domingo, 18 de janeiro de 2009

A OUTRA LUZ DE BENJAMIN

Fotografia de Ian Britton

E se em vez de caminharmos todos na direcção da "luz do fim do túnel", surgisse alguém a percorrer esses passos de forma inversa, nascendo envelhecido e rejuvenescendo cada dia? A ideia não é nova, partiu de Mark Twain e foi desenvolvida num pequeno conto de 1922 por Scott Fitzgerald (que não li, a informação é da net).

Esse é o princípio base do último filme de David Fincher, "O Estranho Caso de Benjamin Button", que conta com um elenco de luxo: Brad Pitt, Cate Blanchett, Taraji B. Henson, Julia Ormond e Tilda Swinton, nos papéis de maior destaque. Como se não bastasse, Eric Roth assina o argumento (de parceria com Robin Swicord) deste drama fantástico. Quem é ele? O nome do argumentista de "Forrest Gump" e d' "O Encantador de Cavalos", entre várias outras películas não vos diz nada? O cinema tem essa fachada: na ribalta estão os actores e o realizador em primeiro plano, tende-se a esquecer que sem uma boa história não há qualquer realce a dar!

O filme começa em New Orleans, quando uma idosa hospitalizada pede à única filha que lhe leia um diário guardado dentro da sua maleta, num dia de tempestade. O mote consiste num relógio concebido para funcionar no sentido inverso dos ponteiros e vai contando cada tic-tac na vida de Benjamin, ao longo do século XX até ao alvorecer do XXI. Tal como esse tiquetaquear, ele vive num percurso contrário ao de todos que o rodeiam: enquanto os outros envelhecem, ele rejuvenesce! Com a consciência de ser diferente...

Segue o trailer legendado, para quem tiver curiosidade de espreitar:



A evolução da História e da música no século passado, o enredo misterioso e intrigante (a que não falta um "Rosebud" final) e a dupla de "Babel" contribuem para um delicioso e encantado momento de cinema.

ADOREI!!!

36 comentários:

  1. Tenho curiosidade em ir ver este filme. Ainda não arranjei um tempinho, mas espero que seja ainda esta semana! :)

    ResponderEliminar
  2. ouvi falar muito bem deste filme

    ResponderEliminar
  3. gostei do que li! podes mandar os bilhetes!

    ResponderEliminar
  4. Interessante, vou ver se o vejo no proximo fim de semana.

    Beijokitas

    ResponderEliminar
  5. Não confirmo nem desminto!

    :D

    ResponderEliminar
  6. Volto a dizer que vale muito a pena. É um conjunto de coisas positivas que realçam o que há de melhor até dentro de nós enquanto espectadores. É um filme que marca e que dá vontade de rever vezes sem conta (aliás...eu já cá o tenho em casa, mas mais tarde vou comprar em dvd quando sair!). Li a crítica no Expresso que é unânime em classificá-lo como uma das grandes apostas do cinema dos últimos tempos! Só podia mesmo.
    Aproveito para dizer que ontem acabei de ler o conto de Fitzgerald e de facto Eric Roth é o génio deste filme. Costumo gostar mais dos livros do que dos filmes mas desta vez sucedeu ao contrário. O conto é apenas o ponto de partida...a genialidade e a beleza e a criatividade estão todas lá no filme e no argumento!
    I rest my case!!

    ResponderEliminar
  7. Hummm... e vão 3 pessoas que me dizem que adoraram o filme...
    Mais dois dias já posso dizer se é bom ou não... (estamos em crise, tenho desculpa!) Lol!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  8. Tenho-o em casa para ver.

    ResponderEliminar
  9. Obrigada pelo prémio no post anterior. Peço desculpa pelo atraso, mas só de vir aqui a ler do muito que vais ao cinema... estou a ficar verde de inveja! (E pálida de não sair da casa, snif!)

    Beijoca

    ResponderEliminar
  10. Este é o primeiro a ver logo que me passe a tosse, para não incomodar os outros espectadores.

    ResponderEliminar
  11. Não, este não é o tipo de filme que me seduz.

    Já percebi a história e acho e de facto é algo que nos deixa a pensar: "e se ...?"

    Acho fantástico em termos de caracterização e deve ter dado algum gozo fazer.

    Talvez veja se um dia passar na tv :)

    ResponderEliminar
  12. Vi a apresentação no cinema e quero ver o filme. Bijou

    ResponderEliminar
  13. É o Benjamim da canção do Sérgio Godinho?
    Hã?

    ResponderEliminar
  14. "A Troca" já está, o "Benjamin" deve ser 6ª feira :D

    ResponderEliminar
  15. Finalmente o filme, sobre uma fantástica teoria.

    ResponderEliminar
  16. Esse também tá na minha lista de filmes a ver logo logo...
    Vamo lá ver ..
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  17. ouvi dizer que esse é um grande filme... agora tu confirmas... acho que está na hora de o ver
    obrigada :)

    ResponderEliminar
  18. é só mais um dos que tenho para ver... é já a seguir!!

    bsj

    ResponderEliminar
  19. Bolas, ainda não consegui ir ver esse filme, mas cada vez tenho mais e mais e mais vontade lol.

