segunda-feira, 1 de julho de 2013

RÃ... ZINZICES!

Sentada numa esplanada, à beira de um lago, um estranho ruído interrompeu-me a leitura. O barulho parecia  vir daqui e fui saciar a minha curiosidade:

À primeira vista... nada!

Mas apurando a visão, lá estava o bicharoco pequenininho que tanto estrilho fazia. Quer dizer, ele/a e todos os parceiros que lhe respondiam com a mesma gana...

E encontrá-los, no meio de toda a vegetação?

Nenúfares e outras plantas e folhagens cobriam quase todo o meio aquático circundante.

Mais adiante, uma parceira mais silenciosa tecia a base da sua alimentação. Com relativo sucesso, note-se!

E, por fim, outra das coaxantes criaturas dava o ar da sua graça, se bem que igualmente bem camuflada naquelas águas calmas.

De costas e de frente:

Não sei se são rãs ou se são sapos (não beijei nenhum!), nem como tão pequeninos conseguem fazer tamanho chinfrim. Sei que compensou interromper a leitura... 

24 comentários:

  1. Compensou, sim senhora. Porque ficámos aqui com umas refrescantes fotos.

    Tem feliz semana, Teté

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Refrescantes para as rãs (ou sapos), mas alguns miúdos andavam mortinhos para enfiar os pés lá dentro, SÃO! :)

      Feliz semana para ti!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. É, foi uma sessão fotográfica interessante, ROSA, à procura dos bicharocos... :)

      Abraço

      Eliminar
  3. Claro que compensou. Tiraste umas fotos fantásticas. Gostei especialmente da 4°, 5° e 6° porque há tempos que quero tirar fotos a nenúfares e a outras plantas aquáticas e não encontro. : )
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tirei outras a outros nenúfares, quando foi do desafio, ainda na dúvida se as utilizaria ou não, mas optei pelos manjericos, CATARINA! Estas já foram tiradas depois... :)

      Abraço

      Eliminar
    2. Ainda pensando no desafio, estava na dúvida se os manjericos seriam teus ou da Maria. Mas, por outro lado, só “via”a Maria na foto das cerejas. Conclusão: os manjericos tinham que ser teus! : )

      Eliminar
    3. É, também reparei logo que acertaste na das cerejas, sem hesitações, CATARINA, logo no primeiro palpite! :)

      Eliminar
  4. Que lindo!
    O que eu gosto de as ouvir!
    Então, pela calada da noite...
    Há dias, quando fui à aldeia, ainda pensei estar a sonhar acordada, mas não. A minha mãe pôs uma ou duas, não sei precisar, num tanque enorme que temos por detrás da casa.
    Já me imagino a ouvi-la(s) na velha piscina insuflável, ao luar (este ano vou repetir a experiência. Espero que S.Pedro não me troque as voltas!:))

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei surpreendida, NINA, porque o laguinho é pequeno e no meio da cidade, não sabia que elas também andavam por lá. Mas de resto também gosto de as ouvir. E ver. E fotografar... :)))

      Não há de trocar as voltas nada, que ele não cumpriu o seu serviço na primavera, mas no verão não tem falhado, logo desde o primeiro dia! :)

      Beijocas!

      Eliminar
  5. O Amor é complexo, mas é lindo,
    muito lindo! Quando ele .
    Acredite no Tempo, na Amizade,
    na Sabedoria, e principalmente no Amor.
    A verdadeira amizade supõe um pacto de fidelidade,
    uma capacidade de dar sem esperar resposta.
    Em nome desse amor , que estou aqui hoje.
    Um dia especial..especial de verdade.
    O aniversário da minha pricesa(Lara)
    por isso venho convidar para uma visita no meu blog.
    Uma semana abençoada e na paz.
    Beijos no coração ,Evanir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva o amor e parabéns à tua princesa, EVANIR! :)

      Beijocas!

      Eliminar
  6. Acho bem que não tenhas beijado nenhum. Que isto dos sapos, beijá-los é arriscado.
    Conheço a história do "Isnogood", o gajo que se atreveu a tal e ao beijá-lo o sapo transformou-se num príncipe e o gajo transformou-se num sapo!
    Foi uma troca de identidades à velocidade da luz!

    Beijokas e sorrisos, sem artifícios! ;))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah e o que eu gosto desse "Isnogood", KOK?!? Delirante, mesmo! Maquiavélico como poucos, mas acaba sempre a beber do próprio veneno... e a dar-se mal com as suas maldades! :)))

      Esse de ele ter beijado o sapo nunca li! :)

      Beijocas e sorrisos pour toi!

      Eliminar
  7. Compensou muito bem...porque nos brindas com magníficas fotos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, LUISA, também me deu gozo andar à "caça" dos bicharocos... :)

      Eliminar
  8. odeio tento rãs e sapos que nem consegui ver as fotos muito bem... mas, devem ser lindas :)

    bj*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado, eu acho-lhes piada, TÈTISQ. E a aranhas, também! Já de abelhas tenho pavor e odeio melgas e mosquitagem de todo o género! Uns e outros dão cabo dessa bicharada... :)

      Beijocas!

      Eliminar
  9. Um chinês, ao olhar para eles, já os estava a ver temperados e fritinhos :)))
    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, acredito que sim, PEDRO! Mas eu nunca provei, se bem que também se encontrem em alguns restaurantes, sobretudo no Alentejo. A minha irmã diz que as perninhas são uma delícia... :)))

      Beijocas!

      Eliminar
  10. Nunca pensei vir a dizer isto de uma foto de uma rã, mas sobretudo a primeira foto, está fenomenal! Linda! Honras à fotógrafa :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também antipatizas com o bicharoco, POPPY?!? :)))

      Obrigada, também foi a que mais gostei! :)

      Beijocas!

      Eliminar
  11. Não sei porquê, mas simpatizo bastante com rãs. Será por ser escorpião?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, essa associação de ideias teve piada, CARLOS! :)

      Beijocas!

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)