terça-feira, 23 de junho de 2015

UM SONHO ANTIGO

Visitar Roma era um sonho há muito acalentado: uma cidade romântica e plena de história, onde em cada esquina há um museu, uma igreja, uma estátua ou uma fonte de onde brota água fresca; e uma esplanadinha florida onde se pode tomar uma bebida, comer um dos típicos gelados italianos e onde também não faltam os bons pratos da gastronomia local para uma refeição ligeira (ou até mais completa, se o apetite assim o desejar).

O problema dos sonhos e das elevadas expetativas é que são constituídos apenas por momentos mágicos, esquecendo que a realidade está longe de ser um roteiro realizado para convencer turistas incautos. Escusado será dizer que algumas desilusões se avizinhavam... 

A primeiríssima das quais a própria quantidade de outros turistas que tinham tido a mesma ideia  que nós, em simultâneo. Alguns ainda viajando em grandes excursões, que de um modo geral punham toda a populaça a fugir a sete pés. Ninguém deve imaginar bem as filas incomensuráveis à porta do Coliseu, dos museus do Vaticano e da Basílica de S. Pedro - vale que que íamos prevenidos e tínhamos comprado bilhetes on line para os dois primeiros. Quanto à Basílica (cujo acesso é teoricamente gratuito) temos pena de não ter visitado por dentro, mas de pelo menos umas duas horitas à torreira do Sol não nos safávamos e... passámos! 

Por outro lado, e embora haja muitas ruas pedonais no centro da cidade, o trânsito em Roma é absolutamente caótico - os romanos guiam a grande velocidade, ligam pouco ou nada às passadeiras e as lambretas são aos milhares. E todos buzinam por dá cá aquela palha. Isto aliado aos buracos e assimetrias de estradas e passeios, tem de se estar com uma atenção redobrada para andar na rua. Por seu turno, o metro é composto apenas por duas linhas que se cruzam na estação central de Termini - consta que há outras linhas em execução, mas que em cada escavação vão encontrando novos elementos arquitetónicos e arqueológicos, de modo que praticamente não avançam - que, tanto quanto pudemos constatar, funcionam a tempo e horas. No entanto, as paredes e carruagens estão cheias de pichagens, as escadas rolantes e os placards informativos avariam com frequência e as infiltrações de humidade são visíveis a olho nu. O que no conjunto lhe dá um ar degradado. 

Contudo, a grande e verdadeira desilusão foi esta: a Fontana di Trevi está em obras (pelo menos desde agosto do ano passado) não houve moedinha atirada de costas para a fonte, que segundo a tradição garante o regresso a Roma numa futura ocasião. As lendas valem o que valem, não é? 

Ah e tal que só foquei os aspetos negativos da viagem? Pois só! Mas os positivos e histórias caricatas foram mais que muitos, pelo que sobre eles escreverei noutro post! E que fique bem presente que vale sempre a pena sonhar...

24 comentários:

  1. Eu gostei de visitar Roma. Mas para mim, em Itália não há como Florença.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conheço Florença, TIMTIM TIM, de modo que não tenho termos de comparação. Se é que as cidades se podem comparar... ;)

      Eliminar
  2. ~~~
    ~ Divertida e original, esta primeira parte.

    ~~ Beijocas, desejando boa semana. ~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, MAJO, e boa semana também para ti! :)

      Beijocas

      Eliminar
  3. Finalmente encontrei o blog da Teté!!!
    Tive muita sorte porque gostei de ler o que escreveu sobre Roma.
    Já lá estive e adorei. Não me lembro de atirar se atirei a moedinha, mas faltam-me conhecer tantas cidades italianas que se não voltar, não vem mal ao mundo.
    Penso que tive um pouco mais sorte que tu, a Fontana di Trevi não estava em obras e entrei facilmente no Coliseu.
    Subi à cúpula do Vaticano e aí é que foi uma dureza, porque as escada eram em caracol e estreitas, mas valeu, lá do alto apreciei uma vista fantástica sobre Roma. Fui em Fevereiro, talvez por isso , não apanhei a confusão que descreves.
    Seja como for, Roma é uma cidade linda!
    Beijos Teté

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, MANU, não conheço tantas cidades (italianas e não só), que a probabilidade de fazer outra viagem de recreio a Roma é reduzida.

      Por acaso era coisa que já tinha decidido de antemão que não iria subir à cúpula do Vaticano - 330 degraus depois do elevador é demais! Não tive a vista fantástica, mas ainda tive pernas para calcorrear a cidade um pouco mais... (coisa que não teria se tivesse subido tantos degraus)

      Concordamos que Roma tem zonas lindas! :)

      Beijocas

      Eliminar
  4. Não obstante as «desilusões» deve ter sido um passeio e tanto!!! Que bom! É tão bom viajar!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, GRAÇA, viajar abre-nos tantos horizontes... :)

      Beijocas

      Eliminar
  5. Ok. Então este post equivale à "má notícia". Agora venha o post da boa notícia para alimentar o sonho. :)

    Eu nunca estive em Roma. O meu filo é que foi lá passar o fim de ano. Estava frio. muito frio. Ainda assim comeu gelados. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outra "má notícia" é que as boas notícias não cabem todas num post, LUISA. Mas vou tentar resumir para a próxima... :D

      Eles têm gelados durante todo o ano! O que para mim faz todo o sentido, que não como gelados só no verão! :)

      Eliminar
  6. Roma não a cidade italiana que mais me agradou .

    Mas fiquei de lágrimas nos olhos defronte da obra-prima que é a Pietá de Miguel Ângelo e boquiaberta face ao seu Moisés.

    Beijinhos, Teresinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fiquei de lágrimas nos olhos com nada, SÃO! Embora algumas obras de arte sejam verdadeiramente espetaculares... ;)

      Beijocas

      Eliminar
  7. Tal como a São, Roma não é a cidade que mais me apaixona (gosto mais de Florença), mas é lá que se encontra o "Italiano vero" ( lembra-se da canção, Teté?).
    Corroboro tudo o que escreve de negativo sobre Roma , mas felizmente nunca apanhei a Fontana di Trevi em obras, pelo que sempre que lá vou, deposito a moedinha.
    Fico agora à espera dos aspectos positivos, se eles chegarem antes da minha partida, claro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É engraçado que não é a primeira pessoa a referir Florença como a cidade italiana predileta, CARLOS. Isto quando um italiano conhecido do meu marido diz que não entende o que as pessoas vêm em Florença, que não tem "nada"... :)

      Beijocas

      Eliminar
  8. Não conheço Roma mas estive em Milão e nem sei como não morri atropelada :))) não respeitam nada: nem peões, nem stops, nem sentidos proibidos!!!
    Apesar dos contratempos a viagem deve ter sido optima, fico a aguardar as partes divertidas.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que a viagem foi ótima, PAPOILA, só que a realidade não é feita da mesma "massa" dos sonhos. E quanto a ser atropelada, pois, pois, também vi jeitos disso, por uma ciclista que me fez uma "tangente"... E se eu andava com cuidado! :P

      xxx

      Eliminar
  9. Fico a aguardar pelo relato sobre as outras experiências.
    Roma é a única cidade, de momento, que sonho conhecer... já que os outros sonhos se realizaram (quanto a cidades a visitar).
    O meu filho, na sua primeira visita a Itália, creio que há três anos, gostou tanto que voltou no ano seguinte para revisitar Roma e Florença. A minha mãe tb teve oportunidade de ir a Roma e ao Vaticano e ficou encantada. Eu ainda não! Entretanto, passeio contigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O relato está um bocadinho atrasado, e temo que tenha de resumir (bastante) mais, que o próximo post saiu loooooongo. Mas também foi do que mais gostei! :D

      Vamos sempre passeando uns com os outros, né? E vale que aqui as fotos são "contadas", que assim ninguém prega nenhuma seca a ninguém: 1323 fotos depois, estaria tudo a gritar por HELP! :)))

      Eliminar
  10. Passada a visita e já em casa, o tempo se encarregará de encontrar em cada desilusão ou percalço algum motivo para tornar mais interessante a estadia. Pelo menos comigo é assim.
    Espero com muita curiosidade esses relatos de episódios caricatos que por norma nos fazem rir e sorris, passe o tempo que passar.
    Beijokas... sorridentes, evidentemente.

    §-e afinal, viste o Papa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, KOK, aquilo que às vezes nos desagrada no momento, um tempo depois já esquecemos, ficam só as boas recordações.

      E não fui a Roma para ver o Papa (se bem que até simpatize com este), senão a desilusão ainda era maior: ele foi passar o fim de semana a Triestre e não deu a habitual missa de domingo aos crentes (ou deu noutro lado, que isso já não sei). Mas também com a enchente na Basílica, não fazia tenção de lá voltar... ;)

      Beijokas sempre sorridentes!

      Eliminar
  11. À medida que fui lendo o que escreveste de negativo ou menos bom, acerca de Roma, não pude deixar de sorrir, pois foi precisamente o que o meu filho me contou quando há cerca de dez anos esteve lá. As longas filas para se entrar em qualquer local histórico, o calor tórrido, a velocidade incrível a que circulam os condutores, sem o mínimo de respeito pelos peões, etc, etc.

    Vou aguardar que nos contes o lado bom e risonho desse sonho que agora realizaste!!! Porque o há, de certeza!! :))

    Beijocas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, JANITA, e dizem que em julho e agosto ainda é pior, que o calor aperta mais e muitas lojas estão fechadas.

      E sim, todas as viagens de recreio costumam ter momentos bem agradáveis e esta não foi exceção. :)

      Beijocas

      Eliminar
  12. Gostei de viajar contigo, nesta tua viagem com estes contra, imagino o que vou gostar na proxima!
    Não conheço Roma e não faz parte dos meus sonhos, existe uma outra, mas...

    Beijinho Teté
    Adélia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não te sei explicar porque o sonho era precisamente Roma, ADÉLIA, talvez por já conhecermos Londres, Paris e Madrid. Mas pronto, também tinha a parte histórica que nos cativava... :)

      Beijinhos

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)