quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

FAROESTE

Tinha programado escrever sobre coisas mais sérias - para iniciar o ano com uma crise intelectualóide - que enfiava políticos, ASAE, fundamentalistas religiosos, racistas, homofóbicos, anti-tabágicos, de dietas, de ginásticas e o imenso Big Brother (de George Orwell, que não ligo a concursos televisivos pindéricos!) que se prepara para acompanhar, todos no mesmo saco.

Ná, hoje não me apeteceu! Liberdade de expressão é booommmmm...

Mas aviso, desde já, que a partir de agora vou andar armada! Qualquer um que me venha chatear com questões comezinhas (a palavra preferida do grande português do ano passado, desculpem a falta de maiúsculas...) é olhos nos olhos, sacar da arma, ameaçar com o isqueiro... Vão fugir todos talequalmente centopeias (com as 100 pernocas a dar a dar), assim que puser o cigarro em riste!

Provavelmente, nem vou precisar de o acender...

E não é que já estou a apanhar este espírito de faroeste?!!!

33 comentários:

  1. Epá, não é pela patente, mas a tua "companhia" é sempre bem-vinda!!!

    ResponderEliminar
  2. E desde quando falar nessa gente é falar de coisas sérias!?

    ResponderEliminar
  3. Eu, uma diabba não fumadora, até me apetece fumar!

    Fundamentalistas da treta.

    beijo enxofrado

    ResponderEliminar
  4. Então tá bem! Vou fumar um cigarrito e venho já!

    ResponderEliminar
  5. Psycho_mind, coisas sérias, também era força de expressão...

    Diabba, ná, não te metas nessa que não vale a pena! Quanto aos fundamentalistas, grumpfsss para eles todos! Jinho, atabacado!

    António Sabão, é, porque não? Sabe tão bem...

    ResponderEliminar
  6. Já fui fumadora e consigo entender as duas perspectivas.
    Contudo, a política ou o "fundamentalismo" que se esconde por detrás desta atitude toda...sinais sonoros instalados nos centros comerciais e afins, proibições...é apenas só mais exemplo do estado em que as coisas estão, ou vão estando...
    Existem "n" de coisas que irritam...seguindo esta política de acção provavelmente a partir deste início de ano tínhamos governo novo, não?!

    Beijinhos grandes aqui da Teia.

    ResponderEliminar
  7. Eu sou contra a violencia! Apesar de esmurrar uns e outros de tempos a tempos.

    ResponderEliminar
  8. Quanto aos fundamentalistas, pidescos... o raio que os parta...
    A frase que tens do Socrates... é do Zé? Ou do verdadeiro ;-)

    Axo que ambos têm razão....




    Beijo sonhador

    ResponderEliminar
  9. Su, desde que fosse governo novo, sem políticas velhas, por mim achava lindamente... O pior é que é viró disco e toca o mesmo! Chega a uma certa altura que é cansativo, com tanta propaganda, de dedo em riste a proibir tudo e mais alguma coisa, na caça à multa aos "parolos" e lordes, barões e meliantes a safarem-se de crimes graves? Ou estou a ficar velha ou pura e simplesmente perdi a paciência com estes ditadorzinhos, que querem ser mais do que "de trazer por casa"...

    Não é tanto pelo (anti-)tabagismo em si, é mais pelo espírito de "queixinhas" que se pretende alimentar, vigiados até a nível de cartão "único para tudo", quanto mais pelos vigorosos militantes que pretendem zelar pela "minha/nossa" saúde!

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  11. Ops!!!!então tás como eu, não há pachorra que aguente por isso prefiro ir molhar os pés na água optima do Guincho rs.
    Jinhos

    ResponderEliminar
  12. Fausto, esmurras uns e outros de vez em quando? Isso é que é ser contra a violência...

    Bem-vindo, João Cordeiro!
    É do verdadeiro Sócrates, está bem de ver, que o Zé é um autêntico "sabichão"... Jinho!

    Maria Clarinda, mal por mal, também preferia ir molhar os pés nas águas do Guincho, a aturar esta cambada... Mas como isso não os vai afastar do poleiro, pois fico-me pela paisagem à beira-mar... Jinhos!

    ResponderEliminar
  13. LOOOOOOOOOOOOL, adorei o teu poste!!!! LOOOOOOOOOOOOOOL!! fiquei-te a imaginar de cigarro em riste!!! LOOOOOOL!!

    Eh páh. Eu sou nao-fumadora. Mas vivo com um fumador respeitador que ainda no outro dia disse o seguinte: "esta lei vai trazer merda, e a culpa é dos sacanas dos fumadores armados em animais a fumar pra cima de toda a gente; quem se lixa é quem fuma sem incomodar ninguém."

    Isto porque estivemos no Shopping da Guia (algarve, em albufeira), onde já vigorava a lei. Dentro do edificio, que é fechado e é a zona de restaurantes, que me desculpem os fumadores, mas acho bem que não se possa fumar. Comer e engolir nicotina, que não é minha sequer, não.
    Se instalassem um extractor e o pessoal tomasse algum cuidado para não fumar para cima de ninguém, era diferente. Mas o que se passa é que os extractores de fumo saem mais caros do que proibir e que a maioria dos fumadores se está a cagar para quem escolheu não fumar (eu não disse todos, disse a maioria). Portanto, quem se lixa são os que fumam respeitando quem não fuma.
    Contudo, o shopping tem uma zona aberta. Nessa zona aberta, ao céu aberto mesmo, não entendo uma coisa: que seja proibido lá fumar...sim. É uma zona a céu aberto, onde é proibido fumar!!! Essa não percebi...

    ResponderEliminar
  14. Ó Vanadis, eu sou fumadora, mas cá em casa, excepto quando há visitas, só fumo no escritório, que aqui os mês homes não têm de levar com a minha fumaça. E não sou nenhuma chaminé, nada daqueles disparates de fumar 2 e 3 maços por dia... Não fumo dentro do carro, mesmo em viagens grandes, pela mesma razão: incomoda os restantes! Não fumo quando vou às compras, restaurantes nem por isso, agora se vou petiscar e beber um copo a um bar/esplanada onde não se possa fumar, talvez prefira não ir...

    O que me incomoda mesmo são estes fundamentalismos, que vão ser base de muito espírito pidesco, uns a fazerem queixinhas dos outros, com as talegas das multas... Quer dizer , se antes já existiam umas gajas (são principalmente elas) a mandarem umas postas de pescada por estar na rua a fumar - umas tipo paternalistas, outras já mais autoritárias - imagina o que vai ser esta gente, podendo fazer queixa, chatear...

    Agora se me aparecer uma a querer esfregar-me o decreto-lei no nariz, tenho impressão que me passo! E não há prái já uma maltosa, que quer proibir na rua, nas praias (onde também não fumo), nas esplanadas ao ar livre?

    Além de que isto é algo perverso, porque para os drogaditos vão arranjar salas de chuto, e os maganos dos tabagistas (o comércio é legal, para todos os efeitos) que vão para a rua? E achas que essas gajas que hão-de querer impor a lei a toda a força, vão chatear os chungas, sem-abrigo, ou gajos com um grande corpanzil? Vai sobrar para mim, que peso 50 quilos, meço 1,60m e tenho um aspecto geralmente amistoso...

    Mas ontem no chinês havia lá malta a fumar e ninguém protestou...

    ResponderEliminar
  15. Pxiii, tens a altura e peso da mia mami! =) és magrita, tu!! heheheh! e as medidas, já agora??? LOOOL! =)

    Nunca duvidei que fosses fumadora consciente, isso vê-se no que dizes e fazes. Tb não acho que te fossem esfregar um decreto lei na cara dentro de um banco (loool, eu lembro-me da cena, lá na do rafeiroski), porque não te estou a ver a fumar dentro de um banco!

    Tb não posso com fundamentalismos de qq espécie. Não gosto de levar com o fumo dos outros, mas se não me está a incomodar, quem sou eu pra chatear.

    ResponderEliminar
  16. Vanadis, é raríssimo ir ao banco, eh, eh, eh! Mas aquela gaija com o decreto-lei dentro da mala, para esfregar no nariz dos "prevaricadores" passou-me um bocado dos carretos...

    Aliás, comecei a escrever este post no dia, de irritada que fiquei, claro que entretanto aligeirei, que grande parte da irritação já tinha passado! :)))

    As medidas são semelhantes às tuas...

    ResponderEliminar
  17. OK! podes meter tudo no mesmo saco, atar bem a abertura, prender uma pedra bem pesada e amndar tudo para um sitio bem fundo!

    ResponderEliminar
  18. Tete, ainda hoje fui ao banco e resmunguei logo pela falta de impressos de deposito directo. Eu, prás filas?? só se for fritinha de todo...LOOOL! Descobri hoje as maravilhas de depositar na caixa mb!! =D

    LOOOL, a cena das medidas era uma piada, nera preciso responder.

    Pois, eu sei que te ficou atravessada a do decreto lei, mas a "serigaita" não estava a referir-se a quem toma cuidado ao fumar. Mas, que não separam o trigo do joio, não separam. Nem de um lado, nem de outro, e quem se lixa é quem tenta fugir aos extremismos...

    ResponderEliminar
  19. Farwest? mas que giro, há que tempos que não tinha onde ler a palavra de que tanto medo tinha de ver nos filmes na tv em pequena, indios e comboys era um terror aqui com a je...
    Claro que tens de ser assim, chateiam? pistola apontada e tu nem sabes que eu tenho uma na mesa de cabeceira que é um isqueiro, claro, ehhhhhh, e nem fumo, é que os ladrões sempre podem duvidar e enquanto duvidam caem que nem tordos...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Bem, eu já tenho escolhido o restaurante onde vou fumar e vou fazê-lo propositadamente!

    ResponderEliminar
  21. Vício, ponho todos os fundamentalistas dentro do mesmo saco, mas não sou eu que os vou atirar para um sítio bem fundo. Acho que eles vão conseguir isso, sem qualquer espécie de ajuda!!! :)

    Vanadis, fundamentalismo é assim, nunca se separa o trigo do joio. O político ou o religioso não é melhor ou pior que este, é igual!!! Para ficarmos todos de olhos em bico =)

    ResponderEliminar
  22. Laurinha, a minha única arma sempre foi a caneta (substituída pelo teclado, nos últimos anos), agora arranjei outra...
    Duvido um pouco é que a ladroagem fuja, se lhes apontar o cigarrito, eh, eh, eh! (também nunca fui grande apreciadora de filmes de cowboys). Jinhos linda!

    Vais fumar num restaurante propositadamente, Crestfallen? Xi, espero que as multas (coimas) sejam menores aí do que aqui... Mas essa "rebeldia" fica-te bem!

    ResponderEliminar
  23. Caramba! Té já sinto as minhas 100 patinhas a crescer pra me pirar eheheh
    Bom fim de semana (sem fumo, ouviu? eheheh)

    jinhos

    ResponderEliminar
  24. Pascoalita, sem fumo tabágico, duvido!

    Mas só estou armada (de cigarrito, note-se!) para as trauliteiras que me vierem incomodar, sem eu as estar a chatear! :)

    Jinhos e bom fim de semana para ti!

    ResponderEliminar
  25. Teté devias deixar de fumar, rapariga! Fazia-te bem! :)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  26. Epa, até agora na minha vida toda, só dei 2 murros em pessoas... e um foi sem querer, tendo o segundo sido dado ha coisa de 3 ou 4 dias...

    Posso-me considerar pacifico?

    ResponderEliminar
  27. Tens razão, Tons de azul. Só que não me apetece... Jinhos!

    Fausto, então pá? Às vezes é o que tem de ser... Não sei porquê, às vezes aparece alguém de encontro ao nosso punho, quando estamos a explicar a alguém uma cena do "Million Dollar Baby"... ;)

    ResponderEliminar
  28. o 1º foi sem querer porque era suposto parar antes de acertar (estavamos na brincadeira)

    o 2º foi mesmo de proposito mas nao fui eu que procurei o contacto... quer dizer, eu é que estiquei o braço mas nao sai do meu sitio.

    ResponderEliminar
  29. Era o que eu estava a dizer, Fausto! Nós a explicar uma cena fílmica e um brutamontes a enfiar a cara no nosso punho...:)))

    ResponderEliminar
  30. Hehehehe, bom filme!

    Não sou fumadora, mas já fui e entendo-os perfeitamente.
    Esta lei é uma violência.

    ResponderEliminar
  31. Completamente de acordo, Ahkla! Tanto quanto ao filme, como à violência da lei! :)

    ResponderEliminar
  32. Você fuma Teté?....acho que não percebi o post...
    Ah! Eu assisti o desenho do rato...aquele que faz comidinhas...lembrei de você...e ADOREI!!! Muito bom mesmo.
    :))))))
    P.S:Sou uma doida que fala uma coisa que não tem a haver com seu post,mas foi pra registrar mesmo.

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)