sexta-feira, 21 de novembro de 2014

A VER NAVIOS?

Não exatamente. Mais de volta ao velho vício televisivo, em que se "papa" quase tudo o que passa no pequeno ecrã. Vício que vem desde criança, só interrompido no tempo do PREC - havia lá pachorra para tanta mesa redonda de gente exaltada, para ficar tudo na mesma? - retomado com "Gabriela" e, felizmente, nos últimos anos só resumido ao quase essencial. Um filme de vez em quando, uma série melhorzinha, alguns programas de informação (não, não são os telejornais), os Oscars de Hollywood e uma coisa ou outra visionada num momento de tédio.  

Enfim, a recaída explica-se pelo tempo que não convida a passeios, o consequente menor número de fotografias tiradas, a escuridão que se abate na casa logo de manhã como se estivesse a chegar o anoitecer e a monotononia acumulada de tantos meses de imobilização - não exatamente forçada, que já ando relativamente bem, mas a chuva e o frio lá fora estão bons para apanhar gripes e constipações, que nunca convêm nada a ninguém, mas quando as imunidades estão em baixo ainda menos... E pronto, andar de trás para a frente no corredor, só porque sim, deve ser bom para tigres enjaulados, mas dá cabo da minha sanidade mental!

Pior é que a televisão também me irrita: as telenovelas, as séries e outros programas são anunciados com a devida antecipação, pompa e circunstância, mas a maior parte das vezes não há nem um avisozinho do seu final (novelas da SIC à parte, que ficam o último mês a ser exibidas com uma legenda de "últimos capítulos", o que também é um exagero). Assim, está uma pessoa toda feita para ver um novo episódio de "Mr. Selfridge" ou de "A Teoria do Big Bang" - ambas do bom e do melhor que se faz em TV, no meu entender - e... népias, lá vem outro programa qualquer. Não se faz!

Contudo, o esforço de abandonar o velho vício tem sido uma constante, aos poucos conto chegar lá - tenho lido mais, ouvido música e até já faço uns sudokus ou palavras cruzadas. Mas a escrita, essa, tem sido bastante desleixada, tanto aqui como em comentários aos vossos posts. Para não dizer praticamente inexistente. Como consolo só a experiência de uma amiga, que após 3 meses de repouso em casa determinado pelo médico, alontrada frente ao ecrã como eu, viu o vício evaporar-se assim que teve alta. Estou a torcer para que me aconteça o mesmo. E para que o tempo melhore um bocadinho...

BOM FIM DE SEMANA!

16 comentários:

  1. Olá, querida Teté
    Não se preocupe com corresponder comentários se não pode... ou não tem vontade...
    Os amigos nos compreendem sempre...
    Melhoras em todos os níveis do seu viver!!!
    Ótimo fim de semana!!!
    Bjm fraternal

    ResponderEliminar
  2. A televisão está pior do que nos anos 60 quando tínhamos apenas um canal e a branco e preto!..... Tantos canais para coisa nenhuma! E realmente o tempo tem estado medonho. Hoje esteve solinho e subiu a temperatura (subiu até de mais!) portanto toca a retomar os passeios pela cidade e fotografar e escrever!

    Beijinhos e boas melhoras espirituais...

    ResponderEliminar
  3. Eu tb estou a torcer para que tudo fique bem na tua vida: passeios... fotografias... gastronomia... leituras e respetivas análises… e o mais importante… que a nossa Teté fique bem fisicamente e mentalmente… como a Teté corajosa e forte que nós conhecemos. Mas que continuamos a gostar mesmo que, temporariamente, um pouco debilitada.

    ResponderEliminar
  4. Também fui uma fã incondicional de Mr. Selfridge, estou cheia de pena que tenha terminado agora só me restam Midsomer Murders e Homeland que embora totalmente diferentes também adoro.
    Melhoras rápidas e que a normalidade regresse o mais depressa possível, um grande beijinho
    xx

    ResponderEliminar
  5. Hoje o sol deu um ar da sua graça, mas não foi por muito tempo. Não tenho dúvida que, quando arribar, o vício televisivo vai-se num instante. E como vai isso de books?
    Beijinhos e bom FDS

    ResponderEliminar
  6. Ai dele que não desse um ar da sua graça no dia em que envelheci mais um ! :)))
    Força Teresa, ouve música, lê e não vejas principalmente na televisão notícias. São sempre as mesmas e o que eles dizem, eu já ouvi várias vezes. Aldrabices !!!
    Uma boa música, um bom livro, um bom filme (ainda passam algumas na 2. O "Hiroshima Meu Amor" outro dia revi-o !) e o Sol vai vir, a seu tempo.
    Bom Domingo

    ResponderEliminar
  7. Só quem passa por elas é que sabe dar o valor, no entanto dá para entender a monotonia que se instala!
    Sou uma doente muito difícil de aturar, eu ía dando em louca em Junho que estive 16 dias sem andar, o que me deixou muito limitada, mas não sou fã de cama, sofas ou TV, tirando as noticias e uns filmes, não vejo mais nada.

    Teté desejo de coração que essa fase má na tua vida passe logo...força muita e, uma boa recuperação.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Há muito que não tenho esse vício. Até penso que devia ver um pouco mais de TV. Sou uma verdadeira info-excluída no que se refere a séries televisivas, por exemplo. Mas compreendo como deve ser difícil escapar desse vício quando se está numa situação como a tua. O tempo também não ajuda, de facto. Hoje esteve bem feio, pelo menos por cá.
    Força Teté. Com tempo, vai. :)

    ResponderEliminar
  9. Compreendo a tua situação, mas parece-me que se o tempo não estivesse o horror que está seria pior ainda ficares em casa !

    Boa semana, Teresinha, e beijocas :)

    ResponderEliminar
  10. Era um grande consumidor de televisão.
    Agora vejo muito pouco.
    Há poucas coisas que me motivem no panorama televisivo por estas bandas.
    Beijocas e votos de boa semana

    ResponderEliminar
  11. Olá, querida Teté!

    Não tenho esse vício, prefiro sair de casa mesmo com mau tempo, embora tenha medo de apanhar uma pneumonia.

    Abração da amiga de sempre.

    ResponderEliminar
  12. Terrestre, tens todo o meu apoio. Se necessitares de drogas para te ajudarem, também as faCULTO.

    SAUDAÇOES ALIENIGENAS

    ResponderEliminar
  13. Também gosto dessas séries...
    Podem ser boas companhias!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. ~ O tempo não tem estado nada convidativo a curar os viciozinhos sedentáriios, MAS DÁ UM AR DA TUA GRAÇA!!

    ~ Então por onde anda essa criatividade?! Os teus amigos ficam preocupados quando não marcas presença.

    ~ ~ ~ Um fim se semana agradável e aconchegante. ~ ~ ~ Beijocas amigas- ~ ~ ~
    ~ ~

    ResponderEliminar
  15. Obrigada a todos pela preocupação, apoio e carinho. E sim, ando a tentar ultrapassar o vício e "dar as caras" por aqui mais vezes. Mas em termos de criatividade também ando um bocado nas lonas...;)

    Abraços e beijocas

    ResponderEliminar
  16. Deixo-te uma remessa de beijos cobertos de sorrisos!

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)