terça-feira, 18 de novembro de 2008

SEM PALAVRAS!!!



Obrigada, Inês!

35 comentários:

  1. Faz-me recordar um vídeo do género, em que uma irmã corta o cabelo para oferecer ao irmão que tinha perdido o seu. Comovente, no mínimo... Beijo!

    ResponderEliminar
  2. Pois, comovente, mas melhor se não fosse feito por uma farmacêutica. (*_*)

    ResponderEliminar
  3. Também conheço esse, RAFEIRITO, mas é mais antigo e já o vi em vários blogs...
    Beijoca!

    Farmacêutica ou não, SUN, há "remédios" que nenhuma empresa dessas consegue comercializar (*_*)

    ResponderEliminar
  4. sem palavras e sem mais nada!
    nem video...

    ResponderEliminar
  5. Sim, sem palavras.
    Até porque não vejo nadinha!

    ResponderEliminar
  6. Tenho um relação amor/ódio com estes videos!
    Amor pelo que acho que nunca devemos deixar de fazer, apoiar e amar
    por outro lado, quando damos por nós a dizer " isto não está a acontecer em minha casa, com a minha familia, não pode ser" aí é ódio!

    ResponderEliminar
  7. Não estava a entender, tantas sombras e sem ouvir, fui vendo, ah, entendi, lindo lindo que é o amor, tão lindo mesmo, oxalá haja imensos ninos e ninas a fazer isso...beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. é um desperdício numa farmacêutica:(

    ResponderEliminar
  9. Já conhecia. É lindissimo. E lá vai água por aqui abaixo... :))) snif...

    ResponderEliminar
  10. Mas o que é certo é que a parte afectiva e psicológica no combate às enfermidades graves é muitas vezes negligenciada.
    Está mais do que provada a relação estreita que existe entre o corpo e o espirito, e há mesmo casos de remissões espantosas na doença devido a um optimismo inabalável. Não é ficção, é verdade. O optimismo pode curar.
    Conheço o caso de uma senhora que começou a praticar penso que reiki. E, entrou em remissão...coincidência? Talvez sim, talvez não...
    E se não puder curar, ao menos conforta e prepara, é aí que entram os cuidados paliativos e a dignidade de cada um. Dignidade essa que é retirada a doentes terminais, quer for serem já vistos como fardos e emplastros, quer por lhes prolongarem a vida contra vontade...

    ResponderEliminar
  11. Este video esta muito bem feito, e de facto não faz falta só a medicação...

    beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  12. Não vês o vídeo, VÍCIO?

    Pois, tu já sei que não podes ver, CAPITÃO!

    Tens razão, INÊS! Quando estas coisas se passam na nossa família dá um ódio...

    LAURINHA, também achei lindo, mas de princípio estava como tu, a duvidar do interesse de ver um rapaz a fazer graffittis na parede... ;)
    Jinhos, nina!

    ResponderEliminar
  13. Engraçado, gostei muito deste vídeo.
    Muitas das vezes, é mesmo preciso mais do que medicação. Pelo menos eu acredito nisso!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Achas, MOYLE? Apesar de ser de uma empresa farmacêutica, a mensagem que passa parece-me pertinente... :)

    Também acredito que sim, VAN, que um optimismo inabalável pode conseguir milagres... Já os pessimismos não ajudam nada!
    Não digo que vai água, mas arrepiada e com um nozinho na garganta... :)))

    Sim, LEONOR, há uma parte psicológica que a medicação não fornece... ;)
    Beijinhos e boa semana para ti também!

    ResponderEliminar
  15. Xi, "linhas cruzadas" MATCHBOX31! :)))

    Também acredito que sim, que a parte psicológica também precisa de "alimento"...

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  16. Não consigo acordar do nome do escritor, más é a historia dum pintor que alegra a vida dunha nena pintando flores na parede de enfrente da sua casa pois pensa que quando caiam todas as flores vai morrer ela também (coisa que não sucede claro)... Esta versão moderna do grafiteiro está conseguida mesmo.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  17. Lindo sim, tornei a ver e rever e na verdade, até consigo ler na boca da mãe o Thank you...belissimo so precisava de ser mais clarinho para se ver melhor..demorei a entender o que era aquilo, mas como tu não és tótó, alguma coisa havia lá... beijinhos

    ResponderEliminar
  18. está comovente mesmo!

    bjs

    ResponderEliminar
  19. Está de facto espectacular.
    Uma mensagem e tanto.

    ResponderEliminar
  20. Também fiquei sem palavras ;)

    ResponderEliminar
  21. E não precisava mesmo! Boa garota, a Inês.
    Um beijo nas duas!

    ResponderEliminar
  22. Também não sei quem é esse escritor, CONDADO, mas mesmo que a ideia seja decalcada daí, parece-me boa à mesma!
    Jinhos!

    Eh, eh, eh, LAURINHA, entre teté e totó, têm de se substituir duas letras... ou umas cabeças??? :)))
    Beijoca, linda!

    Bonitinho, KÁTIA?! ;)
    Beijoca!

    ResponderEliminar
  23. IVO, é, pois! ;)
    Jinho!

    A mensagem passa,PINOKA, para quem a queira entender... :)

    Concordamos, LOPESCA! :)

    Somos duas, INÊS! E mais uma vez obrigada! ;)

    É, não é, S.A.?! :)))

    Há palavras que são mesmo inúteis, não é, OLIVER?
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  24. já vi o video!
    também o recebi por mail e sem duvida que há pequenos gestos, à primeira vista sem valor, que nos fazem bastante bem!
    dão-nos vontade de lutar por nós!

    ResponderEliminar
  25. Como o amor faz milagres.......
    E as pequenas coisas podem tornar-se grandes.....

    Sem palavras....

    Beijokitas

    ResponderEliminar
  26. Por nós e pelos que nos são próximos, VÍCIO! :)

    "Pequenos" gestos destes, PARISIENSE, não necessitam de palavras... :)*
    Beijokitas!

    ResponderEliminar
  27. e ainda dizem que grafitar é vandalizar. é arte meus amigos!!!

    ResponderEliminar
  28. Arte, quando é graffiti mesmo, FAUSTO!

    Quando são uns borrões mal amanhados é vandalismo... :)))

    ResponderEliminar
  29. Muito obrigada, TETÉ, pelo seu excelente comentário.
    Estou longe e pouquíssimo informada.
    Ontem li o artigo do Vasco Graca Moura (dele só conheco "Duas Mulheres em Novembro") no Diàrio de Notícias, e resolvi colocá-lo no "ematejoca azul" para ver as reaccoes.
    Há uns dias uma amiga, que também é professora, esteve a falar na avaliacao dos professores até às 3 da manha. Eu ía adormecendo... Todavia tenho interesse do que se passa na minha Pátria.
    Mais uma vez obrigada pelo seu esclarecimento, Teresinha.

    Saudacoes outonais!

    ResponderEliminar
  30. Bom, pontos de vista todos podem ter, EMATEJOCA, mas em questões políticas, alguns perdem um bocado a sua razoabilidade...
    Saudações!

    ResponderEliminar
  31. Bolas! acho que bati o meu record de lagrimita matinal.
    Muito bonito...
    Não me choca que seja feito por uma farmacêutica, é uma mensagem válida. o veículo não é assim tão importante, ou sou só eu a ser lírica?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Se fosses só tu a ser lírica, não postava aqui este clip, né, SAFIRITA?

    Mas também fiquei um pouco arrepiada quando vi!

    Beijocas!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)