segunda-feira, 15 de junho de 2015

ANDAVA NA "FLORESTA"...

... um diligente funcionário camarário a cuscar. E a fotografar. E com todo o zelo fotografou terrenos urbanos, que mais pareciam um matagal: há muito descuidados pelos seus proprietários, tornava-se urgente que os mandassem limpar, evitando assim as tragédias já habituais nos incêndios de verão.

Chegado à câmara ampliou as fotos e fotocopiou-as, fazendo com que seguissem conjuntamente com uma contra-ordenação para os proprietários, notificando-os da necessidade da limpeza dos terrenos e da possível coima entre os 24 e os 2400 euros, caso não o fizessem. Não se sabe se o fez pessoalmente ou se delegou a tarefa nalgum outro funcionário.

Preocupados com a situação do terreno, onde a avaliar pelas fotos se via um denso arvoredo e um barracão, os proprietários deslocaram-se ao local para verificar pessoalmente o que se tornava urgente retificar. E qual não foi o seu espanto quando descobriram que afinal aquele não era o seu terreno. Onde existe igualmente a necessidade de limpeza, mas de alguns arbustos, canas e ervas rasteiras, já que não existe lá uma única árvore para amostra. Mais, não conseguiram sequer perceber onde aquelas fotos foram tiradas, já que não se trata de nenhum terreno vizinho - o casinhoto tem duas chaminés, coisa que não acontece com o barracão ali existente.

Quer isto dizer o quê? Que algures naquela zona há um local a necessitar de uma limpeza urgente, mas a inépcia e incompetência dos funcionários camarários faz com que nem sequer consigam identificar o legítimo proprietário. E se eles não conseguem, quem há de conseguir? E depois admiram-se que os fogos proliferem no país nos meses de verão, não bastando já uns quantos "malucos" que se divertem a ateá-los... 

Imagem da net.

13 comentários:

  1. Essa faz-me lembrar a forma como são feitas as avaliações das casas para efeitos de IMI. Os funcionários olham para os prédios de fora, verificam se têm ares condicionados, varandas fechadas, etc e depois atribuem-lhe um valor. Ridículo
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, essas coisas "a olho" nunca funcionam, CARLOS. Nem nos terrenos, nem,no exterior das casas... ;)

      Beijocas e boa semana!

      Eliminar
  2. A cada cavadela uma "minhoca".
    A mediocridade, a incompetência e a irresponsabilidade, tal como as marés, estendem-se a tudo quanto é sítio.
    E o pior é que não há bóias de salvação que cheguem.

    Beijokas, limpas e sorridentes :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois claro que não há, KOK, porque estes "enganos" dão azo a anos e anos de burocracia,se não meter tribunais à mistura. E o tempo que as pessoas perdem com esta incompetência camarária? Ah, pois é, se calhar uma "coima" para os incompetentes também não era mal visto... ;)

      Beijokas com cheirinho a arvoredo!

      Eliminar
  3. A incompetência e a força de sugar dinheiro deixa-os cegos! Por aqui nem todos os proprietarios limpam as suas propriedades, em dias de muito calor, até arrepia ao vermos o mato.
    Aqui as finanças queriam penhorar um terreno perto da Base Aerea, não tiraram as fotos como deviam e penhoraram um terreno dentro da Base, parece que ainda não resolveram a situação.

    Beijinho Teté, uma boa semana
    Adélia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, FLOR DE JASMIM, desconfio que a vontade de cobrar a coima tem um papel importante nestes "enganos": fazem tudo para fisgar os prevaricadores,mas a pressa é tanta que dá nisto! :P

      E depois dizem que os tribunais estão entupidos: pudera!

      Beijocas e boa semana!

      Eliminar
  4. São estes descuidos que servem de ignição e de propagação aos fogos florestais.
    Um mal que não parece ter fim :(
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, PEDRO! :)

      Beijocas

      Eliminar
  5. E lá têm os proprietários, notificados erradamente, o ónus de provar que o dito terreno não lhes pertence...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No caso só tiraram umas fotos e enviaram, LUISA, mas cheira-me que não há de ficar só por isso... :P

      Eliminar
  6. Tetéamiga

    Se formos procurar quem é o culpado ou o responsável alguém vai responder: Ninguém!

    (Com o pedido de desculpas ao Almeida Garrett e já agora ao Frei Luís de Sousa)

    Espero-te lá na TRAVESSA

    Qjs

    Pernoca Marota

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É,isso de "plagiar" o Romeiro de Garrett tem o que se lhe diga, HENRIQUE... :)

      Qjs.

      Eliminar
  7. Incompetências que caracterizavam os serviços camarários no passado. Os serviços melhoraram, entretanto, mas nem todos, pelo que parece.

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)