quarta-feira, 17 de julho de 2013

POLICIAIS, EM SÉRIE...

Em criança e adolescente era vidrada em televisão: via tudo o que me deixavam ver! De desenhos animados a filmes ou séries, aos programas de culinária da Maria de Lurdes Modesto ou de decoração de France de Vasconcellos, ao cartaz TV de Jorge Alves, tudo o que viesse à rede era peixe. E os pontos altos do ano eram sempre o Festival RTP da Canção, o da Eurovisão ou os concursos de misses. Jogos Olímpicos, campeonatos internacionais de ginástica ou de futebol, patinagem artística, bailado, danças de salão, enfim,(quase) tudo marchava. 

Depois veio o 25 de abril e chateei-me da televisão... durante o período do PREC. Via uma coisa ou outra, mas a programação estava sempre a mudar, devido a debates, discussões políticas e mesas redondas que se prolongavam horas a fio, até fartar. Se lá para o final dos anos 70 e inícios de 80 me reconciliei com a TV, com as telenovelas brasileiras, "A Visita da Cornélia" de Raul Solnado e Fialho Gouveia ou, posteriormente, "O Passeio dos Alegres" de Júlio Isidro, também é certo que me tornei mais seletiva e o vício televisivo evaporou-se... 

Atualmente, quase não vejo! Um filme, se o apanho no início, o "Masterchef" australiano (que gravo, para quando tiver disponibilidade), "E Depois do Adeus" se estou em casa, um ou outro programa quando calha. Mas as séries chateiam-me à brava: umas já têm barbas, outras até parecem giras, mas continuam na semana seguinte?!? E lembrar-me do horário e canal? 

Vai daí que, se o verão não é grande espiga para cinema, para as séries policiais o AXN até teve uma boa ideia: repetir compactos de 5 episódios seguidos. É evidente que não há tempo nem pachorra para passar a tarde ou a noite a papar todos de enfiada, mas sempre se grava. Não é a falha de um que interessa muito - de "Castle" não perdi o fio à meada - mas pode ser que finalmente perceba o seguimento de "O Mentalista"...


Imagem da net.

14 comentários:

  1. Também estou mais ou menos nessa: cada vez vejo menos televisão.
    E não é só pelas repetições. Já me irritam as Júlias e as Teresas e as Fátimas...
    não tenho pachorra. Dos programas estrangeiros, poucos. Somente alguns filmes que não tive oportunidade de ver, e um ou outro que vejo mais do que uma vez.
    Em contrapartida vou lendo os livros que posso. Gostava de ser como o Marcelo que lê meia dúzia em simultâneo! Mentira, não gostava nada de ser assim como ele.

    Beijokas vistas com sorrisos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, quem vê um desses programas vê todos, sejam elas ou eles a apresentarem ao país sempre as mesmas coisas, anos a fio, KOK! :P

      E se uma pessoa quer ler, escrever, blogar, pois, o tempo não sobra para tudo, há que fazer escolhas! ;)

      O Marcelo, a Clara Ferreira Alves e outros que tais têm uma grande facilidade de assimilação dos livros que leem... em viés! Mas tal como tu, ler livros assim não me dá o mesmo prazer do que saborear a leitura lentamente... :)))

      Beijocas sempre sorridentes!

      Eliminar
  2. Eu gosto destas duas séries e ainda do Querido Mudei a Casa...acho engraçadas as mudanças operadas!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, esse do "Querido..." quando apanho (e se tenho tempo) também vejo, ROSA! Esporadicamente, é certo, mas um episódio ou outro. Mas não me parece que seja muito difícil melhorar os locais que vão decorar, pois normalmente caracterizam-se por jardins ao abandono ou uma desorganização completa de móveis e tarecos que nada têm a ver uns com os outros... :)

      Portanto, na maior parte das vezes o resultado é bastante bom! (não estou a dizer que faria melhor, porque não sou decoradora, né?) :D

      Abraço

      Eliminar
  3. A blogosfera tirou-me tempo de leitura e de televisão. Por vezes, tomo conhecimento de determinados acontecimentos/notícias nos posts dos blogues que visito. Tb gosto de Castle e de O Mentalista. Devo ponderar seriamente sobre a gestão do tempo de lazer. : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É óbvio que se têm de fazer opções, CATARINA, no caso deixei de seguir telenovelas e tal e vejo muito menos televisão. Sobra mais tempo para ler, blogar e escrever (o que tenho feito pouco, by the way!).

      Mas sempre dá para tentar manter o fio à meada dessas séries que gosto, mesmo que perca um ou outro episódio! No caso de "O Mentalista", perdi um bocado... pode ser que agora dê para recuperar! :)

      Eliminar
  4. O Festival da Canção era mesmo um acontecimento , sem dúvida!

    Para séries , nunca tive muita paciência e , agora, ainda por cima prolongam-se por anos!!

    Mas , ainda hoje, revejo na TV Memória "Hello, Hello", "Quem sai aos seus", "Uma família às Direitas" e gostava de uma outra protagonizada por Bill Crosby (esta ainda não apareceu, não percebo porquê)

    Beijufas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era O acontecimento musical do ano, SÃO! :)

      Pois, já houve séries, como o CSI, que segui durante uns tempos, mas depois fartei-me: já vai ser filmada a temporada 14, imagina! Isto para não falar no CSI Miami e CSI Nova Iorque. Alguém tem pachorra para tanto CSI JUNTO??? :D

      Tirando esse da "Família às Direitas", do qual nunca gostei, os outros vi e segui quase de fio a pavio. Tiveram a sua época, mas não procuro revê-los! ;)

      Beijocas!

      Eliminar
  5. a televisão não é a minha praia, principalmente no Verão. Há já vários dias que só a ligo à meia noite para ver as notícias.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe, CARLOS, notícias é mesmo daquelas coisas que só vejo em dias muito especiais, porque as principais notícias acabo por ler na net e escuso de ser massacrada por mais de uma hora seguida e diária de desgraças! Salvo raríssimas exceções, claro... ;)

      Beijocas!

      Eliminar
  6. eu como tenho poucos canais estou a rever o Duarte e Companhia que dá ao fim-de-semana na rtp memória...costumava ver os filmes que davam há noite na rtp2 mas agora não dão e as séries que dão são repetidas...gostava de estar ao fim do dia com as janelas abertas a ver um bom filme...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É raríssimo ver a RTP Memória, TÉTISQ e a série já a vi há muitos anos. Agora se por acaso apanho um bom filme no início, também não perco: ou vejo, se tenho tempo, ou gravo! :)

      Mas como também não estou atenta à programação, é raro acontecer... ;)

      Eliminar
  7. A única série que estou a seguir com alguma regularidade é Criminal Minds.
    Eu que também era viciado em televisão.
    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente, há vícios que passam com o tempo, PEDRO! :)

      Essa série também passa cá, mas não me cativa... ;)

      Beijocas

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)