terça-feira, 5 de julho de 2016

TUDO TEM UMA EXPLICAÇÃO...

... que eventualmente é simples e lógica. Como no caso deste painel de azulejos que fotografei em Peniche e publiquei num post anterior. Que a Adélia identificou como sendo de autoria de um amigo seu: Gama Diniz

Então confessei a minha ignorância sobre o porquê de em terra de pescadores as homenageadas serem as lavadeiras de outros tempos. Nada mais simples: aquele telheiro que se pode ver atrás do painel serve de proteção aos tanques de lavadeiras que ainda existem por lá. Como se poderá comprovar mais pormenorizadamente aqui.

Isto é o que faz parar o carro à beira da estrada, tirar umas fotos apressadas ao motivo de interesse e, ala que se faz tarde, bazar para o almoço. Fica a explicação. Graças à Adélia, a quem agradeço a identificação do artista.

21 comentários:

  1. Nem mais...a Deus o que é de Deus e a César o que é de César!

    Para ti vão os nossos agradecimentos por nos dares a conhecer esta bela alegoria das lavadeiras de Peniche. Para a Amiga (não de Peniche) Adélia, vai a mesma dose, pela explicação e pelo belo amigo - por ser artista - que tem.
    É com este partilhar de conhecimentos e contributos, que se faz a interacção neste nosso blogobairro! :)
    Cada um dá o que tem e sabe...

    Beijinhos para ambas e + 1 beijoca para ti!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, JANITA, aqui estamos sempre a aprender... :)

      Beijocas

      Eliminar
  2. Aí mesmo no centro desta foto, estrada N114, Avenida Mariano Calado, onde diz Papoa 51 Hostel https://www.google.pt/maps/@39.3688575,-9.3824923,483a,20y,105.06h,44.89t/data=!3m1!1e3

    Curiosidade levou-me a procurar onde ! :) ... Tenho lá ido a Peniche tantas vezes e ainda não tinha visto ! :(
    Curioso esse artigo sobre o Tanque das Lavadeiras.

    Beijocas Té, repartidas com a Adélia :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é,nem sempre os nossos olhos atentam em tudo, RUI. E eu nem conhecia o castelo que tu mostras, passando férias ali tão perto... :)

      Beijocas

      Eliminar
  3. A história dos lugares e das coisas que neles existem é fascinante. Mas não há mesmo tempo para contar e saber tudo. E pronto, já se desfez o mistério, afinal as lavadeiras tinham sua causa eficiente. E, se não fora o facto de ter ficado intrigada e perguntar-se, nós, que lemos e nem perguntamos, não saberíamos. A curiosidade que duvida é grande coisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizem que a curiosidade matou o gato, BEA, mas o que seria do Homem sem a sua natural curiosidade? Se calhar ainda estava no tempo da pedra lascada... ;)

      Eliminar
  4. também fui ver as lavadeiras e gostei da homenagem às mulheres que com o seu duro trabalho traziam no regresso a roupa limpa e perfumada!
    as lavadeiras de Portugal levaram a fama do seu trabalho além fronteiras!:

    https://www.youtube.com/watch?v=a6xW_houRpY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo link, ANGELA, não conhecia de todo essa fama internacional, nem a música e cantora. :)

      Eliminar
  5. Há sempre uma razão... pelo que parece!
    Bjos : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois há, CATARINA, mas nem sempre a encontramos... :)

      Beijocas

      Eliminar
  6. Peniche é terra
    que louva o trabalho

    e Gama Diniz também
    (dê uma vista de olhos pela sua obra)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já pesquisei, ROGÉRIO, e gostei do que vi. No entanto, não conhecia de todo - a pintura nacional não é assim uma coisa tão amplamente divulgada, é preciso estar-se atento, o que nem sempre acontece... :)

      Eliminar
  7. Chamo a isto partilha de conhecimento :)
    Agora também já sei ! :D

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sabemos todos, FÊ!:)

      Beijocas

      Eliminar
  8. Monumentos às pessoas que labutam de Sol a Sol, neste pequeno País que tem tanta coisa Boa e alguma má, como em tudo na vida. Fiquei a conhecer a história ! Obrigado Teresa e Adélia !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficámos todos, RICARDO! :)

      Eliminar
  9. Poderia ser um grande enigma como o dos Rui :)
    Vou espreitar o link...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, já eram enigmas a mais, REDONDA, que já tinha perguntado onde ficava. :)

      Eliminar
  10. Já de volta e mais elucidada (lembrei-me que em criança tinha a mania que sabia cantar e depois de ter visto o filme andava a cantarolar "ai rio não te queixes, ai que o sabão não mata, ai até lava os peixes e põe-os cor de prata" :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também cantava essa canção, REDONDA, mas felizmente nunca tive ilusões sobre a minha afinação... :)))

      Eliminar
  11. Tirei uma fotografia a esse painel ano passado
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)