sexta-feira, 22 de agosto de 2008

OS LIVROS QUE NÃO LI...

... são bastantes! O que acabei de ler agora intitula-se "O Velho e o Mar", de Ernest Hemingway. Embora seja um clássico - o escritor obteve o Nobel da Literatura em 1954 - reside em apenas 108 páginas, que se lêem de uma penada.

O idoso pescador aventura-se sozinho mais ao largo da costa cubana, para pescar o peixe que lhe concederá a sobrevivência necessária na sua modesta existência, após várias marés de azar. Até onde chegam os limites físicos e temporais do homem? E a sua consciência? E os desafios impostos pela natureza?

"O castigo do anzol não é nada. Mas o da fome, e o de sentir-se contra o que não entende, isso é tudo."

Bom, muito bom, com uma música de fundo a tocar interiormente...

Boas "ondas" para todos!

31 comentários:

  1. Estou a pensar en que música porías tu a ¿por quién doblan las campanas?. Obrigado, non coñecía esta canción

    ResponderEliminar
  2. Eu li este livro no secundário. Era uma das obras a ler. Claro que para mim não foi uma obrigação. :) Adorei a história e ainda hoje guardo pequenas partes na minha memória.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Condado, tens de escutar mais a rádio portuguesa e fartavas-te de ouvi-la canção essa. Até parece mentira em ti, que és fã do Rui.
    Desculpa, Teté. Há mesmo tantos livros que não lemos nem leremos. Para isso só quisera eu ter mil vidas.
    Beijo e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  5. agarrei agoa na peste do Camus. esse nunca li mas já vi uns desenhos animados geniais baseados nele. é só uma curta metragem mas brilhante.

    ResponderEliminar
  6. tudo depende de onde o anzol se prende...

    ResponderEliminar
  7. Esse Ernest bebia mais ainda do que eu...

    Bom fim-de-semana, Teté!

    ResponderEliminar
  8. Olha, eu passei ontem na Bertrand e fiquei frustradíssima: é muito livro. Uma pessoa não dá vazão... Tenho de fazer uma lista e concentrar-me no essencial. Vou por este, que do Hemingway ainda não li nada...Vergonha!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. nunca li nada de hemingway...tenho este terrivel defeito de que se não gosto do autor enquanto pessoa, não posso gostar do que escreve...

    ResponderEliminar
  10. Já estou a navegar...

    bom fds

    ResponderEliminar
  11. Se existisse, acho que punha o trailler do filme, que vi em tempos idos mas não me lembro rigorosamente nada (é de 1943, com Gary Cooper e Ingrid Bergman), CONDADO!
    Mas também é outro que não li... (`_^)

    Pois, TONS DE AZUL, ao pesquisar no Google descobri que algumas escolas o tornaram de leitura obrigatória. No meu tempo escolar não era, e o meu filho também não o leu!
    Deu-me prazer lê-lo agora... :)

    À-vontade, SUN! Mas há mesmo muitos (bons) livros a ler e muitos mais haverá, certamente. Não sei se mil vidas chegavam... (`_^)
    Beijoca e bom fimde!!!

    ResponderEliminar
  12. MOYLE, a "Peste" do Camus era obrigatório para as minhas colegas que tinham francês, no equivalente ao actual 10º ano (em franciú, está claro). Elas estavam todas a detestar, há opiniões que nos "traumatizam". Provavelmente seria por não terem idade suficiente para perceberem o enredo (ou o francês, está claro). Outro que nunca li! (aqui a "espertinha" foi para alemão, língua da qual hoje tem apenas umas luzes muito apagadas)! ;)

    Ah, VÍCIO, não conheces o velho ditado "pela boca morre o peixe"? Era aí que o anzol estava preso... :)))

    Dizem que sim, REI! 4 casamentos, não sei quantos filhos, amigo de pescarias, comunista, copofónico, doente, suicidou-se aos 61 anos. Mas o que é que isso interessa, se a prosa dele é tão simples e poética??? ;)

    ResponderEliminar
  13. SAFIRITA, o problema dessas listas é que vão sempre saindo livros novos, portanto acabam por ficar desactualizadas...
    (mas sim, não há capacidade humana para ler tudo, excluindo os "fantásticos", que lêem 700 páginas em 20 minutos! :))
    Beijoca!

