sexta-feira, 31 de agosto de 2007

RATATOUILLE

Já disse, e confirmo, adorar desenhos animados.

Mas, e há sempre um mas, não simpatizo muito com ratos e ratazanas. Por mais simbólica que possa ser a parecença com os homens, estou um bocadinho farta de heróis ratos, que começaram com o Mickey e alongaram-se com o Super-Rato, o Speedy Gonzalez, o Jerry, o Fievel e agora com o Rémy. Desculpem, se me esqueci de algum de permeio.

O enredo é simples: o Rémy é um rato com um olfacto mais apurado que a restante família e a partir daí fica ao serviço dela, para detectar venenos. Trabalho burocrático, de que ele não gosta. Tem a vaga noção que é um grande cozinheiro, que misturar sabores é uma arte. E é a partir daí que o filme se desenrola, com uns fantasminhas pelo meio e uns “artistas” a tentarem denegrir a imagem de Lingrini (ou será, Linguini?), um jovem em início de carreira. Ahann, será que nunca vi isto em lado nenhum?

Bom, de qualquer das formas, gostei do filme:

RATATOUILLE
Realização: Brad Bird (2007)
Argumento: Emily Cook e Kathy Greenberg

Para quem estiver interessado, o ratatouille também é uma receita da culinária francesa, que consiste num estufado de legumes: pimento, cebola, curgete, beringela e tomate, condimentada com alho, tomilho e louro. Nunca experimentei, mas para quem me quiser perguntar a receita, envio-a de bom grado. Livresca, é certo...

Têm de esperar uns diazinhos, porque vou de férias, mas de resto, à vontadex!

Jinhos para todos, garanto que volto!

17 comentários:

  1. Confesso que gostei imenso do filme. O início é engraçadíssimo (a cena dos extraterrestres)e as expressões dos intervenientes são do melhor que há ... mas respeito a tua opinião... ;)

    ResponderEliminar
  2. Estava na minha lista mas quase a cair no esquecimento, o teu comentário veio relembrar-mo, tenho de ir vê-lo :)

    Ratatouille, bem bom! Costumo fazer, enfiando lá para dentro todos os legumes que me vêm parar à mão. Digamos que já é uma das minhas adaptações comodistas ;)

    ResponderEliminar
  3. Essa é a segunda vez que vejo este filme sendo citado em blog.Bem parece ser bom.Vou aguardar para quando sair nas locadoras.Ehehehehe.E a receita,não sei fazer não...comida francesa,não entendo muito.Posso sempre tentar.
    Aproveita tuas férias com alegria!E volta,volta cheia de coisas boas para dividir conosco!
    Beijos,Beijos pra ti!

    ResponderEliminar
  4. Significa que o Sócrates não tarda a passar para os desenhos animados?
    Ou as ratazanas são menos mediáticas do que os ratos?

    Não ligues, Teté.
    As termas dão cabo de mim...

    ResponderEliminar
  5. Ainda não vi mas quero ir ver. Deve estar bonzinho.

    Boas férias :)

    ResponderEliminar
  6. Eu gostei imenso. Já agora, o Fievel é um dos meus heróis de criança, LOL. Gosto de ratos, mas detesto ratazanas!!!

    ResponderEliminar
  7. Ainda não vi, mas está na lista. Só que em DVD, acho que certos filmes é um desperdicio ver no cinema, e esse é um deles.

    Boas férias, então!

    ResponderEliminar
  8. Bem...eu também gosto imenso de desenhos animados...mas neste caso penso que vou ficar pela receita, que de gula sou uma extrema pecadora!
    Vim directamente de ver o Next, com o Nicolas Cage...mas ainda nem sei bem qual foi a sensação com que fiquei!
    De férias bloguísticas...e vai a Madame Teté agora de férias! Fico à espera de novidades. farei depois um post sobre o prémio atribuído. Vai para linha de espera...tipo de montagem em série quase!
    Entretanto, como também ando a sofrer de "fartura" de problemas da comunidades.net ando a experimentar outro cantinho, a continuação da Teia:

    http://teiadeariana.blogspot.com/

    Quando regressares aparece!
    Olha, e hi5?! ;)

    Beijinhos grandes!!

    ResponderEliminar
  9. Bem-vinda, Teresa!

    Eu também gostei bastante do filme, não simpatizo nada é com a ideia da minha cozinha ser invadida por uma horda daquelas...

    Não consegui espreitar a tua página, lá irei depois!

    ResponderEliminar
  10. Ahlka, o filme é giro, para quem gosta de desenhos animados.

    Quanto à culinária propriamente dita, pois, nunca provei, mas o segredo de uma boa cozinheira ou gastrónoma é ir fazendo umas experiências mais ao gosto pessoal da própria e dos seus, não é?

    ResponderEliminar
  11. Kátia, pois, culinária francesa também não é muito o meu género...

    E claro que o filme pode esperar até sair em DVD, mas em véspera de férias foi o que me apeteceu mais ver...

    Foram boas mesmo, obrigada!

    Jinhos

    ResponderEliminar
  12. Oh, Capitão, as águas dão mesmo cabo de uma pessoa, não é?

    E quanto a política, ando mesmo alheada, que as férias também passam por isso... desintoxicar!

    ResponderEliminar
  13. Fausto, sou suspeita, porque gosto de quase tudo o que é desenhos animados e BD. Obrigada, que as férias foram realmente boas...

    Vanadis, na minha cozinha, dispenso qualquer um desses bichinhos. Aliás, portas adentro, só aprecio ver nos ecrãs de televisão. Gracias!

    Thank you, Eduardo Jai.

    ResponderEliminar
  14. Rafeiro, claro que pode esperar pelo DVD.

    Rauf, Rauf, pelo desejo de boas férias!

    ResponderEliminar
  15. Querida Su, acho que fizeste muito bem! Desde que foste de férias já lá fui espreitar duas vezes, em que estava a dar problema novamente...

    Já li o teu post, mas ainda não atinei bem com este novo "fuso horário" (brincadeirinha, que vim do Algarve), mas a chegada a Lisboa é sempre um bocado atribulada, há 10 mil coisas para pôr em dia...

    Jinhos!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)