quinta-feira, 3 de julho de 2008

MOINHOS DE VENTO

A imagem é de Octávio Ocampo, artista mexicano que tem desenvolvido a apelidada arte metamórfica, aqui em "Visões de D. Quixote". Genial!

Bom, mas a imagem (pequena demais para representar a obra? Foi a que consegui na net) vem a propósito do tema de hoje: os nossos idosos! Ná, não vou reiterar o que toda a gente sabe ou já devia saber, que devem ser todos amados, apaparicados, etc. e tal. Aliás, até duvido que todos mereçam esse tratamento, que alguns passaram os dias a infernizar as vidas daqueles que os rodeavam. Adiante!

O caso é que quase todos acatamos essa paciência suplementar para os nossos próprios familiares mais velhotes, mas para os alheios, 'tá quieto! Se não, como se explica o número de vezes em que são engrupidos por serviços que pedem ou, pior ainda, com os vendedores que lhes batem à porta ou lhes telefonam? São tantas que conheço entre os mais próximos, que imagino que os "golpes" não se cingirão apenas aos lisboetas. Mudanças de TV, telefones, net, é só assinar o papelucho e já está, fulanos que montam um ar condicionado em cima de um armário para não terem a chatice de esticar mais uns metros de fio (assim não funciona bem, mas o que é que eles têm a ver com isso?), ciganos a vender um "faqueiro de prata" dos bons, os intrujões não páram de lhes bater "à porta". Choram, comovem-nos com histórias da carochinha que perdem o emprego e têm uma família grande a sustentar, e os coitados, de lagriminha ao canto do olho, assinam, compram e ainda os sentam no sofá da sala durante a converseta!

Tão simpáticos, que num dos casos mais recentes, para haver lugar para a nova enciclopédia, até levaram a anterior! Um reformado, a viver da sua pensão, iria pagar quase 80 euros por mês, durante um ano e tal? Para quê, se não consulta e filhos e netos têm outros meios de pesquisa? Ó, ó, o que esta maltosa gosta de cabeças brancas e de protagonizar um papelão teatral!

Na verdade, também já vi estas técnicas "agressivas" de vendas funcionarem com homens mais novos: apareceram umas miúdas bem "artilhadas" numa empresa onde trabalhei, que eram estudantes universitárias e tal e coisa, que precisavam de pontos (?) para conseguir um prémio não sei das quantas que lhes ia permitir acabar os estudos, e a maioria dos homens, todos derretidos com as meninas, comprou livros para a família inteira. Nenhuma mulher comprou nada, eh, eh, eh!

Mas a pergunta é simples: como se combatem estes moinhos de vento?

19 comentários:

  1. Bom dia tété, já estou a pé há mais que horas. A pariga vem de Paris e doente, apareceram-lhe borbulhas pelo corpo, já foi a dois médicos fez biópsia e tudo e agora tem de se curar e depois dizem o que ela tem, demora 15 dias, tadinha tá desanimada e o Nuno foi agora buscá-la ao aeroporto. Só me faltava mais esta, Uns dizem que é varicela que já teve...outros que é isto ou aquilo, alergias, enfim aguardemos.

    Quanto a essa coisa de comprarem o meu manel há muitos anos apareceu cá em casa com uma enciclopédia para os catraios na altura... que comprou a umas ninas para as ajudar e deu 11 contos por aquilo...ouviu das boas, enfim elas insinuam-se são simpáticas e ós pois quem lhes resiste e a esses vendedores de meia tigela mas que conseguem vender bem e os incautos não sabem dizer que não...

    Fizeste-me lembrar d eum senhor testemunha d ejeová que me batia à porta vezes sem conta e eu baralhava-o pois também sabia capitulos da Biblia de cor e dizia-lhe se eu não vou bater à porta dos outros porque vem o senhor aqui? Ó homem eu não o estou a por na rua, só que não mude de religião assim, eu acredito naquilo que quero e mais nada... Ficamos amigos ehhh e quando o encontrava na rua falavamos de tudo menos de Biblias... Mas há que saber mantê-los à distância com simpatia e se não resultar...faz-se má figura e prontos. Beijinhos nina linda...

    ResponderEliminar
  2. devido ao aparecimento do MEO, a TVCabo "lançou" vendedores para a rua!
    recentemente soube que a minha namorada tinha conseguido evitar que fosse instalada TVCabo e Net em casa de um vizinho que apesar de ter sido um técnico da melhor qualidade, neste momento está reformado por invalidez devido a "ter fundido o cérebro" e vive sozinho em condições não muito boas.
    uma enorme falta de escrúpulos!

    encontrei um imagem maior! clica aqui

    ResponderEliminar
  3. Aqui nas aldeias esses indivíduos também não descansam. É todos os dias a "oferecerem" qualquer coisa como se fossem o Pai Natal... e acreditássemos nele. Infelizmente há quem acredite.

    ResponderEliminar
  4. Enciclopédias?
    Gosto mais de fruta, tipo café com leite!

    ResponderEliminar
  5. Coitada da Neide, LAURINHA! Mas vais ver que isso não é nada de especial...
    Quanto a estes vendedores de banha da cobra, é preciso mesmo não ter vergonha na cara. E quando é aos novos que trabalham, olha que não fossem doidões, e que não comprassem tudo por uma sorriso montado num par de pernas e numas peitaças volumosas. Mas aos velhotes, que têm os tostões contados???
    Gentalha mesmo sem escrúpulos!
    Jinhos, nina!

