quinta-feira, 14 de agosto de 2008

NÃO SOU PORTUGUESA?!

Recebi este mail sobre "SER PORTUGUÊS É:" (com o qual discordo completamente e passo a explicar)

Levar arroz de frango para a praia.
Água, para mim, sandoscas para a rapaziada. Bjecas, são na esplanada...

Guardar as cuecas velhas para polir o carro.
Lavar o carro na rua, ao domingo.
Nem uma coisa, nem outra! Cuecas velhas são para o lixo... o boguinhas, pois, está a precisar de lavagem! (urgente: não esquecer de o levar à garagem!)

Ter pelo menos duas camisas traficadas da Lacoste e uma da Tommy (de cor amarelo-canário e azul-cueca).
Tráfico de camisas? Nem nunca tinha ouvido falar...

Passar o domingo no shopping.
Ná!!! Uma eventual ida ao cinema e chega!

Tirar a cera dos ouvidos com a chave do carro ou com a tampa da esferográfica.
Ca ganda porcaria!!!

Ter bigode.
Também não, felizmente!

Viajar pró cu de Judas e encontrar outro Tuga no restaurante.
Nunca viajei para esse local.

Receber visitas e ir logo mostrar a casa toda.
Não recebo visitas: só familiares e amigos!

Enfeitar as estantes da sala com as prendas do casamento.
Xi, pá, onde é que elas já vão...

Exigir que lhe chamem 'Doutor'.
Exigir que o tratem por Sr. Engenheiro.
Por tu a quem trato por tu, por você a quem trato por você, está de bom tamanho! Familiaridades excessivas, nem por isso.

Axaxinar o Portuguex ao eskrever.
Tento não o axaxinar... (oops!) assassinar!

Gastar 50 mil euros no Mercedes C220 cdi, mas não comprar o kit mãos-livres, porque 'é caro'.
Ó, ó, se tivesse 50 mil euros, tinha mais onde os gastar!

Já ter 'ido à bruxa'.
Fui! E ri-me bastante!

Filhos baptizados e de catecismo na mão, mas nunca pôr os pés na igreja.
Filho baptizado sim (essa história dá meia dúzia de posts), de catecismo na mão ou ir à Igreja não!

Não ser racista, mas abrir uma excepção com os ciganos.
Não abro excepções!

Ir de carro para todo o lado, aconteça o que acontecer, e pelo menos, a 500 metros de casa.
Ai, às vezes dá uma preguicite aguda...

Conduzir sempre pela faixa da esquerda da auto-estrada (a da direita é para os camiões).
Cometer 3 infracções ao código da estrada, por quilómetro percorrido!!!
Também não! Tive uma única multa, de estacionamento...

Ter três telemóveis.
Gastar uma fortuna no telemóvel mas pensar duas vezes antes de ir ao dentista.
Apenas um, dos mais simples e baratos, cuja única particularidade é ter estampado um autocolante oferecido por uma das minhas sobrinhas.
Infelizmente, vou ao dentista frequentemente.

Ir à bola, comprar 'prá geral' e saltar 'prá central'.
NUNCA fui à bola!

Viver em casa dos pais até aos 30 anos ou mais.
Acontece...

Ser mal atendido num serviço, ficar lixado da vida, mas não reclamar por escrito 'porque não se quer aborrecer'.
Não costumo andar aí a reclamar por escrito por "dá cá aquela palha", mas quando foi ou é necessário, também não me acanho...

Falar mal do Governo eleito e esquecer-se que votou nele.
Nananinaná! Já nem me lembro quais foram os últimos governantes eleitos em quem votei...

BOAS ONDAS PARA TODOS!
(portugueses ou estrangeirados, como eu?!)

37 comentários:

  1. face ao exposto, concluo que devo ser esquimó ou coisa que o valha...

