quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

IMAGINAÇÃO...

Estava eu um dia destes a lanchar um chazinho com torradas (sem nada, que estou a dieta, vale que gosto deste pão mesmo só assim). distraidamente, quando reparo que a janela da sala estava aberta. "Caramba, quem terá aberto a janela, com este frio?", pensei com os meus botões. Mas assim que a pergunta surgiu, soube imediatamente a resposta: foi a minha imaginação que fugiu!

Ao aproximar-me da janela, uma rajada de vento mais gélida levou-me a fechá-la rapidamente. Não sem antes espreitar lá para fora, mas não vi nada de diferente: nem cordas do parapeito até à rua, nem escadas, nada! "Olha, deve ter usado as suas asas", supus.

Sei que desde então nunca mais a vi, mas ainda tenho esperança que volte em breve... Faz-me tanta falta para escrever qualquer coisinha!

Entretanto vou dar um giro pelos vossos cantinhos para ver onde param as últimas modas... (e imaginações, já agora!)

17 comentários:

  1. Fugiu-te a imaginação, Teté? Deixa lá que ela volta e, para já, ficou-te a inspiração...que belo tabuleiro para um tee for one!!! Também gosto muito de pão 'seco'...:)

    Beijocas.

    ( que tal imaginares um novo desafio, hã? )


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um desafio vinha mesmo a calhar contra os Blues de Inverno.

      Eliminar
    2. ;)) Tea, evidentemente!!

      Um desafio seria o ideal, Teresa... Para combater os blues sejam de que estação forem. A mim, o Outono ainda me provoca mais melancolia.

      :)

      Eliminar
  2. Vais ver que logo volta. Bastará abrires de novo a janela ! Ela sabe que é tua e só tua e adora-te, Té !
    Então ?... Se ela saiu, como queres que regresses se não voltares a abrir a janela ? ... :))

    Beijocas com imaginação ! :)

    ResponderEliminar
  3. Um lanche com muito requinte!!!
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como dizem os algarvios: comer pão às secas. : ))

      Eliminar
  4. Fez-se de difícil, mas ela voltará um dia destes.

    Beijinhos Teté

    ResponderEliminar
  5. Para quem deixou a imaginação fugir este texto está muito bem imaginado.
    Digo eu, não é?
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou da mesma opinião, Pedro, este texto está um mimo.

      Beijinhos do chá das cinco.

      Eliminar
  6. A imaginação vai às vezes dar uns passeios, mas é só para se inspirar e regressar revitalizada... espera com calma... =)

    ResponderEliminar
  7. A imaginação tira umas folgas de vez em quando. Que fazer? Nem que se tente prendê-la... Ela só faz o que bem entende. Insubordinada, é o que é. :)

    ResponderEliminar
  8. É da dieta!
    Também estou a fazer uma dieta de zero/sal!
    Ando meio abalada.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Se não houve nada que a repelisse, decerto volta breve e foi apenas dar uma voltinha. Por vezes somos tomados de assalto por pessoas e situações que a repelem, ante as quais pulveriza. Mas volta. Tem de voltar que a vida sem ela não se aguenta.

    ResponderEliminar
  10. Essa magana faz isso a toda agente, Teté. Não se preocupa, porque um dia destes ela volta cheia de genica.
    Entretanto, tenho um chazinho lá no Rochedo. Será muito bem vinda. Se for como eu e não gostar dele com açúcar, eu sirvo-lhe um especial.
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Olá Teté então não é que ela criou asas ?!
    mas é boa menina e de certeza que vai regressar, só foi um bocadinho à sua vida, mas vai regressar cheia de novas sensações adquiridas na sua escapadinha !
    abraço
    Angela

    ResponderEliminar
  12. Estou cada vez mais convencido que a imaginação, tal como os ursos, hiberna!
    Mas enquanto eles hibernam de uma só vez a cada ano, ela fá-lo diversas vezes e sem tempo definido.
    Feitios...

    Beijokas

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)