sexta-feira, 27 de maio de 2011

BARBARIDADES!!!

Vamos por partes: desde sempre que os adolescentes lutaram uns com os outros por vários motivos, de namoros a futeboladas, de rivalidades a politiquices, as hormonas aos saltos a falarem mais alto do que a razão. Eles e elas, note-se! Mas havia sempre alguém a apartar os beligerantes, dos professores aos contínuos da escola, ou até aos amigos e colegas que assistissem à cena.
Tenho ideia que já nada me choca, mas a visão de um vídeo de duas míúdas de 15 e 16 anos a agredirem uma outra de 13/14 violentamente, com pontapés por todo o corpo e na cabeça, arrastando-a pelos cabelos durante a agressão, perante a serenidade do rapaz que estava a filmar tudo com o telelé, porque-é-bué-fixe-colocar-o-cenório-no-Youtube-e-no-FB, enquanto outra rapaziada (e raparigada) andava por ali a rir e a cirandar, deu-me náuseas! Mas esta gente está toda doida, ou o virtual está a ocupar mais espaço nas suas cabeças do que o mundo real? Pior, como não vi a notícia na altura - e passou-se aqui nas imediações do meu bairro - ao tentar perceber a história, dei com um noticiário televisivo. Que tinha apenas dois comentários de uma tal Bárbara (o nome não lhe podia assentar melhor!), a dizer que a moça mereceu e que ainda levara poucas, tinha sido só um ensaio!
Espero que ensaiem com esta pandilha uma verdadeira Justiça em Portugal! Todos dentro, a ver o sol aos quadradinhos na adolescência e juventude que lhes resta! (tanto quanto sei, não conheço nenhuma das meliantes,  a vítima ou sequer os assistentes: mas não iria fazer diferença nenhuma, mesmo que conhecesse!)
"Peço desculpa por esta interrupção, a 'programação' seguirá nos próximos dias!" Até lá, tenham um...
BOM FIM DE SEMANA!


Imagem da net.

24 comentários:

  1. Sem ter nada a ver, os "seguidores" desapareceram, sem que tivesse feito qualquer coisa por isso... :p

    Espero que voltem! :D

    ResponderEliminar
  2. Não sou seguidora, mas sigo-te.:)
    Concordo em absoluto com tudo o que dizes.
    Brigas, sempre as houve, mas hoje as cabeças dos miúdos já não são como eram as nossas.
    Se bem te lembras, a capacidade com que fazíamos amizades e as mantínhamos, era imensa. Uma turma era tão unida que "ai daquele que se metesse com uma miúda da turma".
    Havia excepções? Havia, claro, afinal os adultos "ressabiados" que hoje há eram os adolescentes da altura...mas hoje é demais!
    Não vejo, nas turmas, a união que via nas minhas.
    Há mais inveja, há mais vontade de tramar o outro, há mais raiva...e isto aflige.
    Quando os miúdos, em casa, têm pais a incentivar ao desrespeito e à briga, está tudo dito.
    Uma coisa, é ensinar um filho a defender-se, outra é incentivá-lo à luta desenfreada.
    Entre raparigas e rapazes, a diferença já não existe. Eu atrever-me-ia, até, a dizer que elas, na sua maioria, são piores. As consequências dos actos têm que ser mostradas como troféus. Uma vergonha!
    Para concluir, não duvides que grande parte dos adolescentes de hoje vive virtualmente...e para o virtual.
    De quem é a culpa? Dos pais, naturalmente. Quando os miúdos não têm dinheiro para livros, mas possuem telemóveis topo de gama e internet banda larga 24h/dia, está tudo dito!

    bji e bom fds!:)

    ResponderEliminar
  3. aquela pergunta sobre a ocupação da cabeça era retórica, não era? :|

    BC! ;)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo5/27/2011

    Eu acho ainda mais triste é as televisões, passarem. repassarem e voltarem a passar "esta publicidade"....que é o que esses putos querem.
    E sim se o estado fizesse alguma coisa pelas familias talvez os pais tivessem mais tempo para estar com os filhos e não os deixassem tanto ao Deus dará....e acompanhadop-os talvez soubessem o que eles fazem nos seus "tempos livres".
    Mas parece que vivemos num país "DEMOCRATICO E CIVILIZADO".

    Pois desta civilização eu quero distância.

    ( Não sei o que aconteceu ao meu blogue mas não consigo deixar comentários com o meu blogue....por isso aqui vai um anónimo que se chama Parisiense)

    Bom fim de semana para ti também
    Parisiense

    ResponderEliminar
  5. Revoltante!

    Ia escrever sobre isso no meu blog, mas depois achei que era dar protagonismo a gentalha que não merece nada a não ser um castigo bem severo e já, para que apredam e para que outros pensem 2 vezes antes de fazerem o mesmo tipo de graçinha...

    Se é revoltante asistir a isto na tv, pior é ouvir alguém chamá-los de crianças...

    E fico-me por aqui porque se vou dizer tudo o que penso sobre o assunto quem vai presa sou eu...

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  6. Para estes casos (muito menos graves) e para estas idades, dantes havia uma instituição chamada "Tutoria da Infância". O que é feito dela ? ...
    Hoje não se podem prender estas crianças bárbaras porque são crianças bárbaras (se calhar chamam-lhes doentes e dirão que precisam de muita atenção e compreensão)!
    Haja Deus ! :((
    .

    ResponderEliminar
  7. Anónimo5/27/2011

    Teté
    Sou o CBO e só recorrendo ao perfil Anónimo consigo comentar
    Como sabe, estou totalmente de acordo consigo. estranhamente, desta vez o processo está a ser muito célere e espero que isso sirva para desmotivar esta cambada. Mas, vendo por outro prisma, ainda bem que colocaram o video no Yiu tube, caso contrário, nunca se saberia de nada.
    Bom fds

    ResponderEliminar
  8. Ouvi hoje nas notícias TV que foram detidos os agressores ( dois, salvo erro...)

