domingo, 24 de agosto de 2014

UM CANTEIRO MUITO ESPECIAL

Juro que quando fotografei só pensei na beleza daquele canteiro. Mas depois informei-me melhor e descobri o que era. Alguém sabe?

ADENDA a 27/08/2014: Como já vai sendo hábito nestes pequenos desafios, há sempre alguém que dá uma pista que funciona e (quase) todos percebem do que se trata: o local onde repousam as cinzas de José Saramago, debaixo de uma oliveira da sua terra natal (Azinhaga) e frente à Casa dos Bicos, em Lisboa, onde se localiza a fundação que leva o seu nome. A colagem seguinte não é muito elucidativa do local, mas ainda dá para ver alguns ramos de oliveira frente à casa - bem sei que podia arranjar um ângulo melhor, mas no dia estava um casal com cara de poucos amigos abancado no local, preferi "passar"...

Bom, o Pedro Coimbra foi o primeiro a reconhecer o local, depois já foi fácil para os restantes comentadores chegar lá. O Rui Espírito Santo refere o dia 18 - porque Saramago morreu a 18 de junho de 2010, mas as cinzas do escritor só foram depositadas no local exatamente um ano depois - e a Afrodite fez referência à Casa dos Bicos. Enfim, tal como digo, também não sabia da história daquele canteiro, foi preciso passar por lá... Obrigada a todos pela participação!   

Boa semana para todos!

27 comentários:

  1. Eu não sei, mas que é bonito, é! Uma semana com tudo a correr pelo melhor, Teté
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. É realmente muito bonito! Mas não sei do que se trata, não.

    Beijinhos floridos para ti.

    ResponderEliminar
  3. Só consigo ler “mas não subiu para (?) as estrelas...”

    Primeiro pensei que seria para evitar as paragens indesejadas dos cães, mas suponho que as grades não os vão impedir de fazer uma pausa no seu passeio... Sendo assim, não sei...
    Boa semana!
    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Pode ser uma escultura da qual só mostras a base, mas também poderá ser o tronco de uma velha oliveira rodeada de pequenas flores. Seja lá o que for é um bonito canteiro.

    Uma feliz semana com tudo a correr pelo melhor.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. é...hum...deixa-me pensar... um canteiro!
    adivinhei?
    :)

    ResponderEliminar
  6. Fica em frente de uma Fundação, em Lisboa, e tem tudo a ver com um escritor muito famoso que eu não aprecio nada.
    E mais não digo :))
    Beijinhos e votos de boa semana

    ResponderEliminar
  7. Gosto do canteiro, mas não sei mais nada....

    Lendo o Pedro, será Saramago?


    Excelente semana para ti, ma chérie :)

    ResponderEliminar
  8. Ah! Obrigada, Pedro!!!

    “Mas não subiu para as estrelas, se à terra pertencia”

    ResponderEliminar
  9. Assim muito a fugir ,…. (uma excepção) :))
    Uma ´”árvore que veio de longe” ! Sobre cinzas, uma biblioteca muito especial que troca um livro por outro ! Aos dias 18, claro que sim !

    Beijocas floridas, Minha Amiga !
    .

    ResponderEliminar
  10. O tronco é seguramente uma oliveira, mas velha do que a idade.
    Está "enraizada" em pensamentos escritos? Então sei onde é.
    Se não está, fico à espera para saber.
    Para ti um bouquet de sorrisos cheios de beijos! :))

    ResponderEliminar
  11. Não sei Teté! Sei que é bonito e não tem cara de macumba (rs*)
    Beijus,

    ResponderEliminar

  12. Seguindo os comentários de quem por aqui passou antes de mim, consegui chegar lá ao sítio!
    Curioso que ainda no mês passado lá estive e nem na oliveira reparei! Foi numa pressa... e confesso que estava mais preocupada em fotografar os bicos... :(

    Beijinhos sem pressas minha querida
    (^^)


    ps: tudo a "rolar"??

    ResponderEliminar
  13. Teresa sei onde é ! Tenho lá fotos, mas quando lá estive o canteiro ainda não estava florido !!!
    Faço votos que estejas bem !

    ResponderEliminar
  14. ~ ~ Será que é a campa de Saramago?!
    ~ ~ Ótima recuperação e excelente semana.

    ResponderEliminar
  15. Não faço a minima ideia, mas que é lindo, é!

    Espero e desejo que esteja tudo a correr bem contigo, dentro do possível, uma boa e rápida recuperação.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  16. Flores venenosas para matar velhinhos e funcionários públicos...

    ResponderEliminar
  17. E pronto o "mistério" está resolvido - trata-se do local onde repousam as cinzas de Saramago, como o Pedro Coimbra e outros comentadores depois dele bem referiram e cuja "solução" já anexei ao post inicial.

    Obrigada a TODOS pela participação e beijocas e abraços, consoante as preferências de cada um!

    ps - eu estou bem, obrigada... e já lá vai uma semana e picos!

    ResponderEliminar
  18. Quando passar por lá vou estar atento. Não fazia a mínima ideia!
    Folgo em saber que as coisas estão a correr bem, Teté.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Perdi este desafio! :(

    Abraço

    ResponderEliminar
  20. Esse Pedro Coimbra é um gajo terrível :)))
    Beijocas e votos de um bfds

    ResponderEliminar

  21. Beijão Querida Amiga... e votos de um calmo FDS
    (^^)

    ResponderEliminar
  22. Bom resto de domingo e uma semana com bons resultados.

    Beijinhos, Teresinha

    ResponderEliminar
  23. Continuação desse teu "estou bem". Força Teté.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  24. Somos dois, CARLOS; que também não fazia a mínima ideia! ;)

    E que grande desafio, ROSA! :)))

    Mau, mau, PEDRO, má-língua blogosférica é que não! :D

    Obrigada, AFRODITE, SÃO e FLOR DE JASMIM.

    Beijocas e abraços para TODOS!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)