    Eh, eh, eh, VAN, isso é um preconceito muito "sui generis"! E que dá para muitas outras vertentes: não vais gostar da pintura, da música, da escultura, da obra arquitectónica, do filme, porque não simpatizas com o modo de vida d@ artista ou a sua forma de encarar a vida? Não compliques!!! Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa! :))) Jinhos!

    Espero que em boas ondas, GATINHA!
    Jinhos e bom fim de semana para ti!

    ResponderEliminar
  14. Depois de mais de 30 dias de ausência da blogosfera, estou de volta.
    É um ótimo livro, li quando cursava o primeiro ano científico (secundário) para um trabalho escolar. Pra mim, juntamente com Por Quem Os Sinos Dobram, o melhor de Heminguay. Não gosto muito dos outros.
    É bom transitar de novo entre as letras do Quiproquó.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  15. Li esse há uns anos atrás (creio que anda cá por casa, não sei onde) mas sinceramente não é o meu tipo ... acho sempre Ernest Hemingway ... mostra só o lado negro da vida.

    Lembro-me que na altura esperava muito mais do autor e de ter ficado desiludida. Nem entendi muito bem porque ganhou o prémio.

    Pronto! E sei que a vida não é um mar de rosas, também existe esse lado.

    ResponderEliminar
  16. A minha lista de livros por ler é enorme!

    Acho que precisava de chegar aos 100 anos para ler e fazer tudo o que tenho planeado aahhahahah

    ResponderEliminar
  17. Fiz duas aquisições estas férias e não estou nada arrependida.
    - Um companheiro inesquecivel de susanna tamaro (uma historia espectacular)

    _portugues suave de margarida rebelo pinto ( uma leitura mto leve mas absorvente)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. li há muitos anos e gostei bastante.

    ResponderEliminar
  19. Olá Teté

    A questão dos livros que ainda não lemos pode às vezes ser angustiante, ao ritmo que se publica hoje em dia, sem contabilizarmos os clássicos todos que nos passaram ao lado...

    Na verdade, tenho para mim que os que importam são os que lemos e nos marcam. Como este, que é excelente (gosto bastante do Hemingway).

    E para quem tem aversão ao autor (???) há sempre uma versão cinéfila com uma interpretação muito interessante do Anthony Quinn

    beijinhos, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  20. Cara Teté,

    De livros que ainda não li não vale a pena falar pois a lista é infindável…

    Quanto ao “velho e o mar” li quando estava no secundário a tradução em português (ainda me lembro da cara de admiração da minha prof. de filosofia quando disse que já tinha lido). Adorei o livro. Vários anos depois comprei e reli o original, em inglês, e, não sei se por ser desfasado no tempo ou por qualquer coisa mais, gostei mais do que li em português. Talvez porque a nossa língua seja mais rica e permita imagens mais elaboradas, não sei, mas foi isso que senti… o original não me deixou a sensação de prazer que me tinha dado a versão traduzida…

    Obrigado pelas me memórias que me proporcionaste neste momento.

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  21. Ah, já li alguns livros dele, mas há muitos anos e mal os recordo...
    Beijinhos de bom Domingo para todos e esse rei da lã que beba pouco lá porque é domingo!...com que então o hemingway bebia mais que ele? ahhhhhh...

    ResponderEliminar
  22. lool,por isso é que eu disse que era um defeito meu. É mais forte que eu! Tenho de gostar do artista de alguma forma, senão, não me interessa o que tem para partilhar...

    ResponderEliminar
  23. ainda hei de escrever a lista dos livros que tenho para ler...=D

    ResponderEliminar
  24. Bela homenagem...é bom voltar a estes tempos atrás...de quando li há alguns anos...
    Os que não li esperam por mim aqui ao lado na prateleira!!!