    ResponderEliminar
  20. Acho que vais gostar, TONS DE AZUL! :)

    Não há como tirar as dúvidas indo vê-lo, TERESA DURÃES! :)

    Bilhetes para quê, VÍCIO? :D

    OK, PARISIENSE, depois diz se gostaste.
    Beijocas!

    Já viste, CAPITÃO? :D

    ResponderEliminar
  21. Pois, SU, também li algures que o conto e a frase de Twain são apenas o ponto de partida. Mas não me pronunciei porque ainda não li o conto. Encontraste-o na net?
    Também ainda não li a crítica do Expresso, mas vou ler (o tempo não dá para tudo)!
    Também costumo preferir os livros aos filmes, mas há sempre honrosas excepções, né? ;)

    MATCHBOX31, parece-me que vais gostar... com ou sem crise! :)
    Beijinhos!

    Então aproveita, RODERICK! ;)

    Xi, SUN, se te vestires de azul e vermelho, vais parecer um autêntico arco-íris de tão colorida... (*_*)

    Deves ser o único a preocupares-te como isso, PREDATADO! Para além da tosse no cinema, como na sala teve intervalo, nem imaginas a série de malta que saiu, para chegar atrasada e incomodar toda a gente. Não acredito que tenham ido todos à casa de banho e como já não se pode fumar... :)))

    ResponderEliminar
  22. Pois, por acaso, PASCOALITA, a caracterização (que deve ter dado um trabalhão), não me pareceu do melhor do filme... :)

    Vai e depois diz o que achaste, MIKAS! :)
    Jinhos!

    Não, mas também não me estou a lembrar dessa REI! Mas também não é o do Fausto... :D

    Então e nem dizes se gostaste d' "A Troca", MOYLITO? OK, na próxima 6ª feira trocas o filme... :D

    O filme é fantástico BRUNO, a teoria tem umas falhas... ;)

    ResponderEliminar
  23. É passar à prática, MYLLANA! :)
    Boa semana para ti também!

    Acho que é daqueles filmes que vão ficar para a história do cinema, ESCARLATE.DUE! Mas nem toda a gente acha piada, porque a premissa inicial entra no domínio do fantástico... ;)

    Então a seguir diz-me o que achaste, LEONOR! :)
    Jinhos!

    Quase que aposto que vais gostar, VAN! :)))

    ResponderEliminar
  24. Afinal deve ser antes de 6ª :D

    "A troca" é muito Clint Eastwood, o que para mim é uma coisa boa. Ele tem uma maneira boa de contar as histórias e de sacar o inesperado aos actores (já no Million Dollar... foi o mesmo).

    ResponderEliminar
  25. adorei tambem! grande filme!

    ResponderEliminar
  26. O Benjamin já lá mora:) é um filme mesmo muito bom, de facto. no entanto, parece-me, que o conjunto é ultrapassado por um conjunto de sequências de extraordinário lirismo e mesmo epicismo que se vão espalhando ao longo do filme (a inauguração do relógio dava um filme sozinha; o colibri depois do submarino; o amanhecer no lago; a sequência do acidente do táxi é um momento brilhante). de qualquer maneira, mesmo o conjunto é muito bom

    ResponderEliminar
  27. Sabes que ainda não vi o Million Dollar, MOYLITO? E tenho cá em casa, em DVD...

    Bem me pareceu que ias gostar, o filme raia mesmo o fantástico, começando pela premissa inicial!

    Para mim, é um dos melhores filmes dos últimos tempos, no conjunto do nostálgico, do factual, dos sentimentos opostos ou confusos, daqueles momentos "sui generis" que só por si dão um filme...

    Sem ser crítica de cinema, atribuia-lhe 5 estrelas na boa! :)))

    ResponderEliminar
  28. Bem-vindo, NUNO!

    Grande filme, MESMO! :)))

    ResponderEliminar
  29. Próximo fim de semana, depois conto!

    ResponderEliminar
  30. OK, fico à espera, INÊS! Aqui, ou no teu canto... :)

    Jinhos, nina!

    ResponderEliminar
  31. fui ver ontem! gostei muito!
    (a minha namorada saiu da sala com a lágrima no canto do olho)

    ResponderEliminar
  32. É um filme comovente e enternecedor, VÍCIO, sem ser lamechas! :)

    ResponderEliminar
  33. Aqui só chega na próxima quinta-feira. Vamos lá ver, se temos a mesma opiniao.

    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  34. Acredito que sim, EMATEJOCA! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  35. Também adorei!

    (explicação para o comentário tardio – nunca leio nada de um filme antes de o ver e só vi ontem)

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  36. Ainda não encontrei ninguém que não tivesse adorado, FATIFER!

    Embora ir ver um filme com perspectivas muito elevadas, seja sempre um pouco traiçoeiro... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)