quarta-feira, 27 de maio de 2015

CASTELO COM VISTA SOBRE A CIDADE...

... e cidade com vista sobre o castelo. Mas para ver as vistas, nada melhor que uma esplanadinha à beira-rio plantada. Ou não, que esplanadas não faltam por Lisboa. As sugestões não são minhas, nem tão pouco são exaustivas - só assim a priori, lembro-me de mais uns quantos quiosques espalhados pela cidade. Mesmo assim, para os lisboetas ou para os turistas e visitantes, aqui fica uma listinha de 50 aprazíveis esplanadas. Nas quais convém sempre verificar primeiro os preços da ementa, que alguns são upa upa.

A partir de amanhã e até dia 14 de junho, há que acrescentar mais umas quantas no parque Eduardo VII, como apoio à 85ª Feira do Livro de Lisboa. Churros e ginjinha já começam a ser uma tradição da feira, que nem só de literatura vive o homem (e a mulher)...

28 comentários:

  1. Com o Verão à porta, Lisboa começa a preparar-se para divulgar os seus melhores e mais belos recantos! Que melhor do que uma aprazível esplanada, frente a uma imperial geladinha, junto de um grupo de amigos a cavaquear, sobre tudo e nada? Relaxar e desfrutar da paisagem...maravilha!

    Estas 50 melhores esplanadas, espalhadas pela cidade, já as conhecia através do mesmo link no blog da "Papoila".
    Esperemos que nestas duas semanas da Feira do Livro, o bom tempo se mantenha. Por cá, quase sempre chove!!
    Com ginjinhas e churros a Feira tem outro encanto!!...:)

    Beijocas e bons passeios!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, devo ter passado esse post da Papoila, JANITA. Mas quer dizer, nunca é de mais lembrar um bom recanto para beber uma imperial com os amigos, não é? :)

      Beijocas e bons passeios também para ti (preferencialmente sem chuva)!

      Eliminar
  2. Em Lisboa há lugares maravilhosos. Os meus preferidos são ali acima do Limoeiro, quem vai para a Graça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, TIMTIM! E depois cada um acaba por ter os seus recantos favoritos... :)

      Eliminar
  3. Estão mesmo "na moda" ! ... e cada vez mais sofisticadas e apelativas !
    Dantes eram cadeiras frouxas, mesa sem toalha e um guarda sol "rasca" ! ... Hoje é o que se está a ver !
    Por isso e por mais alguma coisa, Lisboa e Porto estão a ser destinos de eleição a nível europeu ou até mundial, e isso é muito bom para todos nós !

    Beijocas !
    :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Embora esse interesse crescente seja mérito nosso, RUI, em parte também é sinal dos tempos difíceis porque passam outros destinos turísticos.Nestas coisas, há sempre quem ganhe, mesmo que não tenha nada a ver com os motivos dos turistas "fugirem" de certas paragens. Também é verdade que a oportunidade tem sido aproveitada e as condições de recepção melhoradas, como bem apontas...

      Beijocas!

      Eliminar
  4. Tetéamiga

    Lisboa é a minha cidade pois foi nela onde nasci; por isso sou alfacinha de gema.Tendo andado pelos caminhos do Mundo, quando volto à Ulissipole sinto-me esmagado e também acarinhado pela luz que a rodeia. E pelo Tejo deitado a seus pés...

    Que me desculpe o Ruiamigo mas Lisboa não tem nada a ver com o Porto. A capital do Norte é uma cidade sorumbática, cinzenta e o Douro não se compara com o Tejo. É a minha opinião, da qual podem discordar ou mesmo mandar para a cesta secção.

    E já que falas na Feira do Livro, vou lá estar (ainda não sei a data) para autografar o Crónicas das minhas teclas Aparece; apareçam...

    Qjs do Pernoca Marota


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HENRIQUE, a luz de Lisboa é única, concordo, mas cada cidade tem os seus atrativos. E olha que mesmo a neblina e o timbre pardacento já deram azo a uma música fantástica de Rui Veloso... :)))

      Quanto à Feira, hei de andar por lá... sempre que der!

      Qjos

      Eliminar
  5. Hummmmmm Lisboa.... Lisboa para mim, sem ofensa, é uma cidade de passagem.
    Lisboa é uma cidade sempre em construção, coisa que irrita a quem via visitar e precisa de andar a pé. Paseios por acabar, tapumes...
    Enfim, qua do lisboa estiver comcluida aí sim, visitá-la-ei com todo o prazer.
    Kis :=>)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As obras em Lisboa são como as de Santa Engrácia: não acabam nunca, AVOGI! Agora tanto pode ser encarado pelo ponto de vista do inconveniente para os turistas/visitantes (já que para quem cá vive não há nada a fazer!) ou pelo de uma cidade ter obrigatoriamente de estar sempre em constante mutação e melhoramentos... :)

      Kisses e bem-vinda!

      Eliminar
  6. Teresa obrigado pela link das esplanadas, bem elucidativo e bom para ter sempre à mão, agora que o calor parece ter chegado !
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, RICARDO,é preciso usufruir também do que há de melhor na nossa cidade... :)

      Um abraço

      Eliminar
  7. Parabéns Teté pelo roteiro que proporcionas com estas visitas pelas esplanadas. é verdade que conheço todos os locais, alguns ainda antes de "serem" esplanadas, mas isso não impede nem invalida o prazer que me deu esta viagem. *_ô
    Beijokas com sorrisos "esplanados!.

    §-AvoGi: não espere pela "perfeição"; visite Lisboa e se acaso encontrar os tais tapumes não se intimide e aprecie também e sobretudo o que não está "tapunado". Com a mente aberta encontrará locais muito belos e agradáveis. Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguns locais melhoraram muito,outros são novos, ainda outros inovadores: escolha é que não falta, KOK! :)

      É, também me parece que a Avogi tem de ultrapassar essa ideia da cidade perfeita, correndo o risco de não ver Lisboa com olhos de ver à conta de uns quantos tapumes... ;)

      Beijocas sorridentes da esplanada!

      Eliminar
  8. Este ano, talvez calhe ir a Lisboa em tempo de feira do livro... e de Santo António. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Junho é sempre um mês fantástico para visitar Lisboa, com as festas populares a darem o mote, LUISA. Com a feira do livro e várias exposições a comporem o ramalhete! :)

      Eliminar
  9. Olá Teté, não sou alfacinha mas adoro Lisboa, e vou lá poucas vezes na minha opinião! iria tantas vezes mais se me pudesse escapar ! olha penso que se aderires ao Google Friend Connect, as atualizações do blogue serão possíveis, normalmente faço isso ou então inscrevo (copio o link) o blogue na lista de leitura dos blogues amigos no estrutura do meu blogue
    ficaria feliz se pudesse acompanhar as minhas publicações claro :)
    e ainda basta clicar na bandeira de Portugal, para ver os textos traduzidos para português, e o Google já é bastante razoável :)

    abraços
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, ANGELA, isso percebo perfeitamente: de vez em quando faço planos para visitar outras cidades portuguesas, mas é isto,aquilo, mais gasolina e portagens e tal, são projetos tantas vezes adiados... ;)

      Pois,a segundo hipótese foi o que tentei fazer, essa do Google não sei bem como é. Mas vou experimentar! Gracias pela informação.

      Abraços

      Eliminar
  10. Por aqui no Porto também se multiplicam as esplanadas :)
    Gostava de poder ir à Feira do Livro em Lisboa, pena não ser um bocadinho mais perto...
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade,GÁBI, sai cada vez mais caro uma visita vossa à capital ou nossa ao Norte. Esta história das portagens é um caraças!

      Vale que as esplanadas não escasseiam aqui, nem aí! :)

      Beijocas

      Eliminar
  11. Gosto de esplanadas. Pena não as “visitar” com mais frequência por aqui.. É que o ambiente é um pouco diferente…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino que o ambiente seja até bastante diferente, bastam as diferenças climáticas, CATARINA! :)

      Eliminar
  12. Vivendo na Estrela, durante algum tempo, era habitual frequentar a esplanada do jardim durante o ano letivo. Oh!! Que saudades! A Brasileira e a Suiça recomendei aos meus filhos quando foram a Portugal pela primeira vez com os amigos. Agora conhecem outras esplanadas que eu não conheço, como as do Mercado da Ribeira, Rua Cor-de-Rosa, Este Oeste.
    Cada um de nós tem a foto da praxe ao lado de F. Pessoa! : )
    Algumas das outras tb conheço e sinto vontade de conhecer todas estas.
    Curiosamente… não gosto de mesas cobertas por toalhas em esplanadas.

    http://www.blogto.com/toronto/the_best_restaurant_patios_in_toronto/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queres acreditar que eu não tinha uma foto ao lado de Fernando Pessoa.CATARINA? Só recentemente colmatei essa lacuna e até lhe dei a mão, para ele não se sentir assim tão sozinho... :)

      Sim, há muitas e novas esplanadas, estou longe de conhecer todas. Mas conheço a maioria, senão de esplanar, de passar por lá perto... Concordo que toalhas em esplanadas normalmente só serve para elevar os preços do cardápio! ;)

      É, as esplanadas canadianas são bastante diferentes das nossas...

      Abraço

      Eliminar
  13. Em Macau são virtualmente inexistentes, Teté :(
    Com uma frente marinha tão bonita, há uma alergia incrível e incompreensível a fazer esplanadas
    Estupores!!
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, é uma pena, PEDRO! :)

      Beijocas

      Eliminar
  14. Hoje começa a festa que, confesso, preferia não incluísse churros e ginjinhas. Adoro churros, mas em Espanha ao pequeno almoço ou, no Inverno, à hora do lanche, com um chocolate quente. Churros e farturas não lidam bem com as minhas leituras.
    Beijinhos, boas compras e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já houve uma altura em que não havia nada que se comesse por perto, CARLOS, uma que no meu entender era uma lacuna grave... Além que sabe sempre bem parar numa esplanadinha e fazer novo plano de "ataque"! :)

      Beijocas

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)