terça-feira, 3 de junho de 2008

IMPRESSÕES DIGITAIS

Foto daqui.

As palavras são como impressões digitais. Portuguesas ou estrangeiras. Por quem faz gala de utilizar estrangeirismos, palavrões ou calão, já para não referir aquela "escrita sumária" de sms, cada vez mais extensiva a mails ou blogs. E sem sequer entrar em onomatopeias (palavra carota, oriunda da nossa gramática) do TRIM-TRIM do telefone ou do TOC-TOC do bater os nós dos dedos na madeira da porta - convenhamos que ambos os exemplos caíram em desuso... :) (ná, não vou falar de grafismos!)

Fica a 1ª impressão!

As imagens, fotos, músicas, clips, avatars, templates - mais, ou menos, viradas para o próprio umbigo - fornecem a:

2ª impressão!

A organização e a dinâmica de um blog depende da vida pessoal do seu autor: quando encontro um "novo", cheio de speed (chamar-lhe-ia "estrica", mas para não dizerem que invento palavras que não constam no dicionário...), com tudo muito estipuladinho, tipo à 2ª feira posto uma anedota, à 3ª um vídeo, à 4ª uma foto, etc. e tal, percebo logo que não vai bater certo...

3ª impressão!

O tom de brincadeira, agressivo, conflituoso, didáctico, amargurado, opinioso, cultural, saudoso, indignado, noticioso ou poético também é bastante revelador! Enquanto alguns gritam e ameaçam - dignos mentores de uma III, IV e V Guerra Mundial -, outros choram e desabafam, ideias disparatadas e preconceituosas há muitas. Manter o equilíbrio entre o humor, a crítica e a alegria ou a tristeza nem sempre é fácil, mas consegue-se...

4ª impressão!

A mensagem transmitida, para mim, é essencial! Mais do que tudo o resto!!!

Com a 5ª impressão, não vejo a palma da mão nem o destino de ninguém (não uso turbante na cabeça, nem sou ligada à quiromância), mas "adivinho" um pouco vivências semelhantes ou diferentes... As que prefiro, estão conformes e em sintonia com a razão e a emoção do que deve ser dito!

Last but not least (ai, ai, lá tinha de vir a inglesice a servir de muleta), leio muito mais blogs do que aqueles que comento. Para quem tem ideia que o seu blog é só uma converseta privada entre amigos, iluminados, o melhor é privatizar! Quando não, ou apanham uma curiosa, como eu, ou, de vez em quando, têm de se utilizar do balde e da esfregona e limpar as bostas (anónimas ou não) que por lá passam... :D

27 comentários:

  1. Fiquei sem perceber em qual das impressões me enquadro... será na 2ª? Já me acusaram de ser demasiado certinho na data da publicação! ;)

    Beijoca, sem direito a esfregona!

    ResponderEliminar
  2. Nossa! Bom dia! Agora fiquei tão curiosa quanto ao rafeiro...mas,só para dizer que tem festa no P'ra te ter...vai lá.Você faz parte dela.
    E no mais...no comment.

    :))))))
    Beijo e cheiro!

    ResponderEliminar
  3. RAFEIRITO, tu enquadras-te em todas as boas ondas que passam na blogosfera, ninguém tem nada que te acusar!

    Leitora assídua do teu "ladrar", pasmo como em Setembro ou Outubro do ano passado, já davas as datas dos futuros posts até ao dia 16 de Abril deste ano (memorizei, por ser a data de anos do filhote).

    Organizado, ninguém te tira de cima, mas não quer dizer mau, certo?

    A da esfregona foi quase um "plágio", mas por uma boa causa, não? :)))

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  4. Oh, KÁTIA, qual é a dúvida?

    E já lá fui participar da tua festa!!! :)))

    Beijos, cheiros e um excelente dia para ti, nina soteropolitana!

    ResponderEliminar
  5. Falta a "impressão blog de merda", Teté!
    Apresento já a minha candidatura...

    Um bom dia para ti

    ResponderEliminar
  6. Nada disso, CAPITÃO!

