    De hienas quase ninguém gosta... :D

    É o que eu digo, PARISIENSE: só se fala em cotovias, mas também há piriquitos, canários, pardais que também são aves diurnas... :)
    Jinhos, nina!

    Por acaso neste caso não são, REI! Mas bem que podiam ser, dado os nomes cada vez mais estranhos dos jogadores de futebol (do Belenenses e não só)... :)))

    ResponderEliminar
  19. Somos duas, ISABEL: rouxinol é que não dá, dado o desafinanço, eh, eh, eh!
    Nunca tenho vontade de comer ou falar se acordo de manhã cedo. Aliás, hoje em dia durmo menos horas do que aqui há uns anos...
    Mas é isso mesmo: cada um tem o seu ritmo! :)
    Beijinhos!

    Pois, MJF, os horários (especialmente os laborais) que nos são impostos, condicionam um bom bocado os nossos próprios ritmos pessoas...
    Mas quanto a isso não há muito a fazer!
    Beijocas!

    São maneiras das pessoas, especialmente as mais velhas, encararem hábitos de vida diferentes dos delas, CAPRICCIO! Claro que maus e bons há em todo o lado... :)
    Beijinhos ao lusco-fusco!

    Ah, TERESA DURÃES, mas não sabes que as "tias" adoram as caturras? Tudo quanto lhes soe a animado é uma grande "caturreira"... :)))
    A música é óptima (e estava para ser dedicada à Inês, no aniversário, mas depois achei um bocado tristinha para festejo)!

    ResponderEliminar
  20. Também achei, ISABEL!
    rsrs é o mesmo que rssss, não? Tipo um rosnar baixinho de brincadeira? :D
    Beijinhos!

    Ah, mas esse é outro conto MAIKATZE, o da coruja que acha o mocho lindão! :D (aqui para nós, fartei-me de procurar na net, e não os distingo...)

    Tardios, MATCHBOX32?! Nem por isso, que depois de levar umas quantas bocas é raro fazer comentários depois da 1 da matina... :)))
    A canção é fantástica, mesmo!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  21. Umas mochos outras "galinhas". Não gozes sff. O meu pai tinha a mania de dizer que eu sou pior que as galinhas. Deito-me muito cedo!

    Beijo grande nina

    ResponderEliminar
  22. conheces a piada de como se chama o macho da cotovia? eu também não.

    [sorry uma quantidade enorme de vezes :D]

    ResponderEliminar
  23. Eu tentei ler "Romeu e Julieta", desisti, é demasiado chato... comparável a um romance de cordel, e provavelmente foi-o na altura em que ele escreveu a peça.

    Mas como "é bem" dizer bem do Abana a Pera, ng ousa dizer que aquilo é uma treta. Pois... Romeu e Julieta É UMA TRETA!

    enxofre

    ResponderEliminar
  24. Já tinha percebido que adoras a noite,porque comentas muitas vezes depois da meia-noite!
    Essa do deitar cedo e cedo erguer não é para mim...só o faço à semana porque sou obrigada!!

    beijos

    ResponderEliminar
  25. Eh, eh, eh, esse conceito de cedo é muito relativo, INÊS! Quando a minha mãe pergunta a que horas me deitei, muitas vezes respondo-lhe cedo... :)))
    Mas que poesia poderia existir entre o mocho e as galinhas?! E cada um é como é e mainada!!!
    Beijoca para ti!

    MOYLITO, não conheço essa piada, nem faço a menor ideia de quem possa ser o macho da cotovia... ;)

    O Abana a Pera teve a vantagem de dinamizar o teatro, DIABBA, isso ninguém lhe tira!
    Mas suponho que hoje pouca gente tem pachorra para ler "Romeu e Julieta", por muito clássico que seja: além de ser teatro, é "datado"...
    Beijoca enxofrada!

    Tu e muita gente, GATINHA!
    Quanto aos comentários (e ainda para mais ao fim de semana) pois, basta ir jantar fora ou coisa, para não me sentar aqui antes das onze e meia, meia noite... :)
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  26. Sempre fui muito coruja/mocho sei lá... mas em tudo! tsssss até enjoa!

    Também li que cada individuo deve seguir o seu ritmo natural.. se a vida lho permitir, evidentemente...

    Beijoooo :)

    ResponderEliminar
  27. É óbvio que nem sempre permite, TÁ-SE BEM!!

    Mas nem por isso o ritmo muda muito... :)))

    Beijoooca!

    ResponderEliminar
  28. A minha tendencia é para ser coruja, mas ultimamente isso tem vindo a mudar, porque a verdade é que adoro o sol lol.

    Raro é o dia em que me levanto antes das dez...mas tenho adormecido antes da meia noite, ahahahah.

    Mas é irritante como uns impoem os seus horarios aos outros.

    Adoro a musiquinha q aqui colocaste

    ResponderEliminar
  29. É irritante mesmo, VANI, quando as pessoas não entendem que os ritmos são diferentes e pretendem colocar todas na "maioria"! ;)

    É como nascer canhoto e impuserem a mão direita na aprendizagem...

    A canção é fenomenal! :D

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)