    ResponderEliminar
  9. Anónimo5/28/2011

    Tal como os outros também só consigo comentar como Anónimo.
    É esta a realidade da juventude! Os valores morais vão-se perdendo e a miudagem tem mais pressa de viver, sem olhar a meios para atingir os fins.
    Não é só bué-de-fixe,mas também é o estatuto que se adquire quando em cada palavra se dizem duas asneiras.
    Triste! Lamentável! E a futura geração à rasca, a assistir!
    Beijinho Tété
    KIM

    ResponderEliminar
  10. Tens razão, NINA, a malta das turmas onde andei era muito unida, havia um espírito de equipa forte, embora obviamente houvessem amizades e antipatias como em todo o lado. E, claro havia um ou outro queixinhas, que não era muito bem visto, mas acabava por atinar, se não quisesse acabar a falar sozinho! Agora são todos muito competitivos e mais egocêntricos, quando não invejosos, e parece que se estão nas tintas para os outros ou, pelo menos, para aqueles que não são os seus amigos. Que tristeza! ~xf
    Mas esta história do virtual, do FB, Twitter ou coisa, parece estar a matar-lhes os neurónios! O mais importante é descarregar tudo para lá, qual ajudar alguém que precisa de ajuda?
    E sim, claro que parcialmente a culpa também será dos pais e de tudo o que dão aos "meninos" de mão beijada! Mesmo assim, penso que o problema é mais vasto que isso... ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  11. Quanto ao blogue e comentários, o problema é geral, PARISIENSE, ontem à tarde não conseguia comentar aqui, nem nos outros blogues. Segundo o Vício têm andado a fazer uma grande remodelação no blogger, daí a existência destes problemas... ;)

    Não sei se os pais tivessem mais tempo livre acompanhariam mais os filhos. Alguns provavelmente sim, mas outros prefeririam dedicar-se aos seus hobbies, os putos que se amanhassem como sempre se amanharam!

    Na verdade, civismo é coisa que falta muito por aí, a começar pelos próprios pais, para já não ir ao avós! :[

    Beijokitas!

    ResponderEliminar
  12. Para ti também, SISNANDO! :D

    ResponderEliminar
  13. Podes sempre dizer o que quiseres, MARIA, que aqui ninguém vai preso! :)

    E provavelmente concordaria contigo, porque se estes comportamentos anómalos fossem punidos severamente, talvez as basófias e as rixas diminuissem! A par dos vídeos do género. Que ainda assim, foi por ele que foram identificados os protagonistas, o que só revela a estupidez enorme do seu autor E sim, estas não são crianças, são meliantes que começam cedo a julgarem-se impunes perante a lei... :(

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  14. Mas suponho que ainda há reformatórios, RUI, uma das agressoras com menos de 16 anos vai responder no tribunal de menores, podendo ser institucionalizada num. E não se perde nada, porque isto não são crianças mas meliantes em início de "carreira"! E bárbaras mesmo! :-o

    ResponderEliminar
  15. Esta cambada, como muito bem refere, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, só compreende se as penas aplicadas forem duras. Porque o facto do fulano colocar esta cena no Youtube e no FB só demonstra a sua estupidez, a bazófia e a sensação de impunidade que sente. Não se perde nada se ficar uns anos à sombra a meditar no assunto! :P

    ResponderEliminar
  16. Uma das agressoras e o indivíduo que filmou foram detidos, dois dos assistentes também foram constituídos arguidos, a outra agressora, por ter 15 anos, vai a Tribunal de Menores, LUISA.

    Enfim, mas já se sabe que a justiça que temos não é de fiar, vamos lá ver se não acaba com um "coitadinhos dos meninos, que não sabiam o que estavam a fazer"... :P

    ResponderEliminar
  17. Pois, KIM, o blogger anda mesmo um bocado marado, hoje à tarde também nem conseguia comentar aqui ou nos outros blogues. Mas aprece que é temporário, enquanto estão a fazer uma remodelação por lá... :)

    Concordo com a falta de valores morais desta cambada, mas se não os têm, têm de os aprender à sua custa! Porque viver em sociedade e em democracia não é só fazer o que nos dá na real gana! Espero que seja uma sentença exemplar, embora duvide, que a nossa justiça anda nas ruas da amargura! :((

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  18. Já falamos disso nas aulas, os jovens de agora andam loucos mesmo e o estranho é que se vêm mais as raparigas do que os rapazes. O que é uma tendência recente, antes as meninas eram mais calmas.... Espero mesmo que todos eles tenham pesadas consequências porque esta na altura de aprenderem, se assim continuarem em que adultos se transformarão??? Preocupa-me esta nova geração que aí vem...
    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Em que adultos se vão transformar, não é difícil perceber, PSIMENTO, porque esta falta de discernimento, valores ou até a arrogância e a bazófia de publicitarem as imagens, como se o assunto tivesse piada e o seu comportamento não tivesse nada a apontar, diz muito! :h

    Preocupa-te a ti e a todos nós! Se não punirem estes gajos exemplarmente, a coisa tenderá a repetir-se... ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  20. não tenho putos mas, um dia que tenha, espero que nunca se vejam metidos em cenas destas porque ficarão ou sem-abrigo, ou a levar tabaco ao pai aos domingos...

    ResponderEliminar
  21. Nem quero imaginar os pais de uns e outros ao ver o vídeo, MYLITO. Se incomodou tanta gente, como é que eles não hão-de ter ficado? Quer dizer, se forem de se importar com os filhos, claro, porque estes projectos de meliantes parecem não ter "eira nem beira"! :-o

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)