quinta-feira, 27 de maio de 2010

O FEMINISMO ESTÁ DATADO?!?

Isabel Allende é uma escritora chilena famosa e traduzida em quase todas as línguas do mundo ocidental. Confesso que só li dois livros dela - "Paula" e "A Soma dos Dias", ambos de cariz autobiográfico.

Como escritora é criticada por ser pouco literária e "não saber escrever" (nomeadamente pelos seus pares), mas facto é que os seus livros vendem-se aos milhões, o que despoleta sempre algumas invejas. Saber contar histórias é um dom que nem todos possuem, e ela sabe, além de ser uma mulher de causas e paixões. Assim, em 2007 foi convidada para participar no programa Ted Talks - que convida várias personagens de destaque a dar uma conferência de cerca de 18 minutos - onde, entre outros assuntos, falou de feminismo.

Segundo ela, teve uma enorme discussão com Paula - a sua filha que morreu de porfíria, após um prolongado coma, aos 28 anos (tema do livro de 1995) - quando esta afirmou que "o feminismo estava datado, o melhor era esquecer." E, com paixão, defendeu que as mulheres privilegiadas, que decidem o seu próprio caminho, nunca devem ignorar o sofrimento de tantas outras escravizadas, maltratadas, violadas, vendidas ou até assassinadas, sem se poderem defender perante os seus carrascos, que permanecem impunes.

Se bem que discorde de algumas opiniões de Isabel Allende, com esta concordo absolutamente: o feminismo só morre quando essas injustiças e desigualdades acabarem! (clap! clap! clap!)

Enfim, se tiverem curiosidade de ver os clips podem ver o resumo aqui (mas mesmo assim ainda tem mais de 7 minutos) ou a versão completa, dos quase 18.

ps - vi o vídeo completo pela primeira vez, há alguns dias atrás no Facebook, postado por um amigo, homem da minha geração...


Imagem da net.

13 comentários:

  1. A rede nos olhos, é por causa das moscas?

    ResponderEliminar
  2. Não sou fã de Allende, mas permito-me recomendar-lhe um livro dela que li e me fez sentir permanentemente em Portugal: " O meu país inventado"

    ResponderEliminar
  3. Não, REIZÃO, é devida a uns moscardos chamados Homens! :p

    Obrigada pela dica, CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA! :)

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente vejo o fim muito, muito distante !
    ... "escravizadas, maltratadas, violadas, vendidas ou até assassinadas" e falta ainda, mutiladas genitalmente, que é das coisas mais aberrantes que possa imaginar !
    .

    ResponderEliminar
  5. Confesso que não li nenhum dos seus livros.

    Se o feminismo está ultrapassado, não sei, mas sei que se continua a assistir diariamente às mais variadas formas de violência e humilhação sobre as mulheres. Também a compreendo.

    ResponderEliminar
  6. nem para as priveligiadas o feminismo está datado
    basta ver quantas chegam aos lugares cimeiros da sua profissão

    ResponderEliminar
  7. Moscardos?!
    Querias dizer mosca varejeira com barba suja, não?

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente, RUI, na rubrica maltratadas cabem muitos outros capítulos, entre eles a mutilação genital, apedrejamento, queimadas vivas, deixadas à fome e tantas outras atrocidades. Tal como tu, não vejo luz no fundo do túnel para acabar de vez com estas situações...

    Pois, nesse sentido, mulheres e homens com um mínimo de ética, deviam manter vivo o feminismo, PAULOFSKI! Cruzar os braços e assobiar para o lado e dizer que não é connosco é que não resolve... ;)

    ResponderEliminar
  9. Concordo contigo, MARTA! Mas de qualquer forma é uma situação diferente, que também não há lugares cimeiros para muitos homens, com as cunhas e os compadrios (políticos ou outros) a privilegiar os "amigalhaços", em detrimento de pessoas até mais competentes profissionalmente...
    Anotei também que foste a única mulher a comentar... ;)

    Sim, bem me parecia que me tinhas entendido, REIZÃO! :)

    ResponderEliminar
  10. Também não sou grande fã de Isabel Allende. Aqui ficou famosa com a "Casa dos Espíritos", mas os seus outros livros também costumam ser "best-sellers". Vou tentar saber como se chama em alemão "O meu país inventado".

    Desejo-te um bom fim-de-semana, Teté. Para mim vai ser só stress!!!

    ResponderEliminar
  11. Também não foi por ser escritora que a referi, EMATEJOCA, mas pela conferência que deu em prol da justiça para as mulheres de todo o mundo...

    Igualmente para ti! Sem stress, preferencialmente! :)

    ResponderEliminar
  12. o feminismo é a ideia radical de que as mulheres também são gente.

    ResponderEliminar
  13. Tens razão, MOYLITO, essa ideia é demasiado radical para machistas abrutalhados... :-w

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)