    As pessoas utilizam as palavras e as ideias conforme lhes apetece.

    O que disse no post - e mantenho - é que apesar das palavras, da imagem, da organização, do tom, passar a mensagem é o mais importante.

    E tocando nessas 5 impressões, conhecemos melhor as pessoas "do outro lado"...

    Como candidato, só a um blog de indignação, que por sinal está a ter cada vez mais concorrência! ;)

    Bom dia para ti também!

    ResponderEliminar
  7. Mau, mau. Estou a sentir o cérebro dissecado.

    ResponderEliminar
  8. Cérebro dissecado, VIOLETO?

    Olha que não!!! :)))

    ResponderEliminar
  9. Costumo dizer que, este século já não é o meu. Gosto de cozido à portuguesa e das iscas c/elas, do Benfica, dos valores e das pessoas da minha geração e do nosso património histórico como nação. Que acredita, por exemplo, que a leitura de bons autores, podem ajudar os humanoides a serem melhores.Que o materialismo e o relativismo conduz à estupidificação dos meus iguais. Que o amor está em toda a parte, até na morte. Não é costume dizer-se...morreu por amor!

    Estes são os meus principais objectivos ao entrar neste mundo da blogosfera. Mais do que criar novas amizades, porque neste campo as coisas diluem-se com o tempo.

    Não sei é se tenho conseguido. O que achas?

    ResponderEliminar
  10. Li o teu post duas vezes, Teté. Gostei muito da clarividência da tua exposição. Já tive oportunidade de discutir esta questão em conversa de café, mas saúdo-te por abordares o tema de uma forma tão concisa. Não me consigo enquadrar em nenhuma 'impressão absoluta', acho que um pouco de tudo acontece no meu tasco, com evidente destaque para a pura parvoíce. Mas é evidente que pelo 'correr da pena' se compreende, ou melhor, apreende, um pouco de quem escreve. A maior parte das vezes, percebe-se facilmente quando vale a pena ou não. E, por alguma razão, vamos criando a nossa listinha de 'habitués' (não é inglês, faz mal? LOL) e separando o trigo do joio.
    Beijos e parabéns por mais um post relevante.

    ResponderEliminar
  11. Ehhh violeto, tava prá qui a ver o que escreveria, li-te e prontos..o cérebro dissecado tive eu e nemt enhas duvidas, já não me tiras a primazia ehhhhhh...
    Beijinhos da laurinha...

    ResponderEliminar
  12. É preciso ter-se de tudo um pouco, tem que se ser versátil para e em tudo. E é preciso nunca revelar tudo de nós e deixar que os outros descubram.

    ResponderEliminar
  13. CARLOS, costumo comentar no teu blog, não? Porque é que achas que me ia dar ao trabalho?

    Não concordo nada contigo com essa de não seres deste século: és, facto consumado! Pró seguinte já ninguém passa... quer dizer... não tenho a certeza!

    Cozido à portuguesa nham nham, iscas é das poucas comidas que não posso ver à frente!

    Os valores estão em déficit, actualmente, com materialismos demais, mas "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" como dizia o nosso grande Camões.

    Quanto a novas amizades não desprezo nenhumas!!! :)))

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  14. SAFIRITA, até já estou na dúvida se me expressei bem!

    Nunca foi intenção "emoldurar" ou "catalogar" alguém! Nem os que por aqui passam, muito menos os que por aqui não andam...

    Mas mais do que cada um revela explicitamente, estão e ficam as várias impressões!

    Inglês, francês, espanhol, italiano, à vontadex! A miscelânea de todas elas é que me atrapalha os neurónios, muito mais se houver um português meio coxo à mistura... :)))

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  15. Estou plenamente de acordo contigo. A mensagem que passa é o mais importante.

    ResponderEliminar
  16. Eu cá só se for bacalhau com nêsperas!
    Mas tem de ser à Quinta-Feira ao entardecer...