    ResponderEliminar
  2. Olá Teté, com mta vergonha minha me confesso......quando comprei a minha casa fui logo mostrá-la todinha aos amigos e familiares próximos ......deverei sentir-me envergonhada? ;-))


    Essa de ir de carro para todo o lado, já aconteceu mais. Agora a gasolina está cara demais para isso ;-)

    De resto n me identifico mm nada.

    ResponderEliminar
  3. Gostei da resposta dúbia ao seres ou não racista. hihihihi

    Eu não sou nada racista, mas muita gente com que me cruzo (profissionalmente), enfiada numa jangada, sem remos e em alto mar, não me parece nada de mal!

    beijo d'enxofre

    Nota: para além de tudo, aperto tão depressa a mão a um branco como o pescoço a um cig... cof cof cof, pre... nada, tou a abrincar pah, eu nem sou de andar por aí a apertar mãos! hihihihi

    ResponderEliminar
  4. Esquimó ou outra coisa qualquer, CAPITÃO! Português(a) é que nem por isso... :)

    ANA, o texto fala de visitas, não de pessoas que frequentam a casa, que, como é lógico, convém que conheçam os cantos do "palacete"... :-D

    Qual dúbia, DIABBA? Não sou e acabou!
    Quanto a essa gente enfiada na jangada, sem remos e em alto mar (xi, que tu hoje estás meiguinha!), tenho impressão que punha lá mais branquelas do que outros, a começar por uns quantos governantes mundiais...
    Concordo que essa de andar por aí a apertar mãos, não é grande ideia, eh, eh, eh!
    Beijoca!

    ResponderEliminar
  5. Só me considero portuguesa no do bigode. =^.^=

    ResponderEliminar
  6. Já ouviste falar de cera depilatória, SUN??? (`_^)

    ResponderEliminar
  7. Adorei teu blog, vou voltar sempre aqui.
    Tenha uma bela tarde.
    Maurizio

    ResponderEliminar
  8. Credo; já nem podemos ser portugas de primeira, ficamos pra segundo lugar se tirarmos a cera dos ouvidos com o que aparecer à mão...Bolas, cada um é como é, mas temos muito em comum com o questionário, ehhhhhh. Beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Desculpa, mas quem fez isto não é português e sim TUGA!!

    beijocas

    ResponderEliminar
  10. Então não havia de ouvir da cera depilátoria? Mas só ouvi depois de tira-la dos ouvidos com a chave da mota... (^_^)

    ResponderEliminar
  11. eu não sei s esou esquimó, ams portuguesa, 2º esta tabela não sou...
    bjs

    ResponderEliminar
  12. MAURIZIO, não simpatizo muito com comentários em spam, mas tu é que sabes...

    LAURINHA ("disfarçada" de Neide, eh, eh, eh), é verdade que cada um é como é, mas o "retrato" é mauzinho... parece uma caricatura! Nem era questionário, "respondi" porque me deu na veneta... :)))
    Jinhos, nina!

    GATINHA, absolutamente de acordo! TUGA e da pior espécie, daquela que se acha superior aos restantes... ;)
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  13. Ah, ah, ah, SUN, que instinto tu tens para me fazer rir...
    Será geracional??? (^_^)

    JASMIM, também acho esta "tabela" muito caricatural, daí ter-me apetecido "responder"... ;)
    Jinhos, nina!

    ResponderEliminar
  14. laurinha disfarçada de neide porque não viu que estava a postar com outro nome...o filho andou aqui a mexer no blog e trocou-me as voltas e ...mandei-o por esta parte como estava e...prontos...
    Ah, sim, conheço esse género de portugueses, mas sempre os houve e haverá pelo mundo fora, além disso fazem questão que saibamos que já são muito emancipados de nóiiiiis aqui na terra e quando cá voltam de férias; é o que se vê, muitos mercis muitos francius ehhhhhhhh, enfim...Beijinhos meu amor d enina...goto muto de ti...

    ResponderEliminar
  15. Concordo contigo. Também não me revejo nessa classificação de PORTUGUÊS.