    ResponderEliminar
  25. OLIVER, ainda bem que estás de volta, que já sabes que sou fãzoca dos teus textos! :)))
    Beijoca!

    Pois claro, PASCOALITA, que cada um tem os seus gostos de leitura. Normalmente também prefiro coisas mais alegres, ou policiais, mas abro excepções. E deste já tinha ouvido falar tanto, que quando o vi pela frente pensei logo "é hoje!"
    100 anos, para ler e fazer tudo que se planeou?! Que optimismo... :)))
    Jinhos, nina!

    ANA, li "Vai onde te leva o coração" da Susanna Tamaro e gostei bastante.
    Já da Margarida Rebelo Pinto, comecei a ler um e fiquei prái na página 30 - era "leveza" a mais para o meu gosto, que ela já tinha dado uma queca com um gajo qualquer que não gostava, questionava-se porquê, sendo jovem, bela e bem sucedida. Passei e nunca mais tentei ler nenhum, dada a minha pouca simpatia por... nem sei com lhe chamar... gente armada em dondoca e modernaça? A personagem também me pareceu idêntica áquilo que ela pensa dela própria, o que só a tornava ainda mais irritante... ;)
    Jinhos!

    ResponderEliminar
  26. Bem-vinda, VIOLETA!
    Só li agora, mas também gostei bastante! ;)

    LEONOR, pois também concordo que os que nos marcam são os que ficam para sempre na nossa memória, de vez em quando releio alguns que li em mais nova, para verificar se ainda me dá a mesma sensação. Não muitos, porque com tantos que ainda há para ler, não há tempo...
    Nunca vi esse filme com o Anthony Quinn!
    Jinhos!

    Duvido que no meu tempo de liceu tivesse gostado deste livro, FATIFER! Como outros, que não entendi na época...
    Mas alguns ficaram e hoje sou mais selectiva com as leituras - os que não gosto nas primeiras 30/40 páginas, ponho de lado. Com tantos e bons livros para ler, vou perder tempo com aqueles que me chateiam?!
    Jinhos!

    ResponderEliminar
  27. Dizem que sim, LAURINHA, que o escritor era amigo da pinga! Não sei, nunca o conheci, eh, eh, eh!
    Mas não interessa nada, se sabe escrever bem numa forma quase poética, né?
    Jinhos e boa semana, nina!

    Ah, VAN, isso para mim já é demasiada complicação, pelo menos com os livros. Se leio e gosto, só depois vou tentar saber pormenores do autor, para depois postar e não me esquecer de nenhum pormenor importante. E claro que do Hemingway já sabia alguns episódios de vida, mas doutros nem por isso...
    Não tenho uma lista, tenho aqui uma prateleira cheia deles (até já a fotografei, mas não saíu grande espiga, LOL) - isto fora todos aqueles que gostaria de ler! :)))

    Ahhh, SU, também tens uma prateleirinha deles? Bom, na minha confesso que alguns foram oferecidos e não me seduzem muito à partida. Ou seja, estão em stand by... Mas outros não, estão em fila de espera mesmo... ;)

    ResponderEliminar
  28. já vi alguém a apanhar um peixe pela barriga!
    e outro que apanhou um peixe e um andorinha ao mesmo tempo!

    ResponderEliminar
  29. Pela barriga também já vi, VÍCIO! Em pesca submarina!
    Agora peixe com andorinha, confesso que não... ;)

    ResponderEliminar
  30. Li esse livro e gostei muito.Hemingway é daqueles autores que não se esquecem jamais.Bela recordação e também recomendo o livro que o Oliver ditou,é realmente um grande escrito.
    Beijo e cheiro pra ti!

    ResponderEliminar
  31. Esse outro ainda não li, KÁTIA! Vi o filme quando era miúda, mas já não me lembro.

    Jinho para ti! :)*

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)