segunda-feira, 30 de agosto de 2010

BRINCADEIRAS À PARTE!

Fotografia de Ian Britton

Após passar uns dias em casa de um amigo na zona de Faro, o meu filho pôs a mochila às costas para apanhar o comboio para Albufeira, sabendo de antemão o horário dos mesmos. Ao chegar à bilheteira, teve o seguinte diálogo com a funcionária:
- Quero um bilhete para o próximo comboio para Albufeira.
- Ah, mas o próximo comboio é só às 16h15m...
- Deve estar a brincar comigo!
- Eu nunca brinco em serviço -  replicou a sujeita, amofinada.
- Então não há um comboio às 14h55m?!
- Ah!!!... Sim... mas esse é mais caro!

28 comentários:

  1. E ele não disse "então deixe-me só ir ali empenhar a mochila"?

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  2. Ahahaha
    Há coisas que contadas são mesmo inacreditáveis! :) Esta tem muita piada!

    ResponderEliminar
  3. que estupidez!!!
    o que ela merecia é que ele lhe dissesse que tinha dinheiro até para lhe pagar um servicinho dela.

    ResponderEliminar
  4. A do Vicio era uma boa opção..palerma da mulher, olha que coisa, pensam logo que são todos uns tesos os jovens..ele devia ter dito algo nem que fosse mandá-la passear..
    Beijinho e andamos fugidas ehhhh..laura

    ResponderEliminar
  5. "Esta" nem é para comentar, Teté ! ... só para rir ! rsrsrs
    Há gente muito estúpida !!!
    .

    ResponderEliminar
  6. Lol ainda não tinha ouvido parecido. Só por ser um mais novo já não podia ir no mais caro? Pelos vistos a senhora brinca mesmo em serviço. Aliás mesmo num serviço que me parece relativamente simples, a mulher é fraquinha nas suas funções para não dizer outra coisa eheh. Mas ele sempre apanhou o comboio?
    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Uma mulher cheia de preconceitos!!!

    ResponderEliminar
  8. Lá por ser puto achou que não tinha dinheiro...preconceito puro!!!

    ResponderEliminar
  9. Devia ser a "preocupação" da funcionária, RAFEIRITO, que ele ainda tivesse de empenhar a mochila e às tantas perdesse o comboio... :e

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  10. Contado ninguém acredita mesmo, TONS DE AZUL... :)

    ResponderEliminar
  11. Ainda não tem estaleca para dar respostas mais arrevezadas dessas, VÍCIO, mas lá chegará! :))

    ResponderEliminar
  12. Os jovens até podem ser tesos, LAURINHA, mas ele sabia o preço do comboio. Não se entende assim porque a mulher estava preocupada com as "finanças" do rapaz... :p

    O Verão proporciona muitas fugidelas... mas passam! :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  13. Confesso que também me fartei de rir, RUI, apesar do rapaz estar um pouco indignado com a incompetência da funcionária... =))

    ResponderEliminar
  14. Claro que apanhou, PSIMENTO, que mesmo a "contragosto" a mulher lá lhe vendeu o bilhete, quando ele insistiu que era naquele comboio que queria seguir... :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. Não sei se lhes chamaria preconceitos, EMATEJOCA, mas "macaquinhos no sótão" de certeza... :)

    ResponderEliminar
  16. Ah, GATINHA, mas é suposto a funcionária da CP preocupar-se com as "finanças" dos jovens que lhe pedem um bilhete para o próximo comboio?! Aliás, havia mais que um comboio nesse espaço de tempo... até ao mais baratucho! :))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  17. Isso vai no mesmo sentido do que um comentário que ouvi pela rádio no outro dia, em que se acusava os turistas de mochila de não ser cívicos, presumivelmente porque normalmente não estejam podres de dinheiro e não possam ir a hotéis?! 8-o Os preconceitos é o que enche o crânio de quem não sabe pensar.

    ResponderEliminar
  18. A mania do 'espertismo'. Nem vás mais longe que este fds fui com o meu jovem comprar um portátil. Acabámos por trazer dois, um para oferecer, pois estavam muito em conta. Chamamos o mocinho e diz-lhe o jovem' queria dois, por favor'. E o que responde o personagem?? 'Dois? e vai pedir financiamento?'. Ficámos a olhar para ele... Eu ainda queria mandar vir, mas para quê??? Dissemos que não, que era só mesmo ele ir buscar os pcs para irmos para a caixa e pronto.
    Mania de avaliarem as pessoas sabe-se lá por que bitola!

    ResponderEliminar
  19. Essa fez-me lembrar quando o meu mais que tudo vinha de avião do Iraque em primeira classe (bilhetes da empresa onde trabalhava) e ao fazer escala na Suiça uma aeromoça não o deixava ir para a primeira classe.....porquê????

    Simplemsmente porque ele tinha 18 anos e andava com umas calças de ganga cosadas e tinha o cabelo pelos ombros.

    Vai daí dizia ela para os outros " este aqui acha que eu sou parva....quer ir em primeira classe"...ao qual o chefe respondeu " Ele viaja em primeira sim....".

    Pois é, ser-se jovem de mochila as costas ou de calças de ganga cosadas significa que se é "teso"....quero dizer sem dinheirito....ahahahah

    Beijokitas

    ResponderEliminar
  20. Nem sempre o "turista" de mochila às costas e chinelos é o tal "pé descalço", SUN, que a malta ligada à hotelaria e restauração parece desprezar... :p

    No caso, a "avaliação" era de uma funcionária dos caminhos de ferro, o que torna a cena ainda mais estranha! ;)

    Mas pronto, as limitações das "aparências" são de cada um... :-o

    ResponderEliminar
  21. Eheheh, SAFIRITA, o "espírito" é o mesmo: quando não se aparenta andar montado na massa ou pertencer ao 'jet set' (só esta dava pano para muitas calças e camisas com mangas para um polvo), há sempre um funcionário mais estupidificado que duvida... :D

    Nem vale a pena estrilhar, eles que fiquem lá com a sua bitola duvidosa! ;)

    ResponderEliminar
  22. Estas avaliações esparvoeiradas não são de agora, PARISIENSE! Mas continuam e continuam... a vários níveis, não é só aos 18 ou 20 que acontecem!

    Mas que essas criaturas são parvas, não me restam dúvidas! :))

    Beijokitas!

    ResponderEliminar
  23. Quando for viajar de comboio, estou a pensar dirigir-,e à bilheteira de fato e gravata...

    ResponderEliminar
  24. É capaz de não ser má ideia, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, não vá haver confusão com os tais turistas de "pé descalço"... :D

    ResponderEliminar
  25. E era loira a funcionária?
    Para a próxima vez tens de comprar uma mala Louis Viton para o filhote. Verás que até o mandam no TGV ... francês.
    Beijinho para ti

    ResponderEliminar
  26. Eheheh, KIM, não faço a menor ideia da cor do cabelo da funcionária, se natural ou pintado, etc. e tal, mas não me parece ser muito relevante... :))

    Essas maletas são carotas e nem me parecem as mais apropriadas para viajar de comboio. Talvez quando o TGV chegar cá, lá para o ano 3000... :D

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  27. AHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderEliminar
  28. Só para rir mesmo, MOYLITO! =))

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)