quinta-feira, 25 de junho de 2015

O MELHOR DE ROMA (1)

Sem desdenhar a imponência do Coliseu e a história desse império romano que tantas ruínas e artefactos deixou precisamente no centro de Roma - a recordar também os primórdios do cristianismo e os espectáculos bárbaros levados a cabo nesse anfiteatro - o que mais me deslumbrou foram as belíssimas fontes que proliferam na cidade. E também as inúmeras bicas que encontramos ao longo das ruas ou praças, umas mais bonitas que outras, obviamente. De sede, os italianos não morrem, até porque quase todas elas funcionam (ao contrário do que acontece noutras cidades que bem conhecemos) - e eles usam-nas realmente, com a mão em concha, para encher garrafas vazias ou copos de plástico (como, providencialmente, vi sair de uma mala de senhora).

Entre essas fontes há a destacar as existentes na Piazza Navona: a dos Quatro Rios, ao centro, e a de Neptuno e a de Moro, uma em cada lado da praça.

A fonte dos Quatro Rios, como o nome indica, é constituída por um obelisco sustentado por quatro homens que representam quatro rios de quatro continentes:

o Ganges, na Ásia;

o Nilo, em África (de cabeça tapada, porque na época em que Bernini construiu a estátua ainda não se sabia onde se situava a sua origem);

o De la Plata, simbolizando as Américas; e o Danúbio, da Europa, simulando amparar o obelisco.

A fonte de Neptuno.

A fonte de Moro.

Contudo, a praça tem uma vida própria, onde se cruzam diversos pintores e outros artistas que pretendem vender as suas obras ou ganhar o seu sustento. 

Proliferam também vendedores ambulantes, alguns sem licença, como descobrimos quando os vimos fugir desesperados a uma rusga, um deles largando tudo de caminho, evitando assim ser preso em flagrante. Um momento algo assustador, para eles, evidentemente, mas também para os transeuntes que assistiram. Aliás, coisa que não falta em Roma é polícia, carabineri e tropa, sendo que estes últimos costumam estar armados de metralhadoras. Mas num país onde ainda existe Mafia e onde durante tantos anos atuaram grupos terroristas, suponho que é normal...

Ah, e claro, outra coisa que não falta são restaurantes, bares e esplanadas, para admirar calmamente o fantástico e ininterrupto movimento da praça. ADOREI!

(xi, para a próxima prometo resumir, que isto assim tão em pormenor dá para uns meses de posts...)

20 comentários:

  1. Ena, cheguei em 1º!!!!
    Isto assim é quase como lá ter estado. Obrigado pela prosa e pela descrições que ajudam a conhecer a "coisa".
    Eu sei que tens uma trabalheira enorme relatando assim a tua viagem, mas é um prazer ler-te e por isso gostava que tivesses a paciência necessária para continuares. Com menos detalhes? Pois que seja!
    Beijokas escritas com sorrisos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, KOK, de repente fizeste-me lembrar os tempos em que o Rafeiro postava à 4ª feira e era toda a malta ao despique para ver quem comentava primeiro... :)))

      Olha, vai saindo, conforme for apetecendo...

      Beijocas sempre sorridentes!

      Eliminar
  2. Pode dar para meses,mas eu li tudinho e gostei de viajar contigo :))

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, FLOR DE JASMIM!

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Também li a reportagem toda e fico a aguardar mais maravilhas.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada e beijocas, PAPOILA! :)

      Eliminar
  4. Nao me incomodam os pormenores e os longos posts. Podes continuar. As tuas opinioes sao importantes para mim! : )
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, pessoalmente não simpatizo com posts muito longos, CATARINA, mas suponho que se escrever dois ou três mais longos daí não vem mal ao mundo... :)

      Beijocas

      Eliminar
  5. Perfeitamente em sintonia consigo, Teté.
    Beijinhos e até breve.
    Entro hoje de férias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas férias, CARLOS! :D

      Beijocas

      Eliminar
  6. Roma - a eterna Cidade Eterna !!! ... que nos foi sendo revelada, pelo cinema, pelas canções, pelos livros (muitos, adaptados ao cinema), pela História (estudada), ... Roma que eu já conhecia (pelo trabalho) , Roma de que eu gostei tanto, tanto, que não aguardei muito para levar lá a Lena ! ... foi com sofreguidão que para lá fui acompanhado ! Sofreguidão de mostrar !
    ... E então aconteceu que o meu entusiasmo era tanto, para lhe mostrar isto e aquilo e mais aquilo e já agora mais ali e acolá que só muito tarde me apercebi que ela estava completamente exausta de tanto andar, logo à chegada (à noite) e só com tempo de deixar as malas no Hotel ! :))) ... Ainda hoje a minha mulher se queixa pelo que eu a fiz passar naquela noite ! ... é que ainda tínhamos pela frente vários outros dias para lá estar e ver o que tínhamos a ver ! ... Uma cidade fantástica e inesquecível !

    Beijocas, Té ! Calculo bem como te deves sentir depois desta visita ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todasas cidades são inesquecíveis, cada uma à sua maneira, RUI. Mas compreendo o entusiasmo... Certo é que nós também nos fartámos de andar, durante os cinco dias, para não perder pitada. E também voltámos um bocado cansados, mas quer dizer, ninguém vai a Roma para descansar no Hotel, né? :)

      Beijocas

      Eliminar
  7. A Roma de Fellini ! Boas fotos Teresa. A primeira da janela é muito bonita !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, a da janela florida foi bem conseguida, RICARDO! :)

      Eliminar
  8. ~~ Teresa,
    que boas memórias!
    ~~ Fico feliz por ti..
    ~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~ Beijocas. ~~~
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, MAJO!

      Que as tuas férias tenham sido igualmente felizes, onde quer que as tenhas passado! :)

      Beijocas

      Eliminar
  9. Podes ir postando... E eu viajando (virtualmente) por aqui. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acabamos por "viajar" todos uns com os outros, né, LUISA? :)

      Eliminar
  10. Daqui a pouco vem o ' O Melhor de Roma 2 ' e eu sem ter visto a 1...:)

    Pois sim senhora, Teté, de Fontes estamos bem aviadas e informadas, à sede os romanos e turistas não morrem, lá isso é verdade. Qual dela a mais bonita, embora, como devas calcular algumas ou quase todas já as conhecemos!
    In loco, nunca vi nenhuma...:(

    Podes continuar, se isso te não der muito trabalho, porque o prazer é todo nosso!

    A janela florida da Piazza Navona, encheu-me os olhos e o coração de alegria!! Que maravilha...

    E então? Viste o Papa??

    Beijocas satisfeitas com a tua felicidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "O Melhor de Roma 2" já aí está,JANITA, mas suponho que remato com o 3... Para não chatear demais! :)

      Verdade,estas janelas floridas são mesmo espetaculares. Logo eu, que gosto tanto de janelas... :D

      Não, não vi o Papa, que com o maior "descaramento" foi visitar Turim, enquanto lá estivemos...

      Beijocas

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)