quarta-feira, 14 de maio de 2014

AS CONFISSÕES DE SCHMIDT

Foi quarta ou quinta-feira passada que calhou "caçar" este filme à tarde, no canal Hollywood. Indicado como drama e comédia, com a classificação de 7,2/10 na IMDb, este título pouco atraente de 2002, realizado por Alexander Payne, só me chamou a atenção devido ao ator principal: Jack Nicholson.

Warren Schmidt é um profissional de seguros que, chegado à idade da reforma, não sabe bem como passar o seu tempo. A sua mulher continua com as rotinas habituais de limpeza da casa e culinária doméstica, a filha vive noutro estado e está prestes a casar, amigos parece não ter muitos, pois tudo leva a crer que era um workaholic. É então que decide contribuir para uma obra de caridade para custear a vida de uma criança africana, onde também lhe é pedido para escrever ao pequeno beneficiário. Contudo, Warren tem uma visão pouco lisonjeira daqueles que o rodeiam e são essas "confissões" cruas e duras que envia à criança, por carta. Entretanto, a sua mulher morre inesperadamente e Warren tenta convencer a filha (Hope Davies) a desistir do casamento com um vendedor de colchões de água (Dermot Mulroney), para ficar a tomar conta dele - o que ela recusa. Mais tarde empreende uma longa viagem para assistir ao casamento da filha - na derradeira tentativa de a fazer desistir da aliança - e é aí que encontra Roberta (Kathy Bates), a fogosa mãe do futuro genro.

Há filmes assim: o argumento não tem nada de especial, o protagonista não é uma pessoa particularmente simpática, mas o papelão que Jack Nicholson interpreta vale bem as duas horas frente ao ecrã. Vejam o trailer (ou o próprio filme, no YouTube):


Imagem de cena do filme, da net.

19 comentários:

  1. Este actor normalmente não desilude!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim, não, ROSA! :)

      Abraço

      Eliminar
  2. Pena que Nicholson tenha sido obrigado a deixar de trabalhar porque dificuldades de memorizar os papéis, pois é um excelente actor!

    Beijinhos , ma belle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, SÃO, o homem tem 77 anos, isto de ser ator e decorar falas começa a ser complicado. Espero que tenha uma boa reforma e ainda a goze durante alguns anos e bons! ;)

      Beijocas

      Eliminar
  3. Nem na TV já "vou ao cinema"... :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que tenho ido menos, mas ainda vou, LUISA! :)

      Eliminar

  4. Este actor consegue interpretar qualquer tipo de papel, desde o mais louco até ao mais duro, passando por estes personagens totalmente desconcertantes. Ainda há umas semanas revi o "As good as it gets"... e recordei o excelente actor que ele é.

    Beijinhos cinéfilos querida Teté
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste filme tem uma cena em que ele está com um torcícolo e de costas para o ecrã a tentar pôr a gravata ao pescoço, AFRODITE: absolutamente hilário! :)

      Beijocas cinéfilas também para ti!

      Eliminar
  5. Nao cheguei a ver este filme. Apesar de reconhecer o seu grande talento... nao sou particularmente sua fa!
    (hoje sem acentos)
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Consegue-se ler bem sem acentos, CATARINA, don't worry! E sim, percebo que nem toda a gente seja sua fã, até porque alguns dos seus filmes não são para todos... ;)

      Beijocas

      Eliminar
  6. Tenho uma vaga ideia desse filme mas, apesar de gostar muito do Nicholson não o vi. Há dias em que me arrependo de ver muito pouca televisão. Hoje é um desses dias.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, nem vejo muita televisão, CARLOS, mas passo todos os noticiários e só escolho o que me interessa ver...

      Beijocas

      Eliminar
  7. Vi este filme já lá vai muito tempo e concordo contigo: um título que não atrai, um argumento que não tem nada de especial, um protagonista que não é uma pessoa particularmente simpática, mas o papelão que Jack Nicholson interpreta vale bem as duas horas frente ao ecrã.
    A Kathy Bates é também excelente como a fogosa mãe do futuro genro.

    Esta tarde vou responder ao teus comentários, Teté, beijocas e muita saúde!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Embora a Kathy Bates tenha um papel secundário, também vai lindamente, EMATEJOCA! :)

      Beijocas

      Eliminar
  8. ~ ~ Estive a ver o filme, ontem à noite, no Youtube.
    ~ Dou-te razão. se não fosse o extraordinário talento do ator, a filme não teria nenhum interesse.

    ~ Jack Nicholson, apesar do eterno charme, é um dos homens que não gostei nada de ver envelhecer.

    ~ ~ ~ ~ Beijocas. ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A bem dizer, MAJO, são poucos os que gostamos de ver envelhecer. Alguns recorrem a plásticas, o que sempre nos engana um bocadinho... :)

      Beijocas

      Eliminar
  9. Um artista e tanto!! O que eu gosto de o ver representar!

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu, GRAÇA! :)

      Beijocas

      Eliminar
  10. Não me atraiu. Sou capaz de já ter visto e ter esquecido.
    Ao contrário de ti, não ficaria a ver o filme por ter o nome do Jack. Ao contrário. Filme com Jack Nicolson? Opá, então já sei que vai ser uma estopada onde não entra mais ninguém, só ele, mais ele, mais ele e ele... Declino.

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)