sábado, 24 de agosto de 2013

WHEN I FALL IN LOVE

Excecionalmente antecipada para sábado, a rúbrica "Músicas de sempre" de hoje é um dois em um: por um lado Nat King Cole, por outro a artista auto-didata (ou mais ou menos) Julie Doornbos, que aprendeu a desenhar e a pintar... lendo - o desenho a carvão da imagem é da sua autoria e realmente fantástico, no meu entender. Segundo ela, a avó resolveu aprender a esquiar aos 16 anos através da leitura, pelo que gosta de pensar que saiu a ela. Mas podem ver mais sobre Julie Doornbos no seu site, que também indica o blogue onde divulga os seus últimos trabalhos, se eventualmente estiverem interessados em espreitar...

Quanto a Nat King Cole é uma paixão já pós-adolescência, no início da idade adulta - o último disco em vinil que comprei continha os seus maiores sucessos, numa época em que já começavam a aparecer os CD. Nem me recordo exatamente o porquê, mas uma tarde um amigo fascinado por músicas ditas alternativas (nunca me faltaram amigos melómanos, mas nem sempre com gostos coincidentes com os meus) arrastou-me para uma pequena loja de discos no Bairro Azul, onde se entreteve um bom bocado a falar com o empregado. Enquanto isso, descobri aquele álbum duplo a um preço muito convidativo, e comprei na esperança de o conseguir passar para cassette - outra "relíquia" do passado - para ouvir no carro. O que nunca chegou a acontecer, mas o disco ouvi-o de fio a pavio muitas vezes, nos anos que se seguiram. O meu amigo saiu da loja de mãos a abanar, depois de encomendar uma das suas "pérolas".

"When I fall in love", na melodiosa voz de Nat King Cole, aqui numa cena do filme "Istambul" (1957), onde também contracenam Errol Flynn e Cornell Borchers (confesso que desta atriz alemã nem me lembro, mas a carreira dela foi breve, retirou-se no ano em que nasci...):


UM EXCELENTE FIM DE SEMANA PARA TODOS!

18 comentários:

  1. Esta é uma excelente música entre tantas outras de Nat Kin Cole!
    Também sou fã dele!

    Bom fim de semana

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, o difícil é escolher uma, ROSA! Mas como já pus outras, desta vez escolhi esta... :)

      Abraço

      Eliminar
  2. Uma das vozes mais bonitas e românticas de sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Absolutamente de acordo, RICARDO! :)

      Eliminar
  3. Excelente escolha, pois também me agradou sempre Nat Cole...

    Abraço grato, retribuindo votos de alegre fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós às vezes até temos gostos coincidentes, SÃO... :)))

      Abração!

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Unforgetable, indeed, CATARINA!

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Também para ti, Catarina! :)))

      Eliminar
  6. Voz doce, maravilhosamente quente!
    Por cá - apenas PARAÍSO, sem grandes compras. Apenas visitas à natureza, onde já estou.
    Quando regressar a Portugal, recomeçam também os exames e o resto que se vai seguir
    Beijinho Teté

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, KIM, no paraíso não existiam centro comerciais, só a beleza pujante da Natureza! Aproveita bem essas férias no paraíso e junto do teu filho... e espero que ao regressares a Lisboa corra tudo pelo melhor!

      Uma grande beijinho, amigo!

      Eliminar
  7. Uma voz unforgetable!!! Adoro desde a minha adolescência - e onde é que ela já vai! Tenho singles de vinil dele comprados em inícios de 60! Simplesmente Unforgetable!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é que não gostasse antes, GRAÇA, mas dada a minha tendência a não conhecer cantores ou títulos de músicas só identifiquei muito mais tarde. Essa compra já terá sido nos anos 80, já ele tinha morrido há cerca de vinte anos. Mas não é isso que acontece com uma voz unforgetable?!? :)

      Eliminar
  8. Nat King Cole também está na minha lista da semana na rubrica lá do On the rocks, mas a canção é outra...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nat King Cole tem belíssimas canções, tenho a certeza que também gostarei da sua escolha, CARLOS! :)

      Beijocas!

      Eliminar
  9. Nat King Cole é uma paixão que não esmorece.
    Anda sempre comigo no carro.
    O cantor com o melhor fraseado (Frank Sinatra dixit)
    When I Fall in Love, cantada mesmo fora de tom, pode fazer milagres :))
    Beijocas!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então olhe, temos esse gosto em comum, PEDRO, que ainda hoje gosto muito de o ouvir! :)

      Beijocas!

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)