    ResponderEliminar
  17. Tou como o rauf... =DDD e acho que todos os outros tambem =DD

    E estou como tu: detesto iscas!! Bacalhau com nesperas é que nunca experimentei. Só porco com tâmaras!! =D mnhan mnhan!!

    ResponderEliminar
  18. 1ª impressão
    tive que ler umas quantas vezes para chegar ao cometário
    2º. o comentário
    estás cheia de razão
    3º. viva a boa disposição
    4º mensagem recebida, hoje e sempre
    5º 6º aqui nem sei que te diga... mando um xi...

    ResponderEliminar
  19. ora bem, eu sou, mais ou menos a prova viva, da 2ª impressao ;P
    a intençao é boa (postar numa data especifica ou com determinada regularidade) mas nem sempre é possivel e nem sempre ha aquela vontade, e para fazer uma merdinha qualquer, mais vale estar quieto.

    nao consigo perceber esse pessoal que faz blogs privados mas publicos :x

    ResponderEliminar
  20. Gostei muito deste teu post.
    parabéns!

    ResponderEliminar
  21. Ah, nina LAURINHA, o Violeto não sabia nada disso...
    Alguém te ia tirar essa primazia??? ;)
    Jinhos!!!

    PSYCHO_MIND, claro, versatilidade e não cair na tentação de desabafar tudo quanto apetece... mesmo que a dor no calo seja incomodativa e irritante! (não tenho calos, é só um exemplo um pouco exagerado)

    ResponderEliminar
  22. Pois, INÊS, as primeiras 4 impressões ficam, mas a última é que é realmente importante: a mensagem! :)

    Ai, REI, os teus ideais gastronómicos são demasiado modernaços para os meus gostos... :)))

    Ai a minha vida, VAN! Será que não me fiz entender? Estava a falar em termos gerais, não em blogs específicos, certo??? :D
    Iscas, URGH! E diz-se que nem vai haver sardinhas assadas para o Santo António, que isso sim, é que é uma boa recordação da cozinha tipicamente portuguesa... :)))

    ResponderEliminar
  23. Viva a boa disposição, sim, INÊS!
    Um xi enorme para ti também! :)))

    Perfeitamente de acordo, FAUSTO! Se não está a sair nada de jeito, mais vale ficar quieto... até que a Musa nos inspire! :)))

    Obrigada, JASMIM!
    Levei um baita susto, quando não encontrei o teu "canto" (depois de escrever este texto, que não é dirigido especificamente a ninguém).
    Afinal havia outro... :)))

    ResponderEliminar
  24. Muito interessante estas tuas impressões! :)
    Não sei bem onde me enquadro... talvez em todas elas... ehehe

    ResponderEliminar
  25. A minha dúvida?

    ....

    Onde é que eu tou nisso tudo?

    ????

    Lol, lol

    Beijo viu? D. Teté!

    :)))))

    ResponderEliminar
  26. TONS DE AZUL, nunca foi intenção "enquadrar" ninguém...
    Mas suponho que cada um faz o seu melhor, para o resultado de texto, imagem, grafismos vários e eventualmente música surgir harmonioso... ;)
    Os "gostos", claro, é que são diferentes!
    Jinhos!

    KÁTIA, como já referi, a ideia é genérica, longe de mim armar-me em critica bloguista... :)))
    Pessoalmente, acho um bocado estranho que as pessoas se cinjam ao seu "canto" e o considerem só para amigos. Aí, porque é que não escrevem um livro ou diário e o mostram apenas aos "eleitos"???
    Enfim, mas cada um sabe de si... Jinhos, nina soteropolitana!

    ResponderEliminar
  27. Ah! Entendi!Então o meu não se enquadra nesse negócio de "só para amigos".Lá qualquer um pode entrar e se não entra é porque não quer.E nesse caso,eu não forço ninguém a fazê-lo.
    Mas,a porta anda aberta...a casa cercada por um jardim bem florido.Muitas redes na varanda e água,muita,muita água de cõco!
    :))))))))))))
    Muito obrigada por esclarecer.
    ;)
    Cheiro!Vou nanar agora!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)