segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

CONCORDAR EM DISCORDAR...

Fotografia de Ian Britton

Em tempos conheci uma mulher que considerava que o marido era do contra, ou seja, se ela era a favor, ele era contra, se ela dizia branco, ele dizia preto e por aí adiante. Assim, para evitar muitas chatices e discussões, passou a emitir sempre opiniões contrárias à sua e ele acabava por decidir da maneira que ela desejava. Fácil, não? 
Ora os tempos são outros e a blogosfera (ou o facebook) está longe de corresponder a uma vida de casal - assim, parece-me que todos são livres de afirmar aquilo que pensam, em concordância ou discordância com outras opiniões. Pessoalmente costumo ser sincera, sem alimentar polémicas de qualquer ordem, nem pretender convencer ninguém de que tenho razão. Eventualmente nem comento, se @ bloguista se sai com um poema da sua autoria (também entendo pouco de poesia) - embora perceba que os amigos tentem incentivar, com epítetos de "lindo", "fantástico" ou "maravilhoso", mesmo que os versos se limitem a rimar amar com luar ou chorar.
Claro que há sempre gente que tenta impor a sua opinião pessoal, política, religiosa ou outra, daí já ter sido "varrida" de um blogue ou ter visto um comentário meu apagado e outros tantos simplesmente ignorados. Onde não voltei a entrar, obviamente! OK, se é para ler e assentir com um "Amén", mais vale ficar quieta, sossegada no meu canto ou escrever um diário, sei lá! Nunca apago comentários? Errado! Apago todos os spams, publicidades e até anónimos ofensivos.
Ah e tal que fico chateada, amuada ou zangada com pontos de vista diferentes do meu? Nada disso! De início até ficava assustada, com tantas susceptibilidades "à flor da pele" ou com a violência no argumentar, enquanto existem assuntos bastante mais importantes nesta vida. Agora é pacífico: escrevo o que penso - "only once", como dizia  a espia da resistência francesa -, muda não fico, mas também não viro "camaleão" como este, em nome de uma falsa concórdia:


Hei-de ter muitos amigos assim?! Não faz mal! Sempre preferi poucos, mas bons!

31 comentários:

  1. Nem mais, Teté. De carneiros está o mundo cheio, mas há quem goste de ter os rebanhos cheios. O que eu gosto de uma boa discussão, de debater pontos de vista, mesmo se o assunto não me interessar por aí além. Mas há quem prefira receber elogios a críticas sinceras, a massagem ao ego suplanta o interesse em evoluir. Bolas, estou a concordar contigo... Tás parva?!? Isto é texto que se apresente?!? Quando vais a um blog é para concordares com o autor, pensas o quê? E atreve-te a dizer que eu estou errado!!! ;)

    Beijocas, feliz Natal!

    ResponderEliminar
  2. Este teu artigo, minha querida Teté, exprime EXACTAMENTE o que eu penso. Também eu prefiro QUALIDADE a QUANTIDADE!

    As pessoas que não aceitam críticas tem um ego fraco, quer dizer, não estão seguras de si mesmo, têm complexos de inferioridade, e o feed-back dos seus leitores com "lindo", "fantástico", "maravilhoso" é uma espécie de bálsamo para as suas dúvidas.

    Prefiro que comentem no meu blogue, que tudo aquilo que eu lá publico é uma m.... do que comentem com um "lindo", pois o que eu escrevo não é "lindo", eu é que sou "linda"!

    O NATAL ainda vem LONGE!!! E a neve continua a cair...

    ResponderEliminar
  3. Que dizer mais que os meus antecedentes já disseram?

    Concordo em tudo com a ideia do post.

    Na verdade, verifico que neste mundo dos blogues há gente que não se dá bem com opiniões contrárias.

    Aprecio o debate de ideias e respeito quem tem opiniões contrárias às minhas. Agora, têm que apresentar argumentos que me façam reflectir e até detesto que me bajulem o que também não o faço, com o fito de criar simpatias e que me visitem com regularidade.

    Aproveito para desejar um BOM NATAL.

    ResponderEliminar
  4. Concordo e subscrevo o teu texto e os comentários anteriormente deixados.

    E quem tiver macaquinhos guardados no sótão, pois que os deixe lá ficar sossegaditos.

    Pronto, já opinei! :-w

    ResponderEliminar
  5. Qtos de nós não olham para o teu texto e assentem efusivamente, concordando com cada linha e relembrando episódios em que as nossas opiniões (se bem que haja a tendência para confundir opiniões com factos..) foram vilipendiadas e em que achámos que o "oponente" de iluminação só pensava na da EDP? :D Mea culpa, diremos todos nós! No fundo, acaba por ser mesmo isso: concordar em discordar... mas, contra factos não argumentos ou opiniões que se mantenham muito tempo :p :D

    sim, sim, que aqui a Je tem a mania que sabe tudo e que os outros são todos parvos... poisé... :D :))

    ResponderEliminar
  6. Não vou discordar mas só porque estou de acordo porque de outra maneira estaria aqui a fazer beicinho e birra.
    Concordo com tudo o que dizes, Teté.
    Se não se quer opiniões porque é que se abre a boca (tecla)?

    A melhor maneira de se crescer é ir adquirindo o saber dos outros. Detesto Améns! Aliás, até tenho medo deles :P

    ResponderEliminar
  7. Nem mais. A minha caixa de comentários é livre, mas não entra spam, porque as mensagens spam não conseguem descodificar as letras exigidas.
    Sei que iso é um bocado maçador para quem comenta ( talvez por isso hoje em dia tenha menos comentadores, apesar de ter aumentado muito o número de leitores), mas é a única forma de os evitar, sem ter moderação de comentários.

    ResponderEliminar
  8. Nem mais....ou é água ou é vinho.....
    E sinceridade não é sinónimo de concordância.....mas mais vale poucos e verdadeiros do que muitos e falsos.

    E não é despedida antes do natal, mas mesmo muiiiiita falta de tempo para aqui andar como gostaria....heheheh

    Beijokitas

    ResponderEliminar
  9. Estou na tua onda Tété.
    Apesar de não gostar de alimentar discussões não tenho que dizer Amen a tudo. Democracia é isso mesmo, mas há muita gente que não entende. Por vezes até evito artigos mais polémicos para não dar azo a discórdias violentas.
    Beijinho para ti. Feliz Natal!

    ResponderEliminar
  10. Também gosto de debater pontos de vista, RAFEIRITO, mas nem com toda a gente, que há quem descambe em assuntos que não têm nada a ver ou no insulto, puro e simples. Mas é assim na vida real como no mundo virtual, que se pode fazer?! :[

    Concordaste, toi?! Bem-vindo ao meu rebanho, eheheh! =))

    Beijocas e Feliz Natal!

    ResponderEliminar
  11. Como bem diz o Rafeiro, EMATEJOCA, esse bálsamo funciona como massagem ao ego suplantando a vontade de evoluir. Os complexos de inferioridade ou de superioridade às vezes confundem-se, mas normalmente surgem camuflados em atitudes arrogantes... :e

    Bom, até isso já vi, alguém comentar que aquele blogue era uma merda! Epá, se acham isso, para que é que comentam? A moça só tinha para lá umas anedotas, nenhum comentário, excepto aquele. Também há malta que gosta de embirrar, porque sim... b-(

    Também acho que ainda é cedo para desejar Bom Natal! E o teu, pelos vistos, vai ser branquinho... :D

    ResponderEliminar
  12. A blogosfera é a imagem em "ponto pequeno" da vida real, CARLOS! Não é só no virtual que não se aceitam opiniões contrárias, sendo que, felizmente, aqui não se pode passar a "vias de facto"! Assim, por vezes, há quem fale mais "grosso", para compensar... :-w

    Bom Natal para ti!

    ResponderEliminar
  13. Eheheh, sim, há por aí alguns que têm muitos macaquinhos no sótão, PAULOFSKI, felizmente não são a maioria!

    Podias opinar sem a moca na mão?! :))

    ResponderEliminar
  14. Há discussões em que nem vale a pena entrar, VANI! Pôr um ateu a discutir com um católico a existência de Deus, por exemplo, normalmente é perda de tempo: não chegam a conclusão nenhuma, cada um fica na sua, mas entretanto ainda se chateiam um ao outro e a toda a gente.

    E ainda me lembrei do outro lá dos trolls que dizia que os estudantes universitários actuais eram todos uns pussies, que não gostavam de beber, nem de mulheres, nem de sair, sempre de volta do PC, que ele é tinha aproveitado bem o tempo universitário, com quase 14 inscrições, com bebedeiras, drogas, sexo e orgias! Fiquei na dúvida se era um comentário real, ou se queria gerar polémica, porque tanta cromice junta só dá mesmo é para rir!

    Bom, mas detesto quando a discussão, qualquer delas, parte para essa de "tu tens é a mania que sabes tudo/que é bom", o que normalmente é falta de argumento. Posso ter uma opinião ou outra sobre assuntos que não domino bem, mas nunca me ponho a discutir o que desconheço. E há pessoas que fazem isso, leram um artigo no jornal, por exemplo, e baseados nisso e na opinião do jornalista, não se calam, mesmo quando se começam a notar as falhas de conhecimento... :-t

    Enfim, cromices... :D :))

    ResponderEliminar
  15. Pois, FAUSTO, os adolescentes é que têm a mania de pedir "conselhos" aos amigos, e depois chateiam-se muito quando eles não dizem aquilo que eles querem ouvir, zangam-se, fazem birra e beicinho... :((

    Com o tempo vão amadurecendo as suas próprias ideias, escusam de pedir opiniões, se na verdade não as querem ouvir! :-t

    Mas também é verdade que com o saber dos outros, vamos crescendo e aprendendo... :D

    ResponderEliminar
  16. CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA, optei por deixar a caixa livre sem essas letrinhas, mas percebo quem o faz - poupa tempo a apagar spams! Embora, na verdade, actualmente apareçam cada vez menos, felizmente, já nem me lembro qual foi o último que apaguei... :))

    ResponderEliminar
  17. Por mim estás descansada, não necessito de elogios nem nada. Somnente escrevo porque quero

    ResponderEliminar
  18. A concordância sistemática, PARISIENSE, muitas vezes não tem nada a ver com sinceridade. Porque é praticamente impossível que toda a gente concorde com os pontos de vista de alguém... ;)

    Agora também não vale a pena entrar "a matar", dizer que o post é uma porcaria ou pior. Suponho que civilizadamente se pode opinar que não se concorda: não é motivo para "vir a casa abaixo"! :p

    Pois, com o Natal em casa, o trabalho duplica! Feliz Natal para ti e todos os teus! :)

    ResponderEliminar
  19. Para tudo há um meio termo, KIM, a pessoa pode discordar sem ser ofensiva ou violenta! Se bem me lembro, ainda há pouco tempo discordei de um post teu (ou melhor, de um mail que colocaste), que toda a gente concordava e pessoalmente achei exagerado. Um assunto que dá que pensar, é certo, sobre as prisões e os lares! Não te ofendeste, pois não? Pois, também não me ofendo se as pessoas discordam de mim, mas também há quem confunda discordância com agressividade verbal... :)

    Beijocas e Feliz Natal para ti e todos os teus! :D

    ResponderEliminar
  20. Descansada estou com quase todos os que passam por aqui habitualmente, TERESA DURÃES! E também não escrevo para receber elogios (ou massagens ao ego), mas porque gosto! Além de que escrever também é um treino, e se faltas aos treinos "enferrujas", como no desporto... :)

    Palmadinhas nas costas, suponho que todos dispensamos! :n

    ResponderEliminar
  21. nesse aspecto, acho que o Vício, trata bem do problema!
    há que goste do meu blog ao inicio mas aguenta-se pouco tempo e nem imaginas o gozo que isso me dá! :g

    ResponderEliminar
  22. Há quem se aguente pouco tempo na blogosfera, VÍCIO! Ponto! E quem mude de ideias sistematicamente! E quem ache ao fim de um tempinho que tem mais afazeres que os outros todos juntos. E quem se chateie com os bloguistas todos e recomece noutro local. E quem assim que arranja um/a namorado/a deixa o blogue de seguida. E quem de repente encontre o SEU grupo de amiguinhos, e deixa de passar cartão a todos os outros. Quer dizer, há de tudo... :p

    Por acaso de alguns tenho uma certa pena, mas de outros nem por isso! C'est la vie! Real e virtual! :D

    ResponderEliminar
  23. Lol, tete, e esse é só um pequeno exemplo da cromice e trollice que por aí grassam... teorias mais incendiárias tem o conhecido Abu, que polvilha o Publico online com bitaites como "a Lua é oca"... enfim...

    qto à blogoesfera, por vezes a vida real sobrepõe-se à virtual e não se consegue fazer tudo ao mesmo tempo :( e qd se anda a trabalhar ao máximo e a tentar estar em todo o lado ao mesmo tempo (a troco de uns poucos tustos...), e mesmo assim a ver o trabalho por fazer acumular-se... o stress instala-se e já não se consegue estar capaz para tudo :(

    ResponderEliminar
  24. (e qd temos um home em casa q se queixa q damos mais atenção à vida virtual q à real, temos de fazer uma ou outra concessão :( )

    ResponderEliminar
  25. Eheheh, se esse Abu é conhecido, prefiro não conhecer, VANI! :e

    Stress do dia a dia quase todos temos, uns mais que outros é certo, e cada um sabe de si! Mas aqui os favoritos indicam o teu último post "congelou" há 5 semanas... :(

    Tens razão que há concessões a fazer (especialmente se ele é ciumento dos teus amigos blogosféricos, eheheh!), mas tanto assim??? ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  26. cinco semanas, já??? ui... :( não foi o blogue, foi a cabecinha loool. Pura e simplesmente não me sai nada que queira postar; prefiro ir lendo, quando consigo, o que o pessoal amigo tem escrito (por falar nisso, tenho opinião formada qto ao gajo assange looool, mas ainda não consegui juntar as ideias...), às vezes comentando, outras nem por isso :( desculpa :(:( a cabeça não dá para tudo e ultimamente é-me dificil formular frases ou expor o que acho/sinto/penso por palavras.

    Hoje, finalmente, tive um dia sem preocupações de maior que não a gripe que se instalou, a herpes que rebentou, a prenda da minha irmã q ainda não comprei, e , heis que as palavritas vão fluindo. :D Basta estar um pouco liberta.

    Mas entre tanta papelada, dois manuais para escrever, testes pra corrigir, aulas de 4 horas cada para preparar e sempre a mudar de tema, explicações de quimica de nivel universitário e ler divulgação cientifica para me ir mantendo a par, já não sei p q lado me virar.

    De qq maneira, mesmo que ,longe da vista, não te tenho nunca longe do coração :) sabes isso, certo??? :) desculpa se não to manifesto mais vezes.

    BEIJINHOOOOOOOOOOOOOOOOOOO LINDAAAAAAAAAAAA!

    ResponderEliminar
  27. Ah, pois era 5 semanas, VANI! Já não é! :y

    E bem sei que às vezes a vida complica, o trabalho acumula-se e vai-se adiando para outro dia... que será melhor e mais calmo! (o que nem sempre acontece... :()

    Não tenho ideias muito claras sobre o Assange e as suas motivações, só tenho a certeza que há muita gente com vontade de o esganar, portanto não deve estar a dizer mentira nenhuma... E os verdadeiros democratas não resolvem abater a tiro os adversários, não é? :p

    Claro que sei que és uma amigona, mas às tantas deixei de te "ver" nos locais do costume e além de sentir a tua falta também estranhei... ;)

    As melhoras da gripe e um beijão para ti! :x

    ResponderEliminar
  28. És cá das minhas!
    Também me estou nas tintas para se concordam ou não comigo.
    E não embarco no elogia barato...


    Boas entradas!

    ResponderEliminar
  29. Para ser sincera, REIZÃO, no início (aqui na blogosfera) até embarquei, não no elogio barato propriamente dito, mas no incentivo a cada um escrever mais e melhor. Certo é que resulta pouco! Qualquer crítica (mesmo que mínima, ao nível da ortografia, por exemplo) é mal vista. E em vez do próprio aceitar, caem 20 amigos em cima como feras, como se a menina ou o menino fossem escritores ou poetas de gabarito, satisfeitíssim@s com os "apoiantes" e a je com cara de pateta, por ser tão "má"! Olha, que se catem uns aos outros... :e

    Também já vi o contrário, de putos que começam a escrever até bem e, como não têm esses "apoiantes", aparecem sempre uns moinas a criticar severamente. E desistem... Só com uma martelada em cima! :-w

    Concordo em discordar, mas não estou a fim de fretes, que a vida já tem q.b.! :)

    BOAS ENTRADAS para ti! :D

    ResponderEliminar
  30. ahahahahahah. ia escrever "hás-de arranjar muitos amigos, assim!" mas já tinhas escrito tu :D

    ResponderEliminar
  31. Não é sempre que percebo rapidamente a situação, MOYLITO! :D

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)