    Ora vejamos:

    Quando morava em Lisboa, fui uma vez até Monsanto e aproveitei para lavar o carro no chafariz que lá há ... nesse dia fui uma portuguesa típica, não?

    Ahahahahah uma vez, há mtos anos (quase 30 anos) fui com uma colega a um vidente!
    Enquanto lá estive tentei mostrar-me séria, mas pela reacção do tipo, não convenci. ahahahah

    ResponderEliminar
  16. Eu levo sempre um saco térmico com sandochas e umas cervejolas para a praia! Isso faz de mim um portuga??? ahahahah

    Pensava que tinha de me empazinar de sardinhas e deixar na areia as garrafas do tinto vazias ahahahh

    ResponderEliminar
  17. Polir o carro com cuecas velhas! Essa nem ao DIABO lembraria ahahahah

    Por falar em cuecas, acabei de ver na tv que uma australiana (acho que era dessa nacionalidade) para se vingar da traição do marido, colocou num site da internet, as cuecas da "traidora" à venda ahahahahahah

    Isso sim, parece mesmo coisa de PORTUGUESA, não te parece???

    ResponderEliminar
  18. Cuecas velhas não guardo! Aliás, qq dia começo a usar "cuecas e meias descartáveis" para não ter trabalho.

    Mas guardo as peúgas para limpar o vidro do recuperador de calor ... serie portuguesa??? ahahah

    ResponderEliminar
  19. Bem ...
    Não tinha dúvidas que o meu manel era português, mas teve um tempo em que sem saber estive casada com um "apátrida" ahahahah)

    ResponderEliminar
  20. LAURINHA, aqui em Lisboa não se nota tanto esses "francius" mais os seus "mercis", mas são realmente um perigo, na estrada, que querem mostrar a potência dos carrões... e conduzem muita mal!!!
    Quanto à "neide", percebi, sim, o que tinha acontecido... :)))
    Beijocas, linda!

    PASCOALITA, e alguém se revê???
    Ah e a "bruxa", nem me fales! Um prédio velho, tudo muito escuro e deprimente (devia ser para dar a devida "ambiência") e uma velha com cara de megera a "guardar-nos" na sala de espera, proibindo-nos de cruzar as pernas... :))) Fartei-me de rir mesmo, mas não foi à frente da bruxa e "companhia"...
    Jinhos, nina!

    No, ombre MEXICANO, tudo quanto seja menos de um arroz de frango, de um cozidinho à portuguesa ou das belas das sardinhas assadas, não faz de ti um porguês, nesta acepção do termo... :)

    ResponderEliminar
  21. * português, está claro, MEXICANO!

    CUSQUINHA, ah, ah, ah, mulheres enganadas (e vingativas) são iguais em todas as partes do mundo... :)

    BETYNHA, como não sei o que é um recuperador de calor, não te sei responder... ah, ah, ah!
    Quanto à parte das cuecas e meias descartáveis, devia de sair assim um bocado para o carote, não??? :)))

    MISS ESFINGE, se isto é ser português, tenho impressão que quase só conheço apátridas (embora tenha alguns amigos que são assim um bocado a dar para o "acelera"...)! :)

    ResponderEliminar
  22. Hehehhe...Características bem apanhadas!
    Eu tinha 3 telemóveis, mas já corrigi isso com um duo, portanto já posso dizer que não sou Tuga ;)

    ResponderEliminar
  23. Eh, eh, eh, AHLKINHA e descobrias logo qual deles é que estava a tocar???

    Bom, pelo que percebi, o verdadeiro tuga tem de ter várias destas características, pelo que só uminha não conta... :D

    ResponderEliminar
  24. Hahaha,ri a valer!É cada uma que aparece não é?É aquela coisa que uma meia dúzia faz e pensa que todo mundo faz igual.Ai,ai...bom estar aqui novamente.
    :)
    Beijo e cheiro!

    ResponderEliminar
  25. Eu tinha claro que tu nao eras portuguesa

    ResponderEliminar
  26. Bem-vindo, TONY MADUREIRA!
    Pois, tem que se lhe diga... :)

    KÁTIA, a "imagem" é caricatural, mas não me reconheço nela minimamente. Nem a maior parte das pessoas que conheço. Isto de puxar dos galões, pela parte da imbecilidade, também tem que se lhe diga... ;)
    Jinhos, amiga! :)*

    Sou portuguesa, sim, CONDADO! Tuga é que nem por isso... (`_^)

    ResponderEliminar
  27. Acabo de descobrir que sou estrangeiro.
    E que devo estar cá ilegal....
    Por isso, não vou comentar o post, ou ainda dão por mim e me repatriam...

    ResponderEliminar
  28. Chiu, SORRISOS, não digas isso muito alto, quando não também me vêm "repatriar", nem eu sei bem para onde... :)

    ResponderEliminar
  29. Eu ando aí num limbo, a avaliar pelo teu post. Já fui a três videntes. Concluo que são todos uns aldrabões, que não vejo nada do que me disseram, apesar de andar mais ou menos pelo mesmo. Devem ter um guião. Mas internacional, que duas eram francesas! Mas deu para rir, e para me espantar/assustar, que a gente não acredita em bruxas mas que as há, há.

    Reciclar cuecas, sim senhora! Mas só se forem de algodão de boa qualidade. É muito bom para limpar os pincéis! Camisas de dormir e tshirts também. Marcha tudo aqui para o atelier.

    Também já fui da turma do bigode, mas isso são tempos idos... Graças a Deus, né?! ;)

    De resto, porto-me bem. Não devo ser grande portuguesa...;)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  30. Tem gente assim em qualquer lugar, seja português, ou não.
    Esta de limpar o carro com cueca velha jamais ouvi falar. Muito boa! :)
    Curioso, aí também tem este lugar, o Cu de Judas, hein? De igual modo, jamais estive lá.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  31. SAFIRITA, pela descrição do mail, os 10 milhões de portugueses resumem-se a uns quantos tugas...
    Para limpar pincéis não é a mesma coisa que dar lustro aos faróis e farolins do carro, né? :)
    As bruxas ou videntes parecem-me iguais em todas as partes do mundo, deve de existir um guião mesmo...
    Limbo coisíssima nenhuma!!! :D
    Beijocas!

    Tens razão, OLIVER, é capaz de existir gente dessa em qualquer lugar!
    Exceptuando alguma malta com a mania que é acelera nas estradas, também não conheço ninguém que corresponda a estas características, no todo ou só parcialmente (metade delas ou assim).
    Também não me parece que o "cu de judas" seja um local aprazível... ;)
    Jinhos!

    ResponderEliminar
  32. comidinha, é mesmo nos jardins "fechados" dos condominios "trancados" do outro lado da estrada!

    Cuecas? trapo???? olha só um saco de cuequilho, era lindo!

    mas também com esta cor "deslavada" devo ser mesmo d'outro mundo!

    beijo grande

    ResponderEliminar
  33. Eu também devo ser estangeirada ou coisa que me valha!!!!! Mas deu para rir imenso com estas tiradas! ;)))

    ResponderEliminar
  34. Pois, sei lá se não há prái gente a aproveitar cuecas para fazer sacos, INÊS? Lembras-te que houve uma altura que se aproveitavam as calças de ganga velhas, para fazerem malas de verão??? Quer dizer, para quem tinha jeito para lavores, o que não é, nem nunca foi, o meu caso...
    Quanto ao "pálida", obviamente estava a brincar com o tratamento que deste à foto... :)))
    Jinhos, nina!

    SU, e não somos todos, segundo esta "análise"??? :D

    ResponderEliminar
  35. Ehehe
    Identifico-me com algumas, com outras nem chego lá perto.

    ResponderEliminar
  36. Uma outra ainda acontece, TONS DE AZUL, mas com todas, já não é ser português, é ser uma ganda tuga!!! :)))

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)