sábado, 5 de abril de 2008

PAPAGUEAR AS NOTÍCIAS

A profissão de pivot televisivo pode ter os dias contados.

Quando ditadores, governantes, empresários e outras individualidades sonantes perceberem as potencialidades que esta tecnologia acarreta e a cega obediência de que ela é capaz - inclusivé na linguagem corporal, cuja movimentação se coordena com um simples toque de rato - a tentação será grande.

Aliada a esta capacidade e como cereja no topo do bolo, trata-se de uma autêntica poliglota que domina todas as línguas, ainda por cima com uma pronúncia irrepreensível...

A ser escolhido, este modelo de apresentador televisivo não acarreta um aumento significativo nos números do desemprego, antes pelo contrário, pois despoleta a procura de mais técnicos de informática e de designers para aperfeiçoamento do protótipo. Com a vantagem que nenhum deles terá oportunidade de se queixar das "pressões" sofridas, no desempenho da sua profissão...

Até lá, desfrutem de um óptimo fim de semana primaveril!

Foto de Marcos Duarte, na net.

26 comentários:

  1. Oh páh, vi a foto e pensei que ias fazer um texto sobre papagaios!! =DDD mas a relação é visivel...

    Claro que fui logo experimentar..e claro que puz logo os bonecos a dizer palavrões...

    Engraçado, mas o movimento labial não está perfeito ainda...

    Bom fds!! Aqui tb não há sol :(

    ResponderEliminar
  2. GRAFONOLINHA, mas eu de papagaios só percebo dos que papagueiam "a lição" de cor...

    Acredito que o movimento labial ainda não esteja perfeito, daí serem necessários mais técnicos para melhorar a tecnologia... ;)

    O sol por aqui também continua tímido, atrás das nuvens!

    ResponderEliminar
  3. Desculpa mas não me fio muito na tua teoria.

    Nada me tira da cabeça que os pivots televisivos só existem da cintura para cima!!!

    Porque é que nenhu, NENHUM apresenta o telejornal de pé??
    Porquê?
    Porquê?

    ResponderEliminar
  4. Ah, os jornalistas, mas como é que os papagaios vão saber das coisas? só se tiverem uma papagaia para contar ....
    Beijinhos a ti.
    Ah, vamos lá nós entender o papaguear deles de bico fechado... temos de ter tradutores, ora essa...

    ResponderEliminar
  5. Ah, SORRISOS EM ALTA, agora já aparecem alguns de pé, no início dos noticiários, para mostrar que as calças também fazem parte da indumentária... ;o)

    Mas também temos de compreender que dar aquelas notícias todas, sem fraquejar das pernas, é missão impossível para qualquer um!

    ResponderEliminar
  6. LAURINHA, tens dúvidas que eles arranjavam assessores para noticiar o que eles queriam que fosse papagueado???

    E sim, ainda não se consegue ler os lábios da boneca...

    Beijão grande, amiga!

    ResponderEliminar
  7. Ó nina, lá abri a boneca, ela revira os olhos, olha práqui e prá li e não fala nada, calhar não gosta da gente..arre... prefiro o papagaio...
    Beijinhos ehhhh.

    ResponderEliminar
  8. LAURINHA, também prefiro o papagaio, eh, eh, eh!

    Pelo menos, ele é verdadeiro no seu papaguear... ;)

    A boneca, pois...

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  9. eu cá não deixo de ver o Rodrigo Guedes de Carvalho por nada....excepto agora que foi de férias..o safado..nem me convidou!!
    he!he!
    Bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  10. CARVOEIRITA, não me digas! Teve o desplante de não te convidar??? :)))

    Mas cá por mim também prefiro os de carne e osso, com algumas falhas (porque não, se são humanos?) do que bonequinhas virtuais papagueantes do "politicamente correcto"...

    Bom Domingo para ti!

    ResponderEliminar
  11. Já me tinha divirtido diversas vezes a brincar com esta coisa que colocaste aqui...estes papagaios virtuais! Eheheheheheh...está mesmo engraçado, não é?

    Mas gosto dos de carne e osso, com as falhas e tudo! Aí ainda me divirto mais! ;))

    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  12. nao quero nem pensar que vamos chegar a uma altura em q os computadores fazem tudo... qual vai ser a piada de nao fazer nenhum?
    so falta arranjarem-me uma prancha a motor para eu nao me cansar a apanhar ondas :\
    eu digo nao!

    ResponderEliminar
  13. Achas???

    É uma horinha de trabalho! Si, só uma!

    Há quem trabalhe o dia inteiro de pé!

    PS - Não, estou mesmo a falar nisso e não a levar a cumbersa para outros caminhos!
    ;o)

    ResponderEliminar
  14. Lá engraçado é, SU!
    Mas também prefiro seres humanos, com lapsos e falhas, que possam discordar das ordens dos "maestros"! ;)
    Jinhos grandes!

    FAUSTO, ainda me ri com essa da prancha a motor, para evitar a canseira... :D
    Que não nos doa a cabeça até (e se) esse dia chegar!

    Dia e noite de pé, SORRISOS EM ALTA! Em muitas profissões, sem desviar a conversa para a malícia!
    Mas antigamente dizia-se que os locutores e pivots de TV só trocavam o "visual" da cintura para cima, que era o que aparecia no ecrã... :o)

    ResponderEliminar
  15. Tete, os papagaios não se limitam a papaguear. Eles adquirem vocabulário e sabem usá-lo consoante as circunstancias. Sabias que, pelos menos os cinzentos africanos, têm a capacidade cognitiva comparável a uma criança de 3 a 4 anos?... ;-)
    Conseguem dar respostas pensadas, do tipo "que cor é esta" e eles saberem o nome da cor. "que forma é esta" e eles dizerem. "qual é maior, esta ou esta?" e eles respondem.

    Muitos pássaros do tipo papagaio são muito mais inteligentes do que se pensa. São de tal forma sinuosos em termos mentais que até sofrem de depressões complicadas, ou outros disturbios psicologicos, levando-os a ter determinados comportamentos (por ex, arrancar as penas todas...).
    Um piri que tive, de longe o mais inteligente q tive até hoje (nem todos são afáveis/domesticáveis/inteligentes; e domesticavel é, no fundo, leva-los a perder o medo do ser humano, nada mais, o resto é pura interacção), qd lhe foi apresentado um novo amiguinho, saiu-se com isto: "Oláaaaa! Gadjot!" O raio do pássaro deu as boas vindas ao outro e disse-lhe como se chamava!!!!!!!!!! incrivel... coincidencia? não sei. Ele sabia mais palavras...

    ResponderEliminar
  16. FATifer4/06/2008

    Hum… já vi que até acham piada aos enganos dos humanos mas com estes pivots virtuais pergunto-me se estão à espera que os informáticos consigam corrigir os erros todos … não sei se se apercebem (mas credito que sim) até naquela praga que é o rodapé aparece cada uma que até pensamos se quem escreve ali andou na escola primária (ou serei eu que sou muito exigente).

    Honestamente não sei se e quando acontecer vai ser bom ou mau…

    FATifer

    ResponderEliminar
  17. Ó GRAFONOLINHA (ainda te hei-de perguntar, se não te posso chamar por um nome mais fácil...) mas eu não percebo nada sobre papagaios!!! Nem tenho nada contra os bicharocos!

    A questão é sobre seres "papagueantes" que dizem o que lhes é dado a ler...

    De qualquer das formas, todas as informações que acrescentaste sobre piris e papagaios, acrescem a um novo conhecimento, que não possuia... :D

    ResponderEliminar
  18. FATIVER, já deixei de analisar erros ortográficos (que, de vez em quando, também dou), mas de qualquer das formas não estou à espera que estes "avanços tecnológicos" substituam estes profissionais, para já!

    Muito menos que técnicos informáticos tenham um melhor desempenho na língua portuguesa...

    Mas erros de digitação são diferentes de grandes "calinadas" na gramática, não?

    Por mim, também prescindia desses rodapés... ;)

    ResponderEliminar
  19. A maior rede de TV daqui do Brasil tentou a experiência há uns dois anos. A garota era bonita, tinha boa pronúncia, mas a entonação era muito artificial, não convencia. O projeto fracassou.
    Mas concordo que é apenas uma questão de tempo, enquanto se aperfeiçoa mais a tecnologia da inteligência artificial.
    Admirável mundo novo.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  20. Ná, OLIVER, até projectos destes terem pernas para andar ainda vai levar um tempinho. Alguém encara notícias sérias, papagueadas por uma boneca artificial em voz de falsete?

    O "admirável mundo novo" vai ter um tempo de espera... :)

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  21. FATifer4/07/2008

    Cara teté,

    Não me referia a erros de digitação e também não sou perfeito (ainda mas vou tentando lá chegar ;) ). No entanto na minha opinião, em meios de comunicação com profissionais ditos competentes, certos erros não são admissíveis (não vou citar pois não quero deprimir ninguém).

    Ainda bem que concordas comigo na questão dos rodapés.

    FATifer

    PS – Erros de digitação acontecem senão não me terias chamado ”FATIVER” em vez de FATifer… estás desculpada.

    ResponderEliminar
  22. Lol, tete, eu apenas me entusiasmei! =D adoro piris e papagaios =)

    Chama-me pelo antigo nick se quiseres, na boa! ;-)

    ResponderEliminar
  23. FATifer, por acaso, o nome não foi erro de digitação, comecei a colocar todos em maiúsculas, para ser mais perceptível qual era a resposta a cada um. Mas deixa estar, que não repito o "erro".

    Em meios de comunicação profissionais, os textos passam por várias fases de revisão, nem sempre as alterações são as melhores... Desde frases "apagadas" a meio do texto (que depois deixa de fazer sentido na sequência), até embirrações com determinadas palavras ou só porque dá na bolha de alguém, é uma censura pegada! Por experiência própria e alheia...

    Tal como tu, tento não dar "calinadas"... :)

    ResponderEliminar
  24. Ó pá, vou reduzir para VAN, se não te importares... :)

    Tentei seguir pela GRAFONOLINHA, mas já vi chamarem-te A Grafonola, pelo antigo nick, etc. A mudança de template segue só perante a tua vontade, já a alteração de nick complica, que a malta pode enganar-se, sabendo quem tu és... =)

    ResponderEliminar
  25. FATifer4/08/2008

    Cara teté,

    Podia fazer de conta mas não é do meu feitio …

    Dizes:
    “…por acaso, o nome não foi erro de digitação, comecei a colocar todos em maiúsculas, para ser mais perceptível qual era a resposta a cada um. Mas deixa estar, que não repito o "erro" ”

    Mas repara bem no que disse:
    “Erros de digitação acontecem senão não me terias chamado ”FATIVER” em vez de FATifer…”

    Não é por ser em maiúsculas (embora se escrevo como escrevo tenho as minhas razões para isso) mas sim porque trocaste um “f” por um “V” - por isso falei em “erro de digitação”
    Como disse, estás desculpada ;)

    As minhas desculpas por voltar a bater na tecla mas, como disse, não é do meu feitio fingir que não vi e gosto de deixar tudo bem esclarecido sempre que possível.

    Cumprimentos
    FATifer

    ResponderEliminar
  26. Ah, FATifer, fizeste bem em chamar a atenção, que esse erro foi mesmo de digitação, tanto que nem à segunda vez reparei nele...

    Mas não me chateia nada que corrijam eventuais erros, antes pelo contrário, até gosto, para não voltar a dá-los.

    Há uma menina que de vez em quando passa por aqui, que andei a trocar-lhe o nick durante não sei quanto tempo, só mais tarde percebi que estava errada, pois comecei a ver "mal escrito" noutros lados, mas como ninguém me avisou...

    Gracias pela correcção e cumprimentos para ti!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)