    Ah, VÍCIO, obrigada, está mesmo muito boa e dá para perceber melhor o que é a tal arte metamórfica... :)
    Quanto à falta de escrúpulos destes vendedores, completamente de acordo contigo!

    Pois é SUN, parecem autênticos pais natais a "ofertarem" tudo e mais alguma coisa! Os velhotes, coitados, caem nestas esparrelas todas...

    Ai, então REI, preferes fruta, ou café com leite? ;)

    ResponderEliminar
  6. Graças a Deus a neide veio bem, as bolhas estão mais claras e só de vir para casa já está muito melhor..é so miminhos e coitada esteve na Grécia ha semanas, veio ficou dois dias e foi para Paris isso cansou-a e daqui a 12 dias vai para o Canadá em trabalho pois, e assim muda de ares e de casa, cama familia e lá lhe custou tadinha. Mas está muito melhor, so que lá fizeram uma biópsia e depois mandam o resultado. pois não sabem de que é aquilo, é pelos braços pernas corpo menos, e até na cara tinha, mas agora ja desapareceram da cara. jinho e obrigada pelo miminho..laura..


    claro que a maioria que vende prefere ir aos velhotes que sabem, vão comprar se quase os obrigam..

    ResponderEliminar
  7. LAURINHA, ainda bem que a Neide voltou mais animadita. Vais ver e isso é só uma alergia ou coisa...
    Estes velhotes acreditam em tudo o que lhes dizem...
    Jinhos, nina!

    ResponderEliminar
  8. Estás a mandar alguma "boca" ao D. Quixote, Teté?

    ResponderEliminar
  9. com uma lança,tété!!! à cargaaaaaaa, alazão!! à cargaaaaa sancho pança!!!=D

    ResponderEliminar
  10. Haha Teté!A revolta é grande!E eu que pensava que só eu refletia assim.Ainda ontem eu tratava desse assunto do lado de cá.Existe falcatrua de todo lado não é?ora com os velhotes,ora usando as meninas...onde vamos parar?

    Beijo e cheiro pra ti!

    Ah! No Brasil minha querida está tudo muito parecido,muito muito e a insatisfação desse lado é nacional.O desrespeito tanto com o idoso quanto com o jovem é gritante.Tristes tempos.

    ResponderEliminar
  11. As pessoas não achavam que ele era louco, CAPITÃO?
    Pois, agora fazem o mesmo com os idosos... :/

    Com a lança deviam de levar estes "espertalhões" todos, VAN...

    É isso mesmo KÁTIA, falta de respeito com os idosos e também com os mais jovens! Tanto da parte dos dirigentes, como até por estes pindéricos que burlam a torto e a direito os mais crédulos e desprevenidos.
    Uma tristeza, nina!
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  12. Estes moinhos de vento não se combatem...
    Bjs e obrigada pela visita.

    ResponderEliminar
  13. tete, uma boa maneira de mandar os venderes passear, plo menos os que vêm por telefone, é assim:

    http://www.youtube.com/watch?v=un_PjRXV5l8

    esta para alem de genial ;)

    ResponderEliminar
  14. Não se combatem, JASMIM?
    E então o que é que a malta faz quando vê os nossos velhotes (e não só) a serem enganados desta maneira?
    Cruza os braços?
    Jinhos, nina!

    Oh FAUSTO, mas esta malta nem PC tem, nem sabe lidar com eles e até sistemas de net lhes vendem (no pacotinho)... :S
    Mas vou espreitar... ;)

    ResponderEliminar
  15. Eu tenho tres caos, Provaste? sao infalibeis...

    ResponderEliminar
  16. Eu não só não compro como nem lhes abro o portão......mas aqui na m/zona não tem muito disso.......é mais nas grandes cidades.

    Bom fim de semana e beijokitas

    ResponderEliminar
  17. Bem-vindo, CONDADO!
    Tens 3 caos (casos)? Estás a falar do "como despachar vendedores a grande velocidade do Fausto"? Vi, sim e está genial... :)))

    Pois, PARISIENSE, mas estes casos de que falo são todos passados com pessoas de mais de 80 anos, que são muito crédulas, acreditam em tudo o que lhes dizem... Que (ainda) não é o teu caso, eh, eh, eh!
    Cá por mim nem sequer abro a porta e mesmo ao telefono despacho a grande velocidade! :P
    Jinhos bom fim de semana para ti!!!

    ResponderEliminar
  18. É por isso que este género de situações faz com que nasçam cada vez mais os sentimentos de desconfiança das pessoas para com as boas intenções, verdadeiras, dos outros...passamos a ser uns animais desconfiados, cépticos, cinzentos, para além de racionais (dizem!). Sei que é lamentável...e tudo passa por uma questão de respeito (ou falta dele)...e de solidão e desamparo das pessoas que estão nessas situações...


    Pois comigo...é grupos!!! Estou sempre de pé atrás. Mas como ainda não entrei na meia idade...é melhor não falar muito!

    ;p

    ResponderEliminar
  19. Mas eles nem desconfiam de nada, SU! E aí é que está o problema, não vêem razão para alguém lhes mentir, com o intuito de ganhar dinheiro...

    Cá por mim sou céptica em relação a muita coisa (não em relação a tudo e todos, como é evidente), mas mais ainda com pessoas que não conheço que me tentam impingir qualquer coisa - tanto ideias ou religiões, como objectos ou vantagens fabulosas.

    Meia idade, qué isso? Aliás, onde está essa fasquia agora, quando as pessoas vivem cada vez até mais tarde??? Aos 40/45? "Catalogar" é sempre uma generalização... ;)

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)