quarta-feira, 3 de junho de 2015

DESCINEMIZADA!

A palavra não existe? Pois, é possível, mas devia existir, ou outra afim, que quisesse dizer qualquer coisa como sem cinema onde ir. É que 90% dos filmes que via, sem ser na TV, era nestas salas, que agora encerraram de vez. O que já se adivinhava, até pela programação cada vez menos interessante dos filmes em cartaz e respetivas sessões às moscas. Lisboa ficou mais pobre em termos de cinema e, qualquer dia, a única solução para ver os filmes mais recentes é sacá-los da net. O que, em princípio, não me parece nada boa onda.

Quanto ao centro comercial em si, vamos ver se sobrevive. Consta que vão lá fazer grandes obras, mas como já tem algumas lojas fechadas, sei não...

Que tristeza!

20 comentários:

  1. Tínhamos no Montijo um pequeno cinema onde passavam as novidades. Não aguentou a pressão do Forúm Montijo e fechou. Tive pena, era um espaço simpático.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema aqui nem parece a pressão do Colombo, TERESA DURÃES, facto é que as pessoas vão cada vez menos ao cinema... ;)

      Eliminar
  2. Não se pode comparar com o Algarve, é claro, mas se até por cá os que fecharam ( caso dos cinemas do Algarve Shopping da Guia) voltaram a abrir... Pode ser que haja uma remodelação e volte o cinema.

    Não é que vá muito ao cinema quando estou em Lisboa, em alguns fins de semana, mas cheguei a ir ao do Fonte Nova.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me parece, LUISA, que a consta que a remodelação tem a ver com o supermercado e a restauração. Enfim, parece que as pessoas só pensam nos comes... :P

      O do Fonte Nova tinha a vantagem de não ter pipocas e ser sossegadinho! :)

      Eliminar
  3. Há quantos anos não vou ao Fonte Nova, um dos centros comerciais mais antigos da nossa cidade !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há outros mais antigos, como o Imaviz e o Apolo 70, RICARDO. Mas este é aquele aqui da zona que é mais calminho, que nem sempre há pachorra para ir para o Colombo - especialmente pessoas como eu, que não são grandes adeptas de centros comerciais... :)

      Eliminar
  4. É o que está a acontecer com muitos cinemas e muitos centros comerciais de média dimensão... Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, mudam-se as modas....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, GRAÇA! Mas se há mudanças que são boas, outras são desagradáveis... :P

      Eliminar
  5. Acho que quando estive a estudar em Lisboa estive uma vez neste Centro Comercial!
    Infelizmente o "descinemizados" também está a acontecer no Porto.
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, REDONDA, suponho que "descinemizado" está o país inteiro a ficar, que o fenómeno não é apenas local. Mas lá que é uma tristeza, lá isso...

      Beijocas

      Eliminar
  6. Respostas
    1. É mesmo, TERESA!

      Beijocas :)

      Eliminar
  7. Um centro comercial que já esteve na moda.
    Mas que se deixou ultrapassar.
    E vai tudo agarrado.
    Vi o mesmo acontecer em Coimbra, por exemplo com o Girasolum.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esteve na moda enquanto era único na zona, PEDRO. Mas quando o Colombo abriu (e já lá vão muitos anos), começou logo a falar-se que o Fonte Nova tinha os dias contados.Não teve. Mas o que o Colombo não conseguiu, conseguiu este deplorável PM e a sua trupe... (não estou a falar só dos cinemas, mas das lojas a falir, etc. e tal)

      Sim, acredito que não seja um fenómenos local!

      Beijocas

      Eliminar
  8. cantinhodacasa6/04/2015

    Acontece em todos os centros comerciais menos movimentados.
    Os grande, com imensas salas de cinema, vieram estragar o ganha-pão dos pequenos.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui a culpa também coube a Paulo Branco (o dono dos cinemas), CANTINHO, uma vez que as opções de cartaz eram por vezes pouco apelativas... Mas também não tenho dúvida que mesmo os grandes cinemas estão a atravessar uma crise, que há muitos nos que não me lembro de entrar numa sala cheia, como se via tantas vezes noutros tempos, especialmente quando os filmes acabavam de estrear...

      Beijinhos

      Eliminar
  9. Qualquer dia vou mesmo deixar de ir ao cinema. E vai fazer-me falta, porque não há melhor lugar para ver um filme do que uma sala de cinema (sem pipocas).
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos dois, CARLOS. Se bem que prefira 10 mil vezes ir ao cinema do que ver na TV e menos ainda no PC... :P

      Beijocas

      Eliminar
  10. Sei que habitualmente, quando vou ao cinema à tarde num centro comercial, vejo na sala entre 4 e 20 pessoas !!! :((
    Sinceramente não sei se o nº de espectadores tem aumentado ou diminuido nestes últimos anos. Sei que é muito variável face aos meses do ano !
    Curiosamente, ou talvez não, ainda há dias e durante 3 dias foi fixado um preço único de 2,5 € em todas as sessões de tudos os cinemas portugueses e recentemente e até fins de Junho, a NOS "oferece" canal livre aos canais de cinema e de séries !
    Talvez haja motivos para estas duas medidas !? ...

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que há menos gente a ir ao cinema, não tenho dúvidas, RUI. Quer dizer, mesmo nas grandes salas por vezes dá para contar o número de pessoas na plateia, o que era impensável noutros tempos. Aliás, convinha comprar os bilhetes com antecedência, porque especialmente aos fins de semana havia o perigo de esgotarem. Há quantos anos não vejo nada disso? Perdi a conta... ;)

      Essas promoções das operadoras servem para seduzir pessoas a comprarem canais pagos. Mas aí não me apanham, porque os filmes acabam por dar mais cedo ou mais tarde nos outros canais e a TV está longe de ter a magia do cinema. E com tantos canais que já pertencem aos pacotes normais, quando é que há tempo para ver? Quer dizer, só para teledependentes, né? :P

      Beijocas

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)