sexta-feira, 8 de julho de 2011

ESPANTALHOS NÃO!

"Seremos tudo o que disserem
por ganância ou especulação:
caloteiros dromedários,
fogueiras de exibição,
vigaristas primários
com dívidas de mão em mão,
manhosos perdulários,
malabaristas sem perdão.
Seremos tudo o que disserem:
Espantalhos não!"
(adaptação livre do primeiro  verso do poema de José Carlos Ary dos Santos, "Poeta Castrado", by myself)
Gentilmente dedicado a todas as agências de rating, que não gosto de ser sectária!
Convém salientar que adorei o espantalho da foto, carinhosa e habilmente efectuado pelas mãos das crianças de uma escola, para proteger uma das árvores do seu recreio. Na realidade podem chamar-nos tudo o que quiserem, mas há coisas que não nos podem tirar, por mais que insistam e lhes tentem pôr um preço em cima...
Como o velho Satchmo, desaparecido há 40 anos (mas ainda vivo na memória de todos os apreciadores de jazz), já sabia e tão bem cantava conjuntamente com Ella Fitzgerald:


UM MAGNÍFICO FIM DE SEMANA PARA TODOS!

28 comentários:

  1. Lindo, esse espantalho, mas nada bonita a forma como nos vêem.
    Um gde beijinho e bom fds!

    ResponderEliminar
  2. Há malta que só vê cifrões à frente do nariz, NINA, e suponho que não devemos ligar muito ao que dizem, quando a "movida" é só essa... ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  3. Amei o espantalho :)

    Também gostei do poema e tenho dito o mesmo, por outras palavras, claro, quando penso nas tais agências de rating...achei até muito bem que no facebook estejam a preparar uma manifestação de protesto para sábado que vem, mas depois do comentário de um economista que ouvi hoje, mudei um bocadinho de opinião...as agências põem tudo no mesmo saco e arrasam qualquer um, mas a verdade é que nós nos pusemos a jeito...

    Beijinho e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  4. Não sabia da tua veia poética, minha cara Teté, mesmo sendo só uma adaptação.
    Do espantalho e da música também gostei, só é pena, que a inspiração para este post seja qualquer coisa de bem terrível para o nosso país. Eu cá penso que as agências de rating foram MUITÍSSIMO INJUSTAS!!!

    PS: Ando afastada a preparar tudo para a minha viagem, e não perseguir o DSK!!!

    ResponderEliminar
  5. O espantalho é giríssimo, de facto!
    A adaptação do poema (que não conhecia mas fui ler), está muito engraçada!
    A música, não conhecia, mas gostei muito.
    Quanto às agências de rating... Eu felizmente ainda sou do tempo em que não se falava nelas. Se alguém me souber explicar a vantagem da sua existência, eu agradecia. É que antes delas existirem, o mercado financeiro também funcionava, mesmo sem os seus alertas. Acreditam?
    Ultimamente não se fala noutra coisa, o que aborrece, e é uma vergonha o trabalho que fazem!

    Um beijinho para ti Teté! E finalmente desta vez consegui vir a tempo de te desejar um bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  6. Olá Teté!
    Eu também adorei o espantalho, a cabeça de pássaro dá-lhe um toque muito mais especial se bem que acho que os espantalhos nunca funcionam muito bem. Uma vez fiz uns pequeninos em casa da minha avó para proteger as cerejas mas não obtive grande resultados ehehehehhe.
    Quanto ao poema eu de facto não conhecia mas gostei muito.
    Um bom fim de semana também para ti :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. O espantalho é de facto lindo. Espero bem que afaste os predadores... :))

    ResponderEliminar
  8. O espantalho das crianças é uma delícia, MARIA! :)

    Quanto às agências de rating, digam os economistas o que disserem, têm apenas uma função: valorizar a economia americana e o dólar e inferiorizar tudo o que é europeu, incluindo o euro. Ou como se justifica que quando aquele banco norte-americano faliu o dessem como sólido?! Obviamente, para conseguirem esses intuitos, começam pelos elos mais fracos, aí não há como negar... :]

    Não se percebe é como todo o mundo acata as suas "avaliações"!

    Beijocas!

    ps - por acaso deu-me ideia que não estavas realmente a falar do que parecia no teu post (por não ser costume), mas mantenho o que disse; eu, nem jogo, para o "milagre" ser maior! :D

    ResponderEliminar
  9. Podes crer que não tenho veia poética nenhuma, EMATEJOCA, aqui foi apenas uma brincadeira de palavras... :)

    As agências de rating não foram injustas - como sempre, as suas avaliações são parciais, como convém à economia americana e sendo uma das suas funções descredibilizar a europeia! E estão-se a marimbar para o nosso país, evidentemente, o negócio deles é bolsa e números, e a maneira de influenciar os mercados no sentido que lhes convém.

    Mal comparado, fazem lembrar aqueles gajos que para se valorizarem apontam todas as falhas dos outros, mesmo que mínimas ou eventuais, acreditando que assim ficam mais conceituados. Com pessoas essas técnicas acabam por não funcionar grande coisa, porque mais tarde ou mais cedo alguém os apelida de "venenosos" e a maioria acaba por perceber que assim é... :))

    Não sabia que ias viajar, mas fazes bem, espero que aproveites ao máximo! :D

    Beijinhos e diverte-te!

    ResponderEliminar
  10. Oh, KARENB, claro que não existiam, penso que foram "inventadas" para influenciar os mercados financeiros, no sentido pró-americano. O que ainda não entendo é este "amén" mundial às suas "avaliações", quando pessoas vulgares como eu e sem grandes conhecimentos de economia percebem isso perfeitamente. Ah, e claro, também beneficiam todos os especuladores, desejosos de cair em cima dos mais fracos, ficando-lhes com as riquezas por tuta e meia (e esses não são só americanos, evidentemente!)...

    Quanto ao resto, tentei que compensasse a parte chata! :)

    Beijocas para ti!

    ResponderEliminar
  11. Também tenho ideia que os espantalhos nem sempre cumprem as suas funções, PSIMENTO! :))

    Quer dizer, no Algarve, por exemplo, vêem-se muitos feitos de garrafas de água vazias, que parecem funcionar melhor, porque quando o vento entra pelos gargalos ou as abana umas contra as outras, fazem ruído... :D

    Ary dos Santos era um grande poeta! Este é um dos meus preferidos dele! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  12. Não sei se para já consegue afastar os predadores, mas lá chegará o dia, LUISA! :D

    ResponderEliminar
  13. Não, MOYLITO! A não ser que ligues muito às opiniões alheias, não totalmente isentas de "olhinho gordo"... ;;)

    ResponderEliminar
  14. Pois nós nem com novos espantalhos protejemos dos vorazes o nosso quintal à beira mar plantado, "por ganância ou especulação"

    ResponderEliminar
  15. põe gordo nesse olhinho... mas não vejo as pessoas a mexerem-se por aí além, sabes... :(

    ResponderEliminar
  16. Anónimo7/09/2011

    Partilho da tua opinião sobre os teus espantalhos.
    Estes nomes, rating, défice, dívida pública, soam-me a Melodia do Desespero.
    Beijinhos Tété
    Kim

    ResponderEliminar
  17. Ora oar, excelente protesto!!

    ResponderEliminar
  18. Pois é, PAULOFSKI, mas estes "animalejos" são mais vorazes que qualquer pássaro, diria mesmo que têm comportamentos semelhantes aos que sofrem de obesidade mórbida - nunca se cansam de comer! :p

    ResponderEliminar
  19. Porque são tontos, MOYLITO! Ficam aí a queixar-se de murros no estômago e outras lamúrias, em vez de agir! ;)

    ResponderEliminar
  20. O pior é que essa melodia está muito desafinada e não soa bem aos ouvidos de ninguém, KIM! :-t

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  21. Obrigada, TERESA DURÃES, é a única maneira que conheço de protestar! :)

    ResponderEliminar
  22. Anónimo5/23/2013

    To fazendo um espantalho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O da foto deve ter sido simples de fazer, ANÓNIMO, já que foi feito por crianças de uma escola primária... :)

      Eliminar
  23. Anónimo5/25/2013

    Achei lindo..
    mesmo sendo feito por criancas...
    de: Anonimo..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar a piada até é essa, ser feito por crianças... :)

      Eliminar
  24. Anónimo5/25/2013

    Pode me dar dicas de como fazer?
    Obridado..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, não! Mas parece-me que é um cabo de vassoura envolvido com palha ou ráfia e vestido de papel de seda laranja e verde alface. A cabeça deve ter sobrado de algum boneco estragado... :)

      Bons trabalhos manuais, ANÓNIMO